Categories
Alemanha Canadá Estados Unidos Europa Graduação e Pós no Exterior

Lugares para conhecer no exterior: As ruas mais bonitas do mundo!

Fala galera! Já se imaginou descobrindo lugares para conhecer no exterior e achar as ruas mais bonitas do mundo durante seu intercâmbio? Imagina, no futuro, olhar as fotos tiradas nesses lugares e lembrar do sentimento?! Pensando em você, selecionamos 4 ruas de destinos diferentes para você poder explorar durante a sua viagem de intercâmbio!

O que você verá:

  1. Lombard Street (São Francisco, Califórnia)
  2. Rue du Petit Champlain (Quebec, Canadá)
  3. Matoyianni Street (Mykonos, Grécia)
  4. Avenida Cherry Blossom, na Alemanha

Lugares para conhecer no exterior- Lombard Street – São Francisco, Califórnia

Uma das ruas mais bonitas do mundo, a Lombard Street em São Francisco!

A Lombard Street é considerada uma das ruas mais bonitas do mundo por diversas revistas e pelos turistas e locais dos EUA que já passaram pela rua. Por isso nós a recomendamos como um dos lugares para você conhecer no exterior!

Ela se tornou um sucesso depois de ter sido usada para driblar uma inclinação de 27 graus que causava acidentes na rua. Um morador local decidiu sugerir a criação uma zigue-zague em curva e a solução deu certo.

Assim, em 1922, a Lombard Street ganhou 8 curvas que se tornaram extremamente famosas. A rua até já apareceu em filmes e séries de muito sucesso.

O ponto turístico é imperdível. São diversas pessoas subindo e descendo as escadas laterais da rua, tirando foto, e carros descendo as curvas bem devagar.

Dica dreamer: Não suba a rua, desça ela. Tenha piedade das sucas canelas! Isso porque é uma ladeira enoorme, e vai ser muito mais proveitoso começar de cima, aproveitar a vista e ir devagarzinho descendo a rua!

Como chegar à Lombard Street?

  • De ônibus: Você vai procurar a linha 30, ela sai da Union Square. No ônibus você espera até chegar na Columbus x Lombard, usando esse meio você desce na parte de baixo da rua, e terá de subir. Preço ($2.25)
  • De bondinho: Pegar a linha Powell-Hyde até a frente da Lombard Street é a melhor forma de chegar até o destino.
  • A pé: Chegar até lá a pé, é ótimo, mas é um longo caminho. Saindo de Fisherman’s Wharf fica fácil de encontrar a Lombard, é bem perto.

Rue du Petit Champlain (Quebec, Canadá)

Rue du petit champlain é também considerada uma das ruas mais bonitas do mundo.

A graciosa Rue du Petit Champlain também está nas listas das ruas mais bonitas do mundo, e não é para menos né?! No inverno Canadense então a rua tem um ar ainda mais bonito. Ela é um dos lugares que você deve conhecer no exterior!

A rua é comercial, estreita e possui chão de paralelepípedos. As lojas da rua são das mais variadas, lojas de souvenires, roupas, acessorios, joias, galerias de artes, restaurantes, lanchonetes, cafés, pubs e mais!

A rua é um lugar muito bom para comprar lembrancinha para os queridos que ficaram no Brasil. Além disso, seus restaurantes e cafés são deliciosos, ótimo para visitar depois da aula.

A estética da rua resgata todo um charme europeu antigo que outros lugares do Canadá não consegue repassar. É uma visita imperdível.

Em todas as estações do ano a rua oferece uma nova versão de si mesma que encanta.

No inverno, coberta de neve, a rua traz à vida os sentimentos natalinos, e fica especialmente nostalgica nessa época do ano.

Mas no verão, primavera e outono, a mudança das folhas e o clima do ambiente conseguem trazer outros sentimentos à tona. Inclusive, a rua é perfeita apenas para andar e passear em tardes bonitas de primavera e outono.

Como chegar à Rue du Petit Champlain?

  • Pelas pontes Pierre Laporte ou Quebec de carro: Basta cruzar uma das pontes e seguir para o Boulevard Champlain.
  • De ônibus: Ande até a 46e Rue e espere o ônibus 801 pointe-de-sainte-foy quest e desça na De Ste-Hélène, ande até a Dorchester pegue o segunto ônubus (1 Gare Fluviale/ Cap-Blanc SUD), desça na Trav. Qc-lévis e ande até a Rue Du Petit-Champlain

Lugares para conhecer no exterior – Matoyianni Street (Mykonos, Grécia)

Diferente e encantadora, Matoyianni é considerada uma das ruas mais bonitas do mundo.

Mykonos, na Grécia, é uma cidade perfeita para quem quer curtir tudo de bom que o país tem para oferecer e ainda visitar lugares encantadores.

Fora que, existem muitas opções de compra também, e não dá para dispensar um bom souvenir grego.

Matoyianni deve ser uma das suas opções de lugares para visitar no exterior! A sua rua mais linda é a de Mykonos, que é considera uma das mais bonitas do mundo.

Oferecendo pistas estreitas e um verdadeiro labiritinto de casas brancas e brilhantes. A rua também é recheada de botiques de grife, lojinha de souvenirs, bares, cafés e restaurantes.

A estética branca, misturado com azul é predominante. As vezes o vermelho traz um aspecto vivo para a rua.

Inclusive por ser uma rua com muitas boutiques e lojas de pordutos de marca, muitas vezes é possível também ver celebridades visitando o local e fazendo compras.

Como chegar à Matoyianni Street

  • A pé depois de pegar a balsa ou chegar de Navio: A rua fica a cerca de dez minutos da área das docas.
  • De ônibus: Pegar o Fabrika bus!

Lugares para conhecer no exterior – Avenida Cherry Blossom (Bonn, Alemanha)

Cherry Blossom Avenue é a última rua do nosso post de ruas mais bonitas do mundo!

A última mas não menos importante é a lindíssima Blossom Avenue, no oeste da Alemanha! Essa belezinha tem que estar na sua lista de lugares para conhecer no exterior!

Imagina, andar por essa que é uma das ruas mais bonitas do mundo na primavera? De turistas à residentes, esse túnel cor de rosa encanta a todos.

A rua está localizada no centro histórico da cidade de Bonn. E essa parte, que é a mais antiga da cidade, é recheada de cafés, estúdios, ateliês de artistas e mais.

Por si só, os entretenimentos da avenida fazem dela fanstástica. Mas durante os dez dias de primavera que as flores de cerejeira brotam, a rua consegue ficar ainda mais especial.

E quando as flores caem? Aí, quem passa pela rua, se depara com uma grande tapete rosa de flores no chão.

Não só na lista de ‘As ruas mais bonitas do mundo‘ está Cherry Blossom, mas também na lista de ‘Dez mais belos túneis de árvores do mundo‘.

Ademais, como é bem localizada, é super tranquilo de visitar durante os fins de semana ou depois da aula! E as datas de quando as flores florescem variam, mas normalmente em algum período de abril!

Como chegar à Cherry Blossom Avenue?

  • A pé: A rua fica a apenas quinze a vinte minutos a pé da maioria das principais atrações turísticas do centro da cidade!
  • De ônibus: Todas essas rotas 537, 550, 551, 602, 604, SB55 te levam até lá!

Eaí, consegue se imaginar visitando essas belas ruas após um dia de aula no intercâmbio? Existem muitas outras ruas e lugares lindos em outros países também! Nós da Dreams temos os melhores e mais variados destinos, quer conhecê-los? Entre em contato com a gente!

Curtiu o conteúdo sobre lugares para conhecer no exterior?
Fica mais um pouco! E não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Curiosidades Dicas de viagem Europa

Bibliotecas pelo mundo: As mais incríveis da Europa

Eai Dreamer, você ama bibliotecas e quer conhecer as espalhadas pelo mundo? Imagina você fazendo sua Eurotrip e conhecendo as bibliotecas mais incríveis da Europa…um sonho não? 

Pensando na sua viagem dos sonhos, fizemos um post com as bibliotecas mais incríveis da Europa para você! Curtiu? Então vem ler o post!

