Categories
Canadá Estude um idioma fora do Brasil Tudo sobre intercâmbio

Calgary – Canadá: A cidade para seu intercâmbio

Fala galera! Pensando em fazer intercâmbio na querida Calgary, Canadá não é mesmo? Pois reunimos informações essenciais para você sobre essa incrível cidade para que assim você tenha a melhor experiência no seu intercâmbio, vamos nessa?!

O que você vai ver nesse texto:

  1. Canadá
  2. Calgary
  3. Educação em Calgary
  4. Clima
  5. Cultura e Turismo local
  6. Vistos e Documentações

1. Canadá

O Canadá é o destino de intercâmbio de muitos estudantes ao redor do mundo, isso acontece porque o país tem muito a oferecer no quesito de qualidade de vida, assim proporcionando uma ótima experiência para quem mora e visita o país.

Localizado na América do Norte, o Canadá tem um multiculturalismo muito presente graças aos seus imigrantes e turismo latente. Fazer intercâmbio no Canadá é ter acesso a uma excelente infraestrutura, segurança, ótima educação e um mercado de trabalho de portas abertas para você! Agora vamos conhecer um pouco sobre a linda cidade de Calgary em Alberta, Canadá?

2. Calgary

Calgary é uma cidade limpa e acolhedora na província de Alberta no Canadá, uma cidade que está constantemente crescendo e que é destino de vários estudantes.

Considerada uma cidade universitária, ela é a terceira mais populosa do Canadá e também é um grande polo econômico, então atrai muitos intercambistas com o sonho de estudar e trabalhar fora. 

3. Educação em Calgary, Canadá

A educação na cidade de Calgary também não fica para trás quando analisamos o país pela individualidade de suas províncias, Calgary teve classificação de pontuação 97,5 de 100 em diversos setores como segurança, saúde e também educação.

O sistema de educação local também é excelente, com uma grande variedade de opções de instituições, todas elas mais que preparadas para receber seus estudantes.

A cidade também é lar de uma das melhores universidades do mundo, The University of Calgary, que ficou em oitavo lugar em educação internacional de qualidade, com seus cursos de mais sucessos sendo em engineering, Anatomy and Physiology, Hospitality and Leisure Management e Nursing.

4. Clima na cidade de Calgary

A moderna Calgary tem temperaturas variadas dependendo da estação, nos meses mais quentes (junho/agosto) pode chegar a 23°C, então no verão é uma ótima oportunidade para conhecer a cidade já que ela tem muito verde, parques e espaço para se fazer bom proveito dessa estação. 

Durante o inverno (entre os meses de dezembro e fevereiro) a temperatura cai bastante assim como no resto do Canadá, chegando a -16°C em média. Apesar do frio, a cidade tem estrutura para lidar com a variedade climática e Calgary fica linda também no inverno. 

Veja Também:

▪️ Intercâmbio de 1 mês: dicas pra aproveitar as férias no exterior

▪️ Vancouver: guia completo sobre a cidade

▪️ Conheça Montreal: 5 curiosidades sobre a cidade canadense

5. Cultura e Turismo local

Como mencionado anteriormente Calgary no Canadá é muito verde e é perfeita para quem gosta de natureza, explorar, fazer trilhas, esportes de verão, densas florestas para conhecer e parques ecológicos, tudo isso faz parte da cultura local.

Mas sua cultura não se limita a isso, a sua população é muito diversificada então sua cultura também é, a arte, moda, cinema e festivais também são fortes na cultura local, festivais de comida, bebidas, música, escrita,dança e muito mais. 

Lugares em Calgary para visitar:

6. Visto e Documentações

Para entrar no Canadá e realizar seu sonho de intercãmbio no em Calgary existe uam lista de documentações exigidas pela imigração, e aqui está ela:

  • Passaporte válido;
  • Visto (quando necessário);
  • Endereço de hospedagem;
  • Comprovação de estadia- reserva de hotel/pousada ou carta convite de parente ou amigo/ carta da instituição de ensino
  • Passagens de volta;
  • Seguro saúde;
  • Comprovação de dinheiro para se manter no período que irá ficar no país (cartão de crédito, cartão pré-pago, extratos);
  • Em caso de estudo: carta de aceitação da escola e permissão de estudo;
  • Em caso de trabalho: endereço da empresa, contato (telefone e nome supervisor);
  • Exame de saúde, caso fique mais de 6 meses no país.

Eaí, agora que você conhece Calgary e está morrendo de vontade de ir para lá que tal entrar em contato com a gente para te ajudarmos a realizar esse sonho? Clique aqui!

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Estados Unidos Estude um idioma fora do Brasil Tudo sobre intercâmbio

Razões para fazer intercâmbio High School no EUA!

Fala galera! No post de hoje, a gente vai te mostrar motivos do porquê você deve fazer um intercâmbio High School nos EUA, esse país que recebe milhares de estudantes internacionais todos os anos e que espera por você!

Diversas opções de estudo

Por ser um país super habituado a receber estudantes internacionais, os EUA oferecem muitas oportunidades de estudos, cursos, e projetos para diversos níveis de aprendizagem e duração. Isso permite que cada estudante único possa procurar o que funciona melhor para ele! É o país perfeito para seu High School, não é?

Pensando em fazer intercâmbio High School numa das maiores potências mundiais? Continua lendo para saber porque você deve investir nesse sonho!

Costumes & Clima similar

Diferente da maioria dos Europeus, os estadunidenses têm uma natureza mais calorosa e parecida com a do Brasileiro do que pode parecer. A rotina, a alimentação, a maneira de portar, o amor por esportes e celebração.

Que tal ser imerso numa cultura diferente durante seu intercâmbio High School?

Além de que os EUA por ser um país grande oferece uma vasta opção de clima, fazendo com que você possa ir para um lugar com a sua ideia de clima ideal! Imagina fazer High School em Los Angeles por exemplo? Onde o clima é bem ensolarado e fresco, perfeito para pessoas que gostam ou estão mais acostumadas com o calor.

Referência em Educação

Os EUA é um dos países que mais investe em educação no mundo! Tanto o ensino básico (ex. High School) quanto o ensino superior por exemplo, inclusive algumas das melhores universidades do mundo como Harvard, Yale, Columbia e mais!

Uma das melhores educações do mundo os EUA espera você para um experiência intercâmbio High School.

A terra do Uncle Sam também carrega consigo o título de melhor ensino superior do mundo, ficando na frente de países como Suíça, Suécia e Dinamarca. Em 2015 o país investiu ao total cerca de 700 bilhões de dolares em seus alunos, e diferente do Brasil, a educação privada e pública são ambas de alta qualidade

Oportunidade de trabalho durante Intercâmbio High School

Se depois do seu High School você se interessar por universidades dos EUA saiba que os intercâmbios para o país abrem muitas portas para isso, e facilita a criação de vínculos com boas instituições.

Porque não fazer um intercâmbio High School nos EUA e abrir seus horizontes?

A aproximação de empresas e negócios com as faculdades e universidades locais também ajudam os estudantes a ingressarem em carreiras internacionais no futuro. O país é lar de muitas multinacionais e tem um vasto mercado à procura de profissionais qualificados.  

Multicultura durante o intercâmbio

Os EUA é super conhecido no mundo pelo comércio, isso movimenta muito a economia, gerando trabalho, turismo, estudo e vivências essenciais para quem pisa naquela terra.

Diversidade e pluralismo são adjetivos que não faltam para estudantes  de intercâmbio High School durante seu período nos EUA.

Esse polo de comércio atrai pessoas do mundo inteiro fazendo com que seja praticamente impossível não conhecer pessoas de diversos lugares do mundo durante sua estadia no país, principalmente em programas de intercâmbio por exemplo. Aproveite essa oportunidade para aumentar sua bagagem cultural durante seu intercâmbio High School!

Agora que você viu as vantagens de realizar um High School nos Estados Unidos que tal ficar um passo mais perto de realizar esse sonho? Entre em contato com a gente e nos siga em nossas redes sociais!

