Categories
Estude e trabalhe no exterior Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio

Use sua nota do ENEM para estudar fora do Brasil

Fala, Dreamer! Você já imaginou usar a sua nota do ENEM para estudar fora? Trouxemos algumas das instituições ao redor do mundo que você pode aproveitar para usar sua nota.

No final, não deixe de conferir nossa lista das Universidades no exterior que aceitam a sua nota do ENEM!

Aqui você verá nesta postagem:

  1. Quando abre o SISU 2023.2?
  2. Como usar sua nota do ENEM para estudar fora?
  3. Universidades no exterior que aceitam a nota do ENEM

Quando abre o SISU 2023.2?

O SISU é o Sistema de Seleção Unificada de todas as universidades e instituições públicas do Brasil. Todo ano suas inscrições são abertas no primeiro e segundo semestre, permitindo que estudantes do país inteiro estudem em instituições federais ou estaduais.

A segunda edição de 2023.2 do Sistema de Seleção Unificada (SISU) terá início no dia 10 de julho e se estenderá até o dia 14 de julho.

Ao longo desses dias os alunos devem acompanhar a nota de corte em seu curso e instituição de escolha através do site e aplicativo oficial do MEC.

Além disso, o resultado da primeira chamada do Sisu 2023.2 está previsto para ser divulgado no dia 17 de julho!

Como usar a nota do ENEM para estudar fora do Brasil?

Desde 2014 o Inep tem feito acordos com instituições ao redor do mundo, facilitando a entrada de brasileiros nas mesmas.

A nota do ENEM é utilizada, normalmente, como um substituto dos exames normalmente aplicados em países como os Estados Unidos e Portugal. O ideal é que o estudante brasileiro tenha uma pontuação média acima de 600, mas isso pode variar.

Muitas instituições também pedem a realização de um exame de proficiência e outras documentações que você pode conferir aqui.

Universidades no exterior que aceitam a nota do ENEM

Existem diversas universidades e faculdade no exterior que aceitam a nota do ENEM como parte do processo de ingresso do aluno. Lugares como os Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Irlanda, Portugal e França utilizam a nota do exame. Abaixo você pode ver uma tabela com alguns dos países e instituições que fazem parte da lista:

InstituiçãoLocalTeste de proficiência
Universidade do Algarve Faro e Portimão, Portugalnão
Universidade do MinhoBraga e Guimarães, Portugalnão
Oxford UniversityOxford, Inglaterrasim
Bristol UniversityBristol, Inglaterrasim
Universidade de AveiroAveiro, Águeda e Oliveira de Azeméis, Portugalnão
Universidade de CoimbraCoimbra, Portugalnão
Universidade de LisboaLisboa, Portugalnão
Universidade do PortoPorto, Portugalnão
Universidade da MadeiraFunchal, Portugalnão
Toronto UniversityToronto, Canadásim
University College CorkCork, Irlandasim
Universidade da Beira InteriorCovilha, Portugalnão
Universidade dos AçoresPonta Delgada, Portugalnão
Universidade Autônoma de LisboaLisboa, Portugalnão
New York University (NYU)New York, EUAsim
Northeastern UniversityBoston, EUAsim
Temple UniversityPhiladelphia, EUAsim
Universidade PortucalensePorto, Portugalnão
Universidade LusíadaPorto, Portugalnão
Universidade de MorónBuenos Aires, Argentina
Instituto Politécnico de ViseuViseu, Portugalnão
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Lisboa, Portugalnão
Universidade EuropeiaLisboa, Portugalnão
Universidade Católica PortuguesaLisbia, Braga, Porto e Viseu, Portugalnão
Instituto Politécnico de CoimbraCoimbra, Portugalnão
Instituto Politécnico de PortoPorto, Portugalnão
Instituto Politécnico de BejaBeja, Portugalnão
Instituto Politécnico de LeiriaLeiria, Caldas da Rainha, Peniche, Marinha Grande e Torres Verdes, Portugalnão
Instituto Politécnico do Cávado e do AveBarcelos, Portugalnão
Instituto Politécnico PortalegrePortalegre, Portugalnão
Instituto Politécnico da MaiaMaia, Portugalnão
Instituto Politécnico da Guarda
Guarda e Seia, Portugal
não
Instituto Politécnico de BragançaBragança, Portugalnão
Instituto Politécnico de Castelo BrancoCastelo Branco, Portugalnão
Instituto Politécnico de Setúbal Setúbal, Portugalnão
Instituto Politécnico de SantarémSantarém, Portugalnão
Instituto Politécnico de Viana do CasteloViana do Castelo, Portugalnão
Instituto Politécnico da LusofoniaLisboa, Portugalnão
Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da VidaLisboa e Cascais, Portugalnão
Instituto Universitário da MaiaMaia, Portugalnão
Instituto Superior Dom DinisMarinha Grande, Portugalnão
Instituto Superior de Gestão e Administração de GaiaVila Nova de Gaia, Portugalnão
Instituto Superior de GestãoLisboa, Portugalnão
Instituto Superior de Gestão e Administração de SantarémSantarém, Portugalnão
Instituto Superior Manuel Teixeira GomesPortimão, Portugalnão
Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha PortuguesaOliveira de Azeméis, Portugalnão
Instituto Leonardo da VinciLisboa, Portugalnão
Instituto de Estudos Superiores de FafeFafe, Portugalnão
Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam) do PortoPorto, Portugalnão
Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam) de LisboaLisboa, Portugalnão
Instituto Universitário de LisboaLisboa, Portugalnão
Escola Superior de Enfermagem de CoimbraCoimbra, Portugalnão
Escola Superior de Saúde do AlcoitãoAlcoitão, Portugalnão
Escola Superior Artística do PortoPorto, Portugalnão
#DicaDreamer

É importante lembrar que se seu desejo é estudar fora, mas o ENEM não é muito sua praia, diversas universidades e colleges no exterior possuem processos seletivos próprios que não necessitam da nota do ENEM.

E em alguns países, como o Canadá, não é necessário a realização de testes de aptidão! Outras coisas são avaliadas, como seu histórico escolar, participação em programas extracurriculares e portfólio.

Você também pode gostar:

Como estudar no exterior: passo a passo para graduação fora do Brasil
Graduação no Exterior: conheça 4 exames de proficiência em inglês
Como viver viajando: 10 ideias para trabalhar enquanto viaja

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.
Categories
Canadá Dicas de viagem Irlanda Tudo sobre intercâmbio

9 melhores países para imigrar em 2024

Ícones Dreams Intercâmbios

Fala, galera! Tudo certinho? Aqui vai mais um post pra te ajudar a escolher seu próximo destino. Separamos os 9 melhores países para imigrar – e no final vamos te contar qual a melhor forma de entrar nestes destinos! Bora lá?

Você verá neste post:

  • Melhores países para imigrar em 2024
  • Qual o caminho mais fácil para imigrar

Melhores países para imigrar em 2024

Cada vez mais brasileiros tem saído do Brasil em busca de uma melhor qualidade de vida.

Segundo um artigo da CNN o número de brasileiros no exterior ultrapassou 4 milhões – ou seja, temos mais pessoas no exterior do que no Espírito Santo, dá pra acreditar?

Pensando nisso, hoje trouxemos os melhores países imigrar – principalmente para quem deseja estudar e trabalhar – assim você já pode ir se preparando para o intercâmbio!

Usamos como parâmetro de comparação os seguintes critérios:

  • Empregabilidade
  • Qualidade de vida
  • Salário mínimo (em relação ao custo de vida)
  • Facilidade de entrada no país

Preparado para conhecer o país dos seus sonhos?

1. Países para imigrar: Canadá

O Canadá é um país bem acima da média quando o assunto é bem-estar e segurança da população.

Com paisagens naturais bem preservadas, educação inovadora e de alta qualidade, principalmente nas áreas de tecnologia.

O Canadá conta com cinco universidades entre as 100 melhores do mundo de acordo com a Times Higher Education. Não é atoa que o Canadá é um dos destinos favoritos de pessoas do mundo inteiro, né?

Canadá um dos melhores países para imigrar!

Desde dezembro de 2021 foi estabelecido um novo salário mínimo no Canadá de CAD$15,00 por hora. Para um estudante que trabalha meio período, o valor acima resulta numa receita média de 300,00 dólares canadenses por semana – que bate perfeitamente com o custo de vida atual no país.

2. Nova Zelândia

Para quem busca qualidade de vida e paisagens deslumbrantes, a Nova Zelândia é um paraíso em terra firme.

As duas ilhas no oceano Pacífico abrigam belíssimas praias e montanhas, cenários ideias para quem curte esportes radicais, trilhas e trabalhos de campo!

Morar na Nova Zelândia é como viajar o mundo.

A Nova Zelândia tem uma das taxas de criminalidade mais baixas do mundo, universidades de alto nível e uma população amigável e receptiva, servindo de destino principal para estrangeiros do mundo inteiro, em especial da Ásia.

Um dos países mais queridos para imigrar!

Se você fala inglês ou quer aprimorar seus conhecimentos na língua inglesa sem abrir mão de uma prainha, a Nova Zelândia é o seu destino!

Veja também:

3. Austrália

Com vinte Patrimônios Mundiais da UNESCO, a Austrália tem muito a ser explorado.

O país de dimensões continentais ocupa o quinto lugar no ranking da Numbeo, competindo pelo primeiro lugar em qualidade de vida, poder de compra, segurança, saúde e custo de vida com países como Dinamarca e Finlândia.

É referência nas áreas de Meio Ambiente e Conservação, e frequentemente a Austrália abre vagas para a entrada de mão de obra qualificada em cidades que estão com grande demanda.

E pode ir sem medo, viu? Apesar de a Austrália ser conhecida pelos seus animais exóticos, quem vai morar lá não se arrepende. Educação, cuidado com meio ambiente, altas taxas de empregabilidade e um dos maiores salários mínimos do mundo.

Essa é a Austrália. Um paraíso na terra.

4. Países para imigrar: Alemanha

A Alemanha oferece estabilidade e estrutura para seus moradores, pontos importantíssimos na hora de escolher entre tantos países para imigrar!

Com oito universidades entre as 150 melhores do mundo, a Alemanha é um paraíso para estudantes do mundo inteiro. Extremamente moderna e tecnológica, a Alemanha conquista aqueles que querem ter acesso à educação superior de primeira qualidade.

A Alemanha oferta cursos de graduação e pós-graduação em suas instituições públicas. Para estudar nessas instituições, não é obrigatório aprender alemão, basta o inglês.

5. França

A França, assim como alguns países da Europa, está chamando imigrantes para morar permanentemente no país.

Isso porque a população do país está bem velha, e os jovens não desejam ter filhos, com isso a juventude do país precisa ser reposta por imigrantes que querem viver, crescer e morar no país.

Países para imigrar - França

O país continua sendo uma das maiores economias do mundo e do seu continente. A taxa de desemprego é baixíssima e o país é lindo, com diversos pontos turísticos conhecidos mundialmente.

6. Holanda

6 melhores cidades para morar na Holanda: conheça o ranking

Morar na Holanda é uma experiência única. De todos os países para imigrar que foram citados aqui a Holanda é encantadora pela belíssima paisagem urbana e suas noites inesquecíveis.

Se você busca um lugar seguro, com boas condições de trabalho e qualidade de vida, sem deixar de lado a badalação das cidades grandes, a Holanda pode ser o destino perfeito para você.

Suas cidades são conhecidas por ruas cheias de bicicletas e flores, e também pela postura progressista em relação a comunidade LGBTQI+ e pautas como legalização do aborto e maconha, tornando-o dos melhores países para imigrar.

As universidades holandesas são referência mundial com sua didática que utilizada o método “problem-based-learning” em que o aluno é estimulado a resolver problemas com o objetivo de aprender.

E apesar de o idioma principal do país ser o holandês, é possível estudar inglês em cursos excelentes como British Language Training Center e o UVA Center.

7. Espanha

O espanhol é a quarta língua mais falada no mundo, e é considerada a segunda língua internacional mais importante, atrás somente do inglês.

Para quem deseja aprimorar o espanhol ou morar em um país europeu ensolarado e com excelentes faculdades, a Espanha é um excelente país para imigrar!

Os espanhóis são pessoas simpáticas e acolhedoras, e contam com um excelente sistema de saúde e educação no país.

Localizada na Europa, a Espanha ainda permite fácil acesso a outros países do continente, e com um bônus: brasileiros que residem no país podem adquirir a Cidadania Espanhola após 2 anos de moradia contínua na Espanha. É isso mesmo: você com cidadania europeia com apenas dois anos!

8. Uruguai

Sim, é possível viver bem na América Latina em 2023! E o Uruguai é o melhor país em qualidade de vida, segurança e economia do nosso continente.

A moeda principal do Uruguai é o dólar americano – além do peso uruguaio.

Além da alta qualidade de vida, um grande ponto forte do país é a facilidade de entrada de brasileiros, que não precisam de visto para residir no Uruguai – graças ao acordo entre as Repúblicas.

O ensino também não deixa a desejar, sendo o sistema público e universal. A Universidade ORT do Uruguai está entre as melhores do mundo segundo o ranking da THE.

E como consequência, a taxa de desemprego no país está bem equilibrada: cerca de 10% – no Brasil essa mesma taxa ultrapassa 13% – e o mercado de trabalho promete para 2022!

9. Malta

Malta é um paraíso na Europa localizado entre o sul da Sicília, na Itália, e o nordeste da Tunísia.

O arquipélago situado no Mar Mediterrâneo tem o maltês e o inglês como línguas principais e é um destino interessante para quem deseja imigrar ou fazer um intercâmbio.

O país ainda permite que estudantes estrangeiros trabalhem no país em cursos de mais de 3 meses de duração. Você pode conferir mais benefícios sobre morar em Malta aqui.

Qual o caminho mais fácil para imigrar

Existem diversas formas de imigrar para os países acima, porém a maneira mais efetiva de conseguir um visto para residir é através de um intercâmbio de estudo e trabalho.

Se você pensa em fazer uma graduação, pós ou até mesmo cursos profissionalizantes ou de idiomas, o intercâmbio é o melhor momento para isso.

Além de facilitar o processo de entrada no país, o visto de estudante facilita o ingresso no mercado de trabalho desses países – seja em estágios ou trabalhos de meio-período.

Ficou interessado em saber mais sobre intercâmbio, e quer tirar o sonho de fazer o seu do papel? Então clica abaixo pra entender por que você deveria fazer um intercâmbio:

Curtiu o conteúdo? Leia mais:

Curtiu o conteúdo? Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Canadá Estude e trabalhe no exterior Graduação e Pós no Exterior

Profissões em Demanda Canadá em 2024

Ícones Dreams Intercâmbios

Fala, Dreamer! Está pensando em morar no exterior? Neste texto, a gente te conta quais são as profissões em demanda no Canadá em 2024!

O mercado de trabalho no Canadá em 2024 apresenta uma variedade de oportunidades em diversas áreas profissionais, com demanda por talentos qualificados em setores-chave da economia.

Com a constante evolução do cenário profissional no país, compreender as profissões em alta demanda torna-se essencial para quem busca construir uma carreira bem-sucedida e explorar oportunidades de estudo, trabalho e imigração.

A gente também te explica qual o perfil buscado pelas empresas canadenses – e como você pode melhorar seu currículo pra alcançar a posição dos seus sonhos.

Você verá nesta postagem:

  • Canadá procura profissionais qualificados
  • Meios para migrar para o Canadá
  • Profissões em demanda no Canadá

O Canadá procura profissionais qualificados!

Homem sentado à frente de computador com uma bandeira do Canadá ao lado - Profissões em demanda no Canadá

Na contramão do desemprego, o Canadá está em busca de profissionais qualificados para compensar o déficit de 2020.

Por essa razão, o país se preparava para receber até 2023 cerca de 1,2 milhão de imigrantes, incluindo brasileiros.

Uma oportunidade assim pode parecer difícil, mas com o intercâmbio certo dá pra ficar de olho nas profissões em demanda no Canadá.

Sendo assim, e você estava se preparando para um intercâmbio, o Canadá pode ser uma ótima chance de retorno a curto prazo.

Isso porque, além de ser extremamente receptivo com estrangeiros, sua população idosa tem aumentado. A consequência é a escassez na força de trabalho, por isso a alta demanda por mão de obra.

Neste contexto, as profissões mais promissoras no Canadá para 2024 abrangem desde cargos em vendas, marketing, e análise financeira até posições especializadas como engenharia mecânica e assistência farmacêutica, refletindo a diversidade e as oportunidades oferecidas pelo mercado de trabalho canadense

Profissões em demanda no Canadá: Pressa nas contratações

Reunião de trabalho com duas mulheres e um homem: papéis, café e um computador também - Profissões em demanda
Pessoas em reunião de contratação

Anualmente, o Canadá define uma quantidade média de imigrantes que deseja receber, geralmente em torno de 340 mil.

