Categories
Austrália Estude e trabalhe no exterior Estude um idioma fora do Brasil Graduação e Pós no Exterior

3 melhores universidades na Austrália

Fala galera! Quer estudar numa instituição de ensino superior renomada durante seu intercâmbio na Austrália? Então fica aqui nesse post para te contarmos sobre as 3 melhores universidades na Austrália.

O que você verá:

  1. ANU
  2. University of Melbourne
  3. University of Sydney

Universidade Nacional da Austrália

A univerisdade nacional da Austrália é a primeira da nossa lista sendo a melhor universidade na Austrália!

A Australian National University, ou ANU, é a universidade de maior prestígio do país oceânico. A universidade foi definitivamente fundada em 1946 pouco depois da segunda guerra.

Das universidades na Austrália, a ANU se destaca em vários quesitos, inclusive por ter área de quase 145 hectáres.

Abrigando assim, diversos prédios acadêmicos, bibliotecas, laboratórios, centros de pesquisa, residências estudantis e etc.

Localizada em Canberra, capital do país, a universidade passou por uma reestruturação no meio dos anos dois mil e atualmente possui uma rede interligada de faculdades e centros de pesquisa.

Confira abaixo as faculdades que fazem parte da ANU:

  • Faculdade de Artes e Ciências Sociais
  • Faculdade da Ásia e do Pacífico
  • Negócios e Economia
  • Engenharia e Ciência da Computação
  • Faculdade de Direito
  • Medicina, Biologia e Meio Ambiente
  • Ciências Físicas e Matemáticas

Além da ampla estrutura, os rankings mostram que a Australian National University é uma das melhores do mundo no seu ensino/conteúdo e ocupa primeiro lugar das universidades do país.

Segundo o QS University Rankings as áreas mais bem avaliadas incluem: Antropologia, Política, Geografia, História, Sociologia, Arqueologia, Línguisticas, Artes, Direito, Humanidades e mais.

Pois é, são muitos benefícios, inclusive a universidade possui o maior número de laureados com o Nobel do que qualquer outra universidade do país, se provando mais uma vez, excelente.

Não perca a oportunidade de estudar numa escola como a ANU, entre em contato com a gente e feche seu intercâmbio dos sonhos para a Austrália!

Melhores universidades na Austrália: Universidade de Melbourne

A segunda melhor universidade na Austrália, é a de Melbourne que se destaca a nível internacional.

Fundada em 1853, a Universidade de Melbourne é conhecida pelos estudantes por oferecer aos alunos uma experiência para além dos estudos.

Isso porque os estudantes encontram uma ampla variedade de programas culturais nos campi da universidade. Além dos seus alunos internacionais que são estimulados a entrar em clubes e organizações feitas por outros alunos.

A universidade funciona com um grande sistema de faculdades residencias, então a maioria esmagadora de estudantes moram na própria faculdade.

Com os alunos morando na faculdade, e a mesma oferendo diversos programas culturais, fica bem fácil de criar uma rede acadêmica e social muito boa na instituição.

Quando o assunto é qualidade, os rankings mostram que a universidade ocupa o top 50 melhores universidades do mundo além de ser a segunda melhor do país.

Com altíssimo nível de empregabilidade pós graduação, seus alunos são assistidos por profissionais completos, atenciosos e qualificados. Além de que eles tem acesso a uma infraestrutura de primeira qualidade com centros de pesquisas, galerias e até museus.

Melhores cursos da Universidade:

  • Agricultural Sciences 
  • Arts and Humanities
  • Biology and Biochemistry
  • Biotechnology and Applied Microbiology
  • Cardiac and Cardiovascular Systems
  • Cell Biology 
  • Chemical Engineering
  • Chemistry 
  • Civil Engineering
  • Clinical Medicine

Universidade de Sydney

A universidade de Sydeny, ocupa o terceiro mas não menos importante, ludar nessa lista sendo uma das melhores universidades na Austrália.

Com mais de 170 anos de história, a Universidade de Sydney foi a primeira instiuição do tipo a ser fundada na Austrália. Ela é considerada uma das melhores universidades do mundo e a terceira melhor na Austrália.

Além de bonita, a universidade também domina em primeiro lugar o ranking de empregabilidade após a formatura, sendo 81% dos estudantes empregados pouco tempo depois de se formarem.

Composta por faculdades, escolas, centros de pesquisas, laboratórios de pesquisa, salas acolhedoras e bibliotecas incríveis como a Fisher Library.

SAIBA MAIS SOBRE A UNIVERSIDADE DE SYDNEY!

Se você não sabe muito sobre a Fisher Library, saiba que ela é a maior biblioteca do hemisfério sul, linda, organizada e composta de centenas de livros.

A universidade é composta também por:

  • Faculdade de Artes e Ciências Sociais;
  • Instituição de Negócios;
  • Faculdade de Engenharia;
  • Faculdade de Ciências da Saúde;
  • Instituição de Medicina e Saúde;
  • Faculdade de Ciências;
  • Escola de Arquitetura, Design e Planejamento;
  • Law School
  • Escola de Música.

No mais, os alunos tem uma ampla variedade de programas e disciplinas para escolher (mais de 400 opções). Os alunos possuem também acesso as melhores oportunidades de carreira por meio de estágios oferecidos pela universidade.

Eaí vai ficar de fora dessa? Se você quer saber os melhores jeitos de entrar nas melhores instituições da Austrália, entre em contato com a gente!

Veja também:

Custo de vida na Austrália em 2022: compare as principais cidades

Motivos para fazer um curso técnico na Austrália!

Brisbane, Austrália: tudo sobre a vida na cidade

Curtiu o conteúdo sobre Universidades na Austrália?
Fica mais um pouco! E não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Dicas de viagem Estude um idioma fora do Brasil Nova Zelândia Tudo sobre intercâmbio Vistos e documentações

Auckland: Conheça tudo sobre a incrível cidade!

Fala galera! Hoje a gente preparou um post com tudo que você precisa saber sobre Auckland na Nova Zelândia, essa cidade incrível com uma das melhores qualidades de vida do mundo que está esperando você para visita-lá!

Cidade das Velas

Auckland na Nova Zelândia é o destino de pessoas do mundo inteiro, o que faz dela uma das cidades metropolitanas mais diversificadas do mundo. Com uma cultura forte, limpa e organizada, nos fins de semana a cidade toma ainda mais vida do que já tem.

As várias opções do que fazer propõem uma melhor qualidade de vida além de ser a opção de vários estudantes pois a cidade, e o país, carrega consigo uma cultura educacional muito forte onde as pessoas investem e se dedicam à educação.

Por não ser um país muito populoso o governo consegue atender as demandas dos seus moradores, não é à toa que Auckland está no terceiro lugar no ranking de cidades com melhor qualidade de vida no mundo.

Ah! e por que cidade das velas? Em Auckland uma entre quatro pessoas possui algum tipo de embarcação aquática. 

Cultura de Tāmaki Makaurau

Como mencionado, a cultura neozelândesa é muito forte e diversificada o seu povo tem muitas tradições. A Nova Zelândia foi colonizada pelos britânicos em 1840 mas bem antes disso já era lar dos Maori (em 1350) que são os nativos do país, a cultura britânica e maori são muito presentes hoje.

Existem festivais da cultura local como o Powerco Taranaki Garden Spectacular que é um festival de jardim que contemplam a natureza, tem também festivais de esportes de inverno como o Queenstown Winter Festival e o Nelson Arts Festival que é destinado aos amantes de escrita, música, arte de rua e mais. Não podemos deixar de mencionar os festivais gastronômicos e também os de vinho (os locais são reconhecidos mundialmente).

A cultura Maori não pode deixar de ser mencionada, Tāmaki Makaurau por exemplo é o nome de Auckland na língua Maori. Quando estamos falando da Nova Zelândia, eles são os indígenas locais, e são muito respeitados no país. Eles são um povo extremamente espiritual, que se dedicam a honrar seus ancestrais, e que consideram a natureza muito sagrada.

Os maori também possuem o Haka que é um mantra de batalha, de guerra, em que uma dança é ensaiada para afugentar ou intimidar o inimigo ou dizer que você não esta com medo dele. Os jogadores de rugby normalmente dançam o Haka para seus oponentes antes do jogo, e é sempre uma experiência incrível de assistir.

O povo Maori também tem habilidades artísticas muito fortes, eles são muito bons com esculturas de madeira e possuem seu proprio templo nomeado Marae onde não se entra sem permissão e deve-se entrar descalço.

Continue lendo para saber sobre Auckland, o lugar perfeito para seu intercâmbio!

Comércio em Auckland

Apesar da Nova Zelândia não aparecer nos grandes rankings de economia do país, isso se dá mais por conta de ser um país pequeno já que a economia do país floresce muito bem.

Com um ótimo PIB e uma economia estável, o turismo é um dos motivos pelo qual o país vai tão bem nesse quesito, principalmente o turismo educacional, e a exportação também.

O país oferece oferece muitos cursos de idiomas, profissionalizantes, de graduação, pós, mestrados, doutorados e até mesmo abordagens específicas para pesquisas o que atrai muitos intercambistas, pesquisadores e profissionais ao país, fazendo assim com que o turismo movimente muito dinheiro na economia e também faz com que o governo invista na preservação local, da natureza, pontos turisticos e mais.

A exportação também é o motivo do sucesso economico, o país é conhecido pela vasta produção de carne e lã mas nos ultimos anos o país tem exportado outras coisas como, kiwi, vinho, frutos do mar, madeira… os recursos locais também são variados, como ouro, carvão, areia, ferro, petróleo, que também são exportados.

Clima Neozelandês

O clima em Auckland na Nova Zelândia é bem agradável e ameno, normalmente no verão lá se faz, oficialmente ele é tido como quente e temperado o que faz com que a cidade seja ótima para visitação a qualquer época do ano.

Aqui estão as variações de temperatura de acordo com as estações do ano:

  • Primavera: entre 5ºC e 19º
  • Verão: entre 25ºC e 27ºC
  • Outono: entre 16ºC e 18ºC
  • Inverno: entre 2ºC e 16ºC
Auckland é a cidade perfeita que espera por você na Nova Zelândia, um dos melhores países do mundo.

Educação na Capital Neozelândesa

Já foi mencionado anteriormente sobre a qualidade de vida da Nova Zelândia, e não é diferente na cidade de Auckland, ambos carregam muitos mértios educacionais e não é a toa que o país atrai tantos estudantes! Em 2020 o ministro da educação no país e a primeira ministra anunciaram numa coletiva de imprensa um investimento de $51,6 milhões no setor de educação internacional.

Auckland carrega com sigo ótimas aprovações de seus estudantes e instituições de ensino, a 27ª melhor cidade estudantil do mundo também é potência financeira e econômica na Nova Zelândia, e precisa de pessoas qualificadas para ajudar a crescer e há oportunidades em muitos setores.

Como chegar até Auckland

Como sempre, a papelada faz parte desse processo de entrada legal do país. Aqui vai uma listinha do que é necessário para chegar até Auckland na Nova Zelândia.

Documentação para Visto Estudante

  • Passaporte validado
  • Uma foto recente (3×4)
  • Formulário online para Visto para Estudante 
  • NZeTA
  • Formulário de Financial Undertaking assinado. Download do formulário.
  • Oferta de lugar na escola/universidade
  • Recibo da escola comprovando pagamento integral do curso
  • Garantia de acomodação com endereço
  • 6 extratos bancários de seis meses anteriores à aplicação do visto que comprovem NZD 1,250 para cada mês de permanência na Nova Zelândia
  • Imposto de renda e holerite
  • Garantia de seguro saúde/viagem
  • Comprovante de pagamento da taxa de conservação e turismo (IVL)
  • Cópia da passagem aérea (ida e volta) ou print da reserva
  • EXAME MÉDICO: Apenas para quem for permanecer na Nova Zelândia por mais do que 6 meses.

Visto de turismo

  • Passaporte válido
  • Passagem de ida e volta (Importante: para evitar problemas na imigração o retorno deve estar marcado para, no máximo, 3 meses após a entrada na Nova Zelândia)
  • Comprovante que possui dinheiro suficiente para se manter na Nova Zelândia pelo período desejado (pelo menos NZ$ 1.250,00 por mês – dólares neozelandeses) (através de traveler cheque, dólares, cartão de crédito ou cartão pré-pago de viagem)
  • Comprovante da reserva de hotel na Nova Zelândia ou endereço onde ficará hospedado.

Visto de Trabalho

Existem vários tipos de Visto de Trabalho, mas em geral para solicitar esse visto é necessário fazer a aplicação online diretamente no site da imigração:

  • Passaporte (para brasileiros, válido até no mínimo três meses após a data de partida da Nova Zelândia);
  • 1 foto digital
  • Pagamento da taxa apropriada;
  • Oferta de trabalho
  • Descrição da vaga/função
  • Contrato Individual – Individual Agreement com detalhes de pagamento e condições da proposta de emprego;
  • Comprovação que o solicitante possui qualificações relevantes para a oferta de trabalho;
  • Employer Supplementary Form – Formulário INZ1113 – Formulário do empregador, é usdo para os empregadores/empresas que ofereceram vaga para um estrangeiro que esteja solicitação um Work Visa.
  • O empregador deverá fornecer comprovação que tentou achar mão-de-obra local, uma pessoa que já possua visto de trabalho ou autorização para trabalhar sem visto, como residente ou cidadão Neo-Zelandês ou Australiano.

Agora que você já conhece sobre Auckland na Nova Zelândia porque não ir mais perto e visitá-la? Entre em contato com a gente para ficar ainda mais perto de realizar esse sonho!

Veja Também:

PSW: Conheça o visto para Nova Zelândia

5 Melhores cidades da Austrália para seu intercâmbio

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.
Categories
Estude e trabalhe no exterior Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio

SISU 2022: use sua nota do ENEM para estudar fora do Brasil

Fala, galera! Chegou a usar de usar sua nota do ENEM mas ainda está em dúvida entre estudar no Brasil e estudar fora? Hoje trouxemos algumas instituições ao redor do mundo que aproveitam a nota do ENEM para estudantes brasileiros.

Você verá nesta postagem:

  1. Quando abre o SISU 2022?
  2. Como usar sua nota do ENEM 2021 para estudar fora?
  3. Universidades no exterior que aceitam a nota do ENEM

Quando abre o SISU 2022?

O SISU é o Sistema de Seleção Unificada de todas as universidades e instituições públicas do Brasil. Todo ano suas inscrições são abertas no primeiro e segundo semestre, permitindo que estudantes do país inteiro estudem em instituições federais ou estaduais.

As inscrições para a primeira edição do SISU 2022 abrem dia 15 de fevereiro e vão até dia 18. Ao longo desses dias os alunos devem acompanhar a nota de corte em seu curso e instituição de escolha através do site e aplicativo oficial do MEC.

Como usar a nota do ENEM 2021 para estudar fora do Brasil?