Estudar nos Estados Unidos: 7 vantagens de fazer intercâmbio nos EUA

Custo de vida nos Estados Unidos em 2022: economize durante a viagem

Educação nos Estados Unidos: Como funciona

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Dicas de viagem Estude um idioma fora do Brasil Nova Zelândia Tudo sobre intercâmbio Vistos e documentações

Auckland: Conheça tudo sobre a incrível cidade!

Fala galera! Hoje a gente preparou um post com tudo que você precisa saber sobre Auckland na Nova Zelândia, essa cidade incrível com uma das melhores qualidades de vida do mundo que está esperando você para visita-lá!

Cidade das Velas

Auckland na Nova Zelândia é o destino de pessoas do mundo inteiro, o que faz dela uma das cidades metropolitanas mais diversificadas do mundo. Com uma cultura forte, limpa e organizada, nos fins de semana a cidade toma ainda mais vida do que já tem.

As várias opções do que fazer propõem uma melhor qualidade de vida além de ser a opção de vários estudantes pois a cidade, e o país, carrega consigo uma cultura educacional muito forte onde as pessoas investem e se dedicam à educação.

Por não ser um país muito populoso o governo consegue atender as demandas dos seus moradores, não é à toa que Auckland está no terceiro lugar no ranking de cidades com melhor qualidade de vida no mundo.

Ah! e por que cidade das velas? Em Auckland uma entre quatro pessoas possui algum tipo de embarcação aquática. 

Cultura de Tāmaki Makaurau

Como mencionado, a cultura neozelândesa é muito forte e diversificada o seu povo tem muitas tradições. A Nova Zelândia foi colonizada pelos britânicos em 1840 mas bem antes disso já era lar dos Maori (em 1350) que são os nativos do país, a cultura britânica e maori são muito presentes hoje.

Existem festivais da cultura local como o Powerco Taranaki Garden Spectacular que é um festival de jardim que contemplam a natureza, tem também festivais de esportes de inverno como o Queenstown Winter Festival e o Nelson Arts Festival que é destinado aos amantes de escrita, música, arte de rua e mais. Não podemos deixar de mencionar os festivais gastronômicos e também os de vinho (os locais são reconhecidos mundialmente).

A cultura Maori não pode deixar de ser mencionada, Tāmaki Makaurau por exemplo é o nome de Auckland na língua Maori. Quando estamos falando da Nova Zelândia, eles são os indígenas locais, e são muito respeitados no país. Eles são um povo extremamente espiritual, que se dedicam a honrar seus ancestrais, e que consideram a natureza muito sagrada.

Os maori também possuem o Haka que é um mantra de batalha, de guerra, em que uma dança é ensaiada para afugentar ou intimidar o inimigo ou dizer que você não esta com medo dele. Os jogadores de rugby normalmente dançam o Haka para seus oponentes antes do jogo, e é sempre uma experiência incrível de assistir.

O povo Maori também tem habilidades artísticas muito fortes, eles são muito bons com esculturas de madeira e possuem seu proprio templo nomeado Marae onde não se entra sem permissão e deve-se entrar descalço.

Continue lendo para saber sobre Auckland, o lugar perfeito para seu intercâmbio!

Comércio em Auckland

Apesar da Nova Zelândia não aparecer nos grandes rankings de economia do país, isso se dá mais por conta de ser um país pequeno já que a economia do país floresce muito bem.

Com um ótimo PIB e uma economia estável, o turismo é um dos motivos pelo qual o país vai tão bem nesse quesito, principalmente o turismo educacional, e a exportação também.

O país oferece oferece muitos cursos de idiomas, profissionalizantes, de graduação, pós, mestrados, doutorados e até mesmo abordagens específicas para pesquisas o que atrai muitos intercambistas, pesquisadores e profissionais ao país, fazendo assim com que o turismo movimente muito dinheiro na economia e também faz com que o governo invista na preservação local, da natureza, pontos turisticos e mais.

A exportação também é o motivo do sucesso economico, o país é conhecido pela vasta produção de carne e lã mas nos ultimos anos o país tem exportado outras coisas como, kiwi, vinho, frutos do mar, madeira… os recursos locais também são variados, como ouro, carvão, areia, ferro, petróleo, que também são exportados.

Clima Neozelandês

O clima em Auckland na Nova Zelândia é bem agradável e ameno, normalmente no verão lá se faz, oficialmente ele é tido como quente e temperado o que faz com que a cidade seja ótima para visitação a qualquer época do ano.

Aqui estão as variações de temperatura de acordo com as estações do ano:

  • Primavera: entre 5ºC e 19º
  • Verão: entre 25ºC e 27ºC
  • Outono: entre 16ºC e 18ºC
  • Inverno: entre 2ºC e 16ºC
Auckland é a cidade perfeita que espera por você na Nova Zelândia, um dos melhores países do mundo.

Educação na Capital Neozelândesa

Já foi mencionado anteriormente sobre a qualidade de vida da Nova Zelândia, e não é diferente na cidade de Auckland, ambos carregam muitos mértios educacionais e não é a toa que o país atrai tantos estudantes! Em 2020 o ministro da educação no país e a primeira ministra anunciaram numa coletiva de imprensa um investimento de $51,6 milhões no setor de educação internacional.

Auckland carrega com sigo ótimas aprovações de seus estudantes e instituições de ensino, a 27ª melhor cidade estudantil do mundo também é potência financeira e econômica na Nova Zelândia, e precisa de pessoas qualificadas para ajudar a crescer e há oportunidades em muitos setores.

Como chegar até Auckland

Como sempre, a papelada faz parte desse processo de entrada legal do país. Aqui vai uma listinha do que é necessário para chegar até Auckland na Nova Zelândia.

Documentação para Visto Estudante

  • Passaporte validado
  • Uma foto recente (3×4)
  • Formulário online para Visto para Estudante 
  • NZeTA
  • Formulário de Financial Undertaking assinado. Download do formulário.
  • Oferta de lugar na escola/universidade
  • Recibo da escola comprovando pagamento integral do curso
  • Garantia de acomodação com endereço
  • 6 extratos bancários de seis meses anteriores à aplicação do visto que comprovem NZD 1,250 para cada mês de permanência na Nova Zelândia
  • Imposto de renda e holerite
  • Garantia de seguro saúde/viagem
  • Comprovante de pagamento da taxa de conservação e turismo (IVL)
  • Cópia da passagem aérea (ida e volta) ou print da reserva
  • EXAME MÉDICO: Apenas para quem for permanecer na Nova Zelândia por mais do que 6 meses.

Visto de turismo

  • Passaporte válido
  • Passagem de ida e volta (Importante: para evitar problemas na imigração o retorno deve estar marcado para, no máximo, 3 meses após a entrada na Nova Zelândia)
  • Comprovante que possui dinheiro suficiente para se manter na Nova Zelândia pelo período desejado (pelo menos NZ$ 1.250,00 por mês – dólares neozelandeses) (através de traveler cheque, dólares, cartão de crédito ou cartão pré-pago de viagem)
  • Comprovante da reserva de hotel na Nova Zelândia ou endereço onde ficará hospedado.

Visto de Trabalho

Existem vários tipos de Visto de Trabalho, mas em geral para solicitar esse visto é necessário fazer a aplicação online diretamente no site da imigração:

  • Passaporte (para brasileiros, válido até no mínimo três meses após a data de partida da Nova Zelândia);
  • 1 foto digital
  • Pagamento da taxa apropriada;
  • Oferta de trabalho
  • Descrição da vaga/função
  • Contrato Individual – Individual Agreement com detalhes de pagamento e condições da proposta de emprego;
  • Comprovação que o solicitante possui qualificações relevantes para a oferta de trabalho;
  • Employer Supplementary Form – Formulário INZ1113 – Formulário do empregador, é usdo para os empregadores/empresas que ofereceram vaga para um estrangeiro que esteja solicitação um Work Visa.
  • O empregador deverá fornecer comprovação que tentou achar mão-de-obra local, uma pessoa que já possua visto de trabalho ou autorização para trabalhar sem visto, como residente ou cidadão Neo-Zelandês ou Australiano.