O que você verá:

  1. Biblioteca Clementinum
  2. Biblioteca Municipal de Stuttgart
  3. Trinity College Library
  4. Bibliothèque Sainte Geneviève
  5. Stockholm public library

Bibliotecas pelo mundo: Biblioteca Clementinum

das bibliotecas espalhadas pelo mundo, a de Clementinum é considerada a mais bela.

Localizada em Praga, na República Tcheca, uma das bibliotecas mais lindas espalhadas pelo mundo, é a Clementinum.

O que faz dela tão bonita, é sua arquitetura barroca que encanta desde que abriu pela primeira vez em 1722.

Possuindo mais de 20.000 volumes, em sua maioria literatura teológica, a biblioteca se tornou pública em 1777.

Algumas de suas coleções são de Mozartina e manuscritos antigos do século I, e também coleção de globos.

A construção ocupa uma área de 2 hectares e é considerada um dos maiores projetos arquitetônicos da Europa.

O legal também, é que a biblioteca fica bem perto da Ponte Carlos, que é um dos principais pontos turisticos do país. É super fácil ir de um ponto turistico a outro.

Curiosidade: Os livros mais raros da Clementinum foram enviados para Google para fazerem parte da Google Books.

Atualmente, a biblioteca é parte da Biblioteca Nacional Tcheca e grande parte dela não é de acesso público. Contudo, ainda é possível fazer uma tour de mais ou menos uma hora pelo prédio.

Como é o tour?

Bom, na tour, primeiro se visita o primeiro salão, que é o Salaão da Biblioteca. Com um estilo barroco, o salão possui uma pintura no teto que simboliza o Templo da Sabedoria.

Lembrete: Ainda sim, é bom lembrar que não é possível fotografar o local.

Logo depois temos o salão meridiano que antigamente era usado para dizer a hora. Depois a Torre Astronômica que possui instrumentos astronômicos utilizado na antiguidade.

No final da tour, chegamos a Capela dos Espelhos, que além de espelhos, possui colunas de mármore enormes e afrescos no teto.

Por fim, ainda existem outras duas construções a serem visitadas, mas essas não fazem parte do tour.

Biblioteca Municipal de Stuttgart

bibliotecas pelo mundo: a moderna e limpa biblioteca municipal de stuttgart

Super bem distribuida e iluminada, criada pelo arquiteto Eun Young Yi. Essa é a Stadtbibliothek Stuggart que foi inaugarada em 2011 na cidade de Stuttgart, na Alemanha.

Das bibliotecas pelo mundo dessa lista, a Stuttgart é a que se difere mais. Com nove andares, a construção tem como cor principal, o branco.

Além disso, ela valoriza muito o formato quadrado, suas escadas são dispostas em lugares diferentes e possibilitam uma bela visão do ambiente, passa a impressão de organização.

Tudo isso é oposto as outras bibliotecas desse post que em sua maioria possuem uma biblioteca com arquiteturas antigas. Fala sério, essa tem que ser visitada durante seu intercâmbio para Alemanha!

Trinity College Library

bibliotecas pelo mundo - a Trinity encanta a todos que visita, a biblioteca tem que estar no seu roteiro de intercâmbio para Irlanda!

A sensacional Biblioteca de Trinity College fica na Trinity College, considerada uma das melhores instituições de ensino superior da Irlanda e do mundo.

Ela é muito especial pois é a maior da Irlanda, são 6 milhões (isso mesmo, 6 milhões!) de livros e manuscritos. Por vários motivos, é claro que grande parte não é de acesso público.

Mas não é só isso que a biblioteca oferece, ela também possui uma preciosidade histórica, O Livro de Kells.

Conheça o Book of Kells, o livro mais antigo da Irlanda - edublin

O livro é um manuscrito de 1200 anos contendo 4 evangelhos, sendo eles: Mateus, Marcos, João e Lucas. São centenas de páginas escritas à mão com grande riqueza de detalhes.

Na sala onde o livro está, 3 seguranças fazem escolta da porta e não é permitido foto.

Já pensou estudar na Trinity e ter acesso à tantos pedaços da história da humanidade? Entre em contato com nossa equipe para entender a melhor forma de fazer intercâmbio para Irlanda!

Bibliotecas pelo mundo: Bibliothèque Sainte Geneviève

Bibliothèque Sainte-Geneviève, em Paris é uma das bibliotecas mais lindas que existem pelo mundo.

A França é um charme, né? Um ponto de destino especial para muitos estudantes apaixonados pelo francês.

E para além de seus pontos turisticos mais populares, existem muitas belezas localizadas nas ruas mais comuns desse país, como as bibliotecas.

Não tem como falarmos das bibliotecas pelo mundo sem falar da Sainte Geneviève.

Atualmente, o acervo da biblioteca possui manuscritos até do seculo VIII, são muitas coleções preciosa, como 600 volumes da coleção do cardeal de la Rochefoucould.

No mais, a biblioteca fica nas redondezas da Sorbonne e do Panthéon, e está instalada em um grande edifício monolítico que contrasta com os monumentos neoclássicos. Facinho de reconhecer!

Imagina estar estudando francês em Paris e visitar a Sainte Geneviève? Tirando fotos e lendo livros sobre os mais variados assusntos em uma das bibliotecas mais lindas do mundo. Que sonho, não? E é possível realizá-lo com a dreams.

Bibliotecas pelo Mundo: Stockholm Public Library

The Stockholm Public Library - Visit Stockholm

A Biblioteca Pública de Stockholm é a última da nossa lista mas não a menos importate. Sabia que ela foi a primeira biblioteca na Suécia a deixas os livros expostos?

Pois é, dessa forma, as pessoas poderiam sozinhas procurar seus prórpios livros sem ajuda de um funcionário. Isso era um conceito que não era popular na Europa ainda.

Quanto ao design, ele é clássico e moderno. A sua entrada principal tem uma alta escada que leva ao salão central. Na parte externa, um parque com um espelho d’àgua toma conta, com belos oásis, plantas e esculturas.

Ainda na biblioteca, é possível encontrar mais de 2 milhões de livros físicos e 2.4 milhões de material em audio. Como se não fosse suficiente, existem uma seção internacional que oferece materiais em mais de 100 línguas diferentes.

Ufa! São muitas bibliotecas lindas pelo mundo não? imagina que enriquecedor conhecer esses lugares, ter acesso à esses livros e viver essa experiência. Isso é um sonho possível com a Dreams, então entre em contato com a gente e realiza esse sonho.

Curtiu as bibliotecas pelo mundo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Dicas de viagem Europa Inglaterra

3 destinos para visitar de trem saindo de Londres

Fala Dreamer! Você sonha em viajar pela Europa? Sabia que é super fácil passear pelo continente de trem? Pois é, então vem descobrir quais destinos sensacionais você pode visitar saindo de trem de Londres.

O post é pensado para você que vai fazer intercâmbio em Londres e quer aproveitar para uma Eurotrip nas férias!

Vamos te contar um pouco sobre os destinos, e te falar o preço e a melhor rota para seu destino!

O que você verá:

  1. Escócia
  2. País de Gales
  3. França

Escócia

A Escócia é um dos melhores destinos para visitar saindo de trem de Londres!

Se você quer conhecer belezas naturais incríveis, cenários medievais e monumentos históricos então a Escócia é o país que você deve visitar saindo de trem de Londres!

Edinburgo, capital do país, é dividida entre Cidade Velha Medieval e Cidade Nova Moderna trazendo atmosferas diferentes em uma só. De um lado, ruas pedradas e castelos, de outro construções modernas e elegantes.

O país, também conta com uma cultura local bem efervescente, influenciada é claro pelos povos gaélicos e nórdicos. E o seu povo é super gentil e receptivo, adoram se divertir e beber.

A Escócia fica localizada no norte da mesma ilha em que está a inglaterra e o País de Gales. Por isso, é um ótimo destino para visitar de trem saindo de Londres.