Desde 2014 o Inep tem feito acordos com instituições ao redor do mundo, facilitando a entrada de brasileiros nas mesmas.

A nota do ENEM é utilizada, normalmente, como um substituto dos exames normalmente aplicados em países como os Estados Unidos e Portugal. O ideal é que o estudante brasileiro tenha uma pontuação média acima de 600, mas isso pode variar.

Muitas instituições também pedem a realização de um exame de proficiência e outras documentações que você pode conferir aqui.

Universidades no exterior que aceitam a nota do ENEM

Existem diversas universidades e faculdade no exterior que aceitam a nota do ENEM como parte do processo de ingresso do aluno. Lugares como os Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Irlanda, Portugal e França utilizam a nota do exame. Abaixo você pode ver uma tabela com alguns dos países e instituições que fazem parte da lista:

InstituiçãoLocalTeste de proficiência
Universidade do Algarve Faro e Portimão, Portugalnão
Universidade do MinhoBraga e Guimarães, Portugalnão
Oxford UniversityOxford, Inglaterrasim
Bristol UniversityBristol, Inglaterrasim
Universidade de AveiroAveiro, Águeda e Oliveira de Azeméis, Portugalnão
Universidade de CoimbraCoimbra, Portugalnão
Universidade de LisboaLisboa, Portugalnão
Universidade do PortoPorto, Portugalnão
Universidade da MadeiraFunchal, Portugalnão
Toronto UniversityToronto, Canadásim
University College CorkCork, Irlandasim
Universidade da Beira InteriorCovilha, Portugalnão
Universidade dos AçoresPonta Delgada, Portugalnão
Universidade Autônoma de LisboaLisboa, Portugalnão
New York University (NYU)New York, EUAsim
Northeastern UniversityBoston, EUAsim
Temple UniversityPhiladelphia, EUAsim
Universidade PortucalensePorto, Portugalnão
Universidade LusíadaPorto, Portugalnão
Universidade de MorónBuenos Aires, Argentina
Instituto Politécnico de ViseuViseu, Portugalnão
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Lisboa, Portugalnão
Universidade EuropeiaLisboa, Portugalnão
Universidade Católica PortuguesaLisbia, Braga, Porto e Viseu, Portugalnão
Instituto Politécnico de CoimbraCoimbra, Portugalnão
Instituto Politécnico de PortoPorto, Portugalnão
Instituto Politécnico de BejaBeja, Portugalnão
Instituto Politécnico de LeiriaLeiria, Caldas da Rainha, Peniche, Marinha Grande e Torres Verdes, Portugalnão
Instituto Politécnico do Cávado e do AveBarcelos, Portugalnão
Instituto Politécnico PortalegrePortalegre, Portugalnão
Instituto Politécnico da MaiaMaia, Portugalnão
Instituto Politécnico da Guarda
Guarda e Seia, Portugal
não
Instituto Politécnico de BragançaBragança, Portugalnão
Instituto Politécnico de Castelo BrancoCastelo Branco, Portugalnão
Instituto Politécnico de Setúbal Setúbal, Portugalnão
Instituto Politécnico de SantarémSantarém, Portugalnão
Instituto Politécnico de Viana do CasteloViana do Castelo, Portugalnão
Instituto Politécnico da LusofoniaLisboa, Portugalnão
Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da VidaLisboa e Cascais, Portugalnão
Instituto Universitário da MaiaMaia, Portugalnão
Instituto Superior Dom DinisMarinha Grande, Portugalnão
Instituto Superior de Gestão e Administração de GaiaVila Nova de Gaia, Portugalnão
Instituto Superior de GestãoLisboa, Portugalnão
Instituto Superior de Gestão e Administração de SantarémSantarém, Portugalnão
Instituto Superior Manuel Teixeira GomesPortimão, Portugalnão
Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha PortuguesaOliveira de Azeméis, Portugalnão
Instituto Leonardo da VinciLisboa, Portugalnão
Instituto de Estudos Superiores de FafeFafe, Portugalnão
Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam) do PortoPorto, Portugalnão
Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam) de LisboaLisboa, Portugalnão
Instituto Universitário de LisboaLisboa, Portugalnão
Escola Superior de Enfermagem de CoimbraCoimbra, Portugalnão
Escola Superior de Saúde do AlcoitãoAlcoitão, Portugalnão
Escola Superior Artística do PortoPorto, Portugalnão

É importante lembrar que se seu desejo é estudar fora mas o ENEM não é muito sua praia, diversas universidades e colleges no exterior possuem processos seletivos próprios que não necessitam da nota do ENEM.

E em alguns países, como o Canadá, não é necessário a realização de testes de aptidão, outras coisas são avaliadas, como seu histórico escolar, participação em programas extracurriculares e portfólio.

Você também pode gostar:

Como estudar no exterior: passo a passo para graduação fora do Brasil
Graduação no Exterior: conheça 4 exames de proficiência em inglês
Como viver viajando: 10 ideias para trabalhar enquanto viaja

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.
Categories
Estude e trabalhe no exterior Graduação e Pós no Exterior Vistos e documentações

Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Fala, galera! Pode preparar a mala que a hora de embarcar está cada vez mais perto! Aqui você verá tudo que precisa deixar prontinho antes de entrar no avião, então pega o papel e a caneta e vamo nessa!

  1. Exames de proficiência
  2. Documentação de ingresso
  3. Application: solicitar cartas de recomendação
  4. Application: preparar a essay
  5. Provas de admissão (ENEM/GRE/GMAT)
  6. Passaporte e visto
  7. Seguro viagem
  8. Como levar dinheiro para o exterior?
  9. Confirmar estadia
  10. Certificado de vacinação

Como estudar fora: tudo que você precisa para ingressar em um college no exterior

Planejar uma viagem pode parecer uma missão impossível, e a responsabilidade triplica quando nossos planos são emigrar.

Nesta postagem você terá uma checklist completa para te guiar em todo o processo de entrada em uma instituição no exterior, assim como mínimos detalhes que precisam ser resolvidos ainda no Brasil.

Agora, se você ainda está em dúvida sobre estudar no exterior ou no Brasil, se liga nesse post super explicadinho sobre como fazer uma graduação (ou pós) fora.

Checklist: como estudar no exterior

Cada instituição no exterior tem seu próprio processo de ingresso e documentação necessárias – e tudo isso você pode conferir no site oficial. Porém, separamos o que costuma ser pedido pela maioria, se liga:

1. Exames de proficiência

Se você planeja estudar em um college ou instituição cujo idioma principal não é sua língua materna, provavelmente vai precisar comprovar seu conhecimento no idioma.

E pra te ajudar nessa missão de comprovar seu nível de conhecimento existem os exames de proficiência.

Na língua inglesa os mais pedidos pelas instituições são o IELTS e TOEFL e você pode conferir aqui nosso guia onde explicamos tudo sobre eles.

2. Documentação de ingresso

Estudar fora é muito mais fácil do que parece, e eu vou te provar! Em instituições do Reino Unido, Canadá e EUA as documentações solicitadas pelas instituições de ensino no exterior não são muito diferentes das pedidas por universidades no Brasil.

Tenha em mãos seu histórico escolar, certificado de conclusão do ensino médio, currículo, certificado de proficiência, cartas de recomendação, essay e portfólio (se solicitados). Simples, né?

Observação: a maioria das instituições pede que as documentações sejam traduzidas, então é bom conferir no site oficial (ou mandar um e-mail!) todos esses mínimos detalhes.

3. Application: solicitar cartas de recomendação

Apesar de não ser uma prática comum aqui no Brasil, em colleges e universidades no exterior é comum que sejam pedidas cartas de recomendação de seus professores e orientadores.

É interessante solicitar que sejam escritas o quanto antes, para não comprometer o prazo de inscrição da instituição.

4. Application: preparar a essay

Seu Personal Statement é uma grande parte de sua aplicação. Se a instituição solicitar essa redação, você deve se preparar para conquistar a vaga através dela.

A essay é o lugar onde você vai se diferenciar e mostrar porque merece estar ali. Por isso, fizemos um passo a passo pra uma essay de sucesso.

5. Provas de admissão

Provas de admissão tem como objetivo nivelar o conhecimento dos alunos sobre temas básicos e gerais, como matemática, história e o idioma falado (aqui no Brasil, o português).

No Canadá essas provas/vestibulares não são um requisito de entrada. Mas em outros países como EUA e Alemanha são bem importantes.

Fique atento: alguns colleges e universidades aceitam o ENEM como prova de admissão. Exemplo: New York University, Universidade de Lisboa e em algumas universidades do Reino Unido e França.

Checklist: o que fazer antes de sair do Brasil

Agora que você já sabe tudo que precisa para sua application, vamos separar as documentações e deixar tudo nos “trinques” pra sua viagem?

Pra não perder essa lista que fizemos, você pode salvar a página em seus favoritos. Inclusive, fica a dica: faça uma pasta nos favoritos do navegador (Google, por exemplo) com tudo que você achar importante pra sua viagem.

6. Passaporte e visto

Pode parecer óbvio, mas é sempre bom lembrar: seu passaporte precisa estar atualizado para viajar. Então corre para conferir se ele ainda está na data de validade.

Organize-se para tirar seu visto com antecedência, assim sua viagem não será comprometida por essas documentações.

7. Seguro viagem

A pergunta mais comum que recebemos é: vale a pena fazer o seguro viagem? E sim, o seguro é essencial.

Sejam amenidades como gastos com atrasos de voos até questões de saúde, um bom seguro viagem irá cobrir qualquer imprevisto que possa surgir.

E apesar do gasto “extra”, será uma dor de cabeça a menos no futuro. Principalmente se o país de destino não oferecer acesso gratuito aos serviços de saúde, como é o caso dos EUA e algumas províncias do Canadá.

8. Como levar dinheiro para o exterior?

Existem 4 formas principais de levar dinheiro na sua viagem: em cash (dinheiro vivo), cartão de crédito e débito, cartão pré-pago e remessa para o exterior.

Pra entender melhor como cada um funciona e seus prós e contras, dá uma olhada nesse post aqui.

9. Confirmar estadia

Não dá pra viajar pra outro país sem saber onde vai dormir, né?

Caso não tenha familiares ou amigos em seu destino, você pode procurar um lugar para ficar em plataformas como Booking e Airbnb, que contam com bons preços e opções diversas. Você pode alugar desde um quarto de hotel até um apartamento privado.

10. Certificado de vacinação

Apesar de ter ficado mais popular agora, durante pandemia, muitos países já pediam o cartão de vacinação para seus viajantes e imigrantes.

Confira no site oficial do país se alguma vacina é solicitada e já corre no postinho mais próximo. No caso do certificado da vacina da COVID-19, você pode tirar aqui.

Bônus: conheça o país de destino e a cultura da instituição onde vai estudar

Conhecer a cultura do local onde você vai ficar vai te salvar de muitas vergonhas e ainda te deixar mais apaixonado pelo lugar!

Tire um tempo para pesquisar sobre o clima, cultura, alimentação, hábitos, lugares para conhecer, gírias e expressões mais usadas. Tudo isso vai te preparar para sua imersão, além de ser super divertido, né?

Vai viajar? Se liga nesses posts que separamos pra você:

Custo de vida na Espanha em 2021: economize enquanto estuda no país

British Columbia: tudo sobre salário, imigração e as cidades

Custo de vida em Orlando: more na cidade dos sonhos

Curtiu o conteúdo? Fica mais um pouco e não deixe de conferir nossas redes sociais para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.
Categories
Canadá Dicas de viagem Irlanda Tudo sobre intercâmbio

9 melhores países para imigrar em 2022

Fala, galera! Tudo certinho? Aqui vai mais um post pra te ajudar a escolher seu próximo destino. Separamos os 9 melhores países para imigrar – e no final vamos te contar qual a melhor forma de entrar nestes destinos! Bora lá?

Você verá neste post:

  • Melhores países para imigrar em 2022
  • Qual o caminho mais fácil para imigrar

Melhores países para imigrar em 2022

Cada vez mais brasileiros tem saído do Brasil em busca de uma melhor qualidade de vida.

Segundo um artigo da CNN o número de brasileiros no exterior ultrapassou 4 milhões – ou seja, temos mais pessoas no exterior do que no Espírito Santo, dá pra acreditar?

Pensando nisso, hoje trouxemos os melhores países imigrar – principalmente para quem deseja estudar e trabalhar – assim você já pode ir se preparando para o intercâmbio!

Usamos como parâmetro de comparação os seguintes critérios:

  • Empregabilidade
  • Qualidade de vida
  • Salário mínimo (em relação ao custo de vida)
  • Facilidade de entrada no país

Preparado para conhecer o país dos seus sonhos?

1. Canadá

O Canadá é um país acima da média quando o assunto é bem-estar e segurança da população.

Com paisagens naturais bem preservadas, educação inovadora e de alta qualidade, – principalmente nas áreas de tecnologia – o Canadá conta com cinco universidades entre as 100 melhores do mundo de acordo com a Times Higher Education de 2019. Não é atoa que o Canadá é um dos destinos favoritos de pessoas do mundo inteiro, né?

Desde dezembro de 2021 foi estabelecido um novo salário mínimo no Canadá de CAD$15,00 por hora. Para um estudante que trabalha meio período, o valor acima resulta numa receita média de 300,00 dólares canadenses por semana – que bate perfeitamente com o custo de vida atual no país.

2. Nova Zelândia

Para quem busca qualidade de vida e paisagens deslumbrantes, a Nova Zelândia é um paraíso em terra firme.

As duas ilhas no oceano Pacífico abrigam belíssimas praias e montanhas, cenários ideias para quem curte esportes radicais, trilhas e trabalhos de campo!

Morar na Nova Zelândia é como viajar o mundo.

A Nova Zelândia tem uma das taxas de criminalidade mais baixas do mundo, universidades de alto nível e uma população amigável e receptiva, servindo de destino principal para estrangeiros do mundo inteiro, em especial da Ásia.

Se você fala inglês ou quer aprimorar seus conhecimentos na língua inglesa sem abrir mão de uma prainha, a Nova Zelândia é o seu destino!

Veja também:

Montreal Canadá: conheça a maior cidade de Quebec

Morar na Austrália é viver em um dos melhores países do mundo

3. Austrália

Com vinte Patrimônios Mundiais da UNESCO, a Austrália tem muito a ser explorado.

O país de dimensões continentais ocupa o quinto lugar no ranking da Numbeo, competindo pelo primeiro lugar em qualidade de vida, poder de compra, segurança, saúde e custo de vida com países como Dinamarca e Finlândia.

É referência nas áreas de Meio Ambiente e Conservação, e frequentemente a Austrália abre vagas para a entrada de mão de obra qualificada em cidades que estão com grande demanda. E pode ir sem medo, viu? Apesar de a Austrália ser conhecida pelos seus animais exóticos, quem vai morar lá não se arrepende.