Agora que você já conhece sobre Auckland na Nova Zelândia porque não ir mais perto e visitá-la? Entre em contato com a gente para ficar ainda mais perto de realizar esse sonho!

Veja Também:

PSW: Conheça o visto para Nova Zelândia

5 Melhores cidades da Austrália para seu intercâmbio

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.
Categories
Dicas de viagem Estados Unidos Estude e trabalhe no exterior Estude um idioma fora do Brasil Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio Vistos e documentações

Educação nos Estados Unidos: Como funciona

Fala galera! Hoje nós preparamos um post super completo sobre educação nos Estados Unidos, a gente sabe que o país é uma potência crescente que recebe milhares e milhares de estudantes de todo mundo e por isso é super importante entender como funciona a educação por lá.

O que você verá nesse post:

  1. Educação nos EUA
  2. Como funciona o Ensino Superior nos EUA
  3. Melhores Universidades
  4. Estudando e Trabalhando

Educação nos Estados Unidos

A educação é algo que é prioridade nos EUA, mais da metade de sua população possui diploma, mas como imigrante é importante entender como funciona o sistema de educação superior do país, já que ele difere do Brasileiro.

Na parte primária, o ensino nos EUA começa na faixa dos seis anos de idade no país, contudo, cada estado possui suas próprias regras em relação à admissão dos pequenos nas escolas, alguns estados, como o de Nova York , aceita crianças de 5 anos, Massachusetts começa o ensino das crianças aos 3 anos, o famoso “Pre-K”.

O período de estudo normalmente dura sete horas, com intervalo de uma hora, existem também disciplinas optativas e sempre é um professor responsável por todas as disciplinas.

Algo super importante para se ter conhecimento sobre é o GPA (Grade Point Average) é que ele é basicamente o histórico escolar do país, ele registra as notas desde o início até o fim da escola secundária, os números dessas notas passam por uma conversão para letras para que o desempenho seja qualificado.

O GPA também possui uma média que avalia esse desempenho que o aluno teve durante sua vida escolar, e ele serve para que os alunos possam ser aceitos nas universidades.

Golden Gate é um dos lugares mais famosos dos EUA, e super vale a pena visitar durante seu periodo de educação no país.

Como Funciona a educação superior nos EUA

Sobre educação superior nos Estados Unidos, existem duas opções, College ou University, para ingressar na faculdade é preciso informações acadêmicas, como notas, atividades, testes padrões, redações e entrevistas. Para estrangeiros é também exigido aquele famoso teste de proficiência em inglês, só assim eles terão segurança de que você entenderá as aulas sem dificuldade de compreensão da língua.

A educação lá dura entre 4 a 6 anos e não existem faculdades de graça que nem aqui, há faculdades públicas que ainda sim exige gastos significativos, contudo, existem bolsas de estudos, programas de financiamento e também existe a universidade comunitária que dura e custa menos. 

Há cursos com forma diferente do padrão, como Med. Veterinária, Medicina, Direito e etc. Todos os outros seguem as mesmas etapas de graduação, mestrado e doutorado. Ainda que os nomes sejam iguais, existem divergências como por exemplo:

Temos de modo geral três grandes áreas acadêmicas sendo elas, humanidades, ciências sociais e ciências de saúde e as algumas disciplinas são opcionais, essas 3 áreas estão divididas entre Associated Degrees e Bachelor’s Degrees

Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Associated Degrees & Bachelor’s Degrees

Associated Degrees são cursos superiores com curta duração, programas acadêmicos feitos para serem concluídos em dois anos, os créditos obtidos nesses programas são reconhecidos em instituições de educação como parte das licenciaturas de quatro anos.

Nesse período você aprende teoria, complementa com disciplinas específicas, e com ele é possível trabalhar em áreas como enfermagem, áreas de educação, saúde e tecnologia.

Licenciatura e Bacharelado, por outro lado, são cursos universitários que assim como aqui no Brasil, duram quatro anos, nos quais o aluno cumpre com os créditos para a função de especialidade escolhida.

Os cursos são das áreas de Humanas, ciências sociais, filosofia, religião, estudos interdisciplinares ou cultura recebem licenciatura ou Bacharel em Artes (B.A). Para cursos de matemática, física e ciências exatas no geral eles podem receber uma licenciatura em ciências ou um B.S (Bacharelado em ciências).

Não dá para falar de educação superior nos EUA sem falar de Harvard uma das universidades mais importantes do país e do mundo,

Graduação

Os anos de graduação nos Estados Unidos são divididos em 4, freshman, sophomore, junior e sênior que correspondem respectivamente ao primeiro, segundo, terceiro e último ano. Apenas no terceiro ano, “Júnior”, o estudante decide em que curso ele vai se tornar bacharel, antes disso as disciplinas são mais de conhecimento gerais, assim o aluno consegue ter tempo para refletir em que ele realmente quer se formar.

Uma coisa importante para se ter em mente durante seu período de educação superior nos EUA, é que no país, o sistema de educação é baseado em horas e não em anos! Por isso, existem carga horárias diferentes para Major e para Minor, sendo 60 horas e 30 horas respectivamente.

Assim que se chega no nível Junior você escolhe a habilitação na qual pretende concluir seu curso de bacharel, para ela se dá o nome de Major e você também pode, depois disso, escolher o Minor que permite a escolha de cadeiras eletivas relacionadas a sua habilitação. Por exemplo, se você escolhe o curso de jornalismo como Major, o Minor pode ser Jornalismo Investigativo.

Para cursos como medicina, direito, você não escolhe sua habilidade específica quando se torna um Junior, em medicina por exemplo se escolhe se faz “Pre-Med” ou “Pre-Vet”, para direito tem “Pre-Law” que são um preparo inicial do curso que o estudante deseja se formar.

Após o seu quarto ano, Sênior, é feito um exame para avaliar seus conhecimentos e após a aprovação o aluno é encaminhado para uma escola profissional onde se conclui o restante dos estudos, na “Professional School” a duração desses cursos específicos (medicina, direito, med, vet, odonto) variam de 4 a 8 anos.

Melhores Universidades

  1. Harvard University
  2. Stanford University
  3. Yale University
  4. Columbia University
  5. Princeton University
  6. New York University
  7. University of Pennsylvania
  8. Brown University
  9. Massachusetts Institute of Technology (MIT)
  10. University of Chicago

Estudando e Trabalhando

Existe a possibilidade de estudar e trabalhar nos EUA como estudante internacional utilizando programas Work & Travel, mas é preciso ficar atento às restrições pois existem algumas.

Existem os vistos para estudantes internacionais como F-1 e o M-1 que permitem que o estudante estrangeiro trabalhe no campus da sua faculdade ou em programas de treinamento, não é permitido trabalhar fora do campus durante o seu primeiro ano.

Além desses vistos existe também o OPT (Optional Pratical Training), ele é uma autorização de trabalho temporária que permite com que estudantes que tem o visto F-1 possam trabalhar na sua área de estudo e adquirir experiência, depois da graducação. Ele pode ser aplicado toda vez que você subir um nível de educação, então ele pode ser aplicado em nível Bacharel por doze meses, e depois por doze meses novamente no mestrado e por aí vai.

Para programas certificados em STEM (ciência, tecnologia, engenharia, matemática), os alunos internacionais podem obter uma extensão de até 24 meses, pelo total de 36 meses.

Existe também um programa que permite você trabalhe enquanto estuda, ele é o CPT – (Curricular Practical Training), que autoriza estudantes estrangeiros com visto F-1 a fazerem estágios remunerados, não remunerados, ou terem algum tipo de treinamento profissional e ele só é feito antes da graduação.