Com a pandemia do coronavírus, essa expectativa foi por água abaixo, fazendo com que os planos fossem adiados para os anos seguintes.

Porém, a recuperação econômica do país está diretamente ligada à força de trabalho estrangeira. Inclusive, um terço dos negócios canadenses têm donos estrangeiros.

Por essa razão, existe uma certa urgência para atrair novos imigrantes, principalmente nesse período pós-pandemia. Mas se você quiser se planejar, terá tempo de sobra para organizar seus estudos e garantir um emprego em um dos países com melhor qualidade de vida do mundo!

Meios para migrar para o Canadá

Uma pessoa entregando um passaporte sobre uma mesa com um café, um computador e um mapa
Visto e passaporte para imigração

Estudo e trabalho são as duas formas de migrar para o Canadá, e a maior vantagem é que uma coisa leva a outra.

O país geralmente facilita a permanência dos estudantes ao final do curso, principalmente se fizerem parte da lista de profissões em demanda.

Caso você já tenha proficiência na língua e um diploma, há também a possibilidade de já chegar no país com um emprego.

Seja por meio de uma oferta do empregador ou visto de trabalho. Isso porque cada província (ou estado) tem suas próprias regras de imigração que podem ser oferta de trabalho para profissões em alta no Canadá, proficiência na língua, idade, experiência de trabalho e comprovação financeira.

Alguns programas de imigração podem te ajudar a facilitar essa busca. São eles: Provincial Nominee, Startup Visa Program, Self-Employed Program, Caregivers ou Rural and Northern Immigration. Você pode conferir mais sobre esses programas no site oficial de imigração do Canadá aqui.

Profissões em demanda no país

Profissional de saúde no Canadá em um laboratório
Setor de saúde é um dos mais valorizados

Antes de falarmos sobre as profissões em demanda para quem imigrar para o Canadá, é interessante destacar também as áreas com mais demanda no país.

Apenas nos setores de Saúde, Tecnologia e Serviço Social foram mais 30 mil novos empregos só no mês de setembro de 2019. E se você pensar na lógica do país, essas áreas são mais valorizadas, pois saúde e qualidade de vida são prioridades por lá. 

Mas o que é preciso para se candidatar a uma dessas vagas? Se você já tiver formação nessas áreas, vale a pena ficar de olho nas oportunidades e nas seguintes exigências:

  • Provar que possui condições financeiras para sustento individual e/ou familiar após a chegada no país
  • Ter um diploma de graduação na área de interesse
  • Possuir experiência profissional mínima de 1 ano em período integral no país de origem
  • Atender aos requisitos mínimos de proficiência em um dos idiomas oficiais do país (inglês ou francês).

Curtindo o conteúdo? Então leia mais:

As profissões em demanda no Canadá em 2024

Diversas pessoas fazendo sinal de joinha com crachás - profissões em demanda no Canadá
Profissionais diversos no Canadá

As profissões em alta demanda no Canadá para 2024 abrangem uma variedade de áreas, refletindo as necessidades do mercado de trabalho e as oportunidades de crescimento profissional. Alguns dos cargos mais procurados incluem:

  • Assistente Administrativo
  • Associado de Vendas
  • Planejador de Demanda
  • Parceiro de Negócios de RH
  • Coordenador de Logística
  • Representante de Atendimento ao Cliente
  • Gerente de Marketing
  • Engenheiro Mecânico
  • Analista Financeiro
  • Assistente Farmacêutico
  • Técnico de Contabilidade
  • Desenvolvedor de Software
  • Eletricista
  • Engenheiro de Processos de Desenvolvimento e Operações (DevOps)
  • Designer de Software
  • Engenheiro Aeroespacial
  • Eletricista Industrial
  • Cloud Architect
  • Engenheiro de Sistemas da Nuvem
  • Gerente de Projeto de TI

15 profissões em demanda no Canadá

Para o ano de 2024, a multinacional de Recursos Humanos, Randstad, listou as 15 profissões com alta demanda no Canadá. Apesar do déficit deste ano, ainda há necessidade de mão de obra nas áreas e espera-se que nos próximos três anos haja uma alta no preenchimento de vagas.

Algumas delas são mais simples, para pessoas que buscam estudar a língua e receber um retorno financeiro ao mesmo tempo. Mas também demandas específicas que exigem diploma e formação superior. São elas:

CargosGrau de escolaridade/experiênciaSalário (média anual)
Engenheiro de SoftwarePleno e sêniorCAN$ 100.562,00
Desenvolvedor (web)Pleno e sêniorCAN$ 96,305
Gerente de marketingPleno e sêniorCAN$ 72.453,00
Enfermeiro(a)Graduado (e autorizado a praticar no país)CAN$ 70.975,00
CaminhoneiroPreferível experiência de +4 anosCAN$ 46.828,00
VeterinárioLicença de VeterinárioCAN$ 95.804,00
FarmacêuticoCom experiência comprovada na áreaCAN$ 92.314,00
Engenheira(o) ElétricoCom experiência comprovada na áreaCAN$ 91.832,00
Contador(a)CAN$ 56.257,00
Professor de UniversidadeCAN$ 123.300,00
Gerente de RHCAN$ 89.003,00
Sales Representative Com experiência comprovada na áreaCAN$ 56.300,00
Gerente de projetos de TISêniorCAN$ 91.300,00
Engenheiro MecânicoCAN$ 74.562,00
Responsável pela contabilidade (account clerk)Júnior e plenoCAN$ 45.128,00
Salário está de acordo com dados disponibilizados pelo Glassdoor

Fique ligado: em plataformas como LinkedIn na hora de procurar vagas no exterior.

Saiba mais: Ensino Superior no Canadá

Globo com pin marcando o Canadá

Não perca tempo! Tá na hora de se planejar para conquistar o tão sonhado emprego em um país de primeiro mundo! Portanto, se você ainda não tem fluência na língua ou não sabe quais as melhores universidades na área que deseja estudar, conte com a Dreams.

Para saber um pouco mais sobre como funciona o Ensino Superior no Canadá e as portas que ele pode te abrir, clique aqui para ler o nosso texto especial sobre o tema!

Se você tá interessado em fazer um intercâmbio de estudo e trabalho para o Canadá, nossos especialistas estão à disposição pra te ajudar! Clica no link abaixo pra conversar com a gente!

Curtiu o conteúdo? Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Austrália Estude e trabalhe no exterior Estude um idioma fora do Brasil Graduação e Pós no Exterior

3 melhores universidades na Austrália

Fala galera! Quer estudar numa instituição de ensino superior renomada durante seu intercâmbio na Austrália? Então fica aqui nesse post para te contarmos sobre as 3 melhores universidades na Austrália.

O que você verá:

  1. ANU
  2. University of Melbourne
  3. University of Sydney

Universidade Nacional da Austrália

A univerisdade nacional da Austrália é a primeira da nossa lista sendo a melhor universidade na Austrália!

A Australian National University, ou ANU, é a universidade de maior prestígio do país oceânico. A universidade foi definitivamente fundada em 1946 pouco depois da segunda guerra.

Das universidades na Austrália, a ANU se destaca em vários quesitos, inclusive por ter área de quase 145 hectáres.

Abrigando assim, diversos prédios acadêmicos, bibliotecas, laboratórios, centros de pesquisa, residências estudantis e etc.

Localizada em Canberra, capital do país, a universidade passou por uma reestruturação no meio dos anos dois mil e atualmente possui uma rede interligada de faculdades e centros de pesquisa.

Confira abaixo as faculdades que fazem parte da ANU:

  • Faculdade de Artes e Ciências Sociais
  • Faculdade da Ásia e do Pacífico
  • Negócios e Economia
  • Engenharia e Ciência da Computação
  • Faculdade de Direito
  • Medicina, Biologia e Meio Ambiente
  • Ciências Físicas e Matemáticas

Além da ampla estrutura, os rankings mostram que a Australian National University é uma das melhores do mundo no seu ensino/conteúdo e ocupa primeiro lugar das universidades do país.

Segundo o QS University Rankings as áreas mais bem avaliadas incluem: Antropologia, Política, Geografia, História, Sociologia, Arqueologia, Línguisticas, Artes, Direito, Humanidades e mais.

Pois é, são muitos benefícios, inclusive a universidade possui o maior número de laureados com o Nobel do que qualquer outra universidade do país, se provando mais uma vez, excelente.

Não perca a oportunidade de estudar numa escola como a ANU, entre em contato com a gente e feche seu intercâmbio dos sonhos para a Austrália!

Melhores universidades na Austrália: Universidade de Melbourne

A segunda melhor universidade na Austrália, é a de Melbourne que se destaca a nível internacional.

Fundada em 1853, a Universidade de Melbourne é conhecida pelos estudantes por oferecer aos alunos uma experiência para além dos estudos.

Isso porque os estudantes encontram uma ampla variedade de programas culturais nos campi da universidade. Além dos seus alunos internacionais que são estimulados a entrar em clubes e organizações feitas por outros alunos.

A universidade funciona com um grande sistema de faculdades residencias, então a maioria esmagadora de estudantes moram na própria faculdade.

Com os alunos morando na faculdade, e a mesma oferendo diversos programas culturais, fica bem fácil de criar uma rede acadêmica e social muito boa na instituição.

Quando o assunto é qualidade, os rankings mostram que a universidade ocupa o top 50 melhores universidades do mundo além de ser a segunda melhor do país.

Com altíssimo nível de empregabilidade pós graduação, seus alunos são assistidos por profissionais completos, atenciosos e qualificados. Além de que eles tem acesso a uma infraestrutura de primeira qualidade com centros de pesquisas, galerias e até museus.

Melhores cursos da Universidade:

  • Agricultural Sciences 
  • Arts and Humanities
  • Biology and Biochemistry
  • Biotechnology and Applied Microbiology
  • Cardiac and Cardiovascular Systems
  • Cell Biology 
  • Chemical Engineering
  • Chemistry 
  • Civil Engineering
  • Clinical Medicine

Universidade de Sydney

A universidade de Sydeny, ocupa o terceiro mas não menos importante, ludar nessa lista sendo uma das melhores universidades na Austrália.

Com mais de 170 anos de história, a Universidade de Sydney foi a primeira instiuição do tipo a ser fundada na Austrália. Ela é considerada uma das melhores universidades do mundo e a terceira melhor na Austrália.

Além de bonita, a universidade também domina em primeiro lugar o ranking de empregabilidade após a formatura, sendo 81% dos estudantes empregados pouco tempo depois de se formarem.

Composta por faculdades, escolas, centros de pesquisas, laboratórios de pesquisa, salas acolhedoras e bibliotecas incríveis como a Fisher Library.

SAIBA MAIS SOBRE A UNIVERSIDADE DE SYDNEY!

Se você não sabe muito sobre a Fisher Library, saiba que ela é a maior biblioteca do hemisfério sul, linda, organizada e composta de centenas de livros.

A universidade é composta também por:

  • Faculdade de Artes e Ciências Sociais;
  • Instituição de Negócios;
  • Faculdade de Engenharia;
  • Faculdade de Ciências da Saúde;
  • Instituição de Medicina e Saúde;
  • Faculdade de Ciências;
  • Escola de Arquitetura, Design e Planejamento;
  • Law School
  • Escola de Música.

No mais, os alunos tem uma ampla variedade de programas e disciplinas para escolher (mais de 400 opções). Os alunos possuem também acesso as melhores oportunidades de carreira por meio de estágios oferecidos pela universidade.

Eaí vai ficar de fora dessa? Se você quer saber os melhores jeitos de entrar nas melhores instituições da Austrália, entre em contato com a gente!

Veja também:

Custo de vida na Austrália em 2022: compare as principais cidades

Motivos para fazer um curso técnico na Austrália!

Brisbane, Austrália: tudo sobre a vida na cidade

Curtiu o conteúdo sobre Universidades na Austrália?
Fica mais um pouco! E não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Dicas de viagem Estude um idioma fora do Brasil Nova Zelândia Tudo sobre intercâmbio Vistos e documentações

Auckland: Conheça tudo sobre a incrível cidade!

Fala galera! Hoje a gente preparou um post com tudo que você precisa saber sobre Auckland na Nova Zelândia, essa cidade incrível com uma das melhores qualidades de vida do mundo que está esperando você para visita-lá!

Cidade das Velas

Auckland na Nova Zelândia é o destino de pessoas do mundo inteiro, o que faz dela uma das cidades metropolitanas mais diversificadas do mundo. Com uma cultura forte, limpa e organizada, nos fins de semana a cidade toma ainda mais vida do que já tem.

As várias opções do que fazer propõem uma melhor qualidade de vida além de ser a opção de vários estudantes pois a cidade, e o país, carrega consigo uma cultura educacional muito forte onde as pessoas investem e se dedicam à educação.

Por não ser um país muito populoso o governo consegue atender as demandas dos seus moradores, não é à toa que Auckland está no terceiro lugar no ranking de cidades com melhor qualidade de vida no mundo.

Ah! e por que cidade das velas? Em Auckland uma entre quatro pessoas possui algum tipo de embarcação aquática. 

Cultura de Tāmaki Makaurau

Como mencionado, a cultura neozelândesa é muito forte e diversificada o seu povo tem muitas tradições. A Nova Zelândia foi colonizada pelos britânicos em 1840 mas bem antes disso já era lar dos Maori (em 1350) que são os nativos do país, a cultura britânica e maori são muito presentes hoje.

Existem festivais da cultura local como o Powerco Taranaki Garden Spectacular que é um festival de jardim que contemplam a natureza, tem também festivais de esportes de inverno como o Queenstown Winter Festival e o Nelson Arts Festival que é destinado aos amantes de escrita, música, arte de rua e mais. Não podemos deixar de mencionar os festivais gastronômicos e também os de vinho (os locais são reconhecidos mundialmente).

A cultura Maori não pode deixar de ser mencionada, Tāmaki Makaurau por exemplo é o nome de Auckland na língua Maori. Quando estamos falando da Nova Zelândia, eles são os indígenas locais, e são muito respeitados no país. Eles são um povo extremamente espiritual, que se dedicam a honrar seus ancestrais, e que consideram a natureza muito sagrada.

Os maori também possuem o Haka que é um mantra de batalha, de guerra, em que uma dança é ensaiada para afugentar ou intimidar o inimigo ou dizer que você não esta com medo dele. Os jogadores de rugby normalmente dançam o Haka para seus oponentes antes do jogo, e é sempre uma experiência incrível de assistir.

O povo Maori também tem habilidades artísticas muito fortes, eles são muito bons com esculturas de madeira e possuem seu proprio templo nomeado Marae onde não se entra sem permissão e deve-se entrar descalço.

Continue lendo para saber sobre Auckland, o lugar perfeito para seu intercâmbio!

Comércio em Auckland

Apesar da Nova Zelândia não aparecer nos grandes rankings de economia do país, isso se dá mais por conta de ser um país pequeno já que a economia do país floresce muito bem.

Com um ótimo PIB e uma economia estável, o turismo é um dos motivos pelo qual o país vai tão bem nesse quesito, principalmente o turismo educacional, e a exportação também.

O país oferece oferece muitos cursos de idiomas, profissionalizantes, de graduação, pós, mestrados, doutorados e até mesmo abordagens específicas para pesquisas o que atrai muitos intercambistas, pesquisadores e profissionais ao país, fazendo assim com que o turismo movimente muito dinheiro na economia e também faz com que o governo invista na preservação local, da natureza, pontos turisticos e mais.

A exportação também é o motivo do sucesso econômico, o país é conhecido pela vasta produção de carne e lã mas nos últimos anos o país tem exportado outras coisas como, kiwi, vinho, frutos do mar, madeira… os recursos locais também são variados, como ouro, carvão, areia, ferro, petróleo, que também são exportados.

Pensando nos aspectos econômicos, é impossível não pensar no custo de vida em Auckland, né?

Por isso confira aqui tudo sobre seus gastos na cidade e como pode economizar:

Clima Neozelandês

O clima em Auckland na Nova Zelândia é bem agradável e ameno, normalmente no verão lá se faz, oficialmente ele é tido como quente e temperado o que faz com que a cidade seja ótima para visitação a qualquer época do ano.

Aqui estão as variações de temperatura de acordo com as estações do ano:

  • Primavera: entre 5ºC e 19º
  • Verão: entre 25ºC e 27ºC
  • Outono: entre 16ºC e 18ºC
  • Inverno: entre 2ºC e 16ºC
Auckland é a cidade perfeita que espera por você na Nova Zelândia, um dos melhores países do mundo.