4. Alemanha

A Alemanha oferece estabilidade e estrutura para seus moradores, pontos importantíssimos na hora de escolher entre tantos países para imigrar!

Com oito universidades entre as 150 melhores do mundo, a Alemanha é um paraíso para estudantes do mundo inteiro.

A Alemanha oferta cursos de graduação e pós-graduação em suas instituições públicas.

5. Irlanda

A Irlanda é de longe um dos países para imigrar mais buscados por brasileiros que buscam mudar de vida.

Com um mercado de trabalho com grande demanda, a Irlanda está de portas abertas para estrangeiros.

Para estudar e trabalhar no país basta se organizar direitinho. E se você ainda não domina o inglês, nem precisa se estressar! Dá pra estudar o idioma e ainda trabalhar meio período no país.

Gostou da ideia? Comece a planejar seu intercâmbio com a gente clicando aqui. Já consegue se imaginar recebendo em euro e viajando pela Europa, né?

More em Berlim: tudo sobre uma das cidades mais divertidas do mundo

Vantagens e desvantagens de fazer o intercâmbio em Dublin

6. Holanda

Morar na Holanda é uma experiência única. De todos os países para imigrar que foram citados aqui a Holanda é encantadora pela belíssima paisagem urbana e suas noites inesquecíveis.

Se você busca um lugar seguro, com boas condições de trabalho e qualidade de vida, sem deixar de lado a badalação das cidades grandes, a Holanda pode ser o destino perfeito para você.

Suas cidades são conhecidas por ruas cheias de bicicletas e flores, e também pela postura progressista em relação a comunidade LGBTQI+ e pautas como legalização do aborto e maconha, tornando-o dos melhores países para imigrar.

As universidades holandesas são referência mundial com sua didática que utilizada o método “problem-based-learning” em que o aluno é estimulado a resolver problemas com o objetivo de aprender.

E apesar de o idioma principal do país ser o holandês, é possível estudar inglês em cursos excelentes como British Language Training Center e o UVA Center.

7. Espanha

O espanhol é a quarta língua mais falada no mundo, e é considerada a segunda língua internacional mais importante, atrás somente do inglês.

Para quem deseja aprimorar o espanhol ou morar em um país europeu ensolarado e com excelentes faculdades, a Espanha é um excelente país para imigrar!

Os espanhóis são pessoas simpáticas e acolhedoras, e contam com um excelente sistema de saúde e educação no país.

Localizada na Europa, a Espanha ainda permite fácil acesso a outros países do continente, e com um bônus: brasileiros que residem no país podem adquirir a Cidadania Espanhola após 2 anos de moradia contínua na Espanha. É isso mesmo: você com cidadania europeia com apenas dois anos!

8. Uruguai

Sim, é possível viver bem na América Latina em 2022! E o Uruguai é o melhor país em qualidade de vida, segurança e economia do nosso continente.

A moeda principal do Uruguai é o dólar americano – além do peso uruguaio.

Além da alta qualidade de vida, um grande ponto forte do país é a facilidade de entrada de brasileiros, que não precisam de visto para residir no Uruguai – graças ao acordo entre as Repúblicas.

O ensino também não deixa a desejar, sendo o sistema público e universal. A Universidade ORT do Uruguai está entre as melhores do mundo segundo o ranking da THE.

E como consequência, a taxa de desemprego no país está bem equilibrada: cerca de 10% – no Brasil essa mesma taxa ultrapassa 13% – e o mercado de trabalho promete para 2022!

9. Malta

Malta é um paraíso na Europa localizado entre o sul da Sicília, na Itália, e o nordeste da Tunísia.

O arquipélago situado no Mar Mediterrâneo tem o maltês e o inglês como línguas principais e é um destino interessante para quem deseja imigrar ou fazer um intercâmbio.

O país ainda permite que estudantes estrangeiros trabalhem no país em cursos de mais de 3 meses de duração. Você pode conferir mais benefícios sobre morar em Malta aqui.

Qual o caminho mais fácil para imigrar

Existem diversas formas de imigrar para os países acima, porém a maneira mais efetiva de conseguir um visto para residir é através de um intercâmbio de estudo e trabalho.

Se você pensa em fazer uma graduação, pós ou até mesmo cursos profissionalizantes ou de idiomas, o intercâmbio é o melhor momento para isso.

Além de facilitar o processo de entrada no país, o visto de estudante facilita o ingresso no mercado de trabalho desses países – seja em estágios ou trabalhos de meio-período.

Por que você deveria estar fazendo um intercâmbio na Holanda

Como é morar em Barcelona: Descubra a Espanha 

Malta: Conheça a história e vida noturna [VÍDEO]

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Estude e trabalhe no exterior Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio Vistos e documentações

Estudar fora do Brasil: passo a passo pra graduação no exterior

O primeiro passo pra estudar fora é o planejamento. Entenda quais as documentações necessárias, melhores instituições e como se planejar pra realizar esse sonho nesta postagem.

Você pode conferir nesta postagem:

  • Como estudar fora: planejamento para estudar no exterior
  • Como fazer graduação fora do Brasil
  • Application: passo a passo da sua inscrição

Como estudar fora: planejamento para estudar no exterior

Estudar no exterior é uma missão mais simples do que pode parecer. E com planejamento e paciência seu sonho pode ser realizado mais rápido do que imagina.

O primeiro passo é o planejamento. Para isso, separamos algumas perguntas para te auxiliar na preparação:

  1. Por que você quer estudar no exterior? Quais suas maiores motivações?
  2. Qual seu perfil acadêmico? Analise seu desempenho escolar e suas preferências. Talvez a universidade que você procura seja menos ou mais conservadora, com foco em artes ou ciência.
  3. Em qual idioma você pretende estudar? Você tem o nível de conhecimento adequado para estudar nesse idioma?
  4. Qual seu orçamento? Quais cursos e instituições estão dentro do seu orçamento? Ter em mente o custo de vida dos destinos também é importante.
  5. O que é importante para você? Você tem preferência de clima ou hábitos alimentares? Faça sua pesquisa sobre seus destinos preferidos e elimine aqueles que não fazem sentido.

Melhores cidades dos EUA: 5 locais pra morar durante seu intercâmbio

Como fazer graduação fora do Brasil

Existem vários caminhos para estudar no exterior, hoje vamos apresentar os três caminhos mais comuns para conseguir seu diploma em uma universidade ou college fora do país.

Pathway Program

Se você sonha em fazer um curso superior em países como Canadá, Estados Unidos e Austrália mas não tem um bom domínio da língua inglesa, o “Caminho para a Universidade” é o programa ideal para você.

Pathway no Canadá: curso que facilita a entrada em universidades no exterior

O Pathway é um curso de inglês desenvolvido para preparar estrangeiros que desejam ser aceitos em instituições de ensino superior. Escolas como a ILAC são atestadas pelos Colleges e Universidades locais e promovem aulas para quem sonha em estudar no exterior.

E funciona assim: você faz um intercâmbio para aprimorar seu inglês, e quando atingir o nível necessário para a instituição que escolheu é só mostrar a certificação do Pathway! Nada de estresse com provas de proficiência, bom demais, hã?!

Grau de Associado (Associate Degree)

O Diploma de Associado é apenas mais um caminho para estudar no exterior. Com uma duração mais curta que um bacharelado, essa formação busca desenvolver seus conhecimentos técnicos, focando em habilidades práticas para te inserir no mercado de trabalho – bem parecido com o que chamamos de curso técnico aqui no Brasil.

É possível conseguir um Associate Deegre em países como EUA, Canadá, Austrália e Holanda. No Reino Unido é conhecido como Foundation Degree (diploma de base).

O diploma de associado é um bom caminho para se preparar para seu diploma de bacharel ou para ingressar rápido no mercado de trabalho. As mensalidades dessa modalidade também são mais baixas e os processos seletivos menos competitivos pra estudar no exterior.

SISU 2022: use sua nota do ENEM para estudar fora do Brasil

Bacharelados e pós fora do Brasil

Para quem deseja fazer bacharelado ou pós no exterior as possibilidades são infinitas.

Caso você queira cursar apenas uma parte da graduação no exterior, por exemplo, existem programas de intercâmbios internos – sua instituição de ensino fará a ponte entre você e a instituição no exterior.

No caso de uma pós-graduação o processo é mais “competitivo”, contando com cinco etapas de documentos: histórico escolar ou currículo, prova de proficiência no idioma, provas como GMAT, personal statement e a entrega/análise das cartas de recomendação. Os programas podem pedir um plano de pesquisa dos alunos, além de entrevistas.

Estudar na Europa: conheça as 5 melhores universidades da Inglaterra

Application: passo a passo da sua inscrição

Quando tiver em mente o que você quer e precisa para estudar no exterior, é hora de fazer uma lista com instituições e cursos. Se possível, prepare uma lista ou planilha com as informações principais.

As próprias instituições liberam todas as etapas e documentações da application. Anote tudo e crie um plano – você vai precisar de um tempo para preparar suas documentações e estudar.

Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Separe as documentações

Nos processos de inscrição do Reino Unido, Canadá e EUA as documentações que costumam ser pedidas são:

  • Histórico Escolar
  • ENEM (algumas universidades exigem, outras deixam como opcional – para ser usado no lugar de testes como SAT)
  • Certificado de conclusão do Ensino Médio
  • Certificado de proficiência
  • Cartas de recomendação (de seus professores, orientadores ou/e chefes, colegas de trabalho)
  • Currículo (histórico profissional, atividades extracurriculares e prêmios)
  • Personal Statement

O tempo médio de preparação das documentações e realização de provas é de pelo menos 3 meses.

Ao longo do processo de application (e organização) você pode contar com a ajuda de consultorias e assessorias – que vão te direcionar durante todo o percurso e resolver burocracias.

Estude para as provas

Prepare seu idioma para as provas de proficiência e estude para sua essay – e provas de entrada da instituição que deseja estudar.

Graduação no Exterior: conheça 4 exames de proficiência em inglês

Uma boa forma de começar a estudar é fazendo simulados das provas – assim você já consegue perceber melhor seus pontos fracos e dar um foco maior a eles.

Muitos simulados e planos de estudo para essas provas estão disponíveis no Google, de graça!

Você também pode gostar:

Por que estudar na Alemanha: 5 motivos que fazem o país tão incrível

Como estudar na Austrália em 2022

Estudar inglês em Malta: tudo sobre seu intercâmbio no país

Curtiu o conteúdo? Fica mais um pouco e não deixe de conferir nossas redes sociais para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.
Categories
Dreamers pelo mundo Tudo sobre intercâmbio

Como funciona o Intercâmbio: tudo que você precisa saber pra se planejar

Fala galera! A gente sabe que viajar e morar em outros países é o sonho da maioria dos brasileiros e hoje trouxemos todas as informações que você precisa saber antes de dar o primeiro passo para seu intercâmbio.

O que você verá nessa postagem:

  • O que é intercâmbio?
  • Como o intercâmbio funciona?
  • Como fazer um intercâmbio?
  • Quais os tipos de intercâmbio e quem pode fazer?
    • Intercâmbios de Idiomas
    • Intercâmbios Missionários e Voluntários
    • Intercâmbio High School / Ensino Médio
    • Intercâmbio em família
    • Winter e Summer Camps
    • Intercâmbio Profissionalizante e vocacional
    • Graduação e Pós-graduação no exterior
  • Quanto custa fazer um intercâmbio?

O que é intercâmbio?

O intercâmbio é uma prática que se iniciou no século XIX, na Europa, com o objetivo de ampliar a visão de mundo e tornar mais independentes os jovens da época. De lá pra cá, ele vem se moldando a diferentes realidades e sonhos.

Entendemos que o intercâmbio é uma chave que abre portas para novos mundos: empregos melhores dentro e fora do Brasil; aprendizados mil com pessoas do mundo inteiro; e habilidades que apenas um intercâmbista conseguiria desenvolver. Sabe aquele primo que fez um intercâmbio e voltou de viagem mais aberto, maduro, cheio de história pra contar? Não é à toa, viu!? Pode confiar e continuar lendo que hoje nós vamos tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto e te ajudar a se planejar.

Viajar sozinha: 5 melhores destinos ao redor do mundo

Como o intercâmbio funciona?

Tudo vai depender dos seus objetivos. A ideia principal é que exija uma troca cultural. Seja um intercâmbio de trabalho, estudos ou férias, você voltará pra casa com a mala cheia de memórias e aprendizados únicos.

Mas, pra matar a curiosidade, um passo a passo bem padrão para um intercâmbio educacional seria:

Estudante se matricula em curso no exterior através de uma agência no Brasil.

Categories
Estados Unidos Estude e trabalhe no exterior Tudo sobre intercâmbio

Intercâmbio para os Estados Unidos: descubra como estudar no país

O intercâmbio nos Estados Unidos é uma das melhores experiências que você pode ter na vida. Por isso, preparamos um post completo sobre como é o intercâmbio nos Estados Unidos e o que você tem a ganhar com ele.

Os tipos de intercâmbio nos Estados Unidos

Para fazer um intercâmbio, primeiramente, você precisa saber qual tipo se adequa a sua realidade atual e também aos seus objetivos do futuro. Além disso, escolher o seu tipo de intercâmbio determina quais caminhos e decisões você terá que tomar para ter uma vida mais tranquila na terra do Tio Sam.

Idioma

O intercâmbio de idioma é indicado para aquelas pessoas que buscam aprender inglês ao mesmo tempo que podem desfrutar do que os EUA tenha de melhor para oferecer como um dos maiores países da Américas.

Um dos maiores benefícios desse tipo de intercâmbio é a sua praticidade ele se propõe, já que você quer aprender inglês, em um país que fala inglês, com costumes diferentes e cultura cotidiana diferente da nossa aqui no Brasil, aproveitando o entretenimento e também os seus pontos turísticos.

Community College

O college é o tipo de instituição de ensino que mais tem crescido entre os intercâmbistas de todo o mundo, pelo simples fato de que ele nos EUA equivale a um ensino técnico aqui no Brasil. Com um curso técnico, o estudante consegue “colocar a mão na massa” ao mesmo tempo que já consegue se inserir no mercado de trabalho.

Os colleges nos Estados Unidos duram até 2 anos e costumam ser a porta de entrada para estudantes que desejam imigrar para os Estados Unidos, sendo uma ótima escolha para quem deseja ingressar no mercado de trabalho de forma direta, pois logo depois, você pode ingressar na universidade, diminuindo muito o preço que será pago a longo prazo.

Universidade

As universidades são a “menina dos olhos” dos Estados Unidos. Responsáveis pelas graduações, mestrados, doutorados e projetos de pesquisa, que fazem dos Estados Unidos uma grande potência educacional, o que resulta em um país cada vez mais desenvolvido por meio da educação.

Os Estados Unidos tem as melhores universidades do mundo. E se você quiser ver com seus próprios olhos, confira esta postagem sobre a Ivy League.