Ademais, existe muito o que se fazer na Escócia, como:

  • Visistar os Museus Nacionais como: Museu Nacional da Escócia, Galeria Nacional Escocesa, Galeria Nacional Escocesa de Arte Moderna e mais! (Ps.: Eles são grátis)
  • Conhecer o Cemitério Greyfriars que é dizem ser o cemitério mais assombrado do mundo!
  • Ir até a Princess Street e os Jardins que é a rua que dividi a Cidade Velha e a Cidade Nova.
  • Passear de Jacobite Express, que é o trem a vapor usado nos filmes de Harry Potter e dentro do trem você desfrutará de conforto e serviços ótimos!
  • Conhecer o famoso Lago Ness!

Dica dreamer: Para ter a melhor experiência de bruxo possível no seu passeio de Jacobite Express, reserve seu ingresso com várias semanas de antecedência!

Para saber preços, horários e informações oficiais basta entrar no site oficial!

Como ir de Trem de Londres?

O trajeto mais fácil e comum é pegando um trem na estação King’s Cross, em Londres. De lá o trem para na capital da Escócia, Edimburgo.

Esse trem sai todos os dia, a cada hora, das 4:45am até as 9:30pm. A viagem normalmente dura entre 4 horas a 5 horas e meia. O preço da viagem custa a partir £ 26,90 e são cerca de 78 trens por dia

Para achar os melhores preços você pode usar esse pesquisador de trens da Europa que fornece as melhores opções para você!

País de Gales

O país de Gales possui cenários exuberantes e é uma ótima opção de destino saindo de trem de londres.

Pertinho da Escócia, Irlanda e é claro da Inglaterra, o País de Gales é um destino com cenários encantadores e paisagens exuberantes, um ótimo destino saindo de trem de Londres.

Além disso o país também traz consigo características medievais sensacionais com castelos e pontes listados como Patrimônio Mundial pela Unesco.

Gales (ou Wales) é um país bem pequeno, por isso muitas vezes ofuscado e ignorado nos principais roteiros de viagem à Europa.

Apesar da exclusão, o país oferece uma boa gastronomia além das belezas já mencionadas.

E caso você esteja se perguntando o que fazer em Gales:

  • Conhecer o Castelo de Cardiff, um castelo que guarda anos e anos de história.
  • Visistar o Museu Nacional de História St Fagans que é um dos principais museus ao ar livre do mundo.
  • Admirar o Castelo Oystermouth que impressiona pelo seu estado de preservação.
  • Ver o Palácio The Breakers que é uma mansão super famosa de Newport e recebe muitos visitandos desde a decada de 70.

Como ir de Trem de Londres?

O trajeto de Londres à capital de Gales, Cardiff, é relativamente curto. São menos de 300 km de distância de uma capital para a outra.

Os trens partem da estação Paddington e param direto na EStação Cardiff Central. São 2 horas de viagem e as saídas acontecem todos os dias, uma vez a cada hora. O preço é apartir de  £27.60 podendo variar um pouco.

França

O sonho de muitos é conhecer a encantadora França, e não é só de Paris que vive a França! Marseille, Nice e Bordeaux são algumas das cidades que também merece seu tempo.

Além de suas belas cidades e adorados pontos turísticos como a Torre Eiffel ou o Museu do Louvre, a França conta uma gastronomia e cultura fashion reconhecida no mundo todo. Por essas e outras a França é o país mais visitado do mundo.

Por esses e outros motivos a França definitivamente deve estar no seu roteiro saindo de trem de Londres.

E o que visitar na França? Bom as opções são muito variadas:

  • Para quem sonha em visitar o lugar mais feliz do mundo, saiba que é possivel visitar a Disneyland Paris! São dois parques temáticos com mais de 50 atrações.
  • Conhcer o Museu do Louvre que é imcomparável e possui uma das melhores coleções europeias de arte.
  • Visitar o Palácio de Versalhes que foi projetado para mostrar a glória da monarquia francesa.
  • Torre Eiffel é a construção mais reconhecida no mundo e claro um ponto turistico que encanta milhares de pessoas ao redor do planeta.

Como ir de Trem de Londres?

Para ir da Inglaterra, até a França existe um único trem, que vai direto de Londres à Paris.

O trem Eurostar, que é muito rápido, em média a viagem demora duas horas e meia. São 13 trens partindo no inicio da manhã até o meio da noite e os horários são das 6 da manhã às 8 da noite.

E claro, assim como passagens de avião, o trem de Londres até Paris é mais caro. O preço da passagem varia de € 50 a mais de € 300, dependendo de quando você comprar, se você vai de econômico ou primeira classe e etc.

Dica Dreamer: Por fim, para conseguir passagens baratas é preciso comprar com bastante antecedência, meses de antecedência se possível. Os preços variam muito e podem ir facilemente de 37 euros à 112.

Eaí, curtiu as informações? Nós temos várias outras dicas no nosso site, além de mais conteúdos sobre Londres e o que fazer lá.

Achou interessante? Entra em contato com a gente para te ajudarmos com sua Eurotrip pós intercâmbio!

Curtiu o conteúdo de viagem pela Europa
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Estados Unidos Europa Graduação e Pós no Exterior Inglaterra

Conheça as melhores universidades para estudar música!

Eai galera! Você sonha em estudar música nas melhores instiuições de música que existem? Então esse post é para você! Vamos te falar as insituições mais renomadas e prestigiadas ao redor do mundo, vem com a gente!

Você verá:

  1. The Juilliard School
  2. Universidade de Música e Artes Cênicas de Vienna
  3. Royal College
  4. Curtis Institute of Music
  5. Royal Conservatoire of Scotland

Estudar música na Juilliard School

A Juilliard foi fundada em 1905. Ela é internacionalmente conhecida por formar músicos e interpretes excepcionais e reconhecidos, como Nina Simone e Aretha Franklin.

A universidade não é só musical mas sim artística, e além de estudar música você pode estudar atuação, dança e performance.

Os cursos mais populares da universidade são:

  • Musical Instruments
  • Dance
  • Acting
  • Voice and Opera
  • Music Theory and Composition
  • Stringed Instruments
  • Jazz/Jazz Studies
Juilliard School é considerada por muitos a melhor universidade para se estudar música no mundo!

Um motivo pelo qual Juilliard tem o prestígio que tem, é porque a instiuição foi fundada em uma época em que a ideia de um conservatório tinha acabado de se tornar algo positivo e sério.

Além disso a universidade foi capaz de fazer construções significativas nos anos 30, quando construir era barato.

Ademais, por ser uma escola de poucos estudantes e com turmas pequenas, os professores tem que oferecer um ensino muito mais intimista e aprofundado.

Essa seletividade contribui em rankings como QS World University Rankings by Subject que avalia a escola como a melhor em artes performativas desde 2016.

Por fim, a missão da Juilliard School é fornecer o mais alto calibre de educação artística para músicos, dançarinos e atores talentosos de todo o mundo.

Assim eles tem a possibilidade de alcançar seu potencial máximo como artistas, líderes e cidadãos globais.

Universidade de Música e Artes Cênicas de Vienna

Talvez a Áustria não tenha sido um país que você pensou ver nessa lista, mas quando o assunto é estudar música, a Universidade de Música e Artes Cênicas de Vienna é um paraíso.

Não só para estudar música mas também artes dramáticas, plásticas e aplicadas. A universidade proporciona um espaço perfeito para discussões de arte também.

Fundada em 1817, a instiuição é considerada uma das maiores universidades de artes do mundo. São muitos departamentos e uma infraestrutura impecável para seus estudantes.

A Instituição organiza cerca de 10 competições, incluindo uma competição internacional de piano de Beethoven. Ela também apresenta um aclamado festival de cinema dos alunos a cada dois anos.

A Universidade de Música e Artes Cênicas de Viena é uma das universidades de maior prestígio para quem sonha em estudar música.

Os cursos mais populares da universidade são:

  • Composition and Music Theory
  • Conducting 
  • Bowed Instruments and Other String Instruments 
  • Wind and Percussion Instruments 
  • Music Therapy 
  • Instrumental Music Education
  • Film & Television 

Ademais, a universidade que possui 3.000 alunos que vem de cerca de 70 países diferentes, tem 115 programas de estudo artístico.

E para finalizar, a universidade tem se mantido no top 3 melhores universidades de artes performaticas do mundo desde 2019 pela QS Top University.

Estudar música na Royal College of Music

Música não é só quem aprende, mas também quem ensina, e aqueles que desejam ensinar música para os outros tem um lugar especial na Royal College of Music.

Localizada na Inglaterra, a faculdade não só ensina música, mas também cursos para aqueles que desejam ser maestros, compositores ou intérpretes.

A Royal é um dos maiores conservatórios do mundo, com mais de 900 alunos de mais de 50 países. E além disso, faculdade possui professores incríveis com carreiras músicais inigualáveis.

A Royal College of Music está no top 5 do ranking a QS World Unisity Hankings no quesito Performing Arts desde 2019.

Royal College of Music possui os programas mais ricos para se estudar música.

Os cursos mais populares da universidade são:

  • Composition & Contemporary Music
  • Music
  • Musical Theatre
  • Jazz
  • Timpani & Percussion
  • Piano Accompaniment
  • Vocal Studies
  • Harp
  • Opera

No mais, a faculdade é localizada em South Kensington que é um importante distrito cultural no centro de Londres.

E para finalizar, a faculdade possui um museu, muito legal né? Esse museu é um dos mais ricos e possui uma das mais relevantes coleções de artigos musicais na Europa.

Curtis Institute of Music

Com sua filosofia de “aprender fazendo’‘ a Curtis Instituite of Music em Philly, EUA, traz um jeito personalizado de se estudar música.

Sua missão é educar e treinar jovens músicos excepcionalmente talentosos. Assim eles podem envolver uma comunidade musical por meio do mais alto nível de arte.

Curtis é uma instituição de alta seletividade sendo considerada uma das mais seletivas dos Estados Unidos de acordo com US News & World Report.

Isso acontece porque com exceção de compositores, maestros, pianistas, organistas e violonistas, a admissão é concedida apenas ao número de alunos necessários para preencher uma única orquestra.

Curtis Institute of Music é inovador e tradicional, possui otimos programas de graduação e pós para aqueles que desejam estudar música.

Os cursos mais populares da universidade são:

  • Voice and Composition
  • Keyboard Instruments
  • String Instruments
  • Brass Instruments
  • Timpani and Percussion
  • Woodwind Instruments

Os alunos da Curtis tem acesso a uma incrível infraestrutura, com salas, palcos, estúdios e uma acustica de altíssimo nível.

Como resultado da sua estrutura os estudantes desfrutam de mais de 200 programas de orquestra, ópera e música solo e de câmara.

Por consequência disso, a instituição permite que artistas causem impacto profundo na música, no palco e em suas comunidades.

Estudar música no Royal Conservatoire of Scotland

Conservatório de música, teatro e escola de dança fundado em 1847. Tudo isso é o Royal Conservatoire of Scotland que é super interdisciplinar.

Muito colaborativa no mundo, a escola trabalha juntamente com a University of Glasgow, University of St Andrews, University of Edinburgh e outras.

Essas colaborações dão muitas oportunidades de aprendizado para seus alunos. Seus ex-alunos, em segundo lugar, não ficam para trás causando impacto dentro e fora do palco.

Royal Conservatoire of Scotland oferece incríveis cursos nas áreas mais variadas, principalmente para aqueles que sonham em estudar música.

Os cursos mais populares da universidade são:

  • Art & Design
  • Liberal Arts & Social Sciences
  • Music
  • Creative Writing
  • Performing Arts
  • Literature

A universidade é considerada uma das melhores da sua área pelo QS World University Rankings. Ademais ela também é lar de populares atores como James McAvoy, Tom Ellis e David Tennant.

Uma coisa curiosa sobre a universidade é que sua taxa de aceitação não é divulgada publicamente. Mas estima-se que esteja em 43% baseado na taxa de admissão de instituições de mesmo ranking e nível.

Publicamente, alunos já mencionaram como “Não há nada a reclamar sobre a instituição, é como viver um sonho”.

Os professores levaram méritos para além do seu currículo, e seus alunos se referem à eles como gentis e receptivos além de altamente qualificados.

Se você quer aplicar para essas universidades ou quem sabe descobrir outras intituições onde você também pode estudar música e outras formas de arte, então entra em contato com nosso time para realizar o seu sonho!

Veja também:

Graduação no Exterior: conheça 4 exames de proficiência em inglês

Confira 5 países que permitem estudar e trabalhar

Tipos de Vistos Pós-Estudo pelo mundo

Curtiu o conteúdo sobre as melhores universidades para se estudar música?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Canadá Estude e trabalhe no exterior Europa Graduação e Pós no Exterior Vistos e documentações

Tipos de Vistos Pós-Estudo pelo mundo

Fala galera! Pensando especialmente em quem sonha em terminar os estudos no exterior e ir direto trabalhar e ganhar a vida lá fora, reunimos todas as informações sobre alguns dos tipos de vistos pós estudo ao redor do mundo, vamo nessa?!

O que você verá:

  • Tipos de visto pós estudo Austrália & Nova Zelândia
  • Vistos Pós Estudo EUA
  • Os Vistos Pós Estudo Canadá
  • Visto Pós Estudo Reino Unido

Tipos de vistos pós estudo Austrália & Nova Zelândia

Muitos brasileiros sonham em conquistar a vida no exterior, principalmente na Oceania, que é um continente que encanta seus visitantes pela excelente qualidade de vida.

Por iso, existem alguns tipos de vistos na Nova Zelândia e Austrália para estudantes internacionais que pretendem ficar no país afim de construir uma carreira.

O Post Study-Work Visa é um visto de trabalho pós estudo da Nova Zelândia. Esse visto permite que você passse um bom tempo ganhando experiência de trabalho após sua educação superior.

Você precisa ter terminado um curso superior do país para solicitar o visto e também é relevante saber quais profissões estão em alta demanda.

No site oficial do governo você pode ler mais sobre as informações sobre esse , outros tipos de vistos e mais.

Ainda sim, existem regras e exigências que precisam ser seguidas quando solicitar esse visto, que tem duração de até 3 anos dependendo da qualificação.

Aqui nesse post do blog, falamos um pouco mais sobre o PSW, ficou interessado? É só Clicar aqui!

Austrália

Para os que querem surfar e conhecer os cangurus, o visto 485 é uma ótima forma de trabalhar na Austrália após os estudos.

Esse visto é perfeito para aqueles estudantes internacionais que pretendem ganhar experiência de trabalho no exterior.

O visto 485 tem duas classsificações, sendo elas graduate work e o post-study work.

O primeiro é indicado para alunos que se formaram recentemente em algum curso superior, ou curso técnico de no mínimo dois anos. Com o Gradute Work você pode:

  • Trabalhar e permanecer no país por até 18 meses
  • Tem permissão para levar família

Além disso, o tempo de processamento desse visto é de, aproximadamente, 4 meses.

Não somente, a área de trabalho almejada tem que estar relacionada a uma ocupação em alta demanda na Austrália. Nesse link você pode ver quais as profissões.

O segundo é especifico para alunos que se formaram recentemente em uma instituição da AU e abaixo seguem alguns requisitos.

Requisitos

Os requisitos para conseguir o visto 485 são os mesmos para ambas as classificações, sendo elas:

  • Teste de proficiência em inglês;
  • Certificado de credenciamento da polícia australiana;
  • Sguero Súde;
  • Cerificado de qualificação;
  • Comprovante de estudo;
  • Atestado médico.

Vistos Pós Estudo EUA

Na terra de Tio Sam é possível que estudantes com visto F-1 façam o OPT e fiquem no país por mais um tempo trabalhando. Não entendeu? Calma, vamos te explicar.

O visto F-1 é o mais comum solicitado por estudantes internacionais, então se você deseja fazer um curso de inglês numa escola de idiomas, fazer uma graduação ou uma pós em uma universidade, esse é o visto que deve ser solicitado.

Caso você tenha esse visto e frequentou por, no mínimo, nove meses um curso americano então você pode solicitar o OPT.

O OPT é uma silga para designar o chamado “Optional Pratical Training” ou Treinamento Prático Opcional.

Ele seria uma permissão temporária de trabalho concedida a estudantes que estão no país sob o visto F-1.

Fizemos um post sobre o sistema de educação dos EUA e falamos sobre o OPT e como ele funciona, todas as nuances e detalhes para que você saiba de tudo! Legal né? É só clicar aqui para ler o post!

Requisitos necessários:

  • Se inscrever para até 12 meses de OPT para cada nível educacional (12 meses para o bacharelado e mais 12 meses para o mestrado);
  • O funcionário responsável de sua faculdade (Designated School Officer – DSO) deverá providenciar um novo Formulário I-20 para você, que demonstre a sua recomendação de emprego;
  • Você deve se inscrever online para receber uma autorização de trabalho. Preencha o Formulário I-765Application for Employment Authorization” pelo site U.S. Citizenship and Immigration Services (USCIS) e pague a taxa de inscrição;
  • Dê início ao treinamento apenas após o recebimento da sua autorização;
  • Se você ainda estiver em período de aulas acadêmicas, pode trabalhar apenas 20 horas semanais. Nas férias, são 40.

Ademais, é bom lembrar que o OPT só será concedido caso o treinamento esteja diretamente relacionado à área de estudo do aplicante.

Os tipos de Vistos Pós-Estudo Canadá

Oa graduados em instituições canadenses podem solicitar o PGWP (Post Graduation Work Permission), para colocar em prática as habilidades adquiridas durante a vida acadêmica.

Ele é um dos tipos de vistos de trabalho que o aluno tem direito ao final de um curso, que pode ser uma pós-graduação, um certificado, diploma, bacharel ou mestrado no país.

O PGWP dá permissão ao portador de trabalhar por um período de oito meses a três anos, variando conforme o tempo do curso estudado.

Quer uma informação valiosa sobre esse visto? Então saiba que você tem que aplicá-lo em até 180 dias após o recebimento do documento oficial de conclusão do curso e ele só pode ser solicitado uma vez na vida.

Continuando, a aplicação do visto pode ser feita online, diretamente no site oficial da Imigração Canadense ou pelos correios.

Documentação

Além dos formulários exigidos pela imigração, o aplicante deverá enviar:

  • Uma cópia do Passaporte completo, incluindo a página com o Visto Canadense;
  • Impressão da Permissão de Estudo Válida;
  • Cópia do Diploma/Certificado emitido pela instituição de ensino
  • Histórico do curso realizado na instituição de ensino canadense
  • Carta Oficial da Instituição de Ensino confirmando o término do programa.

No nosso blog temos outtos posts sobre imigração e trabalho no Canadá, além de posts sobre outros tipos de vistos, gostou? leia aqui!

Tipos de vistos Pós Estudo Reino Unido

Ainda falando sobre os tipos de vistos pós estudo ao redor do mundo, trouxemos por último o Post-Study Work Visa.

Ele permite que estudantes (com visto tier 4) possam trabalhar uma vez que concluirem os estudos no Reino Unido.

 As inscrições são feitas através do Ministério do Interior do governo do Reino Unido e os critérios para alunos internacionas são o seguinte:

  • Um diploma verificado de uma instituição de ensino superior reconhecida;
  • Um visto de estudante válido no momento da inscrição;
  • Fornecer a sua Confirmation of Acceptance for Studies (CAS) usada para o visto Tier 4;
  • Uma notificação da universidade de graduação ao UKVI certificando sua qualificação;
  • Nenhum visto anterior concedido sob a graduate route;
  • Se o seu curso durar menos de 12 meses, você precisará estar no Reino Unido antes da data de término dos estudos;
  • Você deve retornar ao Reino Unido antes do vencimento de seu visto de estudante Tier 4;
  • Os seu dependentes não estão inclusos nessa rota de imigração de após a graduação;
  • Documento de identidade, criminais e verificação de segurança;
  • Pagamento da taxa de inscrição.

Ao fazer uma inscrição você precisará pagar uma taxa de £ 700. Há também o custo adicional de £ 624 para a sobretaxa de saúde (health surcharge). Isso totalizará em £ 1.324.

No mais, é importante ter em mente os gastos da vida no Reino Unido, principalmente na Inglaterra que é o destino de muitos. Temos um texto completíssimo no blog aa respeito disso, se interessou? Dá uma lida!

Afinal, conquistar o mundo lá fora é o sonho de muitos, se você quer saber os melhores caminhos e se preparar com a melhor equipe, entre em contato com a gente!

Curtiu o conteúdo sobre tipos de vistos ao redor do mundo?
Fica mais um pouco! E não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Veja também:

Países que não precisam de visto para brasileiros

Vistos para Austrália: Conheça os principais!

Como tirar seu Visto Americano em 2022

Categories
Espanha Estude e trabalhe no exterior Estude um idioma fora do Brasil Europa Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio Vistos e documentações

Intercâmbio na Espanha: guia completo de como estudar no país

Fala, galera! Pensando em fazer intercâmbio na Espanha mas ainda não sabe qual o melhor programa pra você?

Nesta postagem te contamos as vantagens de fazer intercâmbio nesse país europeu tão procurado por brasileiros e como você pode realizar seu sonho de estudar na Espanha.

Como estudar na Espanha

Ao escolher estudar na Espanha você estará escolhendo o país europeu com o maior número de universidades, públicas ou privadas. Isso significa mais opções para encontrar aquele que se encaixa melhor a você.

Estude espanhol

A maneira mais simples de fazer um intercâmbio na Espanha é fazendo um curso intensivo de espanhol no país.

Isso porque você pode fazer um curso de até 3 meses no país sem precisar tirar seu visto, apenas sua autorização digital de entrada. Ou seja, menos burocracias e você consegue se desenvolver super rápido no espanhol por conta da imersão total que terá no país.

Ensino superior

Com mais de 80 universidades, a Espanha é um grande polo educacional da Europa.

Existem diversas formas de ingressar nas universidades durante seu intercâmbio na Espanha, uma delas é através da sua nota global do Ensino Médio. Para isso, as documentações necessárias são:

  • Certificado de proficiência em espanhol (DELE, por exemplo);
  • Diploma de conclusão do ensino médio apostilado em Haia e com tradução juramentada;
  • Histórico escolar, apostilado em Haia e com tradução juramentada;
  • Passaporte.

Caso você esteja aplicando para um curso muito disputado, também pode ser necessário realizar uma prova de admissão.

Importante: você precisará validar seu diploma de conclusão do ensino médio no Consulado da Espanha.

Outra maneira de ingressar nas universidades espanholas é através do vestibular, conhecido como Selectividad ou Pruebas de Acceso a la Universidad.

Normalmente os processos de pré-inscrição nas instituições iniciam entre os meses de março e setembro. Por isso, é importante estar atento!

Cada universidade possui seu próprio processo de ingresso, esteja atento as plataformas de comunicação institucional.

[Post] Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Universidade na Espanha: como estudar e trabalhar no país

Com o visto de estudante espanhol você poderá trabalhar meio-período durante seu intercâmbio na Espanha.

Durante esse tempo de graduação ou pós você trabalhará enquanto um estagiário ou trainee, por exemplo.

Importante: a autorização para trabalhar deverá ser requisitada ao governo assim que você receber uma oferta profissional na Espanha.

Após 3 anos seguidos com o visto de estudo e autorização de trabalho você poderá solicitar uma nova modalidade: residência e trabalho, contanto que tenha um contrato de trabalho.

Como conseguir bolsas de estudo pra estudar na Espanha

Existem diversos programas que oferecem bolsas de estudo para as Universidades espanholas. Como por exemplo a Asociación Universitaria Iberoamericana de Postgrado e a Universidad Complutense Madrid.

Porém, é preciso ter um bom histórico escolar e se manter atualizado. Além disso, é importante ter em mãos as documentações necessárias para ingressar nas instituições e programas de bolsas de estudos.

E por isso, a presença de alguém com mais experiência te guiando nesse processo e te ajudando nos mínimos detalhes faz toda a diferença. Pensando nisso, nós da Dreams Intercâmbios oferecemos a nossos estudantes uma Assessoria Acadêmica especializada em instituições de ensino no exterior.

Para entender melhor como funciona nossa Assessoria Acadêmica, entre em contato com nossos consultores aqui. Não custa nada e eles estão dispostos a te ajudar com suas dúvidas!

Precisa de visto pra estudar na Espanha?

Como já dissemos antes, se você pretende ficar até 90 dias na Espanha você não precisará de um visto, apenas a autorização de entrada na Europa!

Caso seu curso ultrapasse esse periodo, será necessário tirar um visto de estudante, que pode ser realizado no Consulado Geral da Espanha em sua cidade. Neste link você pode conferir qual o consulado mais próximo a você.

Visto de estudante na Espanha: documentações necessárias e como solicitar

Para solicitar seu visto de estudante você precisará organizar suas documentações, que são:

  • Comprovação de que foi aprovado na instituição de ensino;
  • Atestado médico: necessário caso você permaneça mais do que 6 meses no país;
  • Seguro;
  • Comprovação de renda: o equivalente ao IPREM do ano em que estará no país, cerca de 579,02€ por mês
    • A comprovação pode ser feita através de dinheiro em conta ou imposto de renda;
    • Você pode ter alguém de sua família patrocinando seu intercâmbio na Espanha.
  • Formulário de solicitação de visto;
  • Uma foto 3×4 recente;
  • Passaporte original;
  • Diploma ou histórico acadêmico;
  • Comprovante de residência no Brasil;
  • Título de eleitor;
  • Certidão de antecedentes criminais.

Seu visto deverá ser solicitado pessoalmente com pelo menos 30 dias de antecedência a data da viagem.

Também deverá ser paga uma taxa no valor de R1111$ 367,00 ao consulado. Normalmente, este valor é pago em espécie – confira com o consulado quais opções de pagamento eles possuem.

O visto para estudar na Espanha dura 120 dias e ao chegar no país você precisará solicitar a Carteira de Estrangeiro, que costuma ser válida por até 1 ano – podendo ser renovada.

[Post] Melhores países da Europa pra fazer intercâmbio em 2022

Compare o custo de vida e oportunidades nos melhores países da Europa pra fazer intercâmbio em 2022

Vale a pena estudar na Espanha?

A Espanha é um dos melhores países da Europa para fazer um intercâmbio em 2022. E não é atoa que mais e mais brasileiros buscam aprimorar seu espanhol no país: além das maravilhas locais, o país facilita a vida de brasileiros que desejam residir no país.

Após 2 anos de residencia temporária, você estará qualificado para residir permanentemente no país. Bom demais, né?

Um intercâmbio na Espanha é rico em experiências, por conta das belezas naturais presentes na região. O país possui mais de 5 mil quilômetros banhados pelo mar. Um das praias, conhecida como Playa de Ses Illetes foi eleita em 2016, pelo TripAdvisor, a melhor praia da Europa.

Ainda é possível visitar ilhas belíssima, como Ibiza, Tenerife, ou as Ilhas Canárias, com ruas feitas completamente de areia.

Porém, o que realmente captura o coração de muitos que vão estudar na Espanha é a comida. A culinária espanhola é cheia de pratos com frutos do mar, frutas, vegetais e jamón, presuntos incríveis e com sabores característicos.

Por isso, se você deseja um intercâmbio único e inesquecível, a Espanha é o caminho. E nós estamos aqui pra te ajudar a realizar esse sonho.

Nossos consultores estão abertos para tirar suas dúvidas, te ajudar a se planejar financeiramente e te auxiliar durante todo o seu caminho até seu sonho de estudar no exterior. No link abaixo você poderá deixar seu contato e eles falaremos com você o quanto antes!

Você também pode gostar de conferir:

5 curiosidades imperdíveis sobre a Espanha

Custo de vida na Espanha em 2022: economize enquanto estuda no país

Como é morar em Barcelona: Descubra a Espanha | Brasileiros na Europa

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Estude e trabalhe no exterior Europa Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio

Como estudar na Alemanha: guia completo pra sua graduação

Fala, galera! A Alemanha é repleta de universidades de primeira linha e suas cidades são vibrantes e cheias de história. Assim, não é de surpreender quantas pessoas buscam estudar na Alemanha todos os anos.

Pensando nisso, preparamos esse guia completo pra tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Como estudar na Alemanha

Apesar da língua oficial na Alemanha ser o alemão, ainda é possível estudar nas universidades do país em inglês.

Segundo o DAAD, o serviço de intercâmbio acadêmico alemão, estudar na Alemanha é simples e você só precisar seguir 8 passos pra chegar lá.

No primeiro momento, é importante encontrar uma instituição que faça sentido com seus desejos e necessidades. Através do site da plataforma você pode conferir algumas das melhores opções de curso e universidade no país.

Após selecionar os cursos que te interessam, você deverá conferir os requisitos de cada instituição e se inscrever. Depois de receber a carta de aceitação da universidade, é só dar entrada no seu visto de estudante!

As melhores universidades alemãs

Para te ajudar no processo de escolha da universidade ideal, trouxemos o ranking QS de 2021, dá uma olhada:

  1. Universidade Técnica de Munique
  2. Universidade Ludwig-Maximilians München
  3. Universidade de Ruprecht-Karls-Heidelberg
  4. Humboldt-Universität zu Berlin
  5. Freie Universitaet Berlin
  6. KIT, Instituto de Tecnologia Karlsruhe
  7. Universidade RWTH Aachen
  8. Universidade Técnica de Berlim (TU Berlin)
  9. Universidade Técnica de Dresden
  10. Eberhard Karls Universität Tübingen

O que você precisa para estudar na Alemanha

Apesar de não existir vestibular na Alemanha, você precisa estar atento ao caminho de ingresso que melhor se encaixa a você.

Algumas universidades e cursos colocam um certo padrão de Ensino Médio para os estudantes que desejam ingressar. Isso acontece, em partes, porque o ensino na Alemanha tem um formato diferente do encontrado em outros países.

Normalmente o estudante estrangeiro precisa fazer o Studienkolleg, uma formação complementar ao ensino médio que te prepara para o ensino superior na Alemanha. Aqui explicamos tudo sobre o curso.

Caso você deseje fazer uma pós-graduação na Alemanha, precisará validar seu diploma. Para isso, precisará contratar uma tradução juramentada do documento.

[Post] Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Visto de estudante de alemão: é necessário?

Sim! A permanência sem visto na Alemanha só é possível por até 90 dias. Porém, enquanto um estudante de graduação você precisará ficar pelo menos 6 meses no país.

Existem dois tipos de visto de estudante na Alemanha: o Studienbewerbervisum, em tradução literal “visto de candidato ao estudo”, e o Studentenvisumque é o “visto de estudante”.

Para tirar o Studentenvisum/Visto de estudante você precisará comprovar inscrição em uma faculdade. A outra modalidade é a indicada para o Studienkolleg, que irá te preparar para o ensino superior. De qualquer forma, você precisará confirmar seu vínculo com a instituição para pedir seu visto.

Documentos para tirar o visto de estudante alemão

  1. Passaporte válido;
  2. Comprovante de matrícula no curso que irá fazer;
  3. Comprovante de seguro saúde;
  4. Comprovação de renda

No caso do último item, ele servirá para assegurar que você conseguirá se manter durante o tempo no país. O valor mínimo aceito na Alemanha é de 861€ por mês.

Depois que tiver essas documentações em mãos é só entrar em contato com o Consulado Alemão mais próximo de você. Aqui você pode conferir mais sobre.

Estudar e trabalhar na Alemanha em 2022

A partir do momento em que você ingressa na Alemanha com seu visto de estudante, receberá a autorização para trabalhar até 20 horas/semanais no país. Os trabalhos mais comuns para estudantes nessa situação são os de garçons, babás e atendentes.

Confira: Melhores países da Europa pra fazer intercâmbio em 2022

Se você quer saber mais sobre seu futuro na Alemanha, como se planejar financeiramente ou qualquer outra dúvida, nossos consultores estão disposto a te auxiliar nesse processo.

No link abaixo você pode deixar suas informações que entraremos em contato com você o quanto antes!

Você também pode gostar de conferir:

Como viver viajando: 10 ideias para trabalhar enquanto viaja

Como planejar seu intercâmbio: 5 passos pra tirar seu sonho do papel

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Curiosidades Estude e trabalhe no exterior Europa Graduação e Pós no Exterior Inglaterra

Russell Group: conheça as melhores universidades do Reino Unido

Fala, galera! Você sonha em estudar nas melhores universidades do mundo mas, ao mesmo tempo, quer estudar na Europa?

Conheça o Russell Group, a famosa Ivy League Britânica, que conta com as 24 melhores instituições de ensino da Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales.

O que é o Russell Group?

O Russell Group é um grupo de universidades focadas em pesquisa e excelência acadêmica, localizadas no Reino Unido.

Fundado em 1994, o grupo começou com encontros entre os 17 membros originais no Hotel Russell em Londres, de onde veio o nome.

Os encontros tinham como objetivo a troca de informações e assegurar que seus interesses estavam sendo bem representados pelo governo.

Apenas em 2007 o grupo de tornou uma organização privada oficial, acrescentando mais instituições ao seu corpo.

Russell Group: curiosidades

Dentro do Russell Group, composto de 24 universidades britânicas, estão as “Red Bricks Universities“, termo utilizado desde a Era Vitoriana para nomear aquelas instituições que possuiam um padrão estético similar, com tijolos vermelhos na estrutura.

Estas instituições eram universidades de grande peso, com independência, graças ao Royal Charter. As seis originais eram:

  • University of Birmingham 
  • University of Bristol 
  • University of Leeds
  • University of Liverpool
  • University of Manchester
  • University of Sheffield

Estas instituições possuem um peso e fama por sua excelência que precede a primeira guerra mundial, mas não são as únicas a carregar peso dentro do grupo.

Hoje, as 24 universidades do Russell Group possuem sua própria importância e história e não é atoa que são consideradas as melhores. Dá uma olhada nessas informações:

  • Cerca de 2/3 das pesquisas produzidas no Reino Unido vem do grupo, grande parte delas de importância global;
  • O Russell Group contribui com cerca de £87 bilhões pra economia nacional anualmente;
  • As instituições recebem mais de 500 mil estudantes todos os anos;
  • Dentre os estudantes, 32% são internacionais;
  • E os estudantes não são qualquer um não, 200 vencedores do prêmio Nobel estudaram nas melhores universidades do Reino Unido (Isaac Newton e Stephen Hawking são alguns dos nomes!);
  • As universidades estão entre as 250 melhores do mundo, de acordo com o QS World University Rankings.

Confira: Como planejar seu intercâmbio: 5 passos pra tirar seu sonho do papel

Quais instituições fazem parte do Russell Group

Chegou o momento de matar a curiosidade! Existem atualmente 24 universidades que fazem parte do Russel Group, sendo elas:

InsituiçõesQS Ranking 2022Localização
University of Birmingham90Birmingham,Inglaterra
University of Bristol62Bristol, Inglaterra
University of Cambridge3Cambridge, Inglaterra
Cardiff University=151Cardiff, País de Gales
Durham University82Durham. Inglaterra
University of Edinburgh16Edimburgo, Escócia
University of Exeter149Exeter, Inglaterra
University of Glasgow73Glasgow, Escócia
Imperial College London7Londres, Inglaterra
King’s College LondonLondres, Inglaterra
University of Leeds92Leeds, Inglaterra
University of Liverpool189Liverpool, Inglaterra
London School of Economics & Political Science49Londres, Inglaterra
University of Manchester27Manchester, Inglaterra
Newcastle University134Newcastle, Inglaterra
University of Nottingham103Nottingham, Inglaterra
University of Oxford2Oxford, Inglaterra
Queen Mary, University of London117Londres, Inglaterra
Queen’s University Belfast216Belfast, Irlanda do Norte
University of Sheffield95South Yorkshire, Inglaterra
University of Southampton77Southampton, Inglaterra
University College London8Londres, Inglaterra
University of Warwick61Coventry, Inglaterra
University of York=151York, Inglaterra

[Post] Estudar fora do Brasil: passo a passo pra graduação no exterior

Como estudar nas melhores universidades do Reino Unido

Os pré-requisitos de entrada são bem altos, por pedirem do aluno matérias e notas excelentes.

Ainda assim, os requisitos variam entre cada universidade e curso, e por isso, a melhor saída é conversar com um especialista para entender como se preparar para estudar nas melhores universidades do Reino Unido.

Além da aplicação, existe também a possibilidade de fazer um curso Foundation, que prepara estudantes estrangeiros para as instituições do Reino Unido.

Para saber mais detalhes, ente em contato com nossos consultores no link abaixo. A conversa não custa nada e estamos dispostos a te ajudar nesse caminho rumo aos seus sonhos!

Você também pode gostar de conferir:

Guia para intercâmbio na Inglaterra em 2022 – YouTube

Custo de vida na Inglaterra em 2022: descubra como economizar durante a viagem

Tudo sobre visto na Irlanda: quais os tipos, custos e como solicitar

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Europa Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio

Como estudar na Alemanha: conheça o ABITUR

O Abitur é uma das graduações que todo estudante internacional que deseja estudar na Alemanha precisa saber como funciona, principalmente pelas suas peculiaridades e importância para o ensino da Europa como um todo.

Por isso, elaboramos um post completo sobre tudo o que você precisa saber sobre essa graduação tão importante. Abaixo, saiba tudo sobre o Abitur:

O que é o Abitur Alemão?

O Abitur da Alemanha é um exame que atesta a conclusão do ensino médio do aluno, que pode ter concluído a sua trajetória no 13º ou 12º ano do ensino médio.

Criado em 23 de dezembro de 1788, a partir do “Abiturreglement”, ou Regulamento do Abitur, uma lei posta em prática pelo ministro Karl Abraham Von Zedlids, que buscava tornar o acesso às universidades alemãs mais restrito, já que antigamente, não existiam restrições de ingresso nas instituições de ensino superior da Alemanha.

Uma das vantagens de se ter o Abitur é de que ele é aceito internacionalmente, sendo uma ótima porta de entrada em universidades ao longo de todo o mundo.

Por isso, na Alemanha se torna muito importante que os alunos tenham um Abitur em mãos, sejam eles nativos ou estrangeiros.

Para brasileiros que desejam cursar o ensino superior na Alemanha, o Abitur é essencial, já que na Alemanha os diplomas internacionais de conclusão de ensino médio não costumam ser aceitos, sendo necessária a aplicação em um Studienkolleg.

Melhores países da Europa pra fazer intercâmbio em 2022

Como fazer o Abitur no Brasil?

Ao contrário do que você possa pensar imediatamente, o Abitur não é um diploma adquirido exclusivamente dentro da Alemanha. No Brasil, o Abitur pode ser adquirido em escolas bilíngues alemãs, sendo elas:

  • Colégio Benjamin Constant São Paulo
  • Colégio Cruzeiro Centro Rio de Janeiro
  • Colégio Cruzeiro Jacarepaguá Rio de Janeiro
  • Colégio Erasto Gaertner  Curitiba
  • Colégio Humboldt São Paulo
  • Colégio Imperatriz Leopoldina São Paulo
  • Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I São Paulo
  • Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade II Valinhos – SP
  • Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade III São Paulo
  • Escola Alemã Corcovado Rio de Janeiro
  • Pastor Dohms Schule Porto Alegre
  • Escola Waldorf Rudolf Steiner São Paulo
  • Deutsche Berufsschule São Paulo (IFPA) São Paulo

Todas as escolas acima são reconhecidas pelas Representações da República Federal da Alemanha no Brasil, que consequentemente, também são reconhecidas pelo governo da própria Alemanha.

Concluindo a sua jornada em uma escola bilíngue alemã, você terá em mãos o Deutsche Internationale Abiturprüfung (DIAP) ou Diploma Internacional Abitur Alemão, que é totalmente equivalente ao Abitur alemão ou ao International Baccalaureate (IB).

Confira: 9 melhores países para imigrar em 2022

O que é o International Baccalaureate? 

O International Baccalaureate é uma qualificação educacional reconhecida internacionalmente. Ou seja, por meio dela, você consegue ingressar em universidades de outros países de forma mais fácil e direta, servindo como um facilitador para estudantes estrangeiros. 

O IB é oferecido em 49 instituições de ensino brasileiras, desde 1980.

Assim, você pode ingressar no ensino superior da Alemanha por diferentes certificações, que podem ser acessíveis, assim como o Fachabitur.

Quer saber melhor sobre o Fachabitur? Leia até o final!

Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

O que é o Fachabitur

Como dissemos acima, o Abitur Alemão é um diploma de conclusão do ensino médio, que serve como uma certificação para que as pessoas consigam ingressar no ensino superior alemão, sendo aberto para qualquer graduação.

O Fachabitur é uma qualificação técnica, onde ao contrário do Abitur, não serve de forma tão ampla, mas sim como um certificado de que você está apto para estudar uma determinada área de conhecimento, fazendo com que o Fachabitur seja muito mais direto em relação a graduação que o aluno deseja.

Além disso, esta modalidade também pode servir como uma qualificação técnica avançada para o ingresso em uma faculdade técnica. Ou seja, o Fachabitur é realmente uma qualificação para um curso de universidade específico, mas também funciona como um facilitador do direcionamento para quem deseja ingressar em uma faculdade técnica.

Na qualificação técnica para o ingresso numa faculdade, a faculdade se divide entre a parte teórica e a prática, onde após aprovado, o aluno poderá aplicar para os estudos em uma universidade de ciências aplicadas. Nesta modalidade, não é necessária a comprovação de uma segunda língua estrangeira.

Você também pode gostar de conferir:

SISU 2022: use sua nota do ENEM para estudar fora do Brasil

Como planejar seu intercâmbio: 5 passos pra tirar seu sonho do papel

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Europa Graduação e Pós no Exterior Vistos e documentações

Graduação na Alemanha: conheça o Studienkolleg, curso obrigatório para estrangeiros

O Studienkolleg é um dos itens mais importantes para quem deseja estudar na Alemanha, principalmente se você deseja conseguir um diploma internacional em um dos maiores países da Europa.

Pensando nisso, nós criamos um conteúdo exclusivo para você que deseja chegar na Alemanha sabendo tudo sobre esses cursos.

O que é Studienkolleg?

Todo ano, milhares de estudantes estrangeiros viajam para a Alemanha com o objetivo de conseguirem uma graduação internacional em uma das maiores potências da Europa. Porém, alguns acabam tendo dificuldades com a matrícula em determinadas instituições de ensino.

E isso se deve ao fato de que algumas instituições de ensino, não aceitam qualquer tipo de certificado de conclusão do ensino médio, por exemplo. fazendo com que esses alunos tenham que recorrer a instituições especializadas para a resolução deste problema 

Para o governo alemão, é importante que o aluno estrangeiro tenha uma preparação para conseguir ingressar no ensino superior do país. Assim, os alunos são preparados em instituições chamadas Studienkollegs, que funcionam como um curso preparatório para o ensino superior alemão.

Como aplicar para um Studienkolleg

1 – Verifique se o seu certificado de conclusão é válido para estudos na Alemanha. No site da Anabin, você conseguirá saber como é a avaliação do seu certificado escolar na Alemanha.

2 – Caso o seu certificado não seja aceito na Alemanha, você terá que fazer um curso de 1 ano em um Studienkolleg. 

3 – Informe-se sobre o Studienkolleg em que você irá estudar e os seus requisitos de ingresso, pois cada instituição tem os seus requisitos básicos.

4 – Verifique se você pode se matricular imediatamente, ou via o site https://www.uni-assist.de/.

5 – Pesquise sobre o exame de admissão do Studienkolleg que você escolheu. Geralmente, os próprios Studienkollegs disponibilizam esses testes online, para que você possa fazer uma simulação. Estando já na Alemanha, faça o exame de admissão e ingresse em um Studienkolleg.

Studienkolleg

Os tipos de curso no Studienkolleg

O Studienkolleg é uma instituição que, no geral, tem o objetivo de servir como uma ponte para o aluno internacional que precisa se adequar ao ensino superior da Alemanha. Porém, nem todos os cursos oferecidos pelo Studienkollegs são iguais, tendo especificações para quem deseja um determinado tipo de curso ou área de estudo. Abaixo, entenda os tipos de Studienkolleg, utilizando o Studienkolleg Dusseldorf como referência:

M-Course

O M deste curso vem de Medizin, ou medicina, e ele funciona com o intuito de preparar o aluno que deseja ingressar nos estudos da área de saúde, abrangendo diversos cursos dessa área

Na grade curricular do M-Course, o aluno encontrará um curso preparatório completo, com uma grade curricular preenchida pelas disciplinas de: alemão, biologia, física e química.

Após a conclusão, o aluno poderá ingressar nos cursos de:

  • Medicina (Medizin)
  • Odontologia (Zahnmedizin)
  • Farmácia (Pharmazie)
  • Biologia (Biologie) 
  • Bioquímica (Biochemie)
  • Microbiologia (Mikrobiologie)

Dentre outros cursos, que podem variar de acordo com a instituição de ensino que você escolher.

T-Course

Assim como o M do M-Course, o T deste curso vem da palavra Tecnologia. Este curso tem como foco a preparação de estudantes que desejam ingressar em cursos da área de tecnologia. Na grade curricular, você encontrará as disciplinas de: alemão, matemática, física e química.

Sendo aprovado, o aluno poderá ingressar nos seguintes cursos:

  • Engenharia mecânica (Maschinenbau)
  • Engenharia Civíl (Bauingenieurwesen)
  • Engenharia automotiva (Automobiltechnik)
  • Física (Physik)
  • Tecnologia da informação comercial (Wirtschaftsinformatik)
  • Engenharia e gestão industrial (Wirtschaftsingenieurwesen)
  • Engenharia de processos e materiais (Verfahrens- & Werkstofftechnik) 
  • Matemática (Mathematik)
  • Engenharia elétrica (Elektrotechnik)

Além, claro, de outros cursos da área de tecnologia que não foram citados acima e que podem estar presentes nas diferentes instituições da Alemanha, como as Hochschule, escolas superiores especializadas, ou as Fachhochschule, que também são especializadas, mas estaduais.

Studienkolleg

W-Course

O W-Course, Wirtschaft-Course, ou Curso da área de Ciências Econômicas, é popularmente procurado por alunos que buscam o diploma de graduação em economia ou administração de empresas. Na grades curricular deste curso, você encontrará: alemão, matemática, economia e inglês.

  • Ciências Econômicas (Wirtschaftswissenschaften)
  • Tecnologia da Informação Comercial (Wirtschaftsinformatik)
  • Economia (Volkswirtschaftslehre)
  • Ciências Sociais (Sozialwissenschaften)
  • Sociologia (Soziologie)
  • Turismo (Tourismus)
  • Ciência política (Politikwissenschaften)

G-Course

O G representa a área de ciências humanas, que em alemão, corresponde ao nome de Geisteswissenschaft. Então, assim como o nome já explica, esse curso é indicado para quem está determinado a ingressar nas graduações de cursos da área de humanas. As disciplinas do G-Course são: alemão, literatura alemã, história e ciências sociais.

Sendo aprovado no G-Course, você poderá ingressar nos seguintes cursos:

  • Estudos de língua e literatura alemã (Germanistik)
  • Teologia (Theologie)
  • Filosofia (Philosophie)
  • História (Geschichte)
  • Jornalismo (Journalismus)
  • Literatura alemã (Literaturwissenschaften)
  • Direito (Rechtswissenschaften)

No geral, todos os cursos têm a duração de 38 semanas, com 5 a 6 aulas por semana, com as tuition fees (mensalidade) em €5.500 por ano. Os cursos são divididos entre 2 semestres, sendo eles os de verão e o de inverno.

Dentre todos esses cursos, também existe o S-Course, que se dedica ao ensino d

“Mas afinal, para o que estarei me preparando?”

Todos os Courses têm o objetivo de fazer com que o aluno passe no FSP – Feststellungsprüfung (exame de qualificação universitária), que serve como um exame final para o Studienkolleg.

Passando neste exame, você poderá se inscrever em uma universidade de ensino superior da Alemanha.

Para saber mais obre o ensino superior alemão e como você pode ingressar, confira este post.

Você também pode gostar de conferir:

Como estudar na Alemanha: conheça o ABITUR

Custo de vida na Alemanha em 2022: economize durante seu intercâmbio

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.