Educação na Capital Neozelândesa

Já foi mencionado anteriormente sobre a qualidade de vida da Nova Zelândia, e não é diferente na cidade de Auckland, ambos carregam muitos mértios educacionais e não é a toa que o país atrai tantos estudantes! Em 2020 o ministro da educação no país e a primeira ministra anunciaram numa coletiva de imprensa um investimento de $51,6 milhões no setor de educação internacional.

Auckland carrega com sigo ótimas aprovações de seus estudantes e instituições de ensino, a 27ª melhor cidade estudantil do mundo também é potência financeira e econômica na Nova Zelândia, e precisa de pessoas qualificadas para ajudar a crescer e há oportunidades em muitos setores.

Como chegar até Auckland

Como sempre, a papelada faz parte desse processo de entrada legal do país. Aqui vai uma listinha do que é necessário para chegar até Auckland na Nova Zelândia.

Documentação para Visto Estudante

  • Passaporte validado
  • Uma foto recente (3×4)
  • Formulário online para Visto para Estudante 
  • NZeTA
  • Formulário de Financial Undertaking assinado. Download do formulário.
  • Oferta de lugar na escola/universidade
  • Recibo da escola comprovando pagamento integral do curso
  • Garantia de acomodação com endereço
  • 6 extratos bancários de seis meses anteriores à aplicação do visto que comprovem NZD 1,250 para cada mês de permanência na Nova Zelândia
  • Imposto de renda e holerite
  • Garantia de seguro saúde/viagem
  • Comprovante de pagamento da taxa de conservação e turismo (IVL)
  • Cópia da passagem aérea (ida e volta) ou print da reserva
  • EXAME MÉDICO: Apenas para quem for permanecer na Nova Zelândia por mais do que 6 meses.

Visto de turismo

  • Passaporte válido
  • Passagem de ida e volta (Importante: para evitar problemas na imigração o retorno deve estar marcado para, no máximo, 3 meses após a entrada na Nova Zelândia)
  • Comprovante que possui dinheiro suficiente para se manter na Nova Zelândia pelo período desejado (pelo menos NZ$ 1.250,00 por mês – dólares neozelandeses) (através de traveler cheque, dólares, cartão de crédito ou cartão pré-pago de viagem)
  • Comprovante da reserva de hotel na Nova Zelândia ou endereço onde ficará hospedado.

Visto de Trabalho

Existem vários tipos de Visto de Trabalho, mas em geral para solicitar esse visto é necessário fazer a aplicação online diretamente no site da imigração:

  • Passaporte (para brasileiros, válido até no mínimo três meses após a data de partida da Nova Zelândia);
  • 1 foto digital
  • Pagamento da taxa apropriada;
  • Oferta de trabalho
  • Descrição da vaga/função
  • Contrato Individual – Individual Agreement com detalhes de pagamento e condições da proposta de emprego;
  • Comprovação que o solicitante possui qualificações relevantes para a oferta de trabalho;
  • Employer Supplementary Form – Formulário INZ1113 – Formulário do empregador, é usdo para os empregadores/empresas que ofereceram vaga para um estrangeiro que esteja solicitação um Work Visa.
  • O empregador deverá fornecer comprovação que tentou achar mão-de-obra local, uma pessoa que já possua visto de trabalho ou autorização para trabalhar sem visto, como residente ou cidadão Neo-Zelandês ou Australiano.

Agora que você já conhece sobre Auckland na Nova Zelândia porque não ir mais perto e visitá-la? Entre em contato com a gente para ficar ainda mais perto de realizar esse sonho!

Veja Também:

PSW: Conheça o visto para Nova Zelândia

5 Melhores cidades da Austrália para seu intercâmbio

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.
Categories
Estude e trabalhe no exterior Graduação e Pós no Exterior Vistos e documentações

Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Fala, galera! Pode preparar a mala que a hora de embarcar está cada vez mais perto! Aqui você verá tudo que precisa deixar prontinho antes de entrar no avião, então pega o papel e a caneta e vamo nessa!

  1. Exames de proficiência
  2. Documentação de ingresso
  3. Application: solicitar cartas de recomendação
  4. Application: preparar a essay
  5. Provas de admissão (ENEM/GRE/GMAT)
  6. Passaporte e visto
  7. Seguro viagem
  8. Como levar dinheiro para o exterior?
  9. Confirmar estadia
  10. Certificado de vacinação

Como estudar fora: tudo que você precisa para ingressar em um college no exterior

Planejar uma viagem pode parecer uma missão impossível, e a responsabilidade triplica quando nossos planos são emigrar.

Nesta postagem você terá uma checklist completa para te guiar em todo o processo de entrada em uma instituição no exterior, assim como mínimos detalhes que precisam ser resolvidos ainda no Brasil.

Agora, se você ainda está em dúvida sobre estudar no exterior ou no Brasil, se liga nesse post super explicadinho sobre como fazer uma graduação (ou pós) fora.

Checklist: como estudar no exterior

Cada instituição no exterior tem seu próprio processo de ingresso e documentação necessárias – e tudo isso você pode conferir no site oficial. Porém, separamos o que costuma ser pedido pela maioria, se liga:

1. Exames de proficiência

Se você planeja estudar em um college ou instituição cujo idioma principal não é sua língua materna, provavelmente vai precisar comprovar seu conhecimento no idioma.

E pra te ajudar nessa missão de comprovar seu nível de conhecimento existem os exames de proficiência.

Na língua inglesa os mais pedidos pelas instituições são o IELTS e TOEFL e você pode conferir aqui nosso guia onde explicamos tudo sobre eles.

2. Documentação de ingresso

Estudar fora é muito mais fácil do que parece, e eu vou te provar! Em instituições do Reino Unido, Canadá e EUA as documentações solicitadas pelas instituições de ensino no exterior não são muito diferentes das pedidas por universidades no Brasil.

Tenha em mãos seu histórico escolar, certificado de conclusão do ensino médio, currículo, certificado de proficiência, cartas de recomendação, essay e portfólio (se solicitados). Simples, né?

Observação: a maioria das instituições pede que as documentações sejam traduzidas, então é bom conferir no site oficial (ou mandar um e-mail!) todos esses mínimos detalhes.

3. Application: solicitar cartas de recomendação

Apesar de não ser uma prática comum aqui no Brasil, em colleges e universidades no exterior é comum que sejam pedidas cartas de recomendação de seus professores e orientadores.

É interessante solicitar que sejam escritas o quanto antes, para não comprometer o prazo de inscrição da instituição.

4. Application: preparar a essay

Seu Personal Statement é uma grande parte de sua aplicação. Se a instituição solicitar essa redação, você deve se preparar para conquistar a vaga através dela.

A essay é o lugar onde você vai se diferenciar e mostrar porque merece estar ali. Por isso, fizemos um passo a passo pra uma essay de sucesso.

5. Provas de admissão

Provas de admissão tem como objetivo nivelar o conhecimento dos alunos sobre temas básicos e gerais, como matemática, história e o idioma falado (aqui no Brasil, o português).

No Canadá essas provas/vestibulares não são um requisito de entrada. Mas em outros países como EUA e Alemanha são bem importantes.

Fique atento: alguns colleges e universidades aceitam o ENEM como prova de admissão. Exemplo: New York University, Universidade de Lisboa e em algumas universidades do Reino Unido e França.

Checklist: o que fazer antes de sair do Brasil

Agora que você já sabe tudo que precisa para sua application, vamos separar as documentações e deixar tudo nos “trinques” pra sua viagem?

Pra não perder essa lista que fizemos, você pode salvar a página em seus favoritos. Inclusive, fica a dica: faça uma pasta nos favoritos do navegador (Google, por exemplo) com tudo que você achar importante pra sua viagem.

6. Passaporte e visto

Pode parecer óbvio, mas é sempre bom lembrar: seu passaporte precisa estar atualizado para viajar. Então corre para conferir se ele ainda está na data de validade.

Organize-se para tirar seu visto com antecedência, assim sua viagem não será comprometida por essas documentações.

7. Seguro viagem

A pergunta mais comum que recebemos é: vale a pena fazer o seguro viagem? E sim, o seguro é essencial.

Sejam amenidades como gastos com atrasos de voos até questões de saúde, um bom seguro viagem irá cobrir qualquer imprevisto que possa surgir.

E apesar do gasto “extra”, será uma dor de cabeça a menos no futuro. Principalmente se o país de destino não oferecer acesso gratuito aos serviços de saúde, como é o caso dos EUA e algumas províncias do Canadá.

8. Como levar dinheiro para o exterior?

Existem 4 formas principais de levar dinheiro na sua viagem: em cash (dinheiro vivo), cartão de crédito e débito, cartão pré-pago e remessa para o exterior.

Pra entender melhor como cada um funciona e seus prós e contras, dá uma olhada nesse post aqui.

9. Confirmar estadia

Não dá pra viajar pra outro país sem saber onde vai dormir, né?

Caso não tenha familiares ou amigos em seu destino, você pode procurar um lugar para ficar em plataformas como Booking e Airbnb, que contam com bons preços e opções diversas. Você pode alugar desde um quarto de hotel até um apartamento privado.

10. Certificado de vacinação

Apesar de ter ficado mais popular agora, durante pandemia, muitos países já pediam o cartão de vacinação para seus viajantes e imigrantes.

Confira no site oficial do país se alguma vacina é solicitada e já corre no postinho mais próximo. No caso do certificado da vacina da COVID-19, você pode tirar aqui.

Bônus: conheça o país de destino e a cultura da instituição onde vai estudar

Conhecer a cultura do local onde você vai ficar vai te salvar de muitas vergonhas e ainda te deixar mais apaixonado pelo lugar!

Tire um tempo para pesquisar sobre o clima, cultura, alimentação, hábitos, lugares para conhecer, gírias e expressões mais usadas. Tudo isso vai te preparar para sua imersão, além de ser super divertido, né?

Vai viajar? Se liga nesses posts que separamos pra você:

Custo de vida na Espanha em 2021: economize enquanto estuda no país

British Columbia: tudo sobre salário, imigração e as cidades

Custo de vida em Orlando: more na cidade dos sonhos

Curtiu o conteúdo? Fica mais um pouco e não deixe de conferir nossas redes sociais para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.
Categories
Estude e trabalhe no exterior Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio Vistos e documentações

Estudar fora do Brasil: passo a passo pra graduação no exterior

O primeiro passo pra estudar fora é o planejamento. Entenda quais as documentações necessárias, melhores instituições e como se planejar pra realizar esse sonho nesta postagem.

Você pode conferir nesta postagem:

  • Como estudar fora: planejamento para estudar no exterior
  • Como fazer graduação fora do Brasil
  • Application: passo a passo da sua inscrição

Como estudar fora: planejamento para estudar no exterior

Estudar no exterior é uma missão mais simples do que pode parecer. E com planejamento e paciência seu sonho pode ser realizado mais rápido do que imagina.

O primeiro passo é o planejamento. Para isso, separamos algumas perguntas para te auxiliar na preparação:

  1. Por que você quer estudar no exterior? Quais suas maiores motivações?
  2. Qual seu perfil acadêmico? Analise seu desempenho escolar e suas preferências. Talvez a universidade que você procura seja menos ou mais conservadora, com foco em artes ou ciência.
  3. Em qual idioma você pretende estudar? Você tem o nível de conhecimento adequado para estudar nesse idioma?
  4. Qual seu orçamento? Quais cursos e instituições estão dentro do seu orçamento? Ter em mente o custo de vida dos destinos também é importante.
  5. O que é importante para você? Você tem preferência de clima ou hábitos alimentares? Faça sua pesquisa sobre seus destinos preferidos e elimine aqueles que não fazem sentido.

Melhores cidades dos EUA: 5 locais pra morar durante seu intercâmbio

Como fazer graduação fora do Brasil

Existem vários caminhos para estudar no exterior, hoje vamos apresentar os três caminhos mais comuns para conseguir seu diploma em uma universidade ou college fora do país.

Pathway Program

Se você sonha em fazer um curso superior em países como Canadá, Estados Unidos e Austrália mas não tem um bom domínio da língua inglesa, o “Caminho para a Universidade” é o programa ideal para você.

Pathway no Canadá: curso que facilita a entrada em universidades no exterior

O Pathway é um curso de inglês desenvolvido para preparar estrangeiros que desejam ser aceitos em instituições de ensino superior. Escolas como a ILAC são atestadas pelos Colleges e Universidades locais e promovem aulas para quem sonha em estudar no exterior.

E funciona assim: você faz um intercâmbio para aprimorar seu inglês, e quando atingir o nível necessário para a instituição que escolheu é só mostrar a certificação do Pathway! Nada de estresse com provas de proficiência, bom demais, hã?!

Grau de Associado (Associate Degree)

O Diploma de Associado é apenas mais um caminho para estudar no exterior. Com uma duração mais curta que um bacharelado, essa formação busca desenvolver seus conhecimentos técnicos, focando em habilidades práticas para te inserir no mercado de trabalho – bem parecido com o que chamamos de curso técnico aqui no Brasil.

É possível conseguir um Associate Deegre em países como EUA, Canadá, Austrália e Holanda. No Reino Unido é conhecido como Foundation Degree (diploma de base).

O diploma de associado é um bom caminho para se preparar para seu diploma de bacharel ou para ingressar rápido no mercado de trabalho. As mensalidades dessa modalidade também são mais baixas e os processos seletivos menos competitivos pra estudar no exterior.

SISU 2022: use sua nota do ENEM para estudar fora do Brasil

Bacharelados e pós fora do Brasil

Para quem deseja fazer bacharelado ou pós no exterior as possibilidades são infinitas.

Caso você queira cursar apenas uma parte da graduação no exterior, por exemplo, existem programas de intercâmbios internos – sua instituição de ensino fará a ponte entre você e a instituição no exterior.

No caso de uma pós-graduação o processo é mais “competitivo”, contando com cinco etapas de documentos: histórico escolar ou currículo, prova de proficiência no idioma, provas como GMAT, personal statement e a entrega/análise das cartas de recomendação. Os programas podem pedir um plano de pesquisa dos alunos, além de entrevistas.

Estudar na Europa: conheça as 5 melhores universidades da Inglaterra

Application: passo a passo da sua inscrição

Quando tiver em mente o que você quer e precisa para estudar no exterior, é hora de fazer uma lista com instituições e cursos. Se possível, prepare uma lista ou planilha com as informações principais.

As próprias instituições liberam todas as etapas e documentações da application. Anote tudo e crie um plano – você vai precisar de um tempo para preparar suas documentações e estudar.

Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Separe as documentações

Nos processos de inscrição do Reino Unido, Canadá e EUA as documentações que costumam ser pedidas são:

  • Histórico Escolar
  • ENEM (algumas universidades exigem, outras deixam como opcional – para ser usado no lugar de testes como SAT)
  • Certificado de conclusão do Ensino Médio
  • Certificado de proficiência
  • Cartas de recomendação (de seus professores, orientadores ou/e chefes, colegas de trabalho)
  • Currículo (histórico profissional, atividades extracurriculares e prêmios)
  • Personal Statement

O tempo médio de preparação das documentações e realização de provas é de pelo menos 3 meses.

Ao longo do processo de application (e organização) você pode contar com a ajuda de consultorias e assessorias – que vão te direcionar durante todo o percurso e resolver burocracias.

Estude para as provas

Prepare seu idioma para as provas de proficiência e estude para sua essay – e provas de entrada da instituição que deseja estudar.

Graduação no Exterior: conheça 4 exames de proficiência em inglês

Uma boa forma de começar a estudar é fazendo simulados das provas – assim você já consegue perceber melhor seus pontos fracos e dar um foco maior a eles.

Muitos simulados e planos de estudo para essas provas estão disponíveis no Google, de graça!

Você também pode gostar:

Por que estudar na Alemanha: 5 motivos que fazem o país tão incrível

Como estudar na Austrália em 2022

Estudar inglês em Malta: tudo sobre seu intercâmbio no país

Curtiu o conteúdo? Fica mais um pouco e não deixe de conferir nossas redes sociais para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.
Categories
Dreamers pelo mundo Tudo sobre intercâmbio

Como funciona o Intercâmbio: tudo que você precisa saber pra se planejar

Fala, Dreamer! A gente sabe que viajar e morar em outros países é o sonho da maioria dos brasileiros e hoje trouxemos todas as informações sobre como funciona o intercâmbio que você precisa saber antes de dar o primeiro passo para viver o seu!

O que você verá nessa postagem:

  • O que é intercâmbio?
  • Como funciona o intercâmbio?
  • Como fazer um intercâmbio?
  • Quais os tipos de intercâmbio e quem pode fazer?
  • Quanto custa fazer um intercâmbio?

O que é intercâmbio?