Já pensou em ter um diploma credenciado por uma universidade de um dos melhores países do mundo? O seu eu do futuro já está agradecendo por ser um profissional muito bem sucedido.

Intercâmbio nos Estados Unidos: Universidade de Cambridge

Os benefícios de um intercâmbio nos Estados Unidos

Conhecer os EUA é o sonho de muita gente que cresceu assistindo filmes e séries que retratam a vida no país, mas fazer um intercâmbio nos Estados Unidos, além de permitir que você viva a experiência dessas produções, traz benefícios que você com certeza não deve deixar de lado. Confira abaixo:

Qualidade de vida

A qualidade de vida é um fator super importante, que nós, aqui na Dreams, gostamos de destacar para todo mundo que tem o sonho de estudar em um país desenvolvido. Com uma qualidade de vida melhor, você terá acesso a segurança, saúde, educação, transporte e muitos outros itens de extrema importância.

O seu currículo no topo

O mundo todo reconhece os Estados Unidos como um país que é referência em diversos setores, sendo alguns deles a educação e o desenvolvimento das suas indústrias e mercado de trabalho. Caso o seu plano seja se graduar, trabalhar para reunir uma boa renda e voltar para o Brasil ou morar em algum outro país ao redor do mundo, a sua vida profissional será muito mais fácil com um diploma americano.

Viva o sonho americano

Como citamos acima, tudo aquilo que você sempre viu nas grandes telas ou na sua TV, pode ser vivido por você na terra do Tio Sam, basta que você tome a primeira decisão importante: fazer um intercâmbio nos Estados Unidos

Lá você pode fazer parte do sistema de ensino ao mesmo tempo que troca experiências com os alunos nativos, além de conhecer alunos de outras partes do mundo, que também estarão na mesma condição que você, um aluno estrangeiro que busca crescer profissionalmente dentro dos EUA.

Você estará em contato com as maiores empresas do mundo

Independente da cidade em que você more no Brasil, o comércio regional ou até mesmo os shoppings podem não oferecer tudo aquilo que você precisa.

Nos Estados Unidos, as redes de alimentação e varejo estão presentes em cada esquina, com serviços de delivery para atender a alta demanda populacional. Empresas como a própria Amazon, costumam fazer entregas de qualquer produto em menos de 12 horas.

Então, se você tiver algum desejo, basta pegar o celular e tudo estará na palma da sua mão, com uma entrega sem demoras e com grande variedade de produtos.

Por que fazer um intercâmbio nos Estados Unidos?

Para ter uma vida fora do Brasil, não basta apenas comprar a passagem, pois existem políticas rígidas para cada país e como ele lida com cada pessoa que deseja se tornar um habitante. Um visto de turista pode fazer com que você coloque os pés nos Estados Unidos, mas além de não permitir certos benefícios, expira a validade antes mesmo de você começar a se divertir no país.

O melhor caminho é por meio do visto de estudante, mostrando que você deseja se tornar um cidadão que visa a evolução acadêmica e também profissional. Um estudante que pode investir na economia estadunidense e se tornar um cidadão muito rentável no futuro. 

Você também pode gostar:

SISU 2022: use sua nota do ENEM para estudar fora do Brasil

Estudar fora: checklist com 10 itens para estar em dia antes de estudar no exterior

Nova York: 11 lugares que você precisa conhecer no seu intercâmbio

Curtiu o conteúdo? Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Austrália Estude e trabalhe no exterior Tudo sobre intercâmbio

Como trabalhar na Austrália em 2022: profissões em alta no país

Fala, galera! Trabalhar na Austrália é o sonho de quem deseja imigrar para o maior país da Oceania. Por isso, vamos te mostrar o melhor caminho para se destacar no mercado de trabalho australiano. Bora conferir?

Você verá nesta postagem:

  • Profissões em alta demanda na Austrália
  • O salário mínimo na Austrália
  • Como se destacar no mercado de trabalho australiano

Profissões em alta demanda na Austrália

As fronteiras da Austrália foram abertas para estudantes e trabalhadores qualificados, e por isso, não existe hora melhor para começar a se planejar do que agora!

Confira: Imigrar para a Austrália em 2022: novas regras de entrada no país

O governo da Austrália divulgou em site oficial as profissões que estão em alta demanda em 2021 e que ainda não tiveram as suas vagas preenchidas pelo teto máximo permitido para estrangeiros. Confira abaixo algumas delas:

Descrição da vaga/área
Gerentes de construção
Gerente de engenharia
Gerente de creche
Gestores de serviços de saúde e bem-estar
Outros gestores especialistas
Atores, dançarinos e outros profissionais do entretenimento
Profissionais da música
Diretores artísticos e produtores de mídia
Contadores
Auditores, secretários de empresa e tesoureiros corporativos
Atuários, matemáticos e estatísticos
Economistas
Economistas e avaliadores de terras
Consultor de gerenciamento
Arquitetos e arquitetos paisagistas
Cartógrafos e agrimensores
Engenheiros Químicos e de Materiais
Profissionais de Engenharia Civil
Engenheiros Elétricos
Engenheiros eletrônicos
Engenheiros industriais, mecânicos e de produção
Engenheiros de mineração
Outros profissionais de engenharia

São muitas vagas em diversas áreas e caso você queira conferir todas as elas, basta clicar neste link e ter acesso a toda a lista disponibilizada pelo governo australiano.

Trabalhar na Austrália é uma realidade possível
A casa da Ópera de Sidney

O mercado de trabalho australiano continua em pleno funcionamento.

Ser um estrangeiro na Austrália significa que você terá que ir em busca dos seus objetivos com maior vontade, pois além de ter um bom nível de inglês, é importante que você aprimore as suas “Skils”, pois o governo australiano valoriza os profissionais que são experts no que fazem. Assim, basta manter o seu currículo atualizado e as suas habilidades afiadas para que as suas chances sejam ainda maiores no mercado de trabalho.

O salário mínimo na Austrália

O salário mínimo da Austrália é ótimo para o poder de compra

O salário mínimo australiano se encontra no valor de A$ 19,84 por hora, o que em caso de 8 horas de trabalho diárias, você poderá adquirir em uma semana A$ 793,60, o que em reais equivale a R$ 3327,23 atualmente. Uma diferença enorme, né? Por isso muitas pessoas sonham com a vida na Austrália, que além de ter um ótimo salário, disponibiliza uma ótima qualidade de vida.

E não só isso, o poder de compra no país também é muito alto, segundo plataformas especializadas e que monitoram o custo de vida em diversos setores básicos da sociedade.

Sendo assim, o salário que você conseguir em um mês não será jogado fora apenas no pagamento de contas, mas também será possível investir em outras coisas do seu interesse como a compra de produtos ou lazer no país.

Como se destacar no mercado de trabalho australiano

Estudante fazendo anotações
Estudar é o melhor caminho para conseguir trabalho em outros países

Existe uma certa dificuldade de ingresso no mercado de trabalho australiano, já que os recrutadores geralmente procuram pessoas que tenham uma certa “experiência australiana”, fazendo com que o seu currículo muito valioso aqui no Brasil, não tenha tanta validade na Austrália, pois para eles é muito importante que você demonstre uma certa experiência com a cultura do país.

Assim, uma ótima alternativa acaba sendo o visto de estudante. Com um visto de estudante você consegue ingressar no país, conseguir um diploma australiano e ainda arrumar um emprego de meio-período na Austrália, o que facilitará a sua contratação tanto para meio-expediente, quanto para o futuro como um empregado já contratado para a sua área de interesse.

Enquanto estuda na Austrália você terá direito a trabalhar 20 horas semanais durante o período de aulas, ficando livre para trabalhar quantas horas quiser em seu período de férias. Legal, né?

Chegando até aqui eu aposto que você se interessou por trabalhar na Austrália, melhor ainda se quiser estudar no país para seguir o caminho dos seus sonhos.

Postagens que podem te interessar:
Custo de vida na Austrália em 2022: compare as principais cidades
Intercâmbio ou curso de inglês: como atingir a fluência mais rápido | Prós e Contras
Estudar na Austrália: conheça as 3 melhores escolas de inglês pra você

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Canadá Estude e trabalhe no exterior Graduação e Pós no Exterior

Profissões em demanda Canadá em 2022

Fala, galera! Está pensando em morar no exterior? Então se liga nas profissões em demanda no Canadá em 2022 e qual o perfil buscado pelas empresas canadenses – e como você pode melhorar seu currículo pra alcançar a posição dos seus sonhos.

Você verá nesta postagem

  • Canadá procura profissionais qualificados
  • Meios para migrar para o Canadá
  • Profissões em demanda no Canadá

Canadá procura profissionais qualificados

Na contramão do desemprego, o Canadá está em busca de profissionais qualificados para compensar o déficit de 2020.

Por essa razão, o país se prepara para receber até 2023 cerca de 1,2 milhão de imigrantes, incluindo brasileiros.

Uma oportunidade assim pode parecer difícil, mas com o intercâmbio certo dá pra ficar de olho nas profissões em demanda no Canadá.

Pathway no Canadá: curso que facilita a entrada em universidades no exterior

Sendo assim, e você estava se preparando para um intercâmbio, o Canadá pode ser uma ótima chance de retorno a curto prazo.

Isso porque, além de ser extremamente receptivo com estrangeiros, sua população idosa tem aumentado. A consequência é a escassez na força de trabalho, por isso a alta demanda por mão de obra.

Pressa nas contratações

Pessoas em reunião de contratação

Anualmente, o Canadá define uma quantidade média de imigrantes que deseja receber, geralmente em torno de 340 mil.

Com a pandemia do novo coronavírus, essa expectativa foi por água abaixo, fazendo com que os planos fossem adiados para os anos seguintes.

Porém, a recuperação econômica do país está diretamente ligada à força de trabalho estrangeira. Inclusive, um terço dos negócios canadenses têm donos estrangeiros.

Por essa razão, existe uma certa urgência para atrair novos imigrantes, mesmo em meio à pandemia.

Há cerca de um mês, o governo divulgou um novo relatório de imigração com os números alcançados e os que desejam alcançar até 2023. Tempo de sobra para você organizar seus estudos e garantir um emprego em um dos países com melhor qualidade de vida do mundo.

Custo de vida no Canadá em 2022: saiba como será a sua vida no país

Meios para migrar para o Canadá

Visto e passaporte para imigração

Estudo e trabalho são as duas formas de migrar para o Canadá, e a maior vantagem é que uma coisa leva a outra.

O país geralmente facilita a permanência dos estudantes ao final do curso, principalmente se fizerem parte da lista de profissões em demanda.

Caso você já tenha proficiência na língua e um diploma, há também a possibilidade de já chegar no país com um emprego.

Seja por meio de uma oferta do empregador ou visto de trabalho. Isso porque cada província (ou estado) tem suas próprias regras de imigração que podem ser oferta de trabalho para profissões em alta no Canadá, proficiência na língua, idade, experiência de trabalho e comprovação financeira.

Alguns programas de imigração podem te ajudar a facilitar essa busca. São eles: Provincial Nominee, Startup Visa Program, Self-Employed Program, Caregivers ou Rural and Northern Immigration. Você pode conferir mais sobre esses programas no site oficial de imigração do Canadá aqui.

Áreas com mais demandas no país

Setor de saúde é um dos mais valorizados

Antes de falarmos sobre as profissões em demanda para quem imigrar para o Canadá, é interessante destacar também as áreas com mais demanda no país.

Apenas nos setores de Saúde, Tecnologia e Serviço Social foram mais 30 mil novos empregos só no mês de setembro de 2019. E se você pensar na lógica do país, essas áreas são mais valorizadas, pois saúde e qualidade de vida são prioridades por lá. 

Mas o que é preciso para se candidatar a uma dessas vagas? Se você já tiver formação nessas áreas, vale a pena ficar de olho nas oportunidades e nas seguintes exigências:

  • Provar que possui condições financeiras para sustento individual e/ou familiar após a chegada no país
  • Ter um diploma de graduação na área de interesse
  • Possuir experiência profissional mínima de 1 ano em período integral no país de origem
  • Atender aos requisitos mínimos de proficiência em um dos idiomas oficiais do país (inglês ou francês).

Confira:
Como estudar e trabalhar no Canadá
Toronto ou Vancouver: entenda a diferença entre as duas cidades

As profissões em demanda no Canadá em 2022

Profissionais diversos no Canadá

Para o ano de 2022, a multinacional de Recursos Humanos, Randstad, listou as 15 profissões com alta demanda no Canadá. Apesar do déficit deste ano, ainda há necessidade de mão de obra nas áreas e espera-se que nos próximos três anos haja uma alta no preenchimento de vagas.

Algumas delas são mais simples, para pessoas que buscam estudar a língua e receber um retorno financeiro ao mesmo tempo. Mas também demandas específicas que exigem diploma e formação superior. São elas:

CargosGrau de escolaridade/experiênciaSalário (média anual)
Gerente de contas estratégicas (KAM)Pleno e sêniorCAN$ 80.000,00
Desenvolvedor (DEV)Pleno e sêniorCAN$ 71.071,00
Gerente de marketingPleno e sêniorCAN$ 72.453,00
Enfermeiro(a)Graduado (e autorizado a praticar no país)CAN$ 81.152,00
MotoristaPreferível experiência de +4 anosCAN$ 45.373,00
Representante de SACPreferível experiência de +1,5 anosCAN$ 36.749,00
Soldador(a)Com experiência comprovada na áreaCAN$ 61.669,00
Engenheira(o)Com experiência comprovada na áreaCAN$ 54.368,00
Contador(a)CAN$ 57.000,00
Arquiteto de Nuvem (TI)Pleno e sêniorCAN$ 121.555,00
Gerente de RHCAN$ 84.011,00
EletricistaCom experiência comprovada na áreaCAN$ 54.368,00
Gerente de projetos de TISêniorCAN$ 91.300,00
Engenheiro MecânicoCAN$ 74.562,00
Responsável pela contabilidade (account clerk)Júnior e plenoCAN$ 45.128,00
Salário está de acordo com dados disponibilizados pelo Glassdoor

Fique ligado: em plataformas como LinkedIn na hora de procurar vagas no exterior.

Intercâmbio para o Canadá

Globo com pin marcando o Canadá

Como o momento ainda requer cuidados, esta é a hora de se planejar para conquistar o tão sonhado emprego em um país de primeiro mundo. Portanto, se você ainda não tem fluência na língua ou não sabe quais as melhores universidades na área que deseja estudar, conte com a Dreams.

Se quiser saber um pouquinho mais sobre o destino é só entrar em contato com a gente no link abaixo!

Você também pode gostar:
Províncias do Atlântico: saiba uma das melhores maneiras de imigrar
7 lugares para conhecer no Canadá em 2022
9 melhores países para imigrar em 2022

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Austrália Estude e trabalhe no exterior Estude um idioma fora do Brasil Graduação e Pós no Exterior

Conheça as unviersidades Go8: As universidades elite da Austrália

Eai galera! Vocês sabiam que a Austrália, assim como os Estados Unidos, possui uma aliança entre as 8 universidades mais poderosas do país? País referência em educação é assim!Então vem ler esse post para saber mais sobre a Ivy League Australiana chamada Go8!