Você somente poderá aplicar para o OPT se fizer meio período de CPT. Ou seja estudantes que aplicaram o CPT para tempo integral não podem aplicar o OPT.

Dessa forma os alunos estudam e trabalham, o trabalho dura cerca de 20 horas por semana ou menos ou de forma integral 20 horas por semana ou mais, o programa acadêmico do CPT serve para que os estudantes tenham a experiência prática do seu futuro profissional.

Os empregos, geralmente estágios (no caso de alunos de graduação), podem ser dentro ou fora do campus – neste caso, o estudante deve conseguir o emprego por conta própria, mas muitas faculdades e universidades os ajudam a encontrar as melhores vagas.

Há também o Non-Required CPT, que pode ser completado como crédito acadêmico, ainda sim não é obrigatório, estudantes que participarem de um programa como CPT devem fazê-lo de forma integral e valendo crédito acadêmico para manter o status do visto F-1.

De qualquer forma os estudantes estão autorizados a trabalhar até 20 horas semanais no campus durante o curso e 40 horas por semana nas férias. Nestes casos, a permissão está atrelada ao visto de estudo e o aluno internacional não precisa trabalhar na área de estudo.

Agora que você já sabe como funciona a educação superior nos estados unidos, e está mais que preparado não deixe de entrar em contato com a gente para realizar esse sonho!

Veja também:

Estudar nos Estados Unidos: 7 vantagens de fazer intercâmbio nos EUA

Custo de vida nos Estados Unidos em 2022: economize durante a viagem

Ivy League: tudo sobre as 8 universidades dos EUA

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais e outros posts do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Dicas de viagem Estude e trabalhe no exterior Irlanda Tudo sobre intercâmbio

Ensino Superior na Irlanda: se destaque no país

ensino superior na irlanda, saiba tudo para estudar e trabalhar
Intercâmbio em Dublin

Fala galera! Pensando em fazer ensino superior na Irlanda, né? Estudar e trabalhar na Irlanda tem sido cada vez mais popular entre estudantes de todo mundo que buscam uma ótima experiência de ensino!

O país é referência em educação e por isso separamos exclusivamente todas as informações necessárias sobre o ensino superior no país, NFQ e como ele funciona, entre outros detalhes importantes para você entender tudo que você precisa para dar os primeiros passos para se qualififcar e realizar esse sonho!

Educação na Irlanda

A educação é um elemento de extrema relevância no país historicamente falando e não é a toa que é uma república conhecida por receber estudantes e trabalhadores de todo o mundo para trabalho, ensino superior, intercâmbio high school e diversos outros. Os investimentos constantes na área da educação nas últimas quatro décadas, fizeram com que a Irlanda se tornasse um destaque global no setor, e vale também salientar que assim como outros países na Europa e America do Norte, o ano letivo/acadêmico da Irlanda começa em setembro.

Estudar e trabalhar na Irlanda! prepare-se para seu incrível intercâmbio!

Segundo o Programme for International Student Assessment (PISA), que é um programa responsável por fazer um nivelamento educacional nas áreas de leitura, matemática e ciências dos seus países participantes, a Ilha da Irlanda ficou no top 10, estando em oitava posição. O país também oferece universidades renomadas como Trinity College Dublin, University College Cork e University College Dublin…perfeito com diversas instituições para escolher onde fazer seu ensino superior.

Na Irlanda também existe a opção de estudar assuntos mais gerais na universidades ao invés de algo mais especifico, isso ajuda muitos estudantes que não tem certeza absoluta qual área especifica de ensino superior eles procuram. Aqueles que ainda não têm a certeza em qual área seguir podem montar sua própria grande de estudos, cursos como Liberal Artes para pessoas da área de humanas, e cursos como General Science para ciencias ou General Engineering e mais!

Como funciona o ensino Superior na Irlanda

A Irlanda, conhecida pelo seu ensino na língua inglesa para estudantes estrangeiros, também oferece muito além disso no quesito da educação. O ensino superior na Irlanda é conhecido ao redor do mundo os estudantes que o país procura são todos aqueles que têm sério comprometimento com seus estudos para serem aprovados pelas instituições de ensino, então ter um bom histórico escolar é relevante.

Também é realizado um exame de proficiência para avaliar seu nível de inglês, sendo os IELTS e TOEFL que tem foco acadêmico e são muito importantes para quem quer continuar os estudos no exterior já que eles são considerados um pré-requisito para ser aceito nos processos seletivos. 

A Ilha Esmeralda tem sido referência econômica nos últimos anos também, o seu crescimento econômico é um dos fatores principais para tantas oportunidades de emprego. Além de poder estudar, você também pode trabalhar enquanto estuda, são 20 horas semanais de trabalho (part time), e 40 horas semanais sem estar estudando (full time). Outro detalhe interessante é que a Irlanda possui escritório de algumas das maiores multinacionais e, muitas delas, procuram cada vez mais falantes do inglês e do português para assessorar seus projetos de expansão.

Estudando e trabalhando na Irlanda

Trabalhar e estudar na Irlanda é não só possível, mas muito comum também, porque o país é um dos poucos que disponibiliza visto de estudo com a possibilidade de trabalho, também tem instituições de ensino superior renomadas com um dos melhores custo-benefício da Europa.

A nova mudança após a aprovação do Budget 2022 faz com que o salário seja de €10,50 por hora trabalhada, um dos maiores da Europa. Para conseguir um trabalho no país, é preciso fazer um curso de 25 semanas, pois esse é o tempo mínimo de duração do curso de inglês que dá direito ao trabalho. A maioria dos estudantes optam por ficar 33 semanas, oito meses, assim dá para fazer uma pequena Eurotrip depois de trabalhar e estudar.

Visto tem uma taxa de 300 euros e exige uma comprovação de, no mínimo, 3.000 euros disponíveis e esse dinheiro não poderá ser utilizado até a solicitação, além disso é muito comum trabalhar na Europa em pubs e restaurantes que, com suas boas gorjetas, são sempre uma renda garantida (vai super te ajudar na sua Eurotrip!). Alguns dos trabalhos mais comuns e populares entre imigrantes enquanto eles estudam para garantir sua qualififcação no mercado de trabalho são: Garçom, bartender, babá, host de restaurante, lavador de pratos, e trabalhos de atendimento ao cliente no geral.

NFQ – National Frequency Qualification

Mas afinal, o que é NFQ? É o sistema de educação na Irlanda que é dividido em 10 níveis, e você vai precisar entendê-lo para saber tudo sobre o seu intercâmbio na Irlanda. Quanto mais específico e especializado é o ensino que você procura, maior é o nível na escala do National Framework of Qualifications (NFQ) – ou Estrutura Nacional de Qualificações. Vamos passo a passo entender cada um desses níveis:

Nível 1 – (Level 1 & 2 Certificate)

Esses níveis oferecem um certificado geral, cobrem o básico sobre leitura e numeração, o ensino não é restrito à crianças, qualquer pessoa sem ou com pouco conhecimento prévio, assim como adultos, idosos e pessoas com incapacidades intelectuais ou cognitivas também podem recorrer a esses níveis de aprendizado. Ter o certificado nível 1 é o equivalente a ter terminado o nono ano, e o nível dois é o equivalente a terminar o primeiro ano do ensino médio. 

Nível 3(Level 3 Certirficate)

O certificado de nível três reconhece o conhecimento geral assim como suas habilidades pessoais e práticas, terminar o nível três é o equivalente a terminar o segundo ano do ensino médio. 

Nível 4 – ( Level 4 Certificate) 

O prêmio de Nível 4 é para habilidades profissionais e pessoais. Além disso, este certificado significa que o destinatário possui um padrão específico de conhecimento e compreensão. Terminar o nível quatro é o equivalente a terminar o último ano do ensino médio fazendo com que os próximos níveis sejam de ensino superior. 