Pessoas de diferentes países segurando suas bandeiras - Como funciona o intercâmbio?

O intercâmbio é uma prática que se iniciou no século XIX, na Europa, com o objetivo de ampliar a visão de mundo e tornar mais independentes os jovens da época. De lá pra cá, ele vem se moldando a diferentes realidades e sonhos.

Entendemos que o intercâmbio é uma chave que abre portas para novos mundos: empregos melhores dentro e fora do Brasil; aprendizados mil com pessoas do mundo inteiro; e habilidades que apenas um intercâmbista conseguiria desenvolver. Sabe aquele primo que fez um intercâmbio e voltou de viagem mais aberto, maduro, cheio de história pra contar? Não é à toa, viu!? Pode confiar e continuar lendo que hoje nós vamos tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto e te ajudar a se planejar.

Viajar sozinha: 5 melhores destinos ao redor do mundo

Como funciona o intercâmbio?

Tudo vai depender dos seus objetivos. A ideia principal é que exija uma troca cultural. Seja um intercâmbio de trabalho, estudos ou férias, você voltará pra casa com a mala cheia de memórias e aprendizados únicos.

Mas, pra matar a curiosidade, um passo a passo bem padrão para um intercâmbio educacional seria:

Estudante se matricula em curso no exterior através de uma agência no Brasil.

No dia da viagem, o estudante poderá ser recepcionado no destino por host family ou transfer.

Em um período do dia, o aluno irá estudar em turmas com alunos do mundo todo.

Nos horários em que não tem aula, o aluno é livre para conhecer a cidade em que está alocado; muitas escolas oferecem uma programação de atividades (com viagens, passeios e festas). É no curso e nos períodos livres do aluno que a magia acontece.

Ao fim do curso, o aluno recebe um certificado com suas notas e volta ao Brasil, sendo recepcionado por sua família no aeroporto.

Como fazer um intercâmbio?

Uma viagem requer planejamento prévio. O mesmo acontece com o intercâmbio. Então, antes de tudo, você precisa decidir algumas coisas básicas:

1. Qual o objetivo do intercâmbio? 
Você pretende viajar apenas para conhecer o lugar ou quer estudar o idioma? Talvez você queira se profissionalizar ou fazer um curso superior. Pode ser difícil de escolher, mas com um tempinho tudo vai ficando mais claro, pode confiar!

2. Para quais países você quer ir? 
Aqui é hora de relembrar aqueles sonhos de infância e as aulas de história. Qual país faz seu coração bater mais forte? Malta, na Europa? Nova Zelândia e suas belíssimas paisagens na Oceania? Ah, e não pode deixar de pesquisar sobre a cultura, clima e geografia local, ok?

3. Você vai fazer o intercâmbio sozinho ou com auxílio de uma agência?
Para realizar um intercâmbio, assim como viagens, é importante organizar toda a documentação, orçamentos, compra da moeda estrangeira, seguros viagem, moradia e, muitas vezes, a questão do curso de idiomas. Tudo isso é possível de realizar, porém, contratando uma agência você irá “terceirizar” todas essas preocupações, além da garantia e segurança proporcionada por empresas confiáveis. Falamos um pouco sobre isso em nosso canal do YouTube.

4. Como está a situação da COVID no país de destino?
É importante estar sempre em contato com notícias de abertura e fechamento das fronteiras. Mas, não precisa se preocupar! Com as vacinas em dia e seguindo os protocolos de segurança, você vai estar protegido em qualquer lugar do mundo.

Depois que tiver respondido às perguntas acima você estará mais do que pronto para iniciar seu processo de intercâmbio: entrando em contato com uma agência ou sozinho.

Curtindo o conteúdo? Então leia mais:

Intercâmbio ou curso de inglês: como atingir a fluência mais rápido
Visto Americano: tudo que você precisa saber para entrar nos EUA

Como funciona o intercâmbio: Quais tipos e quem pode fazer?

Existem diversos tipos de intercâmbio, cada um voltado para um público diferente. Mas não se engane, independente da idade ou condições financeiras, você irá encontrar um que se encaixa perfeitamente nos seus planos, bora dar uma olhada?

Intercâmbio de idiomas

O preferidinho dos brasileiros, permite curtir o país de destino e ainda desenvolver suas habilidades no idioma falado.

Qualquer pessoa a partir dos 16 anos pode participar, sem limite de idade. As turmas são niveladas de acordo com conhecimento e perfil, ou seja: se você só sabe o básico não precisa se preocupar que as aulas são pra isso mesmo. As turmas estão sempre sendo niveladas, assim todo mundo aprende o que precisa. Ah, sem deixar de lado a troca cultural intensa: você estuda com estrangeiros do mundo todo. Dá pra imaginar?!

Estudar na Austrália: conheça as 3 melhores escolas de inglês pra você
Pathway no Canadá: curso que facilita a entrada em universidades no exterior

Intercâmbios Missionários e Voluntários

O intercâmbio voluntário e o missionário são bem parecidos entre si. Normalmente são gratuitos ou com custos mínimos, e as acomodações ficam por conta da organização. Ambos tem como objetivo ajudar uma comunidade, seja ensinando jovens e crianças, na cozinha, etc. Você doa seu tempo e em troca recebe experiências culturais ricas.

A grande diferença é que o intercâmbio missionário é guiado pela religião, independente de qual seja. No voluntário você guiado pela ideia, o objetivo.

High School / Ensino Médio: Como funciona o intercâmbio?

Diferente dos outros intercâmbios, esse é restrito a adolescentes que estejam cursando o ensino médio e tenham entre 14 e 18 anos (podendo variar dependendo do país-destino).

De resto, o nome é autoexplicativo: o aluno cursa o ensino médio em uma escola local normalmente, o que proporciona uma imersão completa do jovem. É interessante também já estar com um nível intermediário no idioma – mas, ei! se esse não for o caso, existem cursos no próprio local de destino que podem servir como um reforço. 

Como funciona o intercâmbio em família?

Cada vez mais procurado, o intercâmbio em família é o momento perfeito para aprofundar laços e criar memórias com seus filhos. Nesse formato, toda a família tem a oportunidade de aprender/se aprofundar no idioma e na cultura local, com a possibilidade de atividades extras como acampamentos, passeios a ponto turísticos e até viagens a cidades próximas.

Desse jeito estudar fica ainda mais divertido, né não? O intercâmbio em família também é um ótimo “treino” para futuros intercâmbios, onde os pais não participam – como o de High School.

Winter e Summer Camps

Intercâmbios de férias de verão ou inverno permitem a realização de atividades voltadas para o entretenimento como viagens, acampamentos, trilhas e esportes – tudo isso enquanto você aprende uma nova língua.

O público alvo desse formato de intercâmbio são adolescentes e famílias, por não interferir na rotina de aulas e trabalho no Brasil. Já imaginou você aproveitando o inverno do Canadá (com neve e tudo!) ou as belas ilhas de Malta?

Você pode gostar de conferir:
Tudo sobre Winter Camp no Canadá

Intercâmbio profissionalizante e vocacional

Já pensou em você morando em outro país enquanto aprende uma nova profissão? É isso que os cursos profissionalizantes e vocacionais te proporcionam. Você fica pronto para atuar no mercado de trabalho local enquanto vive as melhores experiências de sua vida! Falamos um pouco mais a fundo nesse outro post do blog.

Graduação e Pós-graduação no exterior

Pensa só: você, morando em outro país e recebendo a melhor educação do mundo! Pois é, parece historinha de conto de fadas, mas é super possível.

Diversos “colleges”, públicos e particulares, abrem suas vagas todos os anos para estudantes do mundo inteiro, e você pode ser parte disso. E de bônus você ainda pode trabalhar meio período, além da facilidade ao final da graduação de conseguir um visto de residente no país.

Quanto custa fazer um intercâmbio?

Um intercâmbio, independente do formato, é um investimento na vida de qualquer pessoa. Além das habilidades desenvolvidas e da possibilidade de interagir com pessoas do mundo todo e aprender novas culturas e idiomas, o intercâmbio pode mudar um currículo de patamar.

Intercambistas são conhecidos por estarem mais preparados e abertos a novas experiências, e quem não iria querer alguém assim em sua empresa?

Pra você ter uma ideia de orçamento e já poder ir se organizando financeiramente, fizemos uma média de valores:

Formato do IntercâmbioDuraçãoValor médio
Intercâmbio de idiomas2 – 12 semanas4.500,00 – 15.000,00
Idiomas (estudo e trabalho)16 – 25 semanas14.000,00
College Privado (estudo e trabalho)8 meses – 2 anos5.000,00 – 12.000,00 (dólares)
College Público (estudo e trabalho)1 – 2 anos6.000 – 9.000 (dólares)
Tabela de preços médio de intercâmbio. Valores podem variar de acordo com destino e formato do intercâmbio, incluindo moeda de pagamento.

Vale a pena lembrar: esses são valores mais gerais, baseados nos destinos mais buscados por brasileiros. Na Dreams, esses valores também podem incluir além do curso, material e exame de proficiência e suporte durante todo o intercâmbio; a estadia e o seguro.

Você também pode se interessar:
Intercâmbio nos Estados Unidos: conquiste o sonho americano
Por que eu deveria estudar na Nova Zelândia?
Mala do intercâmbio: o que levar?


Curtiu o conteúdo? Fica mais um pouco e não deixe de conferir nossas redes sociais para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.


Categories
Estados Unidos Estude e trabalhe no exterior Tudo sobre intercâmbio

Intercâmbio para os Estados Unidos: descubra como estudar no país

Ícones Dreams Intercâmbios

Fala, Dreamer! O intercâmbio nos Estados Unidos é uma das melhores experiências que você pode ter na vida. Por isso, preparamos um post completo sobre como é o intercâmbio nos Estados Unidos e o que você tem a ganhar com ele.

Os tipos de intercâmbio nos Estados Unidos

Para fazer um intercâmbio, primeiramente, você precisa saber qual tipo se adequa a sua realidade atual e também aos seus objetivos do futuro. Além disso, escolher o seu tipo de intercâmbio determina quais caminhos e decisões você terá que tomar para ter uma vida mais tranquila na terra do Tio Sam.

Idioma

O intercâmbio de idioma é indicado para aquelas pessoas que buscam aprender inglês ao mesmo tempo que podem desfrutar do que os EUA tenha de melhor para oferecer como um dos maiores países da Américas.

Um dos maiores benefícios desse tipo de intercâmbio é a sua praticidade ele se propõe, já que você quer aprender inglês, em um país que fala inglês, com costumes diferentes e cultura cotidiana diferente da nossa aqui no Brasil, aproveitando o entretenimento e também os seus pontos turísticos.

Community College

O college é o tipo de instituição de ensino que mais tem crescido entre os intercâmbistas de todo o mundo, pelo simples fato de que ele nos EUA equivale a um ensino técnico aqui no Brasil. Com um curso técnico, o estudante consegue “colocar a mão na massa” ao mesmo tempo que já consegue se inserir no mercado de trabalho.

Os colleges nos Estados Unidos duram até 2 anos e costumam ser a porta de entrada para estudantes que desejam imigrar para os Estados Unidos, sendo uma ótima escolha para quem deseja ingressar no mercado de trabalho de forma direta, pois logo depois, você pode ingressar na universidade, diminuindo muito o preço que será pago a longo prazo.

Universidade

As universidades são a “menina dos olhos” dos Estados Unidos. Responsáveis pelas graduações, mestrados, doutorados e projetos de pesquisa, que fazem dos Estados Unidos uma grande potência educacional, o que resulta em um país cada vez mais desenvolvido por meio da educação.

Os Estados Unidos tem as melhores universidades do mundo. E se você quiser ver com seus próprios olhos, confira esta postagem sobre a Ivy League.

Já pensou em ter um diploma credenciado por uma universidade de um dos melhores países do mundo? O seu eu do futuro já está agradecendo por ser um profissional muito bem sucedido.

Intercâmbio nos Estados Unidos: Universidade de Cambridge

Os benefícios de um intercâmbio nos Estados Unidos

Conhecer os EUA é o sonho de muita gente que cresceu assistindo filmes e séries que retratam a vida no país, mas fazer um intercâmbio nos Estados Unidos, além de permitir que você viva a experiência dessas produções, traz benefícios que você com certeza não deve deixar de lado. Confira abaixo:

Qualidade de vida

A qualidade de vida é um fator super importante, que nós, aqui na Dreams, gostamos de destacar para todo mundo que tem o sonho de estudar em um país desenvolvido. Com uma qualidade de vida melhor, você terá acesso a segurança, saúde, educação, transporte e muitos outros itens de extrema importância.

O seu currículo no topo

O mundo todo reconhece os Estados Unidos como um país que é referência em diversos setores, sendo alguns deles a educação e o desenvolvimento das suas indústrias e mercado de trabalho. Caso o seu plano seja se graduar, trabalhar para reunir uma boa renda e voltar para o Brasil ou morar em algum outro país ao redor do mundo, a sua vida profissional será muito mais fácil com um diploma americano.

Viva o sonho americano

Como citamos acima, tudo aquilo que você sempre viu nas grandes telas ou na sua TV, pode ser vivido por você na terra do Tio Sam, basta que você tome a primeira decisão importante: fazer um intercâmbio nos Estados Unidos.

Lá você pode fazer parte do sistema de ensino ao mesmo tempo que troca experiências com os alunos nativos, além de conhecer alunos de outras partes do mundo, que também estarão na mesma condição que você, um aluno estrangeiro que busca crescer profissionalmente dentro dos EUA.

Você estará em contato com as maiores empresas do mundo

Independente da cidade em que você more no Brasil, o comércio regional ou até mesmo os shoppings podem não oferecer tudo aquilo que você precisa.

Nos Estados Unidos, as redes de alimentação e varejo estão presentes em cada esquina, com serviços de delivery para atender a alta demanda populacional. Empresas como a própria Amazon, costumam fazer entregas de qualquer produto em menos de 12 horas.

Então, se você tiver algum desejo, basta pegar o celular e tudo estará na palma da sua mão, com uma entrega sem demoras e com grande variedade de produtos.

Por que fazer um intercâmbio nos Estados Unidos?

Para ter uma vida fora do Brasil, não basta apenas comprar a passagem, pois existem políticas rígidas para cada país e como ele lida com cada pessoa que deseja se tornar um habitante. Um visto de turista pode fazer com que você coloque os pés nos Estados Unidos, mas além de não permitir certos benefícios, expira a validade antes mesmo de você começar a se divertir no país.

O melhor caminho é por meio do visto de estudante, mostrando que você deseja se tornar um cidadão que visa a evolução acadêmica e também profissional. Um estudante que pode investir na economia estadunidense e se tornar um cidadão muito rentável no futuro. 

Você também pode gostar:

SISU 2022: use sua nota do ENEM para estudar fora do Brasil

Estudar fora: checklist com 10 itens para estar em dia antes de estudar no exterior

Nova York: 11 lugares que você precisa conhecer no seu intercâmbio

Curtiu o conteúdo? Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Austrália Estude e trabalhe no exterior Tudo sobre intercâmbio

Como trabalhar na Austrália em 2022: profissões em alta no país

Fala, galera! Trabalhar na Austrália é o sonho de quem deseja imigrar para o maior país da Oceania. Por isso, vamos te mostrar o melhor caminho para se destacar no mercado de trabalho australiano. Bora conferir?

Você verá nesta postagem:

  • Profissões em alta demanda na Austrália
  • O salário mínimo na Austrália
  • Como se destacar no mercado de trabalho australiano

Profissões em alta demanda na Austrália

As fronteiras da Austrália foram abertas para estudantes e trabalhadores qualificados, e por isso, não existe hora melhor para começar a se planejar do que agora!

Confira: Imigrar para a Austrália em 2022: novas regras de entrada no país

O governo da Austrália divulgou em site oficial as profissões que estão em alta demanda em 2021 e que ainda não tiveram as suas vagas preenchidas pelo teto máximo permitido para estrangeiros. Confira abaixo algumas delas:

Descrição da vaga/área
Gerentes de construção
Gerente de engenharia
Gerente de creche
Gestores de serviços de saúde e bem-estar
Outros gestores especialistas
Atores, dançarinos e outros profissionais do entretenimento
Profissionais da música
Diretores artísticos e produtores de mídia
Contadores
Auditores, secretários de empresa e tesoureiros corporativos
Atuários, matemáticos e estatísticos
Economistas
Economistas e avaliadores de terras
Consultor de gerenciamento
Arquitetos e arquitetos paisagistas
Cartógrafos e agrimensores
Engenheiros Químicos e de Materiais
Profissionais de Engenharia Civil
Engenheiros Elétricos
Engenheiros eletrônicos
Engenheiros industriais, mecânicos e de produção
Engenheiros de mineração
Outros profissionais de engenharia

São muitas vagas em diversas áreas e caso você queira conferir todas as elas, basta clicar neste link e ter acesso a toda a lista disponibilizada pelo governo australiano.