O que você verá nesse post:

  1. Introdução
  2. The University of Sydney
  3. University of Queensland
  4. The University of Melbourne
  5. Western Australia University
  6. Monash University
  7. Australian National University
  8. UNSW
  9. The University Of Adelaide

Introdução

Caso você tenha chegado aqui sabendo exatamente do que nós estamos falando, então você sabe que a Austrália é um país renomado por sua educação. São várias instituições de ensino entre as melhores do mundo!

Entre as melhores unviersidades do mundo está a Go8 (Group of Eight) que são as principais universidades de pesquisa intensiva do país. Elas se destacam na sua excelência e sempre estão presente em ótimas posições nos rankings. Vem ler:

1. Go8: The University of Sydney

A universidade de Sydney é uma das melhores da Austrália, e está no Go8!

A Universidade de Sydney é um tema popular para quem está por dentro dos nossos posts aqui do blog! Ela, foi a primeira do seu tipo a ser fundada no país.

São mais de 170 anos de história construídos ao longo dos anos. E muitas características fazem dela tão incrível e especial, sua excelência a levou ao go8. Vem entender algumas dessas qualidades:

  • Altíssimo nível de empregabilidade – 81% dos seus estudantes são empregados pouco tempo depois de saírem da universidade.
  • Uma das melhores do mundo! – Considerada uma das melhores do mundo pelo QS World University Rankings!
  • Super Infraestrutura – Com 6 faculdades, 3 escolas, laboratórios, diversos campi e a Fischer Library que é a maior biblioteca do hesmifério sul!

Mas, esses listados são apenas alguns dos motivos pelos quais a Universidade se tornou o que é. O valores da Universidade são parte disso também.

Por exemplo, em 1881, a instituição foi uma das primeiras a admitir estudantes do sexo feminino. Então não são só números que a define como uma das melhores, mas seus principios.

No mais, se você sabe a diferença entre Universidade e College sabe que enquanto college te prepara na base da prática e te direciona para o mercado de trabalho, a Universidade vai ser mais focada em pesquisa.

Então, é óbvio que quando o assunto é pesquisa, essas universidades lideram. As universidades recebem 73% do financiamento do ACG (Australian Competitive Grant).

Além do mais, a cada ano, são bilhões de dólares investidos apenas em pesquisas. É de ficar de boca aberta, né?

2. University of Queensland

Uma das melhores da Austrália, a universidade de Queensland também faz parte do Go8!

Também uma das principais da Go8, a Universidade de Queensland não fica para trás quando o assunto é ensino de qualidade.

Ela, assim como as outras universidades da lista, estão entre as principais instituições de pesquisa do país e do mundo. São mais de cem anos educando e tentando fazer o mundo melhor.

Uma das maiores universidades do mundo, a UQ já foi avaliada por diversos hankings, de destacando em:

  • Melhores universidades mundiais
  • Ranking de desempenho de artigos científicos

Suas qualidades, se destacam principalmente por:

  • Reconhecida e premiada – Ganharam mais prêmios que qualquer outra universidade do país
  • Prestígio – Quase 3 mil funcionários altamente acadêmicamente qualificados
  • Infraestrutura – Biblioteca com mais de 1.400 computadores, centros de estudantes, áreas de lazer a mais. No mais, são 7 faculdades, 33 escolas, centenas de cursos e programas para quem faz mestrado, pós, doutorado e mais.

Queensland também possui uma alta taxa de emepregabilidade para graduados, com 81.6% (a taxa nacional é 74%). Sua programação também é super agitada, diversas atividades e eventos compões o ano letivo.

E uma coisa legal dessa instituição é que o processo de admissão é relativamente mais simples se comparado a outras universidades do mundo. Existem muitas vantagens em estudar numa insituição que preza tanto pela sua reputação de alta qualidade! Legal, né?

3. The University of Melbourne

The University of Melbourne uma das mais influenciais e participante da Go8!

Mais uma do nosso grupo Go8, a universidade de Melbourne é outra instituição de prstígio da nossa lista! Vem saber o porquê!

Essa universidade, é considerada a principal universidade de pesquisa intensiva do país. E não é só na Austrália que ela faz sucesso, o mundo todo reconhece a universidade como uma das melhores.

Fundada em 1853, a insituição oferece aos alunos uma experiência além do estudo. Diversas palestras, eventos e organizações ocorrem ao decorrer do ano. São muitas oportunidades imperdíveis.

E a cultura do campus? Imperdível. Primeiro que o campus é enorme e a universidade possui mais de 200 clubes que o aluno pode se filiar para encontrar outros estudantes com os mesmos interesses.

A universidade se destaca em alguns outros fatores, como:

  • Rede acadêmica forte – Por ser uma universidade com sistema de faculdades residenciais, a maioria dos estudantes moram na própria insituição, fortalecendo os vínculos dos estudantes entre si mesmos e entre a Melbourne.
  • Infraestrutura – Mais de 100 centros de oesquisa, galeia, museus, estúdios, laboratórios, amplos recursos bibliotecários e até mesmo um vinhedo.
  • Lar de oportunidades – A universidade oferece estágios e outras oportunidades para adquirir experiência profissional prática.

E só para fechar com chave de ouro a Universidade de Melbourne apresentou excelência nos cursos de direito, educação, contabilidade e finanças, sociologias, estudos ambientais, línguisticas e mais!

4. Western Australia University

a University of Western Australia também faz parte das incríveis go8!

Imagina fazer umas comprinhas no centro da cidade e depois caminhar tranquilamente para o seu dormitório? Ah! Esse é um privilégio que penas os estudantes da UWA conhecem!

A insituição fica a apenas 10 minutos do centro da cidade e também de uma das praias mais famosas do estado de Perth! Uma localização fantástica!

Uma instituição de cinco estrelas e nomeada uma das melhores do mundo, a é lider em diversas matérias, são elas:

  • Agricultural Sciences
  • Biological Sciences
  • Enviroental Science and Engeneering
  • Marine/Ocean Engineering
  • Minal Engineering

A universidade, assim como as outras da lista, sabe muito sobre pesquisa, tendo 7 dos seus temas de pesquisas classificados entre os 50 mais relevantes no mundo.

São eles:

  • Anatomia e Fisiologia
  • Engenharia Civil e Estrutural
  • Psicologia
  • Engenharia de Minas
  • Geologia
  • Geofísica
  • Ciências da Terra e Marinhas

Dentro da universidade, também se criou um espirito de união muito forte, e muito conectada com a cena local a universidade fundou o Perth Festival! O evento é um festival que acontece todo ano para celebrar arte.

O campus, é claro, ainda possui galerias, museus, teatros e auditórios. E claramente a infraestrutura é super importante. São mais de 25 mil estudantes desfrutando dela.

Ah, e quer saber algo interessante? A universidade oferece os melhores salários para seus funcionários!

5. Go8: Monash University

Monash University é outra universidade da lista go8!

A quinta universidade da nossa lista é a super moderna Monash. Claro, ela também faz parte das maiores, a go8!

Uma coisa muito interessante sobre os valores dessa insituição, é que ela não busca apenas excelência, ela quer realmente construir profissionais dispostos a positivamente mudar o futuro. Legal, né?

A prova do seu empenho em mudar o mundo está em diversas características. Uma das provas do seu goal é que a universidade possui diversos campi ao redor do globo.

Com direito a campi na África do Sul e Malásia, bem como centros na Itália, Índia e China. Cá entre nós, isso é muito incrível, né não?!

Além disso  68% do trabalho investigativo da Monash é considerado excelente. E a universidade não tem nenhuma de suas áreas abaixo do padrão mundial.

Algumas qualidades da Monash são:

  • Infraestrutura – A maior da Austrália, com 10 faculdades!
  • Premiada – Monash também tem mais de cinco prêmios e acreditações.
  • Valores – A universidade acredita que a busca pelo conhecimento nunca acaba, seu lema é ‘Ainda estou aprendendo’

6. Australian National University

Australian National University

Mais uma parte da nossa composição de oito universidades, a Australian National University é uma importantíssima instituição de pesquisa no Brasil e no mundo.

A integrante da Go8 é eleita a melhor universidade da Austrália. E a universidade conta com um amplo currículo de cursos acadêmicos.

Em rankings a universidade não fica para trás, além de ser a melhor do país ela está no top 50 melhores do mundo. São quase 21 mil alunos que contam com uma universidade composta de 7 faculdades.

Em que a AUN é excelente? Vem ver:

  • Infraestrutura – São mais de 145 hectares que ocupa todos os campus e uma área verde enorme. Além disso as 7 faculdades contam também com escolas e centros de pesquisas.
  • Boas avaliações – Algumas de suas áreas como, sociologia, arqueologia, filosofia, artes e direito com as melhores avaliações do país.
  • Alto nível de empregabilidade – A ANU foi classificada a melhor universidade na Austrália para empregabilidade de graduados

E de prestígio essa universidade entende, são 6 prêmios Nobel que alunos da universidade já ganharam.

Para finalizar, sua localização é maravilhosa, muito fácil de andar de bicicleta, conhecer cafés, restaurantes, lojas e ver diversas culturas de imergindo.

7. Go8: UNSW

UNSW

Uma potência mundial de ensino, a UNSW é a penúltima da nossa lista das go8, e ela não fica por baixo comparado as outras não.

No ranking de empregabilidade dos graduados ( QS de Empregabilidade), a universidade fica na sétima posição.

Os graduados da UNSW em Sydney têm a maior taxa de empregos em tempo integral e os salários mais altos entre as universidades da Go8!

Vamos listar algumas das principais qualidades da Universidade:

  • Oportunidade – NASA, Microsoft, Google, Unesco são algumas das conexões da universidsade e onde muitos dos seus alunos trabalham/trabalharam.
  • Mudança no mundo –  A UNSW é líder mundial, e também, pioneira na pesquisa interdisciplinar em como desigualdade e mudanças climáticas.
  • Desafiadora –  Desafia os alunos a resolver em tempo restrito desafios presentes na área de negócios e problemas reais em indústrias reais.

Na sua grade curricular, a universe oferece uma ampla variedade de áreas. São mais de 900 programas de graduação, pós-graduação e pesquisa em oito faculdades.

Por ser enorme, e ter muita estrutura, a universidade conta com diversas áreas de estudo que fazem parte da instituição, algumas das principais são:

  • Arquitetura e construção;
  • Estudos Ambientais e Relacionados;
  • Saúde;
  • Educação;
  • Negócios e Administração;
  • Humanidades e Direito;
  • Artes criativas.

E para a galera de Business, que bateu o olhinho alí em ‘Negócios e Administração’ saiba que a incrível universidade foi nomeada a melhor da Austrália em Business.

8. The University Of Adelaide

University of Adelaide | Reviews by Students

A última, mas não menos importante universidade da nossa lista Go8, é a Universidade de Adelide. A universidade, fundada em 1874, e está classificada entre as 1% melhores do mundo e entre as 100 melhores universidades em 23 áreas diferentes.

Além disso, a universidade possui ex-alunos reconhecidos, entre eles, 5 ganhadores do prêmio Nobel e o primeiro astronauta a ir para o espaço

As qualidades da universidade são muitas, por exemplo:

  • Networking – encontros com empregadores, oficinas de competências profissionais e eventos de networking.
  • Reputação – Aparecendo em ótimas posições nos rankings de reputação acadêmica, relação corpo docente/estudante, reputação do empregador e mais.
  • Referência em Pesquisa: Entre as melhores do mundo à frente de pesquisas em diversas áreas da ciência a linguística.

A estrutura não deixa faltar. O campus principal possui instalações de ensino e pesquisa de última geração.

E também uma arquitetura icônica listada como patrimônio, criando um ambiente de aprendizagem rico e convidativo para alunos de todos os lugares do mundo.

Nas reviews, os estudantes sempre mencionam como a universidade é empenhada no sucesso do aluno. A adaptação também é um fator mencionado pelos alunos internacionais de forma positiva.

Ufa! Quase que não acaba de tanto texto! Mas finalmente te mostramos um pouco sobre as universidades mais incríveis da austrália né? Líderes em pesquisa, modernas e verdadeiros exemplos de excelência para todo o mundo.

Agora tá aí sonhando com um intercâmbio para a Austrália né? Um curso profissionalizante, uma pós, uma graduação… são muitas opções! Vem descorbrir e enteder elas com a gente!

Curtiu o conteúdo sobre a Go8?
Fica mais um pouco! E não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Dicas de viagem Estude um idioma fora do Brasil Tudo sobre intercâmbio

6 aplicativos para viagem de intercâmbio!

Fala galera! Viajar para o exterior é algo desafiador e muito incrível. Para experiência ser ainda melhor, é importante que você tenha todo tipo de suporte! Pensando na sua melhor experiência, separamos os melhores aplicativos para viagem! Assim, você terá uma super experiência de intercâmbio.

O que você verá no post:

  1. Moovit
  2. AccuWeather
  3. Mobills
  4. Wi Fi Finder
  5. MyStudy Life
  6. PackPoint

Moovit

Moovit  é um dos aplicativos para viagem que vai facilitar muito sua vida!

O moovit é um dos aplicativos para viagem perfeito! ele serve para consultar horas de ônibus, melhores linhas e mais detalhes sobre o transporte público ao redor do mundo.

Ele vai te ajudar muito se você for fazer intercâmbio numa cidade grande e precisa se acostumar com a dinâmica de pegar um ônibus novo numa cidade estranha.

O app é super atualizado, e não serve só para ônibus mas também metros e trens.

Além disso, ele avisa sobre atualizações de rota, alerta de interrupções no serviço das linhas. Enfim, oferece muito e está disponível para IOS e pra Android!

Aplicativos para viagem – AccuWeather

O AccuWeather é um dos aplicativos para viagem perfeito para aqueles que querem estar sempre à frente no quesito organizacional!

Para saber mais sobre o clima, o AccuWeather é perfeito! Ele é um ótimo aplicativo para viagem porque ele mostra a previsão completa do tempo.

Ai você pode se perguntar se o próprio app de clima que vem no noso celular não é suficiente para isso, mas não!

Com o AccuWeather você consegue receber alertas de tempestades, avisos meteriológicos além do super detalhamento do da previsão de tempo. No mais, ele ainda é o aplicativo sobre previsão de tempo mais exato!

Sua precisão permite que você se plajene bem para atividades como acampar, ir a praia ou se você deve ou não levar um guarda-chuva para aquele passeio de explorar a cidade depois da aula! Ele funciona para Android e IOS!

Mobills

Mobills: Finanças Pessoais é um dos aplicativos perfeitos para viagem, com ele você consegue policiar seus gastos!