Nível 5 & 6 – (Level 5 & 6 Certificate) 

O quinto nível é o equivalente ao segundo ano de um programa de bacharelado. Também é equivalente a um diploma HND (Higher National Diploma ou Diploma Nacional Superior). O curso de Nível 5 também possui 10 módulos e 8 tarefas.

Os programas de certificação avançada do nível seis ensinam uma ampla gama de habilidades. Alguns são específicos para uma determinada vocação. Os alunos desenvolvem uma compreensão teórica detalhada, bem como habilidades vocacionais e ocupacionais.

Nível 7 & 8 (Level 7 & 8 Certificate)

O nível sete disponibiliza para os estudantes um diploma em bacharelado que dura cerca de três anos. Já o nível oito são divididos em dois diplomas, um de bacharel com horas que leva de 3 a 4 anos para completar, e um diploma superior que leva cerca de um ano para finalizar e para muitas empresas no país esse diploma equivale a um diploma de pós-graduação. 

Nível 9 e 10 – (Level 9 & 10 Certificate)

O diploma de nível 9 é o mestrado que dura em média cerca de 1 a 3 anos de estudo e exige também a defesa de uma tese no final do curso. Já o décimo e último nível da lista é o doutorado que leva cerca de quatro anos e é feito baseado numa tese de sua área escolhida. 

Curtiu o conteúdo?
Não deixa de conferir nosso blog pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Curiosidades Dicas de viagem Estude um idioma fora do Brasil Malta Tudo sobre intercâmbio

Intercâmbio para Malta: Dicas de como aproveitar

Fala galera! Hoje a Dreams veio te dar umas dicas incríveis para você conhecer esse precioso arquipélago e aproveitar ao máximo tudo que esse lindo país tem para oferecer e você curtir muito seu intercâmbio para Malta, vamos nessa?

Pensando em como aproveitar o seu intercâmbio para Malta, né? Se liga nas nossas dicas para aproveitar mais sua estadia no país.

Um Pouco Sobre Malta

A república de Malta é um país bem pequeno, tem cerca de 443 mil habitantes, o país está localizado no continente europeu no mar Mediterrâneo, e divide a fronteira marítima com a Líbia e a Itália. O clima no país é quente no geral, no inverno o clima, comparado com outros países europeus, é até agradável pois não fica tão frio! Suas duas línguas oficiais são o Maltês e o Inglês, ela tem um ótimo custo de vida, um dos mais baratos da Europa, (não é a toa que as pessoas querem fazer intercâmbio para Malta), sua capital Valeta foi escolhida a Capital Europeia da Cultura, agenda de espetáculos passa dos 400 eventos. Massa para seu intercâmbio né?

O que levar

Malta tem um clima muito agradável, chove pouco então é importante levar roupas agradáveis para combinar com o clima, a água do país é dessalinizada então é sempre bom levar hidratante, óleo para cabelo e produtos hidratantes para pele também. As tomadas são diferentes então leve adaptador para plugs não britânicos e power bank. Sobre suas documentações são algumas:

  • carta da instituição de ensino
  • passaporte
  • visto
  • comprovante do dinheiro levado 
  • carteira de vacina internacional
  • seguro saúde 

A Blue Lagoon é o lugar perfeito para visitar durante seu Intercâmbio para Malta.

Alguns pontos turísticos:

  • Co-Catedral de São João
  • Blue Lagoon
  • Templos Megalíticos
  • Hipogeu de Hal Saflieni
  • Região do Grão-Porto
  • Forte de Santo Elmo
  • Forte de Santo Ângelo
  • Casa Rocca Piccola
  • National Museum of Archaeology
  • Santuário Ta’ Pinu
  • St. Paul’s Cathedral
  • Teatro Manoel
  • St. Paul’s Catacombs
  • Igreja Rotunda de Mosta
  • Cidade de Mdina, a antiga capital

Onde fica Malta: conheça a história e geografia do país

Melhores Restaurantes em Malta

  • Strait Street e Merchants Street, duas das ruas mais importantes da capital, você encontrará restaurantes típicos e mercados sensacionais.
  • Feira de Marsaxlokk – Funciona aos domingos e é perfeito para comer peixes, frutos do mar, verduras, petiscos também vende lindo souvernirs.
  • Ta’ Marija – Restaurante com uma ótima atmosfera e comida saborosa.
  • Diar il-Bniet – Lugar bonito e comida muito boa, vale a pena conferir!
  • Waterbiscuit – Paisagens bonitas, boa comida, bom serviço e boa localidade, um dos favoritos.
  • Skuna – Comida muito gostosa, funcionários gentis, ótimo atendimento ao cliente.
  • ORTYGIA Food Experience – ótimo lugar, ótima comida e um dos principais restaurantes para você visitar no seu intercâmbio para Malta.
Malta é o lugar perfeito para seu intercâmbio, não dá para perder essde lugar ensolarado e lindo.

Você também pode querer conferir:

O que fazer em Malta: 5 lugares imperdíveis para visitar no seu intercâmbio

Custo de vida em Malta: saiba como será o seu intercâmbio

O que evitar no seu Intercâmbio para Malta

  • Na calçada em Malta, são dezenas e dezenas de restaurantes que disputam seus clientes, então fique esperto para não cair em roubadas, pesquisando bem onde vale a pena comer.
  • São 365 igrejas em Malta, uma para cada dia do ano, os sinos das igrejas tocam, e tocam muito! é importante entender que é parte da cultura local e reclamar do barulho pode ser ofensivo para os locais
  • Em Malta o povo é muito calmo e tranquilo, a palavra pressa não faz parte do vocabulário local, e isso se estende para o comércio, em bares e restaurantes os funcionários não fazem as coisas na pressa, por isso otimize bem o seu tempo para que você possa aproveitar seu serviço na mesma calma que os funcionários servem você. 
  • A Humildade também é uma característica muito prestigiada pelos malteses, por isso, ostentação financeira é mal vista.
  • Em seu intercâmbio para Malta é bom saber que a carteira de motorista brasileira é válida por até um ano a partir da data de chegada no país, amaioria das locadoras de carros em Malta exige a idade mínima de 21 anos (mas é super difícil estacionar em Malta e o trânsito é caótico) o melhor mesmo é andar pela cidade para evitar estresse. Ah! e seu fuso horário está 5 horas à frente do horário de Brasília.
Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais e post do blog para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Curiosidades Dicas de viagem Tudo sobre intercâmbio

Como comprar passagens aéreas baratas: tudo que você precisa saber pra economizar

Fala, galera! Todo viajante deseja comprar passagens aéreas baratas, e por isso, existem hoje tantas plataformas que comparam preços em tempo real e nos oferecem um melhor panorama de como economizar.

Pensando nisso, perguntamos aos nossos Dreamers quais os segredos deles pra viajar o mundo gastando pouco, dá uma olhada:

Passagens aéreas baratas: 5 dicas incríveis

Já pode salvar essa postagem e mandar para seus amigos no Whatsapp porque todas essas dicas vão te ajudar a economizar bastante – em tempo e dinheiro!

Todas essas dicas vieram dos nossos Dreamers, ou seja, de quem mais viaja. Muitas dicas vieram também da nossa equipe de Sucesso do Estudante que está sempre de olho em passagens aéreas baratas para nossos intercambistas.

Acompanhe o valor das passagens aéreas diariamente

Sim, não tem segredo: compra mais barato quem está sempre de olho nos valores. E isso vale para qualquer coisa que a gente pense em comprar, né?

Hoje em dia existem diversas plataformas onde você pode automatizar a monitoração dos valores e/ou comparar preços de diversas empresas aéreas. Aqui vão as mais indicadas pelos nossos Dreamers:

  1. ViajaNet: a plataforma mostra as melhores datas e percursos até seu destino, dando um guia completo de como economizar mais;
  2. 123milhas: monitore o valor de passagens, hospedagem e pacotes para seu destino
  3. Google Flights: essa extensão do Google te permite não apenas comparar os valores das passagens aéreas mas também colocar “alertas” de alteração nos preços – e você recebe tudo no seu email!
  4. Skyscanner: compare os valores de passagens, hospedagens e aluguéis de carro nas melhores datas e empresas.

