Categories
Curiosidades Intercâmbio Cultural Meu intercâmbio com a Dreams

Quebec: conheça a província mais francesa do Canadá

Quebec é uma das dez províncias do Canadá, sendo uma região muito procurada pelos brasileiros que procuram imigrar através do estudo, podendo chegar à residência permanente no país. Suas raízes francesas e a sua qualidade de vida são qualidades que fazem da província um dos melhores lugares para se viver no Canadá. 

Porém, você conhece Quebec? Sabe como é a província e como ela surgiu? Como imigrar? Não? Então vem com a gente que esse post vai te mostrar da forma mais rápida e didática possível! Confira abaixo:

Por que Quebec é considerada uma província e não um estado?

No Brasil nós fazemos a divisão do país por estados e assim criamos um costume de conhecimento sobre como seria a divisão de um país. Porém, em outros países como Espanha e Canadá, as coisas não são bem assim.

Château Frontenac em Quebec
Château Frontenac em Quebec

No Canadá existem 10 províncias e todas elas têm um forte valor cultural para a cultura do país, já que são fruto da mistura dos colonizadores ingleses, franceses e o povo indígena que já residia nas terras canadenses, o que resulta em algumas áreas de cultura mais inglesas enquanto em outras a carga cultural pode ser mais francesa. Mas, vamos direto ao ponto:

Quebec é uma província e não um estado pois o Canadá não se utiliza do termo estado para definir as suas divisões superiores, assim como outros países de continentes variados, como Moçambique e Portugal. Quebec é uma província que possui direitos e obrigações específicas, fazendo com que esta província seja diferente das outras, mas vamos explicar isso ao longo do texto, não precisa se preocupar.

As raízes francesas de Quebec

Em Quebec os idiomas predominantes são o inglês e o francês quebequense, que se diferencia do francês falado em outras áreas do Canadá e que pode sofrer mudanças de acordo com a província em que você estiver inserido.

Dentro da província, é comum que nos centros das cidades o inglês seja predominante, enquanto o francês seja mais falado nas periferias e também por pessoas mais velhas, que perpetuam a cultura do local, já que em média 80% dos habitantes são descendentes de franceses.

Cidade de Quebec
Cidade de Quebec

“Mas, porquê Quebec tem raízes francesas tão fortes?”. Bom, é preciso que a gente entenda primeiro a história do Canadá e como a Nova França foi estabelecida ao oeste do Canadá, pois enquanto havia o processo de colonização, o Quebec era parte da Nova França, mas só depois de alguns anos o governo francês entendeu que aquele local era uma boa opção para estabelecer um ponto de interesse além do comércio.

Então, em 1608 a Cidade do Quebec foi fundada com o aspecto de uma fortaleza, tornando- se a capital do Canadá Francês e também da Nova França. Sendo assim, ao longo do tempo, Quebec se tornou uma verdadeira representante da colônia francesa no Canadá, assim já entendemos muito bem o porquê de Quebec ter uma cultura francesa tão influente em toda a sua província, né?

Uma província soberana para imigrantes

Por sempre ter mantido uma influência francesa muito forte em razão da sua colonização e também do estabelecimento de raízes francesas, Quebec sempre teve dificuldades políticas e econômicas para se relacionar com as outras províncias do Canadá, que por consequência da colonização britânica, são muito mais influenciadas pela cultura inglesa.

Sendo assim, a província de Quebec busca a sua soberania desde 1987, quando o Movimento Soberanista de Québec começou a reivindicar que a província se tornasse um estado soberano, sendo totalmente independente do Canadá. Assim, com o passar do tempo, Quebec vem reinventando os seus direitos e obrigações.

Com essas reinvenções, Quebec se tornou um local cada vez mais acessível para quem busca imigrar para o Canadá, sendo uma das províncias que mais acolhem estrangeiros por conta da sua flexibilização nas leis de imigração.e hospitalidade com os imigrantes.

Como se tornar um residente permanente de Quebec

Uma das melhores opções para imigrar para o Canadá é através da educação, pois basta ingressar no país através de um College Público e trilhar o seu caminho nas terras da maple leaf. Porém, em Quebec, você pode ingressar por um College Privado e ainda assim obter o seu PEQ (Programme de L’Expérience Québécoise), que nada mais é do que o PGWP provincial de Quebec.

Avenida nevada em Quebec
Rua nevada em Quebec

Para isso, basta que você tenha em mãos um diploma de conclusão de curso em algum college de Quebec com um diploma admissível e que tenha a carga horária de no mínimo 1.800 horas. Após isso, você poderá requisitar o PEQ, que basicamente é um “visto de trabalho” para que você consiga continuar vivendo a experiência quebequense através do mercado de trabalho.

Com o PEQ, você poderá trabalhar meio período (20h semanais), podendo trabalhar em período integral quando estiver de férias das suas obrigações acadêmicas, o que irá aumentar a sua renda enquanto a sua rotina acadêmica não volta ao normal.