Na época de viagem, é tudo muito bem tudo muito bom, mas na empolgação de estar num outro país as vezes esquecemos de ter cuidado com certas coisas!

Dinheiro é uma delas. Por isso, estamos te recomendando o mobills como um dos aplicativos para viagem que são essenciais.

O MoBills serve como app para controlar suas despesas, que é algo muito importante durante sua viagem. O app mostra detalhadamente onde você deposita seu dinheiro.

Além disso, ele oferece relatórios e análises de onde você mais gasta seu dinheiro. A sua interface é super intuitiva e você vai poder usar seu dinheiro de forma super responsável! Disponível para ios e android!

Aplicativos para viagem – Wi Fi Finder by Mandic

WiFi Magic by Mandic é um dos aplicativos para viagem que são super úteis!

Hoje em dia, nós sabemos que não dá para fazer muita coisa sem o auxílio de internet.

Inclusive a gente se sente muito mais seguro quando podemos ter acesso à ela o tempo todo.

Já conseguiu descobrir qual o papel desse app né? Ele vai te ajudar a achar redes de wi-fi públicas perto de você para que você utilizá-las! É um app perfeito para viagem pois vai te ajudar 100%.

Para organização, comunicação ou emergências, o Wi-Fi Finder vai te deixar mais tranquilo quanto se aventurar por aí. Você tem acesso a wifi, roaming internacional grátis e mais. Vem muito a calhar, né não?! Disponível para ios e android!

MyStudy Life

My Study Life é um dos aplicativos para viagem super necessários para intercambistas, é com ele que você organiza seus estudos

Um aplicativo para viagem extremamente importante, principlamente para intercambistas.

Estar num novo país pela primeira vez, aprendendo uma língua diferente e vivendo um idioma 24 horas por dia e assistir as aulas naquele outro idioma vai ser mais desafiador do que parece.

Por isso, o My Study Life é um dos aplicativos para viagem mais importantes dessa lista.

O app vai te ajudar a organizar os seus estudos, você pode colocar seus horários, datas de provas e testes, programar lembretes. São ótimos recursos para te auxiliar durante a sua viagem. Disponível para android e ios!

PackPoint

PackPoint - Lista de Bagagem – Apps no Google Play

O último dos aplicativos para viagem da nossa lista é o PackPoint. O aplicativo serve para ajudar viajantes a decidir o que colocar na mala! Legal né?

O app é bem simples e intuitivo, ele usa seu gênero, previsão do tempo e atividades previstas para te auxiliar com essa missão de montar a sua mala de viagens.

É só informar o seu destino, quando você chega, quanto tempo vai ficar e ainda o propósito da sua viagem. Dessa forma, o app faz sugestões não só do que colocar mas também, quanto daquilo colocar.

Mala de intercâmbio pode ser bem difícil de montar sem auxílio, então o app ajuda bastante!

Inclusive, sabia que nós da Dreams Intercâmbios damos auxílio ao nosso estudante durante toda a experiência de intercâmbio?

Desde antes da viagem até o momento que você pisa em solo brasileiro novamente com a sua volta. Disponível para android e ios!

Ficou interessado em saber ainda mais sobre nossos serviços completíssimos? Então, venha conhecer nosso time e entre em contato com a gente!

Curtiu o conteúdo sobre Aplicativos de viagem para você usar no intercâmbio?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Canadá Estados Unidos Europa Graduação e Pós no Exterior

Lugares para conhecer no exterior: As ruas mais bonitas do mundo!

Fala galera! Já se imaginou descobrindo lugares para conhecer no exterior e achar as ruas mais bonitas do mundo durante seu intercâmbio? Imagina, no futuro, olhar as fotos tiradas nesses lugares e lembrar do sentimento?! Pensando em você, selecionamos 4 ruas de destinos diferentes para você poder explorar durante a sua viagem de intercâmbio!

O que você verá:

  1. Lombard Street (São Francisco, Califórnia)
  2. Rue du Petit Champlain (Quebec, Canadá)
  3. Matoyianni Street (Mykonos, Grécia)
  4. Avenida Cherry Blossom, na Alemanha

Lugares para conhecer no exterior- Lombard Street – São Francisco, Califórnia

Uma das ruas mais bonitas do mundo, a Lombard Street em São Francisco!

A Lombard Street é considerada uma das ruas mais bonitas do mundo por diversas revistas e pelos turistas e locais dos EUA que já passaram pela rua. Por isso nós a recomendamos como um dos lugares para você conhecer no exterior!

Ela se tornou um sucesso depois de ter sido usada para driblar uma inclinação de 27 graus que causava acidentes na rua. Um morador local decidiu sugerir a criação uma zigue-zague em curva e a solução deu certo.

Assim, em 1922, a Lombard Street ganhou 8 curvas que se tornaram extremamente famosas. A rua até já apareceu em filmes e séries de muito sucesso.

O ponto turístico é imperdível. São diversas pessoas subindo e descendo as escadas laterais da rua, tirando foto, e carros descendo as curvas bem devagar.

Dica dreamer: Não suba a rua, desça ela. Tenha piedade das sucas canelas! Isso porque é uma ladeira enoorme, e vai ser muito mais proveitoso começar de cima, aproveitar a vista e ir devagarzinho descendo a rua!

Como chegar à Lombard Street?

  • De ônibus: Você vai procurar a linha 30, ela sai da Union Square. No ônibus você espera até chegar na Columbus x Lombard, usando esse meio você desce na parte de baixo da rua, e terá de subir. Preço ($2.25)
  • De bondinho: Pegar a linha Powell-Hyde até a frente da Lombard Street é a melhor forma de chegar até o destino.
  • A pé: Chegar até lá a pé, é ótimo, mas é um longo caminho. Saindo de Fisherman’s Wharf fica fácil de encontrar a Lombard, é bem perto.

Rue du Petit Champlain (Quebec, Canadá)

Rue du petit champlain é também considerada uma das ruas mais bonitas do mundo.

A graciosa Rue du Petit Champlain também está nas listas das ruas mais bonitas do mundo, e não é para menos né?! No inverno Canadense então a rua tem um ar ainda mais bonito. Ela é um dos lugares que você deve conhecer no exterior!

A rua é comercial, estreita e possui chão de paralelepípedos. As lojas da rua são das mais variadas, lojas de souvenires, roupas, acessorios, joias, galerias de artes, restaurantes, lanchonetes, cafés, pubs e mais!

A rua é um lugar muito bom para comprar lembrancinha para os queridos que ficaram no Brasil. Além disso, seus restaurantes e cafés são deliciosos, ótimo para visitar depois da aula.

A estética da rua resgata todo um charme europeu antigo que outros lugares do Canadá não consegue repassar. É uma visita imperdível.

Em todas as estações do ano a rua oferece uma nova versão de si mesma que encanta.

No inverno, coberta de neve, a rua traz à vida os sentimentos natalinos, e fica especialmente nostalgica nessa época do ano.

Mas no verão, primavera e outono, a mudança das folhas e o clima do ambiente conseguem trazer outros sentimentos à tona. Inclusive, a rua é perfeita apenas para andar e passear em tardes bonitas de primavera e outono.

Como chegar à Rue du Petit Champlain?

  • Pelas pontes Pierre Laporte ou Quebec de carro: Basta cruzar uma das pontes e seguir para o Boulevard Champlain.
  • De ônibus: Ande até a 46e Rue e espere o ônibus 801 pointe-de-sainte-foy quest e desça na De Ste-Hélène, ande até a Dorchester pegue o segunto ônubus (1 Gare Fluviale/ Cap-Blanc SUD), desça na Trav. Qc-lévis e ande até a Rue Du Petit-Champlain

Lugares para conhecer no exterior – Matoyianni Street (Mykonos, Grécia)

Diferente e encantadora, Matoyianni é considerada uma das ruas mais bonitas do mundo.

Mykonos, na Grécia, é uma cidade perfeita para quem quer curtir tudo de bom que o país tem para oferecer e ainda visitar lugares encantadores.

Fora que, existem muitas opções de compra também, e não dá para dispensar um bom souvenir grego.

Matoyianni deve ser uma das suas opções de lugares para visitar no exterior! A sua rua mais linda é a de Mykonos, que é considera uma das mais bonitas do mundo.

Oferecendo pistas estreitas e um verdadeiro labiritinto de casas brancas e brilhantes. A rua também é recheada de botiques de grife, lojinha de souvenirs, bares, cafés e restaurantes.

A estética branca, misturado com azul é predominante. As vezes o vermelho traz um aspecto vivo para a rua.

Inclusive por ser uma rua com muitas boutiques e lojas de pordutos de marca, muitas vezes é possível também ver celebridades visitando o local e fazendo compras.

Como chegar à Matoyianni Street

  • A pé depois de pegar a balsa ou chegar de Navio: A rua fica a cerca de dez minutos da área das docas.
  • De ônibus: Pegar o Fabrika bus!

Lugares para conhecer no exterior – Avenida Cherry Blossom (Bonn, Alemanha)

Cherry Blossom Avenue é a última rua do nosso post de ruas mais bonitas do mundo!

A última mas não menos importante é a lindíssima Blossom Avenue, no oeste da Alemanha! Essa belezinha tem que estar na sua lista de lugares para conhecer no exterior!

Imagina, andar por essa que é uma das ruas mais bonitas do mundo na primavera? De turistas à residentes, esse túnel cor de rosa encanta a todos.

A rua está localizada no centro histórico da cidade de Bonn. E essa parte, que é a mais antiga da cidade, é recheada de cafés, estúdios, ateliês de artistas e mais.

Por si só, os entretenimentos da avenida fazem dela fanstástica. Mas durante os dez dias de primavera que as flores de cerejeira brotam, a rua consegue ficar ainda mais especial.

E quando as flores caem? Aí, quem passa pela rua, se depara com uma grande tapete rosa de flores no chão.

Não só na lista de ‘As ruas mais bonitas do mundo‘ está Cherry Blossom, mas também na lista de ‘Dez mais belos túneis de árvores do mundo‘.

Ademais, como é bem localizada, é super tranquilo de visitar durante os fins de semana ou depois da aula! E as datas de quando as flores florescem variam, mas normalmente em algum período de abril!

Como chegar à Cherry Blossom Avenue?

  • A pé: A rua fica a apenas quinze a vinte minutos a pé da maioria das principais atrações turísticas do centro da cidade!
  • De ônibus: Todas essas rotas 537, 550, 551, 602, 604, SB55 te levam até lá!

Eaí, consegue se imaginar visitando essas belas ruas após um dia de aula no intercâmbio? Existem muitas outras ruas e lugares lindos em outros países também! Nós da Dreams temos os melhores e mais variados destinos, quer conhecê-los? Entre em contato com a gente!

Curtiu o conteúdo sobre lugares para conhecer no exterior?
Fica mais um pouco! E não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Austrália Estude e trabalhe no exterior Estude um idioma fora do Brasil Tudo sobre intercâmbio

5 motivos para você estudar em Sydney!

Fala galera! Se o seu sonho é estudar na Austrália, esse país que é um paraíso natural e educativo, porque não estudar numa cidade que é cosmopolita, que mistura muito bem modernidade e natureza? Achou interessante? Então vem descobrir os motivos para você fazer intercâmbio em Sydney!

O que você verá:

  1. Uma das melhores cidades do mundo para se viver
  2. Sydney vibra em cultura e diversidade
  3. Educação de primeiro nível
  4. É tempo de Sol
  5. Lar de Muitas Oportunidades

1. Estudar em Sydney é viver em uma das melhores cidades do mundo

Imagina, acordar cedinho, tomar um café da manhã reforçado e ir à escola, aprender com os melhores professores numa escola linda e super bem estruturada.

Depois da aula, ir com seus amigos à praia, surfar, pegar um sol, nadar e respirar um ar limpo. Ver as lindas praias, árvores, e pessoas fazendo exercício no caminho até o ônibus organizado para curtir sua praia ideal.

Aproveitar o seu dia o máximo que pode, andar pelas redondezas limpas e seguras, conhecer lugares novos e pessoas de todo o mundo

E por fim, pegar um outro ônibus super rápido e eficiente até a sua casa, fazer a lição e depois bater perna para conhecer a vida noturna da cidade.

Isso são algumas características de uma incrível qualidade de vida. Coisa que essa cidade entende muito bem! A cidade foi eleita uma das melhores cidades do mundo para se viver. É impossível não querer estudar em Sydney!

A cidade só cresce e sua população desfruta de um bom poder de compra e custo de vida ao seus locais. Dá vontade de ir para lá agora né?

2. Sydney vibra em cultura e diversidade

Uma das vantagens de estudar em Sydney é poder desfrutar da pluralidade da cidade. Mais de 70% da população são pessoas que são filhas ou netas de imigrantes.

Isso porque, Sydney é lar de diversas etnias, fazendo ser possível assim uma grande troca de conhecimento. A cidade é recheada de lugares como restaurantes e lojinhas de vários lugares do mundo, por exemplo.

Dessa forma é super fácil se sentir imerso num mundo cheio de possibilidades, culturas se entrelaçando e tudo mais.

Curiosidade: Sabia que Australianos amam café? Pois é, então se você for daqueles brasileiros que não vivem sem um bom cafezinho saiba que cafeterias (inclusive cafeterias brasileiras) são muito comuns lá!

Além disso, o país no geral, como a cidade de Sydney, tem a cultura de cuidar do planeta, ser exercitarem e curtir a natureza ao seu redor. Assim como aproveitar ela para praticar esportes, principalmente o Surf.

Celebrar a cultura das outras etnias também faz parte da cultura de Sydney, eles celebram ano novo chinês e primavera indiana, assim como diversas outras celebrações de outros países.

3. Estudar em Sydney é ter acesso à educação de primeiro nível

Não há como falar sobre estudar em Sydney sem mencionar a altíssima qualidade de suas instituições de ensino num geral.

A cidade é lar de seis universidades australianas que são reconhecidas a nível global por sua pesquisa acadêmica em diversas áreas de conhecimento.

Sydney University e a UNSW por exemplo, foram classificadas entre as 100 melhores do mundo. E de quebra, faz parte do prestigioso Grupo das Oito universidades líderes em pesquisa intensiva de Sydney

São padrões excepcionais de educação disponíveis na cidade, e além disso você pode se beneficiar das altas taxas de empregabilidade dos graduados. Imagina que sonho?!

E só para não deixar passar, estudar em Sydney é saber que você terá todo o suporte que precisa como estudante internacional. Você recebe apoio no aprendizado do idioma, aconselhamento acadêmico, programas de recepção e mais.

4. É tempo de Sol

Deve ser de conhecimento geral que a Austrália é um paraíso na terra. O clima e as paisagens naturais encantam a todos que visitam ou imigram para o país.

É impossível não ficar impressionado com a variedade de parques, e os diferentes tipos de animais, além das belas praias e florestas encantadoras.