Flexibilidade na escolha do voo aumenta o desconto

Muitas vezes as empresas liberam promoções de última hora para um voo por não ter conseguido preencher 60% da capacidade do avião. Ou seja, lei da oferta e da procura.

Por isso que em época de baixa temporada as passagens aéreas costumam ser bem mais baratas: não existe demanda para preencher os voos, então é necessário atrair as pessoas pelo preço.

Flexibilidade vai além da data e horário de viagem

Isso mesmo que você leu! Muitas vezes uma alteração no aeroporto ou cidade aumenta consideravelmente o desconto na sua passagem.

Então, se for viável para você, confira os valores em diferentes cidades e aeroportos do seu destino.

Voos saindo de São Paulo e Rio de Janeiro também são mais baratos, por isso, veja também se não vale mais a pena comprar uma passagem saindo de um desses destinos (principalmente no caso de voos internacionais).

Mas, lembre-se: se você não mora nesses estados, veja se vale a pena voos separados – e compre com uma janela de tempo ampla de um voo para o outro, pra evitar perder o horário caso hajam atrasos!

Vale a pena saber: se você perder um voo por atraso seu não receberá suporte da companhia aérea. Apenas em caso de erro da companhia aérea em atrasos de voos integrados (quando você compra um voo com escalas) eles terão a responsabilidade de cobrir os danos causados.

Confira: Países que não precisam de visto para brasileiros

Companhias aéreas fazem promoções

Empresas locais como Gol e Latam tem suas próprias promoções, que muitas vezes acontecem de uma hora pra outra. Se puder, faça seu cadastro nas plataformas dessas empresas para receber as promoções e ofertas exclusivas em seu email.

Milhas valem muito a pena

Sim, pode parecer algo óbvio, mas milhas realmente valem muito a pena – se você encontrar um programa que dê um bom retorno.

Quem viaja muito tem um programa de milhas como carta na manga! Nem sempre comprar com as milhas vai ser mais vantajoso do que em dinheiro, dependendo da promoção que você pegar.

As milhas são pontos que, normalmente, você vai acumulando a medida que utiliza seu cartão de crédito, ou seja, seus gastos do dia a dia retornam pra você.

Segundo nossos Dreamers, esses são os cartões que estão tendo um maior retorno para seus usuários atualmente:

  1. Itaú Uniclass Platinum ou Black/Infinite: através do programa Sempre Presente suas compras são transformadas em pontos que podem ser trocados por milhas. A pontuação varia de 1 a 3 pontos a cada dólar gasto. No site Melhor Plano tem uma tabela super legal pra comparar os valores, dá uma olhada!
  2. Itaú Pão de Açúcar: O programa com maior pontuação, no cartão Pão de Açúcar Mais Gold ou Platinum, você recebe 1 ponto por real gasto.

Depois de acumular uma boa quantidade de pontos você pode ir nos programas das empresas aéreas como Tudo Azul, Smiles ou Latam Fidelidade e trocar por milhas.

Fica a dica: O aplicativo oktoplus te permite gerenciar todos os seus pontos, te ajudando também na hora de decidir se vale mais a pena usar sua pontuação ou comprar as passagens aéreas em dinheiro. Legal, né?

Como comprar passagens aéreas baratas: desvendando certos “mitos”

Como tudo na vida, existem mitos que se propagam quando o assunto é comprar passagens aéreas baratas. Trouxemos aqui as dúvidas e mitos mais comuns e como que realmente funciona na prática.

Qual dia da semana tem as passagens mais baratas?

Normalmente dias úteis e no horário da madrugada possuem passagens aéreas baratas. As segundas também costumam ter passagens mais em conta, porém, é sempre bom conferir nas plataformas que te indicamos qual dia está com um desconto maior.

Comprar passagens de madrugada sai mais barato?

Viajar no horário da madrugada pode, sim, sair mais barato. Mas no caso desse “mito” aqui, algumas pessoas acreditam que ficar de madrugada conferindo os sites de empresas pode resultar em passagens aéreas mais baratas. Bom, não existe nenhuma certeza nisso! Vale mais a pena colocar um alerta de preços.

Confira: Como levar dinheiro para o exterior em segurança

Com qual companhia aérea devo comprar minhas passagens?

Isso depende muito de preferências pessoais. O mais importante é, ao escolher um bom pacote pra viajar, conferir todas as regras e, se você não conhece a empresa, se informar sobre ela.

Quando é a hora de comprar minhas passagens?

Nem sempre comprar com antecedência pode sair mais barato. Como já dissemos, as vezes os preços das passagens aéreas caem bastante por não terem atingido 60% da capacidade do avião.

Ainda assim, a melhor hora é quando você achar um bom preço. Se encontrou passagens num bom valor, compre na hora! A tendência é que depois os valores aumentem.

Qual é o melhor mês para viajar?

Mais um tópico que depende da sua disponibilidade e preferência pessoal. Os períodos de baixa temporada são sempre os mais baratos, mas existe um motivo pra isso: seja por conta do clima não ser o mais turístico na região ou por conta do período de férias. Então, pesquise bem pra valer a pena a viagem!

Postagens que você também pode gostar:

Como planejar seu intercâmbio: 5 passos pra tirar seu sonho do papel

Viajar sozinha: 5 melhores destinos ao redor do mundo

Intercâmbio ou curso de inglês: como atingir a fluência mais rápido | Prós e Contras

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Espanha Estude e trabalhe no exterior Estude um idioma fora do Brasil Europa Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio Vistos e documentações

Intercâmbio na Espanha: guia completo de como estudar no país

Fala, galera! Pensando em fazer intercâmbio na Espanha mas ainda não sabe qual o melhor programa pra você?

Nesta postagem te contamos as vantagens de fazer intercâmbio nesse país europeu tão procurado por brasileiros e como você pode realizar seu sonho de estudar na Espanha.

Como estudar na Espanha

Ao escolher estudar na Espanha você estará escolhendo o país europeu com o maior número de universidades, públicas ou privadas. Isso significa mais opções para encontrar aquele que se encaixa melhor a você.

Estude espanhol

A maneira mais simples de fazer um intercâmbio na Espanha é fazendo um curso intensivo de espanhol no país.

Isso porque você pode fazer um curso de até 3 meses no país sem precisar tirar seu visto, apenas sua autorização digital de entrada. Ou seja, menos burocracias e você consegue se desenvolver super rápido no espanhol por conta da imersão total que terá no país.

Ensino superior

Com mais de 80 universidades, a Espanha é um grande polo educacional da Europa.

Existem diversas formas de ingressar nas universidades durante seu intercâmbio na Espanha, uma delas é através da sua nota global do Ensino Médio. Para isso, as documentações necessárias são:

  • Certificado de proficiência em espanhol (DELE, por exemplo);
  • Diploma de conclusão do ensino médio apostilado em Haia e com tradução juramentada;
  • Histórico escolar, apostilado em Haia e com tradução juramentada;
  • Passaporte.

Caso você esteja aplicando para um curso muito disputado, também pode ser necessário realizar uma prova de admissão.

Importante: você precisará validar seu diploma de conclusão do ensino médio no Consulado da Espanha.

Outra maneira de ingressar nas universidades espanholas é através do vestibular, conhecido como Selectividad ou Pruebas de Acceso a la Universidad.

Normalmente os processos de pré-inscrição nas instituições iniciam entre os meses de março e setembro. Por isso, é importante estar atento!

Cada universidade possui seu próprio processo de ingresso, esteja atento as plataformas de comunicação institucional.

[Post] Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Universidade na Espanha: como estudar e trabalhar no país

Com o visto de estudante espanhol você poderá trabalhar meio-período durante seu intercâmbio na Espanha.

Durante esse tempo de graduação ou pós você trabalhará enquanto um estagiário ou trainee, por exemplo.