Château Frontenac em Quebec e rua da cidade
Château Frontenac visto de outro ângulo

Após requisitar e ter o seu PEQ aprovado, é hora de ir em busca do CSQ (Certificado de Seleção de Québec), que basicamente é o certificado de que você é uma pessoa elegível para solicitar a residência no país, mas lembre-se: Além de ter o PEQ é necessário que você também tenha o idioma francês em nível B2 na modalidade oral.

Após cumprir todos os requisitos e com o CSQ em mãos, você poderá entrar com um pedido de residência permanente no governo federal. A partir deste momento, basta aguardar e conferir o veredito do órgão responsável.

Já pensou em imigrar para o Canadá com um preço acessível, estudando e ainda podendo trabalhar? Parece um sonho, né? Mas lhe garanto que isso tudo é uma realidade que está nas suas mãos, basta clicar neste link e a nossa equipe estará pronta para tirar todas as suas dúvidas!

A Dreams sabe que você gosta de se manter informado sobre os destinos que você mais ama, então vamos trazer cada vez mais conteúdos não apenas sobre o Canadá, mas sobre todos os destinos que você sonha. Por isso, fica ligado no nosso blog e também nas nossas redes sociais!

Categories
Meu intercâmbio com a Dreams

Meu Intercâmbio em Dublin – Por Regina Ferreira

    No início sempre pensamos em um intercambio um plano que sairá de um papel para algo real, comecei a pensar em viajar para ajuda no inglês e na vida em meios a tantas batalhas e projetos. Percebi que era possível e poderia acontecer! Saí do comodismo e viver algo que  é mágico e importante na vida de qualquer pessoa.

    Procurei a agência mais confiável e com custo acessível, porque sabemos que como estudantes, talvez não tenhamos  aquela grana que queríamos, mas temos a que suamos para ganhar todo mês, então, comecei a pesquisar onde seria, falaram a Dreams e fui conhecer e saber como seria tudo desde pagamento até a ida ao país escolhido. Dando o start, a buscar por um diferencial do qual estamos constantemente buscando!

    Escolhi a Irlanda (Dublin) um lugar pequeno, acessível, onde bastante brasileiros vem estudar e trabalhar, mas meu visto é só de estudante kakaka…   Chegando aqui comecei a viver e presenciar o sonho, comecei a ver que não era apenas o que via na televisão e sim, era real! Cada prédio, cada lugar turístico, cada lugarzinho que apenas vimos em fotos ou vídeos, mas quando passa a ver o real se torna muito mais lindo acredite!Fiz passeios, conheci lugares incríveis, cada dia com muita intensidade ,festa, amigos, escola. Viajei pra dois lugares incríveis, um deles foi Amsterdam, que virou meu lugar  preferido, lindo, magico, perfeito seria a descrição ideal. Visitei vários pontos turísticos, passei os melhores dias andando e conhecendo, ganhei algumas bolhas nos pés, mas também pessoas incríveis que conheci lá ,uma se chama Fanye a outra Isadora (chilena ),usei muito o inglês kakaka….

    Saindo de la fui pra mais uma conquista, Paris, sim eu fui para cidade do amor! Contanto que sou nordestina e tenho o frio como obstáculo, fiquei com a sensação de ser um sorvete! Estava muito frio na  época de final de outono começo de inverno, visitei a Disney claro, o lugar que é o sonho de muitas pessoas e os outros pontos que o pais tem a proporcionar, que sendo honesta e lindo demais e claro ao sair eu vi a neve sim nevou e eu fiquei com sensação da Elsa do filme frozen, legal, mais imagina alguém que nunca sentiu a sensação térmica 0 e começa a -4 não e legal quando é muito tempo, mas, é algo pra contar sobre a viagem, já que eu vi a neve kakakaka….

    Voltando pra Dublin, percebi que estava acabando e tinha pouco tempo em um lugar que fiz amigos ,conheci pessoas de diferentes estados brasileiros ,ouvi e contei histórias de vida, pois aqui, cada um é autor da sua, e são lindas de verdade, porque lá é o início de algo onde muitos deixaram  o que tinham no Brasil, para ir até lá e começar do zero ,o que fala sobre ? Desistir nunca, porque cada um tem um sonho a se realizar, tem algo a viver e  essa experiência lhe faz ser algo grande, o que precisamos para o start… Apenas de uma agência confiável, com pessoas capacitadas e o lugar onde você começa a sonhar, porque o que sempre digo é que  os sonhos são grandes mais são possíveis.

    Sabe o teu sonho, ele é do tamanho que você pode conquista, só basta esperar e planejar porque todo sonho de intercâmbio tem que ser planejado e organizado, pois tudo tem um tempo e você precisa dele para saber onde e quando ir, agradecer sim, a Dreams foi  incrível, sempre apoiando e em contato comigo, se tenho algo a fala sobre eles? Foram essenciais na realização do meu sonho, obrigado por ter um nome (sonhos) que podem ser realizados, assim como o meu!

Thanks Dreams por tornar possível .  

(Aluna Regina Ferreira)