Trabalhar na Austrália é uma realidade possível
A casa da Ópera de Sidney

O mercado de trabalho australiano continua em pleno funcionamento.

Ser um estrangeiro na Austrália significa que você terá que ir em busca dos seus objetivos com maior vontade, pois além de ter um bom nível de inglês, é importante que você aprimore as suas “Skils”, pois o governo australiano valoriza os profissionais que são experts no que fazem. Assim, basta manter o seu currículo atualizado e as suas habilidades afiadas para que as suas chances sejam ainda maiores no mercado de trabalho.

O salário mínimo na Austrália

O salário mínimo da Austrália é ótimo para o poder de compra

O salário mínimo australiano se encontra no valor de A$ 19,84 por hora, o que em caso de 8 horas de trabalho diárias, você poderá adquirir em uma semana A$ 793,60, o que em reais equivale a R$ 3327,23 atualmente. Uma diferença enorme, né? Por isso muitas pessoas sonham com a vida na Austrália, que além de ter um ótimo salário, disponibiliza uma ótima qualidade de vida.

E não só isso, o poder de compra no país também é muito alto, segundo plataformas especializadas e que monitoram o custo de vida em diversos setores básicos da sociedade.

Sendo assim, o salário que você conseguir em um mês não será jogado fora apenas no pagamento de contas, mas também será possível investir em outras coisas do seu interesse como a compra de produtos ou lazer no país.

Como se destacar no mercado de trabalho australiano

Estudante fazendo anotações
Estudar é o melhor caminho para conseguir trabalho em outros países

Existe uma certa dificuldade de ingresso no mercado de trabalho australiano, já que os recrutadores geralmente procuram pessoas que tenham uma certa “experiência australiana”, fazendo com que o seu currículo muito valioso aqui no Brasil, não tenha tanta validade na Austrália, pois para eles é muito importante que você demonstre uma certa experiência com a cultura do país.

Assim, uma ótima alternativa acaba sendo o visto de estudante. Com um visto de estudante você consegue ingressar no país, conseguir um diploma australiano e ainda arrumar um emprego de meio-período na Austrália, o que facilitará a sua contratação tanto para meio-expediente, quanto para o futuro como um empregado já contratado para a sua área de interesse.

Enquanto estuda na Austrália você terá direito a trabalhar 20 horas semanais durante o período de aulas, ficando livre para trabalhar quantas horas quiser em seu período de férias. Legal, né?

Chegando até aqui eu aposto que você se interessou por trabalhar na Austrália, melhor ainda se quiser estudar no país para seguir o caminho dos seus sonhos.

Postagens que podem te interessar:
Custo de vida na Austrália em 2022: compare as principais cidades
Intercâmbio ou curso de inglês: como atingir a fluência mais rápido | Prós e Contras
Estudar na Austrália: conheça as 3 melhores escolas de inglês pra você

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Canadá HighSchool

Ensino médio no Canadá: uma excelente alternativa para o seu high school!

Ícones Dreams Intercâmbios

Fala, Dreamer! O sistema de ensino médio no Canadá é altamente respeitado internacionalmente e oferece uma série de vantagens para estudantes internacionais que optam por fazer um programa de high school no país.

Neste post, a gente te explica como funciona o ensino médio no Canadá e as razões pelas quais você pode ter uma vantagem ao escolher cursar high school no exterior!

Ensino médio no Canadá

Fachada de uma escola de ensino médio no Canadá no inverno, com neve

O ensino médio no Canadá oferece uma experiência educacional completa e enriquecedora para estudantes internacionais. A duração do programa varia entre quatro e cinco anos. O início costuma ser entre setembro e fevereiro, dependendo da província. As aulas geralmente acontecem de segunda a sexta-feira, em horário integral, com diversas turmas pequenas e personalizadas pelo próprio estudante.

O currículo do high school no Canadá é estruturado em disciplinas obrigatórias e eletivas. As disciplinas obrigatórias, como matemática, inglês, ciências e história, garantem uma base sólida de conhecimento para todos os alunos. Já as disciplinas eletivas, abrangendo áreas como artes, culinária, psicologia, tecnologia e idiomas, permitem que os estudantes explorem seus interesses e aptidões. Já deu pra perceber que é uma experiência única e personalizada, né?

O sistema de ensino médio no Canadá é baseado em créditos, que os alunos acumulam ao longo do curso. Cada disciplina possui um valor específico em créditos, e para se graduar, é necessário atingir um número mínimo total.

As escolas canadenses oferecem uma ampla variedade de atividades extracurriculares, proporcionando aos alunos oportunidades de se envolverem com seus interesses, desenvolverem novas habilidades e fazerem novos amigos. As opções incluem esportes, clubes, grupos de estudo, voluntariado e programas de artes e música.

Por que fazer high school no Canadá?

Sala de aula de high school no Canadá

O Canadá é conhecido por sua diversidade cultural e inclusão, tornando-o um ambiente acolhedor para estudantes internacionais. Lá, os alunos têm a oportunidade de interagir com colegas de diferentes origens étnicas, culturais e religiosas, enriquecendo assim sua experiência educacional e promovendo a compreensão intercultural.

As escolas do Canadá são conhecidas por oferecer uma educação de alta qualidade, com currículos rigorosos e professores bem qualificados. Os alunos internacionais têm acesso a diversos recursos, incluindo laboratórios modernos, bibliotecas e tecnologia de última geração.

O Canadá é frequentemente classificado como um dos países mais seguros e pacíficos do mundo. As escolas canadenses priorizam o bem-estar dos alunos e oferecem um ambiente de aprendizado seguro e acolhedor. Os estudantes internacionais podem desfrutar de uma sensação de segurança e tranquilidade enquanto prosseguem seus estudos no país.

Fazer um programa de high school no Canadá pode abrir portas para futuras oportunidades de carreira e educação. O sistema educacional canadense é altamente valorizado pelos empregadores e instituições de ensino superior em todo o mundo. Os alunos internacionais que se formam no ensino médio no Canadá têm uma vantagem competitiva no mercado de trabalho global e acesso a algumas das melhores universidades do mundo.

Curtindo o conteúdo? Então leia mais:

Pré-requisitos para fazer ensino médio no Canadá

Pátio da Medicine Hat High School no Canadá

Para estudantes brasileiros que desejam fazer um intercâmbio no ensino médio no Canadá, existem alguns pré-requisitos importantes a serem considerados. Neste texto, vamos explorar os principais requisitos e documentos necessários para garantir uma experiência de intercâmbio bem-sucedida no Canadá.

Idade e Escolaridade

O primeiro pré-requisito é ter entre 14 e 18 anos de idade e estar cursando o ensino médio no Brasil. A maioria dos programas de intercâmbio no ensino médio no Canadá aceita estudantes nessa faixa etária.

Proficiência em Inglês

Para estudar no ensino médio no Canadá, é necessário ter um nível intermediário ou avançado de inglês. Alguns programas podem exigir a realização de testes de proficiência, como o TOEFL ou o IELTS.

Documentos necessários para fazer ensino médio no Canadá

Além da documentação pessoal, como passaporte válido, os estudantes brasileiros precisam apresentar os seguintes documentos:

  • Histórico escolar atualizado do ensino médio no Brasil
  • Carta de motivação explicando os motivos para fazer o intercâmbio
  • Comprovante de renda familiar ou declaração de imposto de renda
  • Certificado de proficiência em inglês, se aplicável
  • Formulários de inscrição preenchidos corretamente

Visto de Estudante

Para estudar no Canadá, é necessário obter um visto de estudante. O processo de solicitação do visto deve ser iniciado assim que a vaga no programa de intercâmbio for confirmada. É importante seguir as instruções fornecidas pela agência de intercâmbio ou pela escola canadense.

Seguro de Saúde

Antes de viajar para o Canadá, é essencial adquirir um seguro de saúde internacional que cubra eventuais despesas médicas durante o período de intercâmbio.

Planejamento financeiro

Estudar no Canadá envolve custos, como taxas de inscrição, hospedagem, alimentação e transporte. É importante planejar o orçamento com antecedência e garantir que os recursos financeiros necessários estejam disponíveis.

Ao cumprir esses pré-requisitos e reunir a documentação necessária, os estudantes brasileiros estarão bem preparados para embarcar em uma experiência de intercâmbio emocionante e enriquecedora no ensino médio no Canadá.

Onde fazer high school no Canadá?

Os destinos mais procurados no Canadá para fazer high school incluem:

  • Toronto, Ontário: A cidade mais populosa do país, oferece uma ampla variedade de escolas de alta qualidade e uma experiência urbana completa.
  • Vancouver, Colúmbia Britânica: Conhecida por sua beleza natural e clima ameno, Vancouver é um destino atraente para estudantes internacionais que desejam estudar em um ambiente seguro e multicultural.
  • Montreal, Quebec: A cidade bilíngue (francês e inglês) é um ótimo lugar para aprimorar habilidades linguísticas e experimentar a cultura francesa na América do Norte.
  • Calgary, Alberta: Localizada próxima às Montanhas Rochosas, Calgary oferece uma combinação única de vida urbana e natureza, com excelentes opções educacionais.
  • Ottawa, Ontário: A capital do país, Ottawa, é uma cidade segura e limpa, com uma forte presença internacional e diversas oportunidades de intercâmbio cultural.

Essas cidades se destacam por oferecer uma educação de alta qualidade, segurança, diversidade cultural e oportunidades de aprimorar o inglês, atraindo muitos estudantes brasileiros que desejam fazer high school no Canadá.

Saiba mais: Faça seu High School com a Dreams

Imagem do escritório da Dreams Intercâmbios

Você está pronto para dar o próximo passo em direção ao futuro acadêmico dos sonhos? Nossos especialistas em intercâmbio estão aqui para tornar sua jornada de estudo no High School americano uma realidade inesquecível. Não deixe essa oportunidade única passar!

Não espere mais para viver a experiência de uma vida e expandir seus horizontes acadêmicos e culturais. Um futuro brilhante te aguarda!

Clique no link abaixo e entre em contato conosco hoje mesmo para alcançar seus objetivos educacionais no Canadá. Nossa equipe experiente e dedicada está pronta para guiá-lo em cada etapa do processo, desde a seleção do programa até a sua chegada ao país.

Categories
Curiosidades Estados Unidos HighSchool

Ensino médio nos Estados Unidos: entenda o intercâmbio de High School!

Ícones Dreams Intercâmbios

Fala, Dreamer! O sistema de ensino médio nos Estados Unidos é único e oferece uma série de vantagens para estudantes internacionais que desejam fazer um programa de high school no país. Curioso pra viver uma experiência que nem a dos filmes no seu intercâmbio?

Os principais destinos escolhidos pelos brasileiros para intercâmbio de high school são Canadá, Estados Unidos, Austrália, Irlanda e Reino Unido.

Então, neste post, exploraremos como funciona o ensino médio nos EUA e as razões pelas quais isso pode ser benéfico para estudantes estrangeiros.

Ensino médio nos Estados Unidos

Alunos de ensino médio nos Estados Unidos assistindo a uma aula

O ensino médio nos Estados Unidos, conhecido como High School, difere do sistema brasileiro em diversos aspectos. No High School americano, o ensino médio dura 4 anos, sendo que o 9º ano já é considerado parte do ensino médio, ao contrário do Brasil, onde o ensino médio tem duração de 3 anos.

Cada ano do High School tem um nome específico: Freshman (9º ano), Sophomore (10º ano), Junior (11º ano) e Senior (12º ano). Uma característica marcante do High School é a flexibilidade curricular, com disciplinas obrigatórias e eletivas, permitindo aos alunos escolherem matérias alinhadas com seus interesses vocacionais, o que totaliza mais de 300 opções de disciplinas eletivas.

Além disso, o sistema educacional americano incentiva a participação em atividades extracurriculares, como esportes, artes e clubes estudantis, proporcionando aos estudantes uma formação mais abrangente e enriquecedora.

O calendário escolar nos EUA inclui um longo período de férias de verão, entre maio e julho, e o ano letivo geralmente inicia entre julho e setembro. Outro destaque é a ênfase no esporte, com atletas destacados tendo a oportunidade de obter bolsas de estudo.

Destinos mais procurados nos EUA para High School

Os destinos mais procurados nos Estados Unidos para fazer high school incluem:

  • Dallas, Texas: As escolas públicas são bem avaliadas, e oferecem uma educação de excelência e uma ótima infraestrutura.
  • Virginia: A Thomas Jefferson High School for Science and Technology é considerada uma das melhores escolas de High School nos EUA, oferecendo uma infraestrutura completa e segura para os alunos, aulas criativas e envolventes, e uma vasta equipe de professores capacitados.
  • Arizona: A Basis Scottsdale e a Basis Tucson são escolas que se destacam por sua qualidade de ensino e infraestrutura moderna.
  • Boston, Massachusetts: Conhecida por ser uma cidade universitária, Boston abriga algumas das maiores universidades do mundo como Harvard. É o destino ideal para quem quer a experiência e as vantagens de um curso profissionalizante no exterior.
  • Miami, Flórida: A cidade é o destino perfeito para os amantes de artes, design, moda e arquitetura que querem se especializar e melhorar o inglês de forma prática.
  • Nova York: A cidade que nunca dorme é a escolha certa para quem sonha em viver o estilo de vida agitado de uma das maiores metrópoles do mundo.

Esses destinos oferecem uma combinação de qualidade de ensino, infraestrutura moderna, oportunidades de liderança estudantil, e uma rede de apoio para estrangeiros que desejam aprimorar seus conhecimentos em escolas nos EUA.

Por que fazer Ensino Médio nos Estados Unidos?

Alunos de high school deixando a escola

Para estudantes internacionais, fazer um programa de High School nos Estados Unidos oferece diversas vantagens. A imersão na cultura americana proporciona um aprendizado acelerado do idioma, já que os estudantes estão constantemente em contato com a língua.

Além disso, a flexibilidade curricular e a variedade de disciplinas eletivas permitem aos estudantes explorar áreas de interesse específicas e se preparar para o ensino superior de forma mais personalizada.

O sistema educacional americano valoriza a participação dos estudantes em atividades extracurriculares, como esportes, artes e clubes estudantis, proporcionando uma formação mais completa e enriquecedora.

Frequentar o ensino médio nos Estados Unidos pode ser uma excelente preparação para a faculdade. Os estudantes internacionais têm a chance de se familiarizar com o sistema educacional americano, adquirir habilidades acadêmicas essenciais, como pensamento crítico e resolução de problemas, e se preparar para os rigores do ensino superior nos EUA.

Curtindo o conteúdo? Então leia mais:

Pré-requisitos para fazer ensino médio nos Estados Unidos

Alunos no gramado do campus do ensino médio nos Estados Unidos

Para estudar no High School americano como intercambista brasileiro, existem alguns pré-requisitos importantes a serem considerados. De acordo com as fontes fornecidas:

  1. Idade: Geralmente, os estudantes intercambistas devem ter entre 15 e 18 anos para participar do programa de High School nos Estados Unidos.
  2. Escolaridade: É necessário estar cursando o ensino médio nacional com bom aproveitamento escolar para ser elegível para o programa de ensino médio nos Estados Unidos, ou ter tido boas notas na conclusão do ensino fundamental para os que iniciarão o primeiro ano.
  3. Nível de Conhecimento de Inglês: É exigido um nível intermediário de conhecimento de inglês para garantir uma comunicação eficaz durante o período de estudos nos EUA.

Qual a diferença entre os vistos para Ensino Médio nos Estados Unidos?

As principais diferenças entre os programas de ensino médio nos Estados Unidos com vistos J-1 e F-1 são:

Visto J-1

  • As famílias hospedeiras são voluntárias e não recebem incentivo financeiro.
  • O estudante não pode escolher o local onde vai estudar.
  • Duração máxima de 1 ano letivo, sem possibilidade de prorrogação.
  • Não há garantia de participação em esportes e outras atividades extracurriculares.
  • Não oferece aulas de inglês para reforço.
  • Inscrições apenas com antecedência, com prazo mais curto.
  • Pode não oferecer diploma de High School.
  • Idade mínima de 15 anos.
  • Custo aproximado de US$6.000 por semestre.

Visto F-1

  • As famílias hospedeiras recebem ajuda financeira.
  • O estudante pode escolher o distrito escolar e até mesmo a escola específica.
  • Permite participação em esportes e outras atividades extracurriculares.
  • Oferece aulas de inglês para reforço e ajuda nos estudos.
  • Inscrições com prazo mais estendido.
  • Oferece certificado de diploma de High School.
  • Idade mínima de 14 anos.
  • Custo aproximado de US$20.000 por semestre.