Não importa muito qual a época do ano a cidade normalmente está regada de sol e céu limpo. Isso fortifica ainda mais a cultura local de aproveitar o clima e passar mais tempo fora de casa.

Também, além disso, algumas das praias mais lindas do mundo estão em Sydney. E existem diversas formas de aproveitar tudo que o mar oferece para cidade.

Canoagem, surf, paddle-boarding, ou só nadar nas praias locais é uma tividade comum depois da aula ou trabalho. A cidade é linda e existem muitos benefícios tanto para saúde física, quanto mental, em morar numa cidade tão ensolarada.

5. Lar de Muitas Oportunidades

Sabia que é possível trabalhar e estudar na Austrália? Sim, é possível estudar 20 horas por semana e nas férias 40 horas semanais.

Isso é um combo perfeito para quem quer estudar em Sydney por diversos motivos. Um deles é poder praticar seu inglês num ambiente de trabalho.

Interagir com outras pessoas e aplicar seus conhecimentos no idioma em situações diferentes é essencial para seu aprendizado!

Além disso, trabalhar e estudar na Austrália abre espaço para conexões e networking que podem te ajudar muito no futuro. Fora que, a Austrália possui um dos maiores salários mínimos do mundo.

Trabalhar no país também vai ajudar a arcar com os custos de estudar e curtir em Sydney! No mais, trabalhar no exterior é super importante para crescimento profissional e pessoal.

São muitas vantagens em fazer um intercâmbio e estudar em Sydney não é? Então aproveita para saber mais sobre esse destino e outros, entre em contato com a gente e realiza seu sonho de estudar em Sydney!

Curtiu o conteúdo sobre estudar em Sydney?
Fica mais um pouco! E não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Dicas de viagem Estude e trabalhe no exterior Estude um idioma fora do Brasil Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio

Intercâmbio de 1 mês vale a pena?

Fala galera! Sabia que é possível e super proveitoso fazer um intercâmbio de 1 mês? Pois é, vale super a pena investir nessa pequena viagem para aprimorar um idioma durante as suas férias por exemplo! Quer saber mais? Segue o post!

O que você verá:

  1. Como é um intercâmbio de 1 mês?
  2. Para quem ele é destinado?
  3. Dicas

Como é um intercâmbio de 1 mês?

Bom, não tem muito mistério a respeito de intercâmbios de 1 mês. A grande diferença entre esse tipo de intercâmbio de longa duração é o tempo.

Depois disso, tem o tipo. Intercâmbio de um mês pode ser usado para cursos de idioma, assim como intercâmbio de 2 ou 3 meses.

Já intercâmbio de longa duração, normalmente é para escola ou universidade e faculdade, onde o aluno terá uma experiência mais geral e não estudará somente a língua, mas outras matérias também.

O intercâmbio de um mês é perfeito para focar no idioma e nele só, assim você desenvolve e suas habilidades antes de se aprofundar e se aventurar em coisas mais completas e desafiadoras.

Existem muitos tipos de cursos para os mais variados níveis de conhecimento no idioma. Uma vez que você sabe o que quer aprimorar e qual seu nível de inglês fica fácil encontrar uma escola no seu destino dos sonhos!

As aulas do seu curso depende de escolas e países mas normalmente elas são mais longas e intensivas, usando muitos execícios para praticar ao máximo o estudo.

Por semana são cerca de 15 à 20 horas semanais de estudo e atividades para fortificar suas habilidades em uma linguagem. Super interessante, não?

Quer saber ainda mais sobre intercâmbio de 1 mês? Veja nosso vídeo no youtube!

Para quem o intercâmbio de 1 mês é destinado?

Então, todo mundo pode fazer um intercâmbio de 1 mês. Já que além de diversos tipos de escolas, cursos e destinos, existem também, diversas pessoas com necessidades diferentes que podem desejar esse tipo de viagem.

Mas, esse tipo de intercâmbio é mais indicado para pessoas que tem uma base mínima de conhecimento numa língua.

Ainda sim, pessoas que conhecem a língua mas querem revisar assuntos ou pessoas que querem aproveitar as férias para dar um gás num idioma, podem fazê-lo.

Veja também:

Dicas de intercâmbio: o que não te falam sobre a viagem!

Mala do intercâmbio: o que levar?

3 principais tipos de acomodação para sua viagem de intercâmbio

Destinos populares de intercâmbio de 1 mês:

Esses são os destinos mais escolhidos entre estudantes para fazer um intercâmbio de curta duração.

  • Canadá
  • EUA
  • Austrália
  • Inglaterra
  • Irlanda
  • Malta
  • Espanha

Dicas para aproveitar o intercâmbio!

Para tirar o máximo de proveito possível dessa viagem, se liga nas nossas dicas abaixo:

Se comunique!

Não tenha medo de gastar todo o seu inglês nessa viagem! Use do seu tempo para perguntar, falar sozinho, socializar, enfim, o que der, está valendo!

Estude!

Aproveite seu tempo para estudar após as aulas. Cafeterias, bibliotecas, espaços na própria escola ou até mesmo em casa, reservar um horário do seu dia para praticar o idioma é um fator chave para seu desenvolvimento no idioma.

Invista seu tempo na cultura local!

Um jeito super fácil de aprender uma língua sem se sentir como estivesse realmente estudando ela, é saindo e socializando.

Faça amigos na escola, conversa, pratique o idioma em situações diferentes, forçe seu cérebro a por em praticar o que você vem ávidamente aprendendo.

Vai te trazer uma super experiência, vai te fazer aproveitar a viagem, e vai te ajudar a dar um boost nos seus estudos de língua.

Eaí, agora que já estás convencido a fazer intercâmbio, que tal fazer com a melhor agência?! Te damos assistência completa durante todo o processo. Se interrou? Entre em contato com a gente!

Curtiu o conteúdo sobre intercâmbio de 1 mês?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Estude um idioma fora do Brasil Tudo sobre intercâmbio

Por que fazer intercâmbio na Alemanha

Fala Dreamer! Você sonha em estudar num país com educação renomada e reconhecida mundialmente? Então se liga que no post de hoje vamos te contar alguns motivos para você fazer intercâmbio na Alemanha!

O que você verá nesse post:

  1. Educação de qualidade
  2. Convivio com a língua
  3. Gastronomia memorável
  4. Riqueza Cultural
  5. Possibilidade de Eurotrip
  6. Boa qualidade de vida

1. Intercâmbio na Alemanha: Educação de qualidade

Educação de qualidade é o principal motivo pelo qual você deve fazer intercâmbio na Alemanha|!

A razão número um da nossa lista do porquê fazer intercâmbio na Alemanha com certeza começa com as instituições de ensino alemãs.

Isso porque o país possui instituições de altíssimo prestígio a nível mundial. Suas universidades aparecem constantemente no topo dos rankings globais.

Isso inclui principalmente as universidades de business. A CBS International Business School por exemplo, foi eleita a melhor universidade privada de ciências aplicadas na área de administração de empresas segundo a revista WirtschaftsWoche.

Se isso não é motivo o suficiente para você, então segue o QS World Universiy Ranking de 2021 com as 5 melhores universidades do país europeu:

  1. Universidade Técnica de Munique – Entre as melhores da Europa. Com 13 faculdades, 1 escola de pós-graduação, 4 centros integrados de pesquisa, 7 institutos científicos centrais.
  2.  Ludwig Maximilians Universität – Oferece conhecimento nas áreas de ciências humanas, cultura, direito, economia, ciências sociais até medicina e ciências naturais. Possui 18 faculdades e 4.500 colaboradores científicos.
  3. Universidade Ruprecht-Karls de Heidelberg – Com 30.000 estudantes e 12 faculdades, abrangendo as áreas de biociências, física, astronomia, línguas modernas, direito, teologia, e etc.
  4. Universidade Humboldt de Berlim – Casa de 29 vencedores do Prêmio Nobel, a universidade possui 36.222 estudantes, 440 professores, 9 faculdades e 171 cursos de graduação.
  5. Freie Universität – A universidade está entre as 60 melhores do mundo e entre as quatro melhores da Alemanha. Ela possui também 30.000 estudantes de grauação e mestrado, 4.500 doutorandos. Além disso, conta com quase 5 mil funcionários e 500 professores.

2. Convivio com uma nova língua

O convívio diário com a língua faz toda a diferença no seu aprendizado nela. E é mais um motivo para você fazer intercâmbio na Alemanha!

O convívio com a língua, é uma parte essencial do seu aprendizado nela. Ele faz toda a diferença no resultado da sua apredizagem se você sonha em conquistar fluência, por exemplo.

Isso porque ficar exposto 24 horas por dia com ela ajuda você a compreendê-la melhor, você enriquece seu vocabulário, aprende gírias e sotaques.

Lembre-se quanto maior for a necessidade do seu cérebro de compreender um novo idioma, ou se expressar nele, mais veloz será o aprendizado.

No mais, fazer intercâmbio na Alemanha enquanto aprende alemão ou inglês vai exigir de você não só speaking, mas listening, writing e reading. Assim, o convívio se torna parte necessária desse seu desenvolvimento!

3. Intercâmbio na Alemanha: Gastronomia memorável

a delíciosa gastronomia alemã não pode ficar de fora do seus motivos para fazer intercãmbio na Alemanha!

A Alemanha é um polo de tecnologia e negócios, uma super potencia por assim dizer. Mas para além do business, os alemãs ofecerem uma gastronomia sensacional.

A gastronomia local é um paraíso para os mais variados gostos e você se surpreenderá durante seu intercâmbio na Alemanha o quanto você vai comer bem!

Ingredientes como, porco, batata e salsicha são predominantes na culinária do país. Os alemãs também costumam comer comidas ‘pesadas’ logo pela manhã, o que pode ser um choque para nós Brasileiros.

Mesmo assim, uma das similaridades entre os brasileiros e os alemãs é o consumo de cerveja. O país possui algumas das melhores, mais gostosas do mundo, e é muito comum beber bastante.

A única diferença em como a cerveja é tomada entre os países, é que no Brasil normalmente tomamos cervejas muito geladas, por causa do calor. Na Alemanha, ela é servida em temperatura ambiente.

Aos amantes de masas e doces, saibam que os pães e as sobremesas não ficam para trás na cultura alemã. Itens de confeitaria tem muita popularidade no país, chocolates principalmente.

Aqui estão algumas comidas típicas alemãs:

  • Brezel – Um pão que parece mias um biscoito, normalmente é coberto de sal ou algo doce. É popularmente conhecido no Brasil como Pretzel.
  • Salsichas – Temos os mais diversos tipos, bratwurst por exemplo, que é salsicha assada. Ou a weisswurst que é uma salsinha branca. Enfim, existem os mais variados tipos.
  • Königsberger Klopse – É uma tradicional almondega alemã, muito popular no país. Uma mistura de carne de vitela com carne de porco, servido com um molho de raiz forte e acompanha batatas.

4. Riqueza Cultural

Um povo que adora celebrar e festejar, a Alemanha é um país de muita riqueza cultura, não perca a oportunidade de fazer intercâmbio para Alemanha!

Festividades e celebrações também são partes essenciais da cultura Alemã, e vai ser uma parte incrível do seu intercâmbio. Logo que você chegar na Alemanha, vai notar como o senso de coletivo é grande no país.

Atitudes simples do dia a dia são muito respeitadas, como sinal de trânsito e respeitar o silêncio de madrugada. Mas essa é só uma das características do povo alemão, eles também o costume de ser muuuito pontuais, e esperam que você também seja.

Além disso, honestidade é outra característica deles. Eles serão super francos, mas não é pessoal.

Existem também muitas festas típicas, festivais e eventos como:

  • Karneval – Que tem outros nomes também, comoFastnacht, Fasching e etc. Basicamente é o carnaval alemão, onde as pessoas se vestem, dancam e bebem nas ruas. Existem também desfiles, cerimônias e mais.
  • Oktoberfest – O queridíssimo Oktoberfast é uma tradição antiga Alemã. O evento dura semanas e acontece todo ano co muita (muita) cerveja, comida e entretenimento.
  • Swabian-Alemannic Fasnacht – Outra festa que se parece com o carnaval brasileiro. As pessoas celebram em janeiro, e saem nas ruas com máscaras, tocando musicas típicas.

5. Intercâmbio na Alemanha: Possibilidade de Eurotrip

visite diversas cidades no fim do seu intercâmbio na Alemanha através da sua eurotrip.

Uma das grandes vantagens de fazer intercâmbio na Alemanha, além das que já pontuamos, é poder viajar pela europa.

É bem fácil comprar um train ticket e se aventurar por países vizinhos da Europa, visse?! Para fazer viagens assim em outros destinos é mais difícil, então aproveite essa chance.

Países para visitar saindo de trem da Alemanha

  • França
  • Austria
  • Polonia
  • Dinamarca
  • Bulgaria
  • Espanha
  • Reino Unido
  • Holanda
  • Irlanda e mais!

6. Boa qualidade de vida

O país oferece o melhor do primeiro mundo, não fique de fora do seu intercâmbio na Alemanha!

Por último, mas não menos importante, a Alemanha é uma grande potência. O país possui uma infraestrutura impecável, faz com que a gente se sinta em outro planeta.

Além disso, o país é a 4 economia do mundo e a maior da Europa. Estando constantemente em desenvolvimento, o país cresce de forma acelerada.

Dessa forma, a Alemanha oferece um mar de possibilidades de carreira, estudo e de vida mesmo. No mais, algumas empresas mundiais estão no país, como:

  • BMW
  • Mercedes-Benz
  • Volkswagen
  • a’Allianz
  • Adidas e mais.

Segundo a Numbeo, a alemanha fica em 8 lugar na classificação mundial de qualidade de vida, levando em consideração coisas como poder de compra, poluição, preço de casas, custo de vida, segurança, saúde, índice climático e mais!

Segurança também é algo que alemãos são profissionais, segundo o Statista, a taxa de criminalidade da Alemanha vem decaindo pelo 7 ano consecutivo.

E por fim, a expectativa de vida geral do país é de 81 anos, que é 8 a mais que a média mundial, literalmente só benefícios!

Eaí, tu vai ficar de fora dessa? Não perca essa oportunidade única, entre em contato com a gente e faça seu intercâmbio dos sonhos na Alemanha!

Curtiu o conteúdo sobre intercâmbio na Alemanha!
Fica mais um pouco! E não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Canadá Dicas de viagem Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio Vistos e documentações

Imigração para Canadá através do estudo

Fala galera! Existem muitas formas de imigração para o Canadá, mas você sabia que a melhor forma de fazer isso é através do seus estudos? Pois é, se você ficou curioso para entender isso melhor, vem ler nosso post!

O que você verá nesse Post:

  1. O que é PGWP
  2. Como aplicar?
  3. Onde aplicar?
  4. Como funciona o PGWP
  5. Elegibilidade PGWP
  6. Detalhes adicionais

Imigração para o Canadá: O que é PGWP

Se você quer tentar uma imigração para o Canadá, então você sabe que o país é um lugar sensacional.