Importante: a autorização para trabalhar deverá ser requisitada ao governo assim que você receber uma oferta profissional na Espanha.

Após 3 anos seguidos com o visto de estudo e autorização de trabalho você poderá solicitar uma nova modalidade: residência e trabalho, contanto que tenha um contrato de trabalho.

Como conseguir bolsas de estudo pra estudar na Espanha

Existem diversos programas que oferecem bolsas de estudo para as Universidades espanholas. Como por exemplo a Asociación Universitaria Iberoamericana de Postgrado e a Universidad Complutense Madrid.

Porém, é preciso ter um bom histórico escolar e se manter atualizado. Além disso, é importante ter em mãos as documentações necessárias para ingressar nas instituições e programas de bolsas de estudos.

E por isso, a presença de alguém com mais experiência te guiando nesse processo e te ajudando nos mínimos detalhes faz toda a diferença. Pensando nisso, nós da Dreams Intercâmbios oferecemos a nossos estudantes uma Assessoria Acadêmica especializada em instituições de ensino no exterior.

Para entender melhor como funciona nossa Assessoria Acadêmica, entre em contato com nossos consultores aqui. Não custa nada e eles estão dispostos a te ajudar com suas dúvidas!

Precisa de visto pra estudar na Espanha?

Como já dissemos antes, se você pretende ficar até 90 dias na Espanha você não precisará de um visto, apenas a autorização de entrada na Europa!

Caso seu curso ultrapasse esse periodo, será necessário tirar um visto de estudante, que pode ser realizado no Consulado Geral da Espanha em sua cidade. Neste link você pode conferir qual o consulado mais próximo a você.

Visto de estudante na Espanha: documentações necessárias e como solicitar

Para solicitar seu visto de estudante você precisará organizar suas documentações, que são:

  • Comprovação de que foi aprovado na instituição de ensino;
  • Atestado médico: necessário caso você permaneça mais do que 6 meses no país;
  • Seguro;
  • Comprovação de renda: o equivalente ao IPREM do ano em que estará no país, cerca de 579,02€ por mês
    • A comprovação pode ser feita através de dinheiro em conta ou imposto de renda;
    • Você pode ter alguém de sua família patrocinando seu intercâmbio na Espanha.
  • Formulário de solicitação de visto;
  • Uma foto 3×4 recente;
  • Passaporte original;
  • Diploma ou histórico acadêmico;
  • Comprovante de residência no Brasil;
  • Título de eleitor;
  • Certidão de antecedentes criminais.

Seu visto deverá ser solicitado pessoalmente com pelo menos 30 dias de antecedência a data da viagem.

Também deverá ser paga uma taxa no valor de R1111$ 367,00 ao consulado. Normalmente, este valor é pago em espécie – confira com o consulado quais opções de pagamento eles possuem.

O visto para estudar na Espanha dura 120 dias e ao chegar no país você precisará solicitar a Carteira de Estrangeiro, que costuma ser válida por até 1 ano – podendo ser renovada.

[Post] Melhores países da Europa pra fazer intercâmbio em 2022

Compare o custo de vida e oportunidades nos melhores países da Europa pra fazer intercâmbio em 2022

Vale a pena estudar na Espanha?

A Espanha é um dos melhores países da Europa para fazer um intercâmbio em 2022. E não é atoa que mais e mais brasileiros buscam aprimorar seu espanhol no país: além das maravilhas locais, o país facilita a vida de brasileiros que desejam residir no país.

Após 2 anos de residencia temporária, você estará qualificado para residir permanentemente no país. Bom demais, né?

Um intercâmbio na Espanha é rico em experiências, por conta das belezas naturais presentes na região. O país possui mais de 5 mil quilômetros banhados pelo mar. Um das praias, conhecida como Playa de Ses Illetes foi eleita em 2016, pelo TripAdvisor, a melhor praia da Europa.

Ainda é possível visitar ilhas belíssima, como Ibiza, Tenerife, ou as Ilhas Canárias, com ruas feitas completamente de areia.

Porém, o que realmente captura o coração de muitos que vão estudar na Espanha é a comida. A culinária espanhola é cheia de pratos com frutos do mar, frutas, vegetais e jamón, presuntos incríveis e com sabores característicos.

Por isso, se você deseja um intercâmbio único e inesquecível, a Espanha é o caminho. E nós estamos aqui pra te ajudar a realizar esse sonho.

Nossos consultores estão abertos para tirar suas dúvidas, te ajudar a se planejar financeiramente e te auxiliar durante todo o seu caminho até seu sonho de estudar no exterior. No link abaixo você poderá deixar seu contato e eles falaremos com você o quanto antes!

Você também pode gostar de conferir:

5 curiosidades imperdíveis sobre a Espanha

Custo de vida na Espanha em 2022: economize enquanto estuda no país

Como é morar em Barcelona: Descubra a Espanha | Brasileiros na Europa

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Curiosidades Dicas de viagem Estados Unidos Estude um idioma fora do Brasil Tudo sobre intercâmbio

O que fazer em Orlando: 15 pontos turísticos que você precisa conhecer

Fala, galera! Está planejando uma viagem para os EUA e quer saber o que fazer na cidade? Separamos 15 pontos turísticos de Orlando incríveis que vão te fazer se apaixonar pela cidade… e não querer sair nunca mais!

O que fazer em Orlando: diversão na cidade

Apesar de ser conhecida pelos parques da Disney, a cidade de Orlando tem muito mais diversão para oferecer..

No verão, as ruas da cidade ficam lotadas de viajantes do mundo inteiro que buscam experiências únicas, e por conta da variedade em opções de entretenimento, hospedagem, restaurantes e instituições de ensino para quem deseja aproveitar a viagem pra colocar o inglês em dia, é importante se preparar.

Por isso, após ler esse post, já anote as atrações e compre os ingressos com antecedência. Assim, você irá economizar tempo e dinheiro.

Ah, e claro, não deixe de guardar algumas horas para conhecer as praias magníficas da Flórida, como Cocoa Beach, que está localizada há 45 minutos da cidade de Orlando.

[Post] Intercâmbio de 1 mês: dicas pra aproveitar as férias no exterior

Explore a galáxia no Kennedy Space Center

O Kennedy Space Center é uma pequena parte da NASA, a Agência Espacial Americana.

O espaço é um museu interativo, com programas e atividades que te permitem explorar o mundo espacial com que mais entende.

Esse ponto turístico de Orlando fica a 1 hora de Orlando e no caminho você passará por 4 pedágios no caminho. Ele costuma estar aberto todos os dias das 9h às 18h, e os ingressos custam US$50 para adultos e U$40 pra crianças.

O tour pelo centro inteiro precisará de um dia inteiro, mas quantas vezes você terá a chance de estar na NASA?

A Clássica Flórida no Old Town Kissimmee

Old Town Kissimmee ou Old Town Orlando é uma região que parece ter parado no tempo. Tudo lembra a uma Flórida antiga, com construções, carros e parques temáticos dos anos 60.

A atração é considerada por muitos a melhor experiência em Orlando e se você quiser conhecer, pode agendar seu passeio com antecedência aqui.

Adrenalina no Fun Spot America

Parques de diversões gigantes e com atrações radicais para toda a família? O Fun Spot America em Orlando tem!

Desde pistas de kart, carrinhos bate-bate, carrossel, jogos clássicos de videogame até montanhas-russas, esse ponto turístico de Orlando está pronto para receber você. Os ingressos você pode conferir aqui.

[Post] Como tirar seu Visto Americano em 2022

Natureza em Orlando

Mas não só de parques radicais vive Orlando! A cidade possui diversos pontos onde você pode estar em contato com a natureza.

No Exotic Animal Experience você tem a experiência de dividir um espaço natural com animais selvagens. Além disso, ainda pode tocar e acariciar as criaturinhas como lêmures, macacos e cangurus.