Apesar das diferenças, ambos os programas proporcionam uma experiência enriquecedora de imersão na cultura americana através do convívio na escola, família e comunidade. A escolha dependerá das preferências e possibilidades financeiras de cada estudante e sua família.

Além disso, é fundamental estar ciente dos requisitos específicos de cada programa de intercâmbio e das agências responsáveis pela organização do High School nos Estados Unidos. Esses pré-requisitos visam garantir que os estudantes estejam preparados para aproveitar ao máximo a experiência de estudo no exterior e se adaptar com sucesso ao sistema educacional americano.

Saiba mais: Faça seu High School com a Dreams

Imagem do escritório da Dreams Intercâmbios

Você está pronto para dar o próximo passo em direção ao futuro acadêmico dos sonhos? Nossos especialistas em intercâmbio estão aqui para tornar sua jornada de estudo no High School americano uma realidade inesquecível. Não deixe essa oportunidade única passar!

Não espere mais para viver a experiência de uma vida e expandir seus horizontes acadêmicos e culturais. Um futuro brilhante te aguarda! Estamos ansiosos para fazer parte da sua jornada e sabemos que podemos realizar o seu sonho! 

Clique no link abaixo e entre em contato conosco hoje mesmo para alcançar seus objetivos educacionais nos Estados Unidos. Nossa equipe experiente e dedicada está pronta para guiá-lo em cada etapa do processo, desde a seleção do programa até a sua chegada ao país.

Categories
Estude e trabalhe no exterior Irlanda Universidades

Bray, Irlanda: charme e conforto para seu intercâmbio na Europa

Ícones Dreams Intercâmbios

Fala, Dreamer! Preocupado com a escassez de acomodações ou alto custo de vida em Dublin, ou mesmo em outras cidades próximas para seu intercâmbio na Irlanda? Neste texto vamos te apresentar uma excelente opção para viver a cerca de 30 minutos de Dublin com conforto e desfrutando de belas vistas em Bray, Irlanda.

A proximidade com Dublin torna Bray uma opção atraente para estudantes e profissionais que desejam aproveitar as oportunidades da capital irlandesa sem abrir mão da qualidade de vida de uma cidade menor. Com um trajeto de trem rápido e frequente, é possível conciliar estudos ou trabalho em Dublin com a tranquilidade de morar em Bray.

Confira o que preparamos para você no texto a seguir:

  • Conheça a cidade de Bray, Irlanda
  • A história de Bray
  • O clima em Bray, Irlanda
  • Saiba mais: Lugares para visitar em Bray

Conheça a cidade de Bray, Irlanda

Com uma população acolhedora e uma atmosfera descontraída, Bray é o local ideal para quem busca uma vida tranquila perto da agitação de uma grande cidade. A apenas 20 quilômetros ao sul de Dublin, esta charmosa cidade costeira oferece fácil acesso à capital por meio de uma rápida viagem de trem.

Localizada nas margens do mar do país, Bray, Irlanda, é um destino encantador que oferece uma mistura única de história, cultura e paisagens deslumbrantes. Se você está pensando em explorar a Irlanda, não pode deixar de incluir Bray em seu itinerário. Além disso, a proximidade com Dublin torna esta cidade uma excelente opção para quem deseja estudar ou trabalhar na capital irlandesa enquanto desfruta da tranquilidade e beleza de Bray.

A história de Bray

Imagem histórica da orla de Bray em preto-e-branco.

A história de Bray remonta à época medieval, quando foi de uma pequena vila de pescadores a um importante porto comercial. No século XIX, a cidade se tornou um popular destino turístico, atraindo visitantes de toda a Europa com suas belas praias, paisagens montanhosas e clima ameno. Ao longo dos anos, se desenvolveu em uma cidade cosmopolita, preservando seu charme histórico e sua beleza natural.

A chegada da Ferrovia Dublin-Kingstown em 1834, a primeira da Irlanda, e sua extensão até Bray em 1854, impulsionaram a transformação da cidade em um próspero resort à beira-mar. Inspirada em balneários da costa sul da Inglaterra, principalmente Brighton, Bray se desenvolveu como um destino turístico planejado. Hotéis e casas residenciais surgiram ao longo da orla marítima.

Atualmente, Bray ostenta um charme histórico e uma beleza natural preservados, combinando com uma atmosfera acolhedora e um ritmo de vida descontraído. A cidade se destaca como um destino ideal para quem busca uma escapada relaxante, uma base para explorar a região ou simplesmente uma imersão na rica história e cultura irlandesa.

Curtindo o conteúdo? Então leia mais:

O clima em Bray, Irlanda

Imagem panorâmica das montanhas de Bray, Irlanda

O clima em Bray é tipicamente temperado oceânico, caracterizado por verões suaves e invernos moderados. Para te ajudar a planejar sua visita, aqui está uma tabela com as temperaturas médias por estação:

ESTAÇÃOTEMPERATURA MÉDIAMESESO QUE FAZER?
Primavera8-14°CMarço a MaioCaminhadas pela costa, passeios ao ar livre.
Verão14-20°CJunho a AgostoDias na praia, festivais locais.
Outono8-14ºCSetembro a NovembroPasseios pelas montanhas, observação das folhas.
Inverno2-8°CDezembro a FevereiroCaminhadas costeiras, pubs aconchegantes.

Saiba mais: Lugares para visitar em Bray

Vista aérea da ferrovia de Bray

Além de suas belas praias e vistas panorâmicas, Bray oferece uma variedade de atrações para todos os gostos. Aqui estão alguns lugares que você não pode deixar de visitar durante sua estadia:

  1. Passeio Bray Cliff: Desfrute de uma caminhada pelos penhascos de Bray e aprecie vistas deslumbrantes do mar e da paisagem.
  2. Píer de Bray: Explore o píer histórico de Bray, onde encontrará restaurantes acolhedores, lojas encantadoras e uma atmosfera animada.
  3. Parque Nacional de Wicklow Mountains: Aventure-se no Parque Nacional de Wicklow Mountains e descubra uma paisagem repleta de trilhas para caminhadas, lagos e uma rica vida selvagem.
  4. Teatro Mermaid Arts Centre: Para uma noite de cultura, visite o Teatro Mermaid Arts Centre e conheça uma variedade de performances teatrais, musicais e eventos artísticos.
  5. Caminho Costeiro de Bray para Greystones: Caminhe ao longo do pitoresco caminho costeiro de Bray para Greystones e maravilhe-se com as vistas panorâmicas do mar e da costa.

Ficou interessado em conhecer as belezas da cidade de Bray, Irlanda? Você pode conversar com os nossos especialistas para ter sua consultoria de intercâmbio gratuita e transformar esse sonho de estudar e trabalhar na Irlanda em realidade!

Categories
França Graduação e Pós no Exterior Universidades

Universidades na França: top 3 para o seu ensino superior na Europa!

Ícones Dreams Intercâmbios

Fala, Dreamer! A França é um destino de destaque para estudantes em busca de uma educação superior de qualidade. Com um sistema educacional renomado e uma longa tradição acadêmica, o país se destaca por suas universidades de excelência. As universidades da França não apenas oferecem uma ampla variedade de cursos e programas de alta qualidade, mas também são reconhecidas internacionalmente por sua pesquisa inovadora e contribuições para diversas áreas do conhecimento.

Neste post, vamos explorar as principais universidades da França, analisando seus pontos fortes, programas de destaque, rankings internacionais e o impacto que essas instituições têm no cenário educacional global.

Ao fim do texto, entenda como nossa assessoria acadêmica Dreams pode te ajudar a realizar o sonho de estudar nas universidades da França!

Universidades da França

Ao considerar as melhores universidades da França, é importante destacar não apenas a reputação acadêmica, mas também a infraestrutura, recursos disponíveis, corpo docente qualificado e oportunidades de networking que essas instituições oferecem aos seus alunos.

Além disso, a diversidade cultural e a experiência internacional proporcionada pelas universidades francesas contribuem significativamente para a formação acadêmica e profissional dos estudantes.

Prepare-se para descobrir o que torna o ensino superior na França tão especial e por que tantos estudantes escolhem esse país como destino para sua formação acadêmica.

Conheça, a seguir, as três melhores universidades da França:

3° lugar: Sorbonne Université

Fachada da tradicional Universidade Sorbonne, na França

Uma das melhores universidades da França, a Sorbonne se destaca como um farol de excelência acadêmica. Incorporando uma rica tradição de pesquisa e educação, ela abraça os desafios do século XXI. Com uma comunidade diversificada de 55.000 estudantes, 7.300 pesquisadores acadêmicos e 3.900 funcionários administrativos e técnicos, ela promove a criatividade, inovação e engajamento global.

Esta prestigiosa instituição, formada pela fusão das Universidades Paris-Sorbonne e Pierre & Marie Curie, oferece uma ampla gama de disciplinas que abrangem artes, humanidades, ciências sociais, ciências naturais, engenharia e medicina.

Localizada no coração de Paris, a universidade oferece um ambiente estimulante para seus estudantes. Através de programas interdisciplinares, nutre o sucesso individual e o crescimento pessoal.

Com forte foco em pesquisa científica, a universidade colabora com organizações de pesquisa francesas e sedia institutos transdisciplinares como o Centro Europeu de Pesquisa Biológica Marinha.

A Sorbonne University é uma das principais universidades da França. É classificada em #59 no QS World University Rankings 2024.

Curtindo o conteúdo? Então leia mais:

2º lugar: Institut Polytechnique de Paris

Universidades na França: Institute Polytechnique de Paris e o lago que o cerca

O Institut Polytechnique de Paris (IP Paris) é uma das mais prestigiosas universidades da França. Instituição pública, reúne cinco das principais escolas de engenharia do país. São elas: École Polytechnique, ENSTA Paris, ENSAE Paris, Télécom Paris e Télécom SudParis. Estabelecido em 2019, o IP Paris capitaliza o legado de 200 anos de seus membros fundadores para oferecer educação de classe mundial e pesquisa de ponta.

Com um processo de recrutamento altamente seletivo, o IP Paris acolhe cerca de 8.400 estudantes, sendo 41% internacionais. Os programas acadêmicos da instituição, ministrados em inglês e francês, abrangem graduação, mestrado e doutorado, incluindo inovadores programas de doutorado.

Classificado em 38º lugar no QS World University Rankings 2024, o IP Paris é reconhecido por sua excelência e o sucesso profissional de seus graduados. A abordagem multidisciplinar da instituição fomenta novas sinergias entre diferentes campos, impulsionando a inovação e a transferência de conhecimento para a indústria e a sociedade.

As atividades de pesquisa do IP Paris são organizadas em 10 departamentos disciplinares e 12 áreas estratégicas de foco, incluindo meio ambiente e clima, transição energética, inteligência artificial, cibersegurança e bioengenharia. A instituição estabeleceu seis grandes centros interdisciplinares para enfrentar os desafios mais prementes do mundo.

1º lugar: Université PSL | Universidades da França

Pátio da Université PSL em Paris, a melhor universidade da França

A Université PSL Paris é uma universidade pública de destaque em Paris. Classificada em 24º lugar no QS World University Rankings 2024, é a melhor universidade da França. Ela tem uma visão nascida da longa história intelectual e científica de suas escolas fundadoras. Como uma universidade global, a PSL tem como objetivo refletir, representar e influenciar a sociedade atual e o mundo futuro em toda a sua diversidade.

Com onze escolas e parcerias com entidades de pesquisa renomadas como CNRS, Inria e Inserm, a PSL promove uma educação liderada pela pesquisa realizada em seus laboratórios, incentivando o diálogo e a mobilidade entre disciplinas e escolas. É também uma das universidades da França que mais valoriza o pensamento crítico, a criatividade e a igualdade de oportunidades, garantindo orientação individualizada, turmas pequenas e trajetórias acadêmicas personalizadas para seus mais de 1200 estudantes anualmente.

Além disso, a PSL atua ativamente na promoção da ciência, tecnologia, conhecimento e artes em todos os setores da sociedade, enfatizando a importância da comunicação científica e da inovação.

Comprometida com a responsabilidade social e ambiental, a PSL valoriza a integridade da pesquisa, a diversidade e o desenvolvimento sustentável em todas as suas atividades. Com programas de graduação seletivos e inovadores, como o CPES Multidisciplinary Undergraduate Program e o bacharelado em ciências da sustentabilidade, a PSL prepara seus alunos para carreiras de sucesso em diversas áreas, promovendo o pensamento crítico, a criatividade e a inovação.

Saiba mais: Assessoria acadêmica Dreams

Imagem do escritório da Dreams Intercâmbios

Estudar em universidades da França reconhecidas internacionalmente pode abrir portas para carreiras globais de sucesso. Determinados programas e instituições podem até oferecer possibilidade de trabalho!

O ideal é que você tenha um profissional qualificado pra te ajudar nesse processo, pra que você seja bem-sucedido nesse passo para iniciar sua educação internacional!

É por isso que estamos aqui para oferecer orientação especializada, experiência e suporte individualizado para tornar o seu sonho de estudar no exterior uma realidade.

Nossos serviços de assessoria acadêmica são o trampolim para o sucesso do seu sonho. Aqui na Dreams, entendemos que a busca por uma educação de qualidade é uma jornada desafiadora. Mas esses desafios não são maiores que o seu sonho!

Estamos ansiosos para fazer parte da sua jornada cursando seu Ensino Superior nas universidades da FrançaClique no link abaixo para iniciar uma conversa gratuita com os nossos especialistas sobre como podemos ajudá-lo a transformar seus sonhos em realidade.

Categories
Estados Unidos Graduação e Pós no Exterior Universidades

Universidade de Nova York: a porta de entrada para um futuro brilhante nos EUA!

Ícones Dreams Intercâmbios

Fala, Dreamer! Se você está considerando estudar nos Estados Unidos, a Universidade de Nova York é uma instituição que merece sua atenção. Considerada uma das melhores universidades particulares de Nova York e dos Estados Unidos, a NYU se destaca por sua excelência acadêmica, inovação e localização privilegiada.

Neste post, vamos explorar detalhadamente o que torna a NYU uma das principais universidades do mundo e por que estudar lá pode ser uma experiência transformadora.

Confira a seguir o que trouxemos especialmente para você neste texto:

  • Estudar na Universidade de Nova York: conheça a universidade
  • A história da universidade
  • Ranking mundial: Universidade de Nova York
  • Estudar em Nova York: como entrar?
  • Saiba mais: Assessoria acadêmica Dreams

Estudar na Universidade de Nova York

Imagem da fachada de um dos prédios da Universidade de Nova York, com bandeiras da logo da instituição penduradas

Seu espírito pioneiro faz da Universidade de Nova York uma das instituções de pesquisa mais proeminentes do mundo, oferecendo programas acadêmicos de alto nível.

Ancorada na cidade de Nova York e com campi que concedem diplomas em Abu Dhabi e Xangai, além de 12 sedes de estudo no mundo todo, a NYU é líder em educação global, com o maior número de estudantes internacionais e de alunos que estudam no exterior entre todas as universidades americanas.

Como a maior universidade particular de pesquisa dos EUA, a NYU oferece uma educação rigorosa e exigente para mais de 65.000 estudantes e realiza pesquisas anuais no valor de US$ 1,27 bilhão. Conta entre seu corpo docente com ganhadores das mais altas honrarias acadêmicas e é uma das principais produtoras de patentes e receitas de licenciamento entre as universidades americanas.

A história da universidade

Fundada em 1831 para ser uma universidade metropolitana acessível a uma classe média emergente, a Universidade de Nova York inicialmente lutou para cumprir as ambições de seus fundadores. Enquanto o programa de graduação enfrentava desafios, suas escolas profissionais e de pós-graduação em áreas como direito, medicina e odontologia prosperaram, contribuindo significativamente para o crescimento comercial de Nova York.

Por meio de investimentos estratégicos, melhorias no corpo docente e requisitos rigorosos de admissão, a NYU emergiu como uma universidade de pesquisa de alto nível nas décadas seguintes. Parcerias globais e a criação de campi em Abu Dhabi e Xangai solidificaram sua posição como líder em educação global.

Curtindo o conteúdo? Então leia mais:

Ranking mundial: Universidade de Nova York

Rua da Universidade de Nova York movimentada por estudantes

A NYU figura entre as melhores universidades do mundo em diversos rankings prestigiados.

  • Classificada como a 38ª melhor universidade global no QS World University Rankings 2024.
  • Recebeu a máxima pontuação de cinco estrelas QS, atingindo notas máximas nas categorias de pesquisa, inovação, instalações e critérios especializados.
  • Reconhecida pelo excelente desempenho no Graduate Employability Rankings 2017, indicando que seus graduados são altamente valorizados pelo mercado de trabalho.