Por vários motivos, tipo sua qualidade de vida, sua segurança, educação, oportunidade de trabalho e povo receptivo

Por ser um país muito receptivo e também por ter muita demanda de trabalho, o Canadá investe em trazer imigrantes qualificados de todos os lugares do mundo.


Em virtude disso foram criados programas de imigração, vistos e sistemas para facilitar a entrada desses imigrantes interessados e qualificados no país.

O PGWP nada mais é que um visto/permissão que permite o aluno de ensino superior a passar mais tempo no país trabalhando após se formar.

Quando aplicar? 

Assim que você termina o seu curso, a instituição (que tem que ser elegível para o PGWP) emite uma carta de comprovação de conclusão do curso.

O prazo de aplicação é de até 180 dias (mas aplique o mais rápido possível, visse?! ) após receber a documentação de conclusão de curso e o governo cobra cerca de 255 dólares, (970,00 R$). 

Onde aplicar?

É bem simples na verdade, você pode aplicar online no site oficial da Imigragação Canandense ou pelos correios. 

Assim que você entrar no site, você cria um login e senha para poder enviar sua aplicação para a permissão. Leia as instruções, responda o formulário eletrônico todo, pague as taxas e envie a aplicação.

Como funciona o PGWP?

Se você finalizou um curso de educação superior no Canadá em uma instituição elegível para o PGWP, então você já está a caminho da sua imigração para o Canadá. 

Uma vez que o curso finaliza e você recebe a documentação, como explicado no tópico anterior.

Então você solicita ao governo canadense seu PGWP, que é um direito seu. 

Esse, lhe dará permissão para trabalhar no país o tempo equivalente que você estudou.

Se seu curso tinha 2 anos de duração então você trabalhará 2 anos no país, você pode solicitar uma extensão dessa permissão, mas pode não ser aceita. 

Cursos com validade superior a dois anos serão emitidos com 3 anos máximos de validade.  Conseguindo o PGWP você consegue o networking e contatos, além da experiência de trabalho no país.

Se a sua profissão estiver em alta demanda no país então essa permissão pode te ajudar para o Express Entry, PNP ou CEC.

E se você não sabe o que é o PNP ou Express Entry, clique nesse link e entenda mais sobre esses programas. 

Dando continuidade, em breves palavras, o sistema Express Entry funciona a partir de pontos, ele existe para servir de ponte entre o governo do Canadá e esses imigrantes qualificados. 

Para selecionar os candidatos que serão “convidados” à residência permanente, o governo escolhe aqueles com as melhores pontuações. Estudar numa instituição de ensino superior aumenta sua pontuação, te deixando passos mais perto de uma possível residência canadense. 

Veja também:

Intercâmbio em Vancouver: realize o seu sonho

Quebec: conheça a província mais francesa do Canadá

Vancouver: guia completo sobre a cidade

O que é CEC?

E para você não ficar de fora do que é Canadian Experience Class (CEC), ele é um programa de imigração para o Canadá.

Onde os trabalhadores que têm pelo menos um ano de experiência no Canadá podem se qualificar para.

Quem aplica para o PGWP, e trabalhou por um ano ou mais também se qualifica para esse programa de imigração para o Canadá.

Imigração para o Canadá: Elegibilidade PGWP 

Para ser elegível ao PGWP e realizar seu sonho de imigração para o Canadá, é preciso fazer o seguinte:

  • Graduado em uma instituição pública ou privada que tenha elegibilidade para o PGWP
  • Apresentar os documentos necessários fornecidos pela instituição
  • O candidato tem que ter seu study permit válido no momento que solicita o PGWP

Nem todas as instituições canadenses são elegíveis para o PGWP, aqui está uma lista das que são.

Detalhes adicionais

  • O seu passaporte tem que ser válido durante todo o processo do PGWP
  • Você só pode solicitá-lo uma vez
  • PGWP é um work open permit que não tem restrições de carga-horária, empregador e etc. 

E se você quer saber outras formas de ir ao Canadá, tirar outras dúvidas sobre imigração e quer ter as melhores dicas sobre o país. Entre em contato com a gente para te auxiliar durante todo seu processo! Será nosso prazer! 

Curtiu o coneúdo sobre como imigrar ao Canadá através da educação?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Dicas de viagem Estude um idioma fora do Brasil Tudo sobre intercâmbio

3 principais tipos de acomodação para sua viagem de intercâmbio

Fala galera! Quando você pensa no seu intercâmbio, você pensa na sua acomodação? Saiba que essa também deve ser uma prioridade. Se você quer saber os principais tipos de acomodações para sua viagem, vantagens e desvantagens, se liga no nosso post!

O que você verá:

  1. Intro
  2. Homestay
  3. Residência Estudantil
  4. Hostel

Intro

Antes do seu intercâmbio, é importante ter em mente os tipos de acomodações que você poderá escolher para si mesmo.

Essa vai ser sua casa nas próximas semanas, logo, é uma escolha importante para sua segurança e conforto durante sua viagem. 

Existem algumas coisas que devem ser consideradas durante sua decisão, como conforto, praticidade, segurança e melhor custo benefício.

Em virtude disso, decidimos trazer tipos de acomodação e quais as vantagens e desvantagens de cada uma, vamos nessa?

1. Homestay (Casa de família)

tipos de acomodação - a homestay é a mais comum dentro das apresentadas, vem entender o 
porquê!

Quando falamos de Host Family, esse é um dos tipos de acomodações mais populares se não o mais. A Host Family vai ser sua família durante seu intercâmbio.

Eles nada mais são que uma família que recebe estudantes estrangeiros no país, e a sua família.

A família será escolhida pela sua agência de acordo com seu perfil e preferências

vantagens e desvantagens 

Ficar em casa de família tem muitas vantagens, é muito bom chegar em casa e ter alguém para conversar, jantar com e papear sobre o dia.

Ficar com Host Family também é ótimo para praticar o idioma que está sendo estudado.

Isso porque para se ter uma boa relação com sua host family você precisa se dedicar e sair um pouco da sua zona de conforto.

Assim fazendo com que você converse, experimente hobbies e tente novas coisas com sua família a fim de criar um vínculo. 

Outra vantagem é o dinheiro que você vai economizar com comida. Uma vez que você tem uma Host Family você tem 2 a 3 refeições gratuitas por dia, é bastante economia.

Algumas das desvantagens desse tipo de acomodação é a adaptação com a família, existe a possibilidade de vocês não se identificarem um com o outro. Nesses casos, pode-se entrar em contato com sua agência para que uma mudança seja feita. 

Por fim, uma coisa que pode ser uma desvantagem, é que cada casa tem sua regra, e é preciso segui-las para ter uma boa convivência com sua Family.

Veja também:

Como planejar seu intercâmbio: 5 passos pra tirar seu sonho do papel

Como lidar com ansiedade pré-intercâmbio

Intercâmbio de 1 mês: dicas pra aproveitar as férias no exterior

2. Tipos de acomodações: Residência Estudantil

Tipos de Acomodação - Residência Estudantil segunda mais escolhida entre estudantes.

Falando dos tipos de acomodação, precisamos mencionar a residência estudantil.

Essa que é uma opção muito escolhida principalmente entre estudantes mais velhos. 

Ela difere bastante da Homestay, já que a residência estudantil consiste em quartos no campus da escola, ou perto da escola, que estudantes compartilham juntos.

vantagens e desvantagens 

Uma grande vantagem da residência estudantil é a liberdade. Como normalmente as localizações de residências estudantis são bem centrais, existe muita independência para sair e bater perna num lugar novo. 

É claro que você vai precisar seguir as regras da acomodação mas desde que essas sejam cumpridas, a casa é “sua”. 

Se a casa é sua então você precisa zelar por ela, o que significa que tarefas domésticas serão divididas entre você e seus roommates.

Vocês também podem escolher as regras adicionais de acordo com o que a convivência vai acontecendo. 

Uma outra desvantagem desse tipo de acomodação é que ela é mais cara, então ela vai fazer com que o valor do seu intercâmbio seja mais elevado.

Por outro lado, estar com pessoas da sua idade, que também são de outros lugares do mundo.

Isso facilita a oportunidade de fazer amizades, que é uma parte tão incrível dessa experiência.

3. Hostel 

O hostel é um dos tripos de acomodação que o intercambista pode escolher ficar!

Dos tipos de acomodação, o hostel é o que mais se parece com residência estudantil, mas ainda sim, são coisas bem diferentes. Basicamente, o hostel é uma acomodação que pode ser reservada para uma noite ou a longo prazo. 

Muito procurado por mochileiros, viajantes, e jovens aventureiros procurando lugares acessíveis para se acomodar. O hostel vira uma opção muito boa pois, normalmente eles são simples e limitados ao essencial.

vantagens e desvantagens

O Hostel é interessante para aqueles que buscam total liberdade e autonomia, e se envolver com outros viajantes e pessoas que também estão passando por uma nova. 

Dentre os tipos de acomodação, as vantagens e desvantagens do Hostel são similares com a Residência Estudantil.

Essa acomodação não aceita só estudantes e por isso é necessário ter uma atenção redobrada com seus objetos e pertences pessoais.

Normalmente os hosteis são seguros pois possuem uma recepção 24hrs, mas mesmo assim, todo cuidado é pouco. 

A grande vantagem do Hostel, é o quanto você vai economizar. Comparado com os outros tipos de acomodações mencionados, esse é o melhor custo-benefício. E também é legal poder ter acesso às mais variadas pessoas que vêm de todo o lugar do mundo.

E se você procura economizar e ter uma incrível experiência de intercâmbio, já entrou em contato com nosso time? Nesse mês de novembro, estamos com super promoções, não fique de fora dessa e entre em contato com a gente! 

Curtiu o conteúdo sobre os tipos de acomodação?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Estude e trabalhe no exterior Irlanda Tudo sobre intercâmbio

Como é o intercâmbio na Irlanda?

A Irlanda sempre figurou como um dos principais destinos para quem deseja morar no exterior. E não apenas por sua qualidade de vida e belas paisagens, mas por não precisar de visto prévio, cursos com investimento baixo e a oportunidade de trabalhar enquanto estuda. Então, se você quer descobrir como é o intercâmbio na Irlanda, esse texto é a sua cara.

Diferentemente dos outros países, para entrar na Irlanda, você precisa solicitar o visto em solo irlandês e ter uma comprovação mínima de renda. Mas não se assuste! É muito mais simples do que parece ser e nós vamos te mostrar isso. Vem ler!

Neste artigo, você vai conferir como estudar e trabalhar no país, melhores cidades para estudar, motivos para escolher este destino e, finalmente, o quanto custa estudar e trabalhar na Irlanda. Confira:

Como estudar e trabalhar na Irlanda?

A melhor forma de ingresso para quem quer estudar e trabalhar na Irlanda é com um intercâmbio de estudo e trabalho. No país, alunos matriculados em um curso com duração superior a 25 semanas podem trabalhar meio período (20h semanais). Mas, se você quer trabalhar em período integral (40h semanais), lembre-se de que só é permitido nos meses de férias: maio, junho, julho e agosto.

O tempo mínimo de um curso no país é de 25 semanas e o máximo de 2 anos, após renovação do visto. É muito comum que os intercambistas optem por um curso de 33 semanas, pois é possível aproveitar as 8 semanas de férias para trabalhar no período integral. Conseguir um emprego no país fica por conta do estudante e leva em média de 4 a 8 semanas.

Uma informação importante é que o visto deve ser aplicado na Irlanda e tem uma taxa média de 300 euros. É necessário comprovar um valor disponível de no mínimo 3.000 euros, que só poderão ser utilizados após solicitação do visto. Também é recomendado levar um valor para despesas iniciais de 1.500 euros. Você pode saber mais sobre vistos clicando neste link.

Quer saber ainda mais sobre o programa de trabalho e estudo na Irlanda? Então, confere esse vídeo.

Melhores cidades para estudar na Irlanda

Geograficamente, a Irlanda possui uma grande extensão territorial, são 70.284 km², sendo considerada a terceira maior ilha da Europa. Sua população soma 4,7 milhões de habitantes e, por ano, recebe 6 milhões de turistas.

A Dreams oferece opções de universidades, cursos técnicos, pós-graduação e cursos de idiomas. No país, existem ótimas indicações de universidades e cursos, mas cada cidade possui seus próprios programas de ensino.

As cidades mais recomendadas são Dublin, a maior e mais conhecida delas; Cork, que tem se desenvolvido muito na área de TI. Também estão entre elas Limerick, com população bem jovem e de muitos atrativos; a litorânea Galway, com 80 mil habitantes e puro charme. E, por fim, Bray, cidade com maior área urbana na Irlanda. Clicando em cada uma delas, você descobre seus programas de estudos e custos de vida.

Motivos para escolher o intercâmbio na Irlanda

Se você curte aventuras, a Irlanda é praticamente um gigante parque de diversões, mas com a supervantagem de ter incríveis cenários de fundo. É um país jovem, que recebe muitos imigrantes e um fato curioso é que 40% da sua população tem menos de 25 anos.

Dublin, a principal cidade, é moderna e ao mesmo tempo histórica, sendo considerada a melhor para estudantes internacionais e eleita como a “cidade mais amigável do mundo”. Seu passado de ocupação viking deixou construções medievais vistas até hoje. Além disso, são de Dublin 3 dos 4 prêmios Nobel do país.

Na costa oeste do país, está Galway, suas belas praias e um centro bastante agitado. A cidade externa a tradição e a modernidade irlandesas: prédios coloridos pubs animados e ruas com calçadas de pedra. Galway é conhecida como um berço para arte e cultura, com eventos anuais como o Galway Arts Festival e o Cúirt International Festival of Literature.

Cada cidade tem seu charme e atrativos, mas existem pontos de belezas naturais que não podemos deixar de indicar. Então anote aí: Porto de Ballintoy; Castelo de Ashford; Kilfane Glen, Kilkenny; Cliff of Moher; Newgrange, Meath; Ilha de Achil, Mayo. São mesmo muitas opções, já que a Irlanda é cheia de surpresas e nela nunca faltarão opções de lazer.

Quanto custa o intercâmbio na Irlanda?

Os valores do seu intercâmbio podem variar de acordo com a cidade e o período de tempo que você vai ficar. Mas a gente já te adianta que trabalhar na Irlanda é uma grande oportunidade. O país é o maior polo tecnológico da Europa, considerado o 5º mais seguro para se morar e tem a 15ª melhor qualidade de vida. Sem contar, claro, que você pode fazer uma renda extra no período de férias.

Quer saber quanto ficaria o seu intercâmbio na Irlanda? Fale aqui com um de nossos consultores e se prepare para o melhor intercâmbio da sua vida! Ah, aproveite para tirar qualquer dúvida, caso ainda tenha alguma.

Curtiu esse conteúdo? Acompanhe sempre as novidades do nosso blog Dreams Intercâmbio.