Outro espaço animal é o famoso parque dos jacarés, o Gatorland! Esse é para os mais corajosos, ein? Há apenas 8km dos parques da Disney, esse parque conta com jacarés de verdade e de mentira, tartarugas e pássaros.

Mas se jacarés não forem seus animais preferidos, sempre haverá o belíssimo SEA Life Orlando Aquarium. Aberto nos finais de semana, os ingressos custam U$25 para adultos e U$21 para crianças de 3 a 12 anos de idade.

O espaço é super interativo e permite belíssimas fotos com animais exóticos. Inclusive, você ainda pode ter a experiência única de acariciar anêmonas e estrelas do mar!

Hora de ir às compras!

Não podemos deixar de lado as compras, não é verdade? Orlando oferece diversos centros comerciais para seus visitantes. Aqui iremos destacar o The Florida Mall, um ponto turístico bem tradicional e localizado próximo ao Aeroporto Internacional de Orlando.

E pra curtir durante as compras, o Universal’s CityWalk, centro de entretenimento da Universal Studios não deixa a prometer! O espaço possui atrações e espaços super legais para fotos com os amigos.

A entrada é gratuita e você pode entrar andando sem nenhum estresse. É diversão garantida para os amantes de Hollywood.

[Post] Como levar dinheiro para o exterior em segurança

Aventuras? Em Orlando nós temos!

Achou as atividades muito paradas?! Que tal conhecer o Paddleboard Orlando, que oferece a experiência de praticar o Stant Up Paddle, um esporte-lazer onde você rema em cima de uma prancha de surfe?

Ou então, que tal inovar com um passeio de helicóptero com o Helicopter Tours, sobrevoando a cidade e enxergando suas belezas de um novo ponto de vista?

Mas, se mergulhar com golfinhos for seu sonho, a hora é agora! O Florida Dolphin Tours te permite acompanhar as belezas naturais do golfinhos de Orlando. Com certeza esse será um momento inesquecível pra toda a família.

Ainda no mar, um passeio de Jet Ski também é uma opção de curtição entre você e seus amigos! Pra isso, empresas como a Extreme Jet Ski of Orlando podem te auxiliar.

O que fazer na Flórida: visite os museus

Quer ver mais sobre a história e cultura pop local? Então você precisa conhecer este ponto turístico de Orlando, o Madame Tussauds Orlando.

O maior e melhor museu de cera do mundo, que conta com esculturas perfeitas de celebridades como Taylor Swift, Will Smith, Beyonce e personagens da Marvel.

Os ingressos custam U$36,99 e crianças menores de 3 anos não pagam! Você pode conferir mais sobre os valores aqui.

Ou talvez, um museu no estilo do filme Uma Noite do Museu pode ser o que você estava buscando! O Orlando Science Center é um programa incrível para famílias e amantes da ciência!

Os valores para conhecer estão por volta de:

  • Adulto (acima de 12 anos): US$27.
  • Criança (entre 3 e 11 anos): US$18.
  • Idoso (acima de 55 anos): US$24.
  • Bebê (2 anos ou menos): Não paga.

Para comprar os ingressos é só clicar aqui.

E pra fechar com chave de ouro, não deixe de visitar o The World of Chocolate Museum: cheio de esculturas de chocolate, é a própria Fábrica de Chocolate da vida real.

Postagens que você também pode gostar:

Custo de vida nos Estados Unidos em 2022: economize durante a viagem

Como estudar inglês sozinho: roteiro de estudos gratuito

Estudar nos Estados Unidos: 7 vantagens de fazer intercâmbio nos EUA

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Estude e trabalhe no exterior Europa Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio

Como estudar na Alemanha: guia completo pra sua graduação

Fala, galera! A Alemanha é repleta de universidades de primeira linha e suas cidades são vibrantes e cheias de história. Assim, não é de surpreender quantas pessoas buscam estudar na Alemanha todos os anos.

Pensando nisso, preparamos esse guia completo pra tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Como estudar na Alemanha

Apesar da língua oficial na Alemanha ser o alemão, ainda é possível estudar nas universidades do país em inglês.

Segundo o DAAD, o serviço de intercâmbio acadêmico alemão, estudar na Alemanha é simples e você só precisar seguir 8 passos pra chegar lá.

No primeiro momento, é importante encontrar uma instituição que faça sentido com seus desejos e necessidades. Através do site da plataforma você pode conferir algumas das melhores opções de curso e universidade no país.

Após selecionar os cursos que te interessam, você deverá conferir os requisitos de cada instituição e se inscrever. Depois de receber a carta de aceitação da universidade, é só dar entrada no seu visto de estudante!

As melhores universidades alemãs

Para te ajudar no processo de escolha da universidade ideal, trouxemos o ranking QS de 2021, dá uma olhada:

  1. Universidade Técnica de Munique
  2. Universidade Ludwig-Maximilians München
  3. Universidade de Ruprecht-Karls-Heidelberg
  4. Humboldt-Universität zu Berlin
  5. Freie Universitaet Berlin
  6. KIT, Instituto de Tecnologia Karlsruhe
  7. Universidade RWTH Aachen
  8. Universidade Técnica de Berlim (TU Berlin)
  9. Universidade Técnica de Dresden
  10. Eberhard Karls Universität Tübingen

O que você precisa para estudar na Alemanha

Apesar de não existir vestibular na Alemanha, você precisa estar atento ao caminho de ingresso que melhor se encaixa a você.

Algumas universidades e cursos colocam um certo padrão de Ensino Médio para os estudantes que desejam ingressar. Isso acontece, em partes, porque o ensino na Alemanha tem um formato diferente do encontrado em outros países.

Normalmente o estudante estrangeiro precisa fazer o Studienkolleg, uma formação complementar ao ensino médio que te prepara para o ensino superior na Alemanha. Aqui explicamos tudo sobre o curso.

Caso você deseje fazer uma pós-graduação na Alemanha, precisará validar seu diploma. Para isso, precisará contratar uma tradução juramentada do documento.

[Post] Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Visto de estudante de alemão: é necessário?

Sim! A permanência sem visto na Alemanha só é possível por até 90 dias. Porém, enquanto um estudante de graduação você precisará ficar pelo menos 6 meses no país.

Existem dois tipos de visto de estudante na Alemanha: o Studienbewerbervisum, em tradução literal “visto de candidato ao estudo”, e o Studentenvisumque é o “visto de estudante”.

Para tirar o Studentenvisum/Visto de estudante você precisará comprovar inscrição em uma faculdade. A outra modalidade é a indicada para o Studienkolleg, que irá te preparar para o ensino superior. De qualquer forma, você precisará confirmar seu vínculo com a instituição para pedir seu visto.

Documentos para tirar o visto de estudante alemão

  1. Passaporte válido;
  2. Comprovante de matrícula no curso que irá fazer;
  3. Comprovante de seguro saúde;
  4. Comprovação de renda

No caso do último item, ele servirá para assegurar que você conseguirá se manter durante o tempo no país. O valor mínimo aceito na Alemanha é de 861€ por mês.

Depois que tiver essas documentações em mãos é só entrar em contato com o Consulado Alemão mais próximo de você. Aqui você pode conferir mais sobre.

Estudar e trabalhar na Alemanha em 2022

A partir do momento em que você ingressa na Alemanha com seu visto de estudante, receberá a autorização para trabalhar até 20 horas/semanais no país. Os trabalhos mais comuns para estudantes nessa situação são os de garçons, babás e atendentes.

Confira: Melhores países da Europa pra fazer intercâmbio em 2022

Se você quer saber mais sobre seu futuro na Alemanha, como se planejar financeiramente ou qualquer outra dúvida, nossos consultores estão disposto a te auxiliar nesse processo.

No link abaixo você pode deixar suas informações que entraremos em contato com você o quanto antes!

Você também pode gostar de conferir:

Como viver viajando: 10 ideias para trabalhar enquanto viaja

Como planejar seu intercâmbio: 5 passos pra tirar seu sonho do papel

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.