Além disso, a NYU se destaca em rankings por área de estudo, estando entre as melhores do mundo em:

  • Contabilidade e finanças
  • Matemática
  • Direito e estudos jurídicos
  • Psicologia
  • Filosofia

Estudar em Nova York: como entrar?

A NYU é um caldeirão de culturas e perspectivas, com alunos provenientes de mais de 130 países. Essa diversidade enriquece o ambiente acadêmico e oferece aos alunos a oportunidade de aprender e crescer com pessoas de todo o mundo.

Para ingressar na NYU, os candidatos devem passar por um processo seletivo competitivo. A universidade aceita menos de um em cada oito candidatos, o que reflete seu alto padrão acadêmico e seu compromisso com a excelência educacional.

Para se candidatar à NYU, você precisará enviar os seguintes documentos:

  • Formulário de inscrição online
  • Histórico escolar completo
  • Transcrições oficiais de todas as instituições que frequentou
  • Pontuações de testes padronizados (SAT ou ACT)
  • Cartas de recomendação
  • Redação pessoal
  • Suplemento de currículo

Dicas para obter sucesso na sua aplicação para a Universidade de Nova York

  • Comece a se preparar para o processo de admissão com antecedência.
  • Pesquise os programas acadêmicos da NYU e escolha aqueles que mais se alinham com seus interesses.
  • Demonstre seu entusiasmo pela NYU em seu ensaio pessoal e nas cartas de recomendação.
  • Destaque suas realizações acadêmicas e extracurriculares.
  • Mostre sua paixão por aprender e sua capacidade de contribuir para a comunidade da NYU.

A NYU oferece uma variedade de recursos para ajudar os candidatos no processo de admissão. Você pode visitar o site da NYU para obter mais informações, participar de webinars ou agendar uma consulta com um conselheiro de admissão.

Saiba mais: Assessoria acadêmica Dreams

Imagem interna do escritório sede da Dreams Intercâmbios com os dizeres "Do you have a Dream?" adesivados na parede.

A oportunidade de estudar numa universidade reconhecida internacionalmente pode abrir portas para carreiras globais de sucesso. Determinados programas e instituições podem até oferecer possibilidade de trabalho!

O ideal é que você tenha um profissional qualificado pra te ajudar nesse processo, pra que você seja bem-sucedido nesse passo para iniciar sua educação internacional!

É por isso que estamos aqui para oferecer orientação especializada, experiência e suporte individualizado para tornar o seu sonho de estudar no exterior uma realidade.

Nossos serviços de assessoria acadêmica são o trampolim para o sucesso do seu sonho. Aqui na Dreams, entendemos que a busca por uma educação de qualidade é uma jornada desafiadora. Mas esses desafios não são maiores que o seu sonho!

Estamos ansiosos para fazer parte da sua jornada cursando seu Ensino Superior nos Estados Unidos. Clique no link abaixo para iniciar uma conversa gratuita com os nossos especialistas sobre como podemos ajudá-lo a transformar seus sonhos em realidade.

Categories
Espanha Estude um idioma fora do Brasil Europa

Estudar espanhol: dicas para otimizar seu aprendizado!

Ícones Dreams Intercâmbios

Fala, Dreamer! Mais do que aprender um novo idioma, estudar espanhol é embarcar em uma jornada de descobertas culturais, conexões humanas e oportunidades ilimitadas.

Com mais de 460 milhões de falantes nativos em todo o mundo, o espanhol se destaca como uma língua essencial e alternativa ao inglês para quem busca expandir horizontes e enriquecer sua vida pessoal e profissional.

Estudar espanhol

Estudar espanhol muitas vezes pode parecer um desafio intimidante. Quem teve experiências anteriores com a língua espanhola, seja na escola ou em cursos tradicionais, pode ter enfrentado alguns obstáculos. No entanto, não há motivo para preocupação, pois as dicas a seguir irão ajudá-lo a superar esse receio e progredir significativamente no seu aprendizado do espanhol.

Na Dreams, acreditamos que aprender um novo idioma é verdadeiramente libertador. O espanhol, assim como o inglês, possibilita a comunicação com pessoas de todo o mundo. Se você sonha com um intercâmbio, dominar o básico do espanhol é essencial para se virar em situações diversas, mas isso não é impeditivo para que você viaje e aprenda lá!

Curtindo o conteúdo? Então leia mais:

Por que aprender espanhol?

Os motivos para estudar espanhol são muitos e variados. Aqui estão alguns dos principais benefícios:

  • Comunicação: O espanhol é a língua oficial de 20 países e é falado em muitos outros territórios ao redor do mundo. Ao aprender espanhol, você terá a chance de se comunicar com pessoas de diferentes culturas e origens, expandindo seu círculo social e suas oportunidades de negócios.
  • Viagens: Saber espanhol tornará suas viagens pela América Latina e pela Espanha muito mais agradáveis e enriquecedoras. Você poderá conversar com os locais, entender a cultura e aproveitar ao máximo sua experiência.
  • Carreira: O espanhol é uma habilidade valiosa no mercado de trabalho, abrindo portas para diversas oportunidades em áreas como turismo, comércio exterior, relações internacionais e educação.
  • Cultura: Aprender espanhol te dará acesso a um universo rico de literatura, música, cinema e televisão. Você poderá apreciar obras de autores renomados como Gabriel García Márquez, Pablo Neruda e Federico García Lorca em sua língua original.
  • Desenvolvimento pessoal: Aprender um novo idioma é um desafio gratificante que pode aprimorar sua memória, concentração e habilidades de resolução de problemas.

Defina seus objetivos

Definir seus objetivos e metas é o primeiro passo rumo ao sucesso no estudo do idioma.

Antes de adquirir materiais de estudo, é fundamental compreender o que o motiva, quais são seus objetivos com o idioma e em que prazo deseja alcançar determinada meta. Vamos simplificar:

  • O que você deseja? Aprender espanhol.
  • O que pretende fazer com o espanhol? Assistir filmes sem legendas, viajar para a Espanha, conversar com nativos.
  • Em quanto tempo deseja atingir esses objetivos? 6 meses.
  • Como planeja alcançar isso? Praticando diariamente com aplicativos de idiomas e participando de grupos de conversação.

É crucial estabelecer metas claras e mensuráveis, dividindo-as em objetivos menores que o levarão em direção ao seu objetivo final. Utilize a técnica SMART: específica, mensurável, alcançável, relevante e com prazo definido. Comece com passos pequenos e avalie seu progresso gradualmente. Não tente abraçar o mundo de uma vez; o segredo está em avançar consistentemente, um passo de cada vez.

Saiba mais: Estudar espanhol na Europa!

Estudar na Espanha é uma decisão que pode transformar seu futuro profissional e abrir portas para diversas oportunidades. Com uma combinação única de qualidade de ensino e diversidade cultural, o país oferece um ambiente perfeito para desenvolver habilidades e destacar-se no mercado de trabalho internacional.

Lar de excelentes escolas de idioma, a Espanha acolhe estudantes internacionais com braços abertos. O país oferece um ambiente multicultural e enriquecedor que contribui para o desenvolvimento pessoal e profissional.

Portanto, se você deseja impulsionar sua carreira, expandir horizontes e conquistar um futuro profissional brilhante, aprimorar o idioma na Espanha pode ser o caminho certo para começar essa jornada. Nossos especialistas aqui na Dreams Intercâmbios estão prontos para te ajudar a dar o próximo passo rumo ao sucesso.

Entre em contato conosco hoje mesmo clicando abaixo e comece a trilhar seu caminho de sucesso no cenário internacional:

Categories
Austrália Estude e trabalhe no exterior

Trabalho na Austrália: guia completo para estudantes brasileiros!

Ícones Dreams Intercâmbios

Fala, Dreamer! Se você está pensando em estudar na Austrália e também deseja trabalhar durante o seu período de estudo, está no lugar certo! Neste guia completo, vamos abordar tudo o que você precisa saber sobre como funciona o trabalho na Austrália com seu visto de estudante!

Conseguir um trabalho na Austrália como estudante estrangeiro é uma excelente maneira de ganhar experiência profissional, complementar sua renda e vivenciar a cultura local.

Trabalho na Austrália: como funciona?

Visão aérea de Sydney, na Austrália

Para que você possa trabalhar na Austrália, é fundamental seguir as regulamentações do visto de estudante.

Detentores do visto de estudante, seja para cursos de idioma ou de educação superior têm permissão automática para trabalhar até 20 horas semanais durante o período letivo, e em tempo integral durante as férias.

Antes de começar a trabalhar na Austrália, você precisará se registrar no Sistema de Seguro Social do país, conhecido como TFN (Tax File Number). Este número é essencial para garantir que você pague os impostos corretamente e tenha acesso aos benefícios sociais.

É importante respeitar as condições do visto de estudante para evitar problemas legais. Além disso, existem algumas restrições quanto aos tipos de trabalho que os estudantes estrangeiros podem realizar. Por exemplo, é proibido trabalhar em empregos que possam prejudicar a comunidade ou envolver riscos para a saúde e segurança.

É fundamental garantir que o trabalho seja compatível com seus estudos e que não comprometa seu desempenho acadêmico.

Vantagens de trabalhar na Austrália como estudante

Mulheres conversando

Trabalhar enquanto estuda na Austrália não só proporciona uma experiência valiosa, mas também pode ajudar a melhorar suas habilidades linguísticas, ampliar sua rede de contatos profissionais e até mesmo abrir portas para oportunidades futuras de emprego.

Além disso, a Austrália oferece um salário mínimo competitivo, o que pode contribuir significativamente para cobrir despesas adicionais durante sua estadia no país. O atual salário mínimo do país é de AUD$ 23,23 por hora. Isso dá um total mínimo de AUD$ 464,60 por semana para uma jornada de trabalho de 20 horas.

Para encontrar oportunidades de trabalho adequadas, é recomendável explorar sites de emprego locais, participar de feiras de emprego, entrar em contato com o serviço de carreiras da sua instituição de ensino e aproveitar programas de estágio.

Manter-se atualizado com as leis trabalhistas e os requisitos do visto também é essencial para garantir uma experiência de trabalho positiva e legal na Austrália.

Para conferir como aprimorar o seu currículo de trabalho na Austrália, você pode clicar aqui e ler o nosso texto especial sobre isso!

Curtindo o conteúdo? Então leia mais:

Dicas para se destacar no mercado de trabalho

Conversa de mesa de trabalho. Trabalho na Austrália
  • Aprimore suas habilidades no idioma inglês: Ter um bom nível de inglês é fundamental para conseguir um emprego na Austrália. Você pode começar seu intercâmbio num curso de idioma
  • Desenvolva suas habilidades interpessoais: Os australianos valorizam a comunicação clara, o trabalho em equipe e a iniciativa. Demonstrar essas habilidades durante entrevistas e no trabalho pode te ajudar a se destacar dos demais candidatos.
  • Seja flexível: Esteja aberto a diferentes tipos de trabalho. Também esteja disposto a aprender novas habilidades.
  • Crie uma rede de contatos: Networking é essencial para encontrar um emprego na Austrália. Participe de eventos, converse com seus colegas e professores e faça novos amigos.

Saiba mais: Intercâmbio na Austrália

Mulher segurando a bandeira da Austrália sobre as costas

Estudar na Austrália é uma decisão que pode transformar seu futuro profissional e abrir portas para diversas oportunidades. Combinando qualidade de ensino e diversidade cultural, oferece um ambiente perfeito para desenvolver habilidades e destacar-se no mercado de trabalho internacional.

Lar de algumas das melhores universidades do mundo, a Austrália acolhe estudantes internacionais com braços abertos. O país oferece um ambiente multicultural e enriquecedor que contribui para o desenvolvimento pessoal e profissional.

Destacando-se como um dos mercados mais fortes e diversificados, a Austrália oferece inúmeras oportunidades de estágios e experiências profissionais. Isso te permite colocar em prática seus conhecimentos acadêmicos e adquirir experiência relevante para sua carreira.

Portanto, se você deseja impulsionar sua carreira, expandir horizontes e conquistar um futuro profissional brilhante, estudar na Austrália pode ser o caminho certo. Nossos especialistas aqui na Dreams Intercâmbios estão prontos para te ajudar a dar o próximo passo rumo ao sucesso.

Entre em contato conosco hoje mesmo clicando abaixo e comece a trilhar seu caminho de sucesso no cenário internacional:

Categories
Austrália Estude e trabalhe no exterior Graduação e Pós no Exterior Universidades

Universidades da Austrália: Top 3 instituições para o seu ensino superior

Ícones Dreams Intercâmbios

Fala, Dreamer! A Austrália é reconhecida internacionalmente por sua excelência acadêmica e pelo alto padrão de ensino superior oferecido em suas universidades. Neste post, exploraremos e classificaremos as melhores universidades da Austrália, destacando não apenas a qualidade da educação, mas também a diversidade cultural, a inovação e a pesquisa que caracterizam o ambiente acadêmico australiano.

Prepare-se para descobrir as principais universidades que impulsionam o ensino e a pesquisa na terra dos cangurus, e explorar o porquê da Austrália ser um destino tão atrativo para estudantes em busca de uma formação de alto nível.

Ao fim do texto, entenda como nossa assessoria acadêmica Dreams pode te ajudar a realizar o sonho de estudar nas universidades da Austrália!

3° lugar: Universidade de Queensland | Universidades na Austrália

Imagem da fachada da Universidade de Queensland, na Austrália, frequentada por alunos.

Dentre as universidades da Austrália, a Universidade de Queensland pode ser a sua porta de entrada para um futuro brilhante.

Além do aprendizado teórico em sala de aula, a Universidade de Queensland valoriza a experiência prática. Muitos programas de graduação oferecem oportunidades valiosas, como viagens de campo e estágios, para que você possa aplicar o conhecimento adquirido e desenvolver habilidades essenciais para o mercado de trabalho.

A UQ também conta com uma enorme comunidade acadêmica. Com mais de 55.000 estudantes, incluindo aproximadamente 21.000 estudantes internacionais de 137 países, você terá a oportunidade de conhecer pessoas de diferentes culturas e origens, ampliar seus horizontes e construir uma rede de contatos global.

A Universidade de Queensland figura entre as melhores universidades da Austrália e do mundo. De acordo com o QS World University Rankings 2024, a UQ ocupa a prestigiosa posição de número #43, consolidando seu lugar entre a elite do ensino superior global.

Para ler mais sobre a UQ no nosso texto especial, clique aqui!

2° lugar: Universidade de Sydney

Vista aérea da Universidade de Sydney, durante uma feira estudantil recebendo diversos estudantes.

Desde sua fundação sobre os pilares da igualdade de oportunidades até sua posição de destaque no cenário global, a Universidade de Sydney continua a inspirar e capacitar estudantes a atingirem todo o seu potencial.

A universidade oferece uma ampla gama de programas acadêmicos, liderando a busca por soluções para questões globais complexas. Os renomados professores e pesquisadores estão na linha de frente, abordando desafios que impactam saúde, meio ambiente, tecnologia e cultura.

Ao escolher estudar na Universidade de Sydney, você se juntará a uma comunidade vibrante e diversificada de mais de 50.000 estudantes, 3.400 membros do corpo docente e 320.000 ex-alunos em todo o mundo. É uma oportunidade de fazer amigos para a vida toda, expandir seus horizontes e participar de uma ampla variedade de atividades extracurriculares.

A Universidade de Sydney conquistou a posição de destaque como a 19ª melhor universidade do mundo, de acordo com o QS World University Rankings de 2024. Essa classificação ressalta o compromisso da instituição com a excelência acadêmica e a inovação, posicionando-a entre as melhores do globo.

Para ler mais sobre a Universidade de Sydney no nosso texto especial, clique aqui!

Curtindo o conteúdo? Então leia mais:

1° lugar: Universidade de Melbourne | Universidades da Austrália

Fachada da universidade de Melbourne, na Austrália

Pra você que tem vontade de estudar nas universidades da Austrália por conta das suas possibilidades de trabalho e oportunidades, esse é o destino perfeito pra você!

Melbourne é uma cidade incrível, premiada sete vezes como a mais habitável do mundo pela revista Economist. Capital do estado de Victoria, está localizada numa baía natural e é a área urbana mais populosa da Austrália, bastante moderna e globalizada. Além disso, é reconhecida como Cidade da Literatura pela UNESCO. A cidade é o berço do futebol australiano e um importante centro de arte de rua, música e teatro.

Para os estudantes, Melbourne oferece uma experiência que vai além do aprendizado acadêmico. O campus principal, localizado em Parkville, fica próximo a uma variedade de opções de transporte, cafés, lojas, locais culturais e esportivos, além de acomodações estudantis.

No QS World University Rankings 2024, a Universidade de Melbourne conquistou a 14ª posição global. No cenário australiano, ela se destaca em primeiro lugar. Esses reconhecimentos ressaltam sua excelência acadêmica global.

Para ler mais sobre a Universidade de Melbourne no nosso texto especial, clique aqui!

Saiba mais: Assessoria acadêmica Dreams

Imagem interna do escritório sede da Dreams Intercâmbios com os dizeres "Do you have a Dream?" adesivados na parede.

Estudar em universidades da Austrália reconhecidas internacionalmente pode abrir portas para carreiras globais de sucesso. Determinados programas e instituições podem até oferecer possibilidade de trabalho!

O ideal é que você tenha um profissional qualificado pra te ajudar nesse processo, pra que você seja bem-sucedido nesse passo para iniciar sua educação internacional!

É por isso que estamos aqui para oferecer orientação especializada, experiência e suporte individualizado para tornar o seu sonho de estudar no exterior uma realidade.

Nossos serviços de assessoria acadêmica são o trampolim para o sucesso do seu sonho. Aqui na Dreams, entendemos que a busca por uma educação de qualidade é uma jornada desafiadora. Mas esses desafios não são maiores que o seu sonho!

Estamos ansiosos para fazer parte da sua jornada cursando seu Ensino Superior na AustráliaClique no link abaixo para iniciar uma conversa gratuita com os nossos especialistas sobre como podemos ajudá-lo a transformar seus sonhos em realidade.

Categories
Canadá Graduação e Pós no Exterior Universidades

Universidades do Canadá: Top 5 melhores instituições para estudar no país

Ícones Dreams Intercâmbios

Fala, Dreamer! Neste post, conheça algumas das melhores universidades do Canadá para você estudar, suas qualidades e características únicas. Prepare-se para se encantar com a excelência acadêmica, a diversidade cultural e as oportunidades únicas que essas instituições oferecem aos seus estudantes.

O Canadá se destaca como um destino de estudo internacional excepcional, reconhecido por sua qualidade educacional de alto nível, universidades renomadas e um ambiente multicultural vibrante.

As instituições de ensino superior canadenses atraem estudantes de todo o mundo, oferecendo programas de graduação e pós-graduação em diversas áreas do conhecimento, com foco em pesquisa e inovação.

5° lugar: Universidade de Waterloo | Universidades do Canadá

A Universidade de Waterloo é uma instituição renomada que tem continuamente ultrapassado os limites da educação por mais de seis décadas.

Estabelecida em 1957 com a educação cooperativa em seu cerne, se tornou líder global em aprendizado experiencial e parcerias industriais. Com uma comunidade estudantil de mais de 42.000 alunos anualmente, ela se destaca como um farol de oportunidades, promovendo conexões entre os alunos e mais de 6.700 empregadores em todo o mundo.

No centro de seu sucesso está um compromisso com o espírito empreendedor, exemplificado por iniciativas como a Velocity, o principal incubador de startups do Canadá, que catalisou a criação de mais de 5.000 empregos. Ela é considerada a 112ª melhor universidade do mundo pelo QS World University Rankings.

Com uma rede distinta de ex-alunos que abrange 156 países e inclui estudiosos de classe mundial, incluindo um Nobel Laureate, a Universidade de Waterloo continua impulsionando a inovação para enfrentar desafios globais.

4° lugar: Universidade de Alberta

Fachada do Pembina Hall, na Universidade de Alberta, no Canadá

A Universidade de Alberta é uma instituição conhecida por seu compromisso com o ensino, pesquisa e impacto global. Situada na cidade de Edmonton, ela se destaca como um farol de excelência acadêmica, acolhendo mais de 40.000 estudantes de 156 países.

Dedicada a fomentar um ambiente solidário e inclusivo, a universidade cultiva, além da excelência acadêmica, o senso de responsabilidade social. Classificada em 111º lugar no pelo QS World University Rankings 2024 e em 7º lugar no último Times Higher Education Impact Rankings, a Universidade de Alberta conta com uma comunidade de ex-alunos orgulhosa, composta por mais de 300.000 graduados que continuam a fazer contribuições significativas para a sociedade.

Oferecendo mais de 200 programas de graduação que abrangem uma ampla variedade de disciplinas, desde ciências da saúde e da vida até engenharia e tecnologia, a universidade capacita os estudantes a explorarem suas paixões e buscarem suas aspirações.

3° lugar: Universidade de British Columbia | Universidades no Canadá

A Universidade de British Columbia (UBC), uma instituição reverenciada internacionalmente por seu compromisso com a excelência no ensino, pesquisa e engajamento comunitário.

Desde sua fundação em 1915, tem atraído indivíduos impulsionados pela curiosidade, ambição e desejo de promover mudanças positivas no mundo. Com um corpo discente que ultrapassa os 68.000 alunos, oriundos de mais de 140 países, a UBC promove um ambiente dinâmico e inclusivo, onde os estudantes são inspirados a explorar, inovar e liderar.

A rede global de ex-alunos da universidade é de mais de 370.000 indivíduos em 148 países. Alunos notáveis, incluindo oito laureados com o Prêmio Nobel e 71 Rhodes Scholars, destacam o legado de excelência e liderança da universidade. Comprometida com a equidade, diversidade e inclusão, adota uma abordagem baseada em direitos humanos e defendendo a Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas. É considerada a 34ª melhor universidade do mundo pelo QS World University Rankings.

Desde bacharelados especializados em áreas como economia internacional e estudos indígenas até iniciativas de pesquisa inovadoras que abrangem diversas disciplinas, a UBC continua a ultrapassar os limites do conhecimento e a inspirar gerações de estudiosos a moldar um mundo melhor.

Curtindo o conteúdo? Então leia mais:

2° lugar: Universidade McGill

A Universidade McGill é uma universidade pública de pesquisa localizada em Montreal, Quebec, Canadá. Fundada por uma carta real, a universidade leva o nome de James McGill, comerciante escocês cujo legado em 1813 estabeleceu a universidade. Ela possui um corpo discente de mais de 39.000 estudantes.

O campus principal da McGill fica na encosta do Monte Royal no centro de Montreal, no distrito de Ville-Marie, com um segundo campus situado em Sainte-Anne-de-Bellevue, 30 quilômetros a oeste do campus principal na Ilha de Montreal.

A universidade é uma das duas integrantes da Associação de Universidades Americanas localizada fora dos Estados Unidos, junto com a Universidade de Toronto, e é a única membro canadense do Fórum de Líderes de Universidades Globais (GULF) dentro do Fórum Econômico Mundial. A universidade oferece diplomas e graus em mais de 300 áreas de estudo. A maioria dos estudantes está matriculada nas seis maiores faculdades: Artes, Ciências, Medicina, Educação, Engenharia e Administração.

Ex-alunosprofessores e afiliados da McGill incluem 12 ganhadores do Prêmio Nobel, 147 bolsistas Rhodes e 159 bolsistas Loran, 18 bilionários, o atual primeiro-ministro e dois ex-primeiros-ministros do Canadá, dois governadores-gerais do Canadá e 15 juízes da Suprema Corte do Canadá. Ex-alunos da McGill também incluem 9 ganhadores do Oscar, 13 ganhadores do Grammy, 13 ganhadores do Emmy, 4 ganhadores do Prêmio Pulitzer e 121 atletas olímpicos com mais de 35 medalhas olímpicas.

Para ler mais sobre a Universidade McGill, você pode clicar aqui e ir para o nosso texto completo sobre ela!

1° lugar: Universidade de Toronto

Imponente fachada da Universidade de Toronto

A Universidade de Toronto tem sido pioneira no cenário educacional desde sua fundação em 1827. Ao longo dos anos, floresceu como a principal instituição de aprendizado, descoberta e criação de conhecimento no Canadá, tornando-se um ícone global de excelência acadêmica e pesquisa intensiva. É considerada a 21ª melhor universidade do mundo, de acordo com o QS World University Rankings.

Seus estudantes têm a oportunidade de aprender e colaborar com líderes de pensamento preeminentes, graças à sua vasta rede multidisciplinar de professores, pesquisadores, ex-alunos e parceiros. As ideias, inovações e ações dos mais de 560.000 graduados da instituição continuam a ter um impacto positivo no mundo.

Com cerca de 700 programas de graduação nas áreas de Humanidades e Ciências Sociais, Ciências da Vida, Ciências Físicas e Matemáticas, Comércio e Gestão, Ciência da Computação, Engenharia, Cinesiologia e Educação Física, Música e Arquitetura, além de programas profissionais de entrada secundária em Educação, Enfermagem, Odontologia, Farmácia, Direito e Medicina, a universidade oferece uma jornada educacional enriquecedora e diversificada.

Saiba mais: Assessoria acadêmica Dreams

A oportunidade de estudar em universidades do Canadá reconhecidas internacionalmente pode abrir portas para carreiras globais de sucesso. Determinados programas e instituições podem até oferecer possibilidade de trabalho!

O ideal é que você tenha um profissional qualificado pra te ajudar nesse processo, pra que você seja bem-sucedido nesse passo para iniciar sua educação internacional!

É por isso que estamos aqui para oferecer orientação especializada, experiência e suporte individualizado para tornar o seu sonho de estudar no exterior uma realidade.

Nossos serviços de assessoria acadêmica são o trampolim para o sucesso do seu sonho. Aqui na Dreams, entendemos que a busca por uma educação de qualidade é uma jornada desafiadora. Mas esses desafios não são maiores que o seu sonho!

Estamos ansiosos para fazer parte da sua jornada cursando seu Ensino Superior no Canadá. Clique no link abaixo para iniciar uma conversa gratuita com os nossos especialistas sobre como podemos ajudá-lo a transformar seus sonhos em realidade.

Categories
Austrália Dicas de viagem

Cidades na Austrália para estudar: top 3 opções para estudo e trabalho!

Ícones Dreams Intercâmbios

Fala, Dreamer! A Austrália se destaca como um destino de estudo internacional excepcional, oferecendo aos estudantes uma combinação única de qualidade educacional de alto nível, imersão em uma cultura vibrante e acolhedora e oportunidades de trabalho promissoras. Nada melhor então do que conhecer as melhores cidades na Austrália para estudar!

Entre as diversas cidades australianas, algumas se destacam por suas características excepcionais, proporcionando um ambiente ideal para o aprendizado e o desenvolvimento pessoal.

Neste artigo, embarcaremos em uma jornada pelas 3 melhores cidades na Austrália para estudar, explorando suas qualidades únicas e te ajudando a encontrar o destino perfeito para realizar seus sonhos acadêmicos. Prepare-se para se encantar com paisagens deslumbrantes, cidades vibrantes e um estilo de vida descontraído que te receberá de braços abertos!

Confira a seguir as melhores cidades na Austrália para estudar:

Cidades na Austrália para estudar

3. Brisbane

A cidade de Brisbane na Austrália

Brisbane, a terceira maior cidade da Austrália, é conhecida por seu clima descontraído e estilo de vida amigável, além de suas belas paisagens naturais. A cidade é banhada pelo Rio Brisbane, que oferece diversas opções de lazer, como passeios de barco, pesca e esportes aquáticos.

É a cidade ideal para quem é aventureiro, amante da natureza, busca um clima descontraído e estilo de vida amigável, gosta de atividades ao ar livre, praias e esportes.

Brisbane também é um importante centro educacional, abrigando instituições de ensino de renome internacional, como a Universidade de Queensland e a Griffith University. Essas universidades oferecem programas de graduação e pós-graduação em diversas áreas do conhecimento, com um forte foco em pesquisa e inovação. Além disso, Brisbane possui um mercado de trabalho em crescimento, com oportunidades em diversos setores, como saúde, tecnologia e educação.

Aproveite o Clima Descontraído:

  • Relaxe nas praias da cidade, como South Bank Parklands e Streets Beach.
  • Faça um piquenique no Roma Street Parkland ou no Mount Coot-tha Botanic Gardens.
  • Assista a um show ao ar livre no Brisbane Riverstage ou no Eatons Hill Precinct.
  • Participe de festivais e eventos culturais, como o Brisbane Festival e o Ekka.

Explore as Belezas Naturais:

  • Faça um passeio de barco pelo Rio Brisbane e admire a vista da cidade.
  • Visite as Lone Pine Koala Sanctuary e observe os coalas em seu habitat natural.
  • Explore as Montanhas Glass House e faça trilhas em meio à natureza exuberante.
  • Relaxe nas ilhas da Moreton Bay, como Tangalooma Island e Bribie Island.

2. Melbourne – Cidades na Austrália

Visão urbana da cidade de Melbourne

Melbourne, a segunda maior cidade da Austrália, é conhecida por sua atmosfera charmosa e europeia, combinada com a vibrante cultura australiana. A cidade possui uma rica cena artística, com diversos museus, galerias de arte e teatros.

É a cidade ideal para quem é criativo, artístico, busca um ambiente culturalmente rico, aprecia cafés, museus, teatros e festivais.

Melbourne também é um importante centro educacional, abrigando instituições de ensino de renome internacional, como a Universidade de Melbourne e a Universidade Monash. Essas universidades oferecem programas de graduação e pós-graduação em diversas áreas do conhecimento, com um forte foco em pesquisa e inovação. Além disso, Melbourne possui um mercado de trabalho em crescimento, com oportunidades em diversos setores, como tecnologia, biotecnologia e educação.

Mergulhe na Vida Cultural:

  • Explore os diversos museus da cidade, como a National Gallery of Victoria e o Australian Centre for the Moving Image.
  • Assista a um espetáculo no Teatro Princess ou no Teatro Athenaeum.
  • Participe de festivais e eventos culturais, como o Melbourne International Comedy Festival e o Melbourne International Film Festival.
  • Descubra a cena gastronômica vibrante da cidade, com restaurantes que servem pratos de todo o mundo.

Opções de Lazer:

  • Relaxe nos parques da cidade, como o Royal Botanic Gardens e o Albert Park.
  • Assista a um jogo de futebol australiano ou críquete.
  • Faça um passeio de bonde pela cidade e admire a arquitetura histórica.
  • Explore as vinícolas da região de Yarra Valley e Mornington Peninsula

Curtindo o conteúdo? Então leia mais:

1. Sydney

Visão da Opera House de Sydney: cidades na Austrália

Sydney, a maior cidade da Austrália, é um centro cosmopolita que pulsa com energia e diversidade. Imagine estudar em uma cidade com um ícone mundialmente famoso como a Ópera de Sydney, praias paradisíacas como Bondi Beach e Manly Beach e uma vida noturna agitada em Kings Cross.

Se você é aventureiro, amante da natureza, busca um clima descontraído e estilo de vida amigável, gosta de atividades ao ar livre, praias e esportes, Sydney é o lugar pra você.

A cidade é lar de renomadas instituições de ensino, como a Universidade de Sydney e a Universidade de New South Wales, que oferecem programas de graduação e pós-graduação em diversas áreas do conhecimento. Além disso, Sydney possui um mercado de trabalho dinâmico e em constante crescimento, com oportunidades em diversos setores, como tecnologia, finanças, turismo e serviços.

Descubra a Diversidade Cultural:

  • Explore os diversos bairros da cidade, como ChinatownThe Rocks e Darlinghurst, cada um com sua cultura e culinária únicas.
  • Visite o Museu Australiano para conhecer a história natural e cultural do país.
  • Assista a um espetáculo na Ópera de Sydney ou no Teatro Capitol.

Opções de Lazer:

  • Relaxe nas praias famosas da cidade, como Bondi Beach, Manly Beach e Coogee Beach.
  • Faça um passeio de barco pela Baía de Sydney e admire a vista da cidade.
  • Caminhe ou ande de bicicleta pela Sydney Harbour Bridge.
  • Explore os parques nacionais ao redor da cidade, como o Royal National Park e o Blue Mountains National Park.

Saiba mais: Intercâmbio na Austrália

Bandeira da Austrália hasteada

Fazendo um intercâmbio na Austrália, para além da educação de qualidade, te dá a possibilidade de trabalhar enquanto estuda para custear suas despesas! Os estudantes têm permissão para trabalhar até 40 horas quinzenais durante o período de estudos e em tempo integral durante as férias.

O país oferece oportunidades em diversas áreas, salários competitivos e um ambiente de trabalho seguro.

Agora que você compreende o que um intercâmbio pode proporcionar, não espere mais! Converse com nossos especialistas para obter sua consultoria gratuita e embarque numa jornada que abrirá portas para um futuro repleto de oportunidades e enriquecimento pessoal.

Clique no link abaixo para falar conosco: