Categories
Dicas

5 benefícios de fazer o seu intercâmbio no Canadá

Fazer um intercâmbio no Canadá é o sonho de todo mundo que pensa em mudar de vida, principalmente se o desejo tiver a educação como passo inicial, pois é através dela que o intercâmbista consegue abrir todos os seus caminhos dentro do maior país das Américas. Mesmo tendo uma ótima reputação, o Canadá costuma levantar algumas dúvidas sobre as suas qualidades. 

Pensando nisso, trouxemos um conteúdo completo para você que deseja saber quais são os benefícios de fazer o seu intercâmbio no Canadá, confira abaixo:

Estude em um dos melhores países do mundo

Viver no Canadá é bem diferente da vida aqui no Brasil, e disso a gente já tem uma certa ideia sobre, né? Mas tem um dos fatores mais importantes sobre o porquê da vida no Canadá ser tão avançada em relação a outros países do mundo: o seu nível educacional.

Provavelmente você já deve ter ouvido que a educação pode mudar o mundo, e em caso de não ter ouvido sobre isso ainda, não se preocupe, pois é realmente uma verdade e o Canadá é uma prova disso, sendo um dos países mais evoluídos do mundo em diversos setores.

Intercâmbio no Canadá: os arranha-céu

O Canadá ainda figura entre as 10 primeiras posições dos mais variados rankings educacionais do mundo. No ranking educacional da OECD, o Canadá aparece na 5ª colocação, ficando na frente de países como Japão, Coreia e Suécia, que são referências educacionais em todo o mundo. 

No ranking mais recente divulgado pelo PISA – Programme for International Student Assessment, que analisa os níveis de leitura, matemática e ciências dos alunos de vários países do mundo, o Canadá aparece também em 5º, ficando atrás apenas da China e Singapura, e ainda assim, na frente de países que já citamos acima e também alguns outros já conhecidos pelo seu nível educacional, como: Japão, Coreia, Finlândia, Irlanda e Estados Unidos.

Quer qualidade de vida? O Canadá tem de sobra!

Aqui na Dreams, nós adoramos falar para as pessoas sobre como é a qualidade de vida nos países, pois é a partir dela que podemos analisar como será a vida do estudante naquele determinado país. E isso não é por acaso, pois a qualidade de vida é determinada por fatores importantes como: poder de compra, clima, segurança, saúde e até mesmo o tempo que o cidadão tem que esperar pelo transporte público.

E neste fator, o Canadá definitivamente não fica para trás, pois quando utilizamos qualquer plataforma especializada no cálculo da qualidade de vida, o país aparece com altos níveis de aprovação nos diferentes setores básicos que já citamos acima. 

Intercâmbio no Canadá: porto de Toronto

A OECD divulga diferentes rankings para diferentes setores, e quando falamos de saúde, o maior país das Américas aparece em primeiro lugar, na frente de outros países incríveis como Nova Zelândia e Austrália. Tudo isso graças a um cuidado especial que o governo tem com os seus cidadãos, sendo o LTC – Long-term Care, um exemplo muito prático deste cuidado. Com o LTC, o governo consegue saber se a população está conseguindo ter acesso a um atendimento de qualidade, assim como um tempo de espera baixo, fiscalizando e melhorando cada vez mais o sistema de saúde.

Tenha facilidade de imigração

Uma das coisas mais importantes sobre o Canadá, é que além de ser um país ótimo para se morar por um tempo, ele também permite que você estenda o seu tempo de permanência no país, fugindo das obrigações mais complicadas como o Green Card dos EUA, por exemplo.

Caso você não saiba, o Canadá tem uma população um tanto quanto reduzida em relação a sua extensão territorial e demandas de mercado, o que resulta em uma população fora do esperado para o mercado de trabalho, principalmente em áreas específicas de atuação. Assim, o país tem investido cada vez mais em políticas de imigração para estrangeiros que estudam no país. 

Cidade de Toronto

O PGWP, ou Post Graduation Work Permit, é a grande estrela do Canadá, pois é através dele que milhares de estrangeiros conseguem imigrar através de um intercâmbio no Canadá. Estudando em uma instituição de ensino reconhecida pelo governo canadense e que seja elegível para o PGWP, o intercambista, consegue com o seu diploma, realizar a sua aplicação para o programa.

Viva uma outra cultura

Vamos esquecer por 1 minuto que estamos falando sobre intercâmbio no Canadá. Quando falamos sobre viajar para um outro país, a primeira coisa que precisamos pensar é sobre a diversidade cultural que ele pode trazer para nós. A língua, os costumes, a história e as pessoas, fazem parte da cultura de um país.

E falando novamente sobre o intercâmbio no Canadá, você já pensou sobre quais são os lugares que você deseja visitar? Cada província é um mundo diferente dentro do país. O Quebec, por exemplo, é uma província muito mais francesa do que as outras, mas não pelo seu povo se achar mais francês do que o resto do Canadá, e sim por causa da sua história e desenvolvimento.

Cabe a você entender cada lugar e viver a experiência do seu intercâmbio, por isso, não se acanhe de visitar os pontos mais importantes da província em que você estiver vivendo a sua experiência canadense.

Trabalhe no Canadá e em qualquer lugar do mundo

Nós já falamos do nível educacional, da qualidade de vida e até mesmo da possibilidade de imigração, mas entre tudo isso existe uma das coisas mais importantes para quem deseja realmente alcançar um nível de qualidade de vida acima da média: o mercado de trabalho internacional.

O seu currículo atual pode ter boas qualificações e algumas experiências em empresas de bom nível. Mas, já pensou se ele tivesse uma experiência no Canadá? Pois é. Seja lá qual for a sua área de atuação, sendo ela business, sistema da informação ou até mesmo construir casas de tijolo por tijolo, uma experiência internacional ainda será a melhor escolha para fazer do seu currículo o melhor do seu segmento.

Granville Street no Canadá

E não só aqui dentro do Brasil, mas em qualquer continente, o Canadá é uma referência em qualquer setor básico da sociedade. Sendo assim, o seu currículo ainda será um dos mais requisitados em qualquer país, principalmente aqueles que valorizam a educação como um dos pontos-chave de evolução, como: Austrália, Japão, Irlanda, Suíça e muitos outros.

Chegando até aqui eu aposto que você se interessou por fazer o seu intercâmbio no Canadá, melhor ainda se quiser estudar no país para seguir o caminho dos seus sonhos. Se você ainda não sabe como seguir este caminho ou tem alguma dúvida, clica no botão abaixo e nós vamos retornar o mais rápido possível com as respostas que você precisa! 

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!

Categories
Intercâmbio Estudo e Trabalho

Morar na Nova Zelândia é uma experiência que você precisa ter

Morar na Nova Zelândia é o grande sonho de muitos intercambistas ao longo do mundo, mas você, aqui no Brasil, mais do que nunca deve estar se perguntando se a Nova Zelândia é realmente tudo isso que dizem sobre ela. Não se preocupe sobre isso, pois nós aqui da Dreams preparamos um post completo sobre como é morar na Nova Zelândia e por que você deveria visitar este país tão incrível, confira abaixo:

Como é morar na Nova Zelândia?

Sendo o país que fica mais ao sul da Oceania, a Nova Zelândia ainda é um dos países mais cotados para viagens de intercâmbio. E mesmo sendo formado apenas por duas ilhas, o país tem uma carga cultural enorme, assim como a sua fama de ser um ótimo país para estudar e trilhar uma carreira duradoura.

Por que as pessoas querem morar na Nova Zelândia?

Você com certeza já deve ter ouvido de algum amigo, que ele gostaria de ir para um certo país, mas no seu leque de escolhas, a Nova Zelândia certamente seria um dos seus pontos de escolha. Isso se deve a reputação que o país conquistou ao longo de todo o globo ao longo dos anos.

Com uma pesquisa rápida sobre a qualidade de vida na Nova Zelândia, em seja lá qual for o seu meio de pesquisa, podemos observar que a Nova Zelândia figura entre todos os rankings de qualidade de vida mundial, ficando sempre entre as 10 primeiras posições e disputando colocações com países como: Canadá, Suíça e até mesmo a sua irmã da Oceania, a Austrália.

E isso não é nenhum achismo por parte de quem faz estes rankings, pois a Nova Zelândia tem níveis altíssimos de qualidade de vida, principalmente em requisitos básicos para a população como o transporte público, saúde, segurança e níveis de poluição. Assim, a Nova Zelândia só tem crescido, tanto nos rankings mundiais, quanto na imaginação dos intercambistas que desejam viver uma experiência no país.

Aumente a sua renda enquanto estuda

A grande maioria dos estudantes que colocam os seus pés em solo neozelandês, procuram pelo estudo de uma nova língua, se inscrevendo nas mais variadas escolas de idioma ao longo do país. E esta é uma ótima escolha, pois a Nova Zelândia permite que o estudante de idioma possa trabalhar 20 horas semanais.

Porém, quando o estudante estrangeiro escolhe trilhar o seu caminho educacional por um College, esse benefício é dobrado, pois se torna possível que além das 20 horas trabalhadas, o estudante possa trabalhar 40 horas semanais em seu período de férias, sendo uma renda extra em dobro.

Então, não se acanhe, pois independente das suas escolhas educacionais, o intercâmbio para a Nova Zelândia é perfeito para você que deseja melhorar o currículo enquanto faz uma grana extra. Além disso, você terá muito mais contato com os nativos do país, possibilitando ainda mais a sua imersão na cultura do país.

A cultura da Nova Zelândia

No começo deste post nós falamos sobre a carga cultural da Nova Zelândia, e isso não foi por acaso, pois até hoje as suas raízes são respeitadas não apenas pelo povo nativo do país, mas por todos os estrangeiros que conhecem a história do país.

O povo Maori migrou para a Nova Zelândia há pouco mais de mil anos atrás, vindo de uma ilha desconhecida e sendo um povo com um forte senso de navegação.

Povo Maori da Nova Zelândia

Hoje, o povo Maori é um dos grandes responsáveis pela construção do que é a Nova Zelândia hoje, sendo atualmente 14% da população do país. Mas sendo não apenas um povo milenar, os Maori também são responsáveis por um dos pontos de turismo mais importantes na Nova Zelândia, a cidade de Rotorua.

Em Rotorua ainda existem vilas totalmente intactas dos tempos antigos, com centros de encontro onde acontecem cerimônias e apresentações das mais variadas e que representam a cultura milenar do seu povo. Na cidade, também é possível apreciar comidas típicas do povo Maori, como o Hangí, que além de ser composto de batata-doce com outras raízes, é aquecido no calor dos vulcões.

Saiba o que fazer na Nova Zelândia

Além de estudar e aproveitar a qualidade de vida do país ao seu máximo, é importante que você também se divirta e crie as suas memórias mais divertidas com o seu intercâmbio, então, não esqueça de conhecer pontos importantes do país e que fazem dele um diferencial para todo o mundo. Pensando nisso, separamos alguns locais para que você se divirta conhecendo o país, confira abaixo:

A Vila dos Hobbits

Você provavelmente já deve ter ouvido sobre este lugar, ainda mais se você for um grande fã das criações de Tolkien. A Hobbiton, ou Vila dos Hobbits, é um dos locais mais procurados na Nova Zelândia. 

Hobbiton na Nova Zelândia

E você se engana se acha que essa procura é apenas pelos fãs de O Senhor dos Anéis, pois além de ser um local incrível para a cultura pop em geral, a natureza promove um ambiente muito aconchegante para qualquer pessoa que deseje visitar o local, sendo um passeio para qualquer pessoa que goste da natureza.

Wai-O-Tapu

Você já visitou um parque geológico? Bom, eu espero que sim, pois é uma experiência incrível. Mas, caso você ainda não tenha visitado nenhum, ou mesmo se tiver visitado,a Nova Zelândia tem o maior parque geológico do mundo. 

Parque de Wai-O-Taipu

Wai-O-Tapu, em língua maori, significa águas sagradas, e elas podem realmente ser, pois com o tanto de vapor que as águas geotermais costumam liberar, exibem um verdadeiro show geotérmico para quem curte um passeio mais ao ar livre. Visite crateras, geysers e até mesmo piscinas compostas por lama vulcânica, tudo isso é um único local.

Trilha de Tongariro

“Trilha? Isso não me parece algo muito divertido de se fazer”. Bom, você pode não ser um grande fã de trilhas, mas e se a trilha envolver os vulcões mais famosos da Nova Zelândia?

Trilha de Tongariro

A Trilha de Tongariro é um dos passeios que mais surpreendem os estrangeiros e também é um dos programas mais procurados pelos nativos. A trilha percorre um caminho específico dentro do Parque Nacional de Tongariro, um patrimônio mundial nas categorias de cultural e natural.

Na trilha é possível visualizar 3 dos mais famosos vulcões da Nova Zelândia, sendo eles: Tongariro, Ruapehu e Ngauruhoe.

Chegando até aqui eu aposto que você se interessou por fazer o seu intercâmbio na Nova Zelândia, melhor ainda se quiser estudar no país para seguir o caminho dos seus sonhos. Se você ainda não sabe como seguir este caminho ou tem alguma dúvida, clica no botão abaixo e nós vamos retornar o mais rápido possível com as respostas que você precisa! 

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!

Categories
Intercâmbio Estudo e Trabalho

Confira dicas incríveis para estudar e trabalhar na Irlanda

Estudar e trabalhar na Irlanda é o grande sonho de todo mundo que deseja não apenas mudar de vida, mas colocar o seu nível de qualidade de vida acima da média. As cidades da Irlanda são incríveis e referência para vários intercambistas, porém, muitas pessoas ainda não sabem qual é o verdadeiro potencial da Irlanda em relação aos seus benefícios. Assim, vamos ilustrar da forma mais didática possível sobre como é estudar e trabalhar na Irlanda, confira abaixo:

Estudar na Irlanda é estar pronto para o mercado de trabalho

O intercambista sempre procura o melhor destino para estudar e melhorar o seu currículo com referências internacionais. E caso você tenha escolhido a Irlanda para isso, parabéns, pois foi uma ótima escolha. A Irlanda é um dos melhores países do mundo no ranking educacional, sendo hoje em dia o melhor país da Europa educacionalmente.

A Irlanda é famosa por receber vários alunos para cursos de idiomas, principalmente com foco na língua inglesa, o que com certeza é o intercâmbio perfeito para quem deseja aprender uma nova língua da forma mais prática possível. Porém, o país tem muito mais a oferecer educacionalmente e uma grande parcela dos intercambistas ainda não sabem disso.

É totalmente normal querer estudar em uma das escolas de idioma da Irlanda, mas os Colleges também são responsáveis pela grande quantidade de pessoas que viajam para o país e acabam fazendo dos seus currículos os mais cotados, pois além de promover uma experiência mais técnica, os colleges também oferecem um leque maior de interações com as habilidades exigidas pelo curso, fazendo com que o aluno esteja totalmente pronto para o mercado de trabalho irlandês.

Foto: IQQ

E falando no mercado de trabalho irlandês: esteja você em Dublin, Cork, Limerick ou qualquer outra cidade, o nível educacional da Irlanda tem níveis diferentes, que se concentram no sistema NFQ ou Irish National Framework of Qualifications, que é muito parecido com o AQF da Austrália. Como já dito acima, o NFQ tem diferentes niveis, mas vamos direto ao que interessa para você: o ensino superior.

No NFQ, o nível superior começa pelo level 7, confira abaixo:

Ordinary Bachelor Degree: Bacharelado – NFQ Level 7

Higher Diploma: Diploma superior  – NFQ Level 8

Postgraduate Diploma Masters Degree: Mestrado – NFQ Level 9

Doctoral Degree: Doutorazdo – NFQ Level 10

Os níveis funcionam ainda melhor no mercado de trabalho, pois através deles, os empregadores poderão entender melhor em que etapa do NFQ está localizado o aluno, fazendo com que a sua admissão seja ainda mais fácil, baseada no seu nível do NFQ.

Estudar e trabalhar na Irlanda é bem comum

Como já dito, algumas pessoas costumam não saber qual é o ponto mais forte do intercâmbio na Irlanda, o que não é nenhum motivo de culpa para quem pensa assim, pois tudo depende do seu nível de conhecimento sobre aquele determinado país. Assim, é importante que você saiba como a Irlanda pode ser não apenas uma das melhores, mas a experiência da sua vida.

O intercambista sempre procura novas formas de crescer mundo afora, então é bem comum que o mercado de trabalho do país de destino seja um dos primeiros setores pesquisados pelo intercambista que deseja fazer uma renda extra enquanto estiver estudando por lá.

Estudar e trabalhar na Irlanda é algo acessível

Na Irlanda isso não é um problema, pois enquanto o estudante estiver matriculado em uma instituição de ensino regularizada pelo governo irlandês, é possível que ele trabalhe 20 horas semanais, podendo chegar a 40 horas em seu período de férias. Assim, o estudante consegue fazer uma renda extra que pode ajudar durante o seu intercâmbio e também auxiliar no seu futuro como cidadão irlandês, caso seja o seu desejo.

Sendo um college, uma faculdade, ou até mesmo um curso de idioma, você não precisa se preocupar, pois a Irlanda permite que os alunos de qualquer uma dessas modalidades tenham a permissão de trabalho no país de forma legal, o que significa que você terá muito mais oportunidades de emprego legalizadas.

E não esqueça de se divertir, aproveitar todo o potencial que a Irlanda tem a oferecer como um país de primeiro mundo, é uma das coisas mais importantes do seu intercâmbio. O seu salário de meio período serve para que você seja um cidadão ativo na Irlanda, então não tenha medo de sair e explorar.

Visite os pontos importantes na cidade em que você estiver e não esqueça de aproveitar os pubs e as características de um país de primeiro mundo, que só a Irlanda pode oferecer.

Quer estudar tecnologia? A Irlanda é o local perfeito

Se tem uma coisa que cresceu ao longo do tempo, foi a internet, mas não só ela, a tecnologia em geral se desenvolveu através da internet e incentivou a criação de novas áreas de conhecimento como a linguagem dos códigos e outros cursos que giram em torno da computação e tecnologia.

Estudar e trabalhar na Irlanda com tecnologia

Caso você não saiba, a Irlanda é um dos maiores polos tecnológicos do mundo, onde gigantes da área tecnológica de várias partes do globo se concentram, sendo algumas dessas empresas: 

  • Google
  • Apple
  • Facebook
  • LinkedIn
  • Twitter
  • PayPal
  • AirBnB

E muitas outras. Isso se deve aos baixos impostos cobrados pela Irlanda, que mesmo tendo as suas taxas parecidas com o Chipre e a Estônia, tem o diferencial de apoiar o ecossistema tecnológico e também o seu desenvolvimento. Assim, o país se tornou um verdadeiro point obrigatório para toda empresa que encabeça o ranking da tecnologia.

E você, que tem o desejo de trabalhar nas novas áreas da tecnologia, só tem a ganhar com tudo isso, pois a Irlanda oferece um ambiente convidativo não apenas para as empresas que buscam mão de obra qualificada, mas também para os estudantes que desejam trilhar este caminho, criando pontes entre as empresas e os seus futuros funcionários.

Chegando até aqui eu aposto que você se interessou por fazer o seu intercâmbio na Irlanda, melhor ainda se quiser estudar no país para seguir o caminho dos seus sonhos. Se você ainda não sabe como seguir este caminho ou tem alguma dúvida, clica no link abaixo e nós vamos retornar o mais rápido possível com as respostas que você precisa! 

Clique aqui para falar com um especialista

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!

Categories
Dicas

5 incríveis razões para você estudar na Alemanha

Estudar na Alemanha é o sonho de todo intercambista que deseja melhorar o seu currículo em vários níveis, seja dentro da Alemanha, no Brasil ou em qualquer lugar do mundo. Mesmo assim, é comum que os viajantes se sintam um pouco acanhados em estudar na Alemanha, por não saberem qual é o seu potencial como um ótimo país para trilhar a sua história educacional. Sendo assim, confira abaixo o post que vai abrir ainda mais os seus olhos sobre o potencial da Alemanha:

1 – Estudar na Alemanha é investir no seu futuro

Algumas pessoas costumam enxergar a Alemanha como um grande país, mas ainda não entendem todo o potencial que o país tem a oferecer em diversos setores. Na educação, o país é um dos gigantes mundiais que mais recebem estrangeiros que desejam potencializar o seu currículo por meio da educação.

Estudar na Alemanha é apostar no futuro

No ranking da Top Universities, a Technical University of Munich ocupa a 50ª posição de um ranking mundial, enquanto a USP – Universidade de São Paulo ocupa a posição 115 no ranking. A USP é um orgulho nacional para o Brasil, mas nessa comparação nós conseguimos entender a diferença do nível educacional entre os países.

Portanto, se você deseja aumentar o seu nível educacional e triplicar as suas chances de ingressar no mercado de trabalho não apenas alemão, mas mundial, é recomendável que você comece a arrumar as suas malas, pois a Alemanha é um país incrível para se ter no currículo.

2 – Faça intercâmbio na maior economia da Europa

Atualmente, o ranking das maiores economias do mundo tem os Estados Unidos como lider absoluto, seguido logo pela China. Mas acabamos esquecendo que a Alemanha segue esses 2 países à passos largos, sendo a 4ª economia posicionada no ranking. “Mas, o que essa informação tem a ver comigo?”. Para você, intercambista? Tudo.

Gráfico em tela preto e branco

Uma economia estabilizada significa que o país tem plenas condições de oferecer o melhor ao seu povo. Mas uma potência econômica vai muito além da distribuição de renda, pois além de promover uma qualidade de vida acima da média, a Alemanha consegue manter ótimos salários e mercado de trabalho aquecido, o que é uma ótima notícia para você, estudante que deseja crescer no país e ganhar o salário dos seus sonhos em euro.

3 – Viva com uma qualidade de vida acima da média

Falando em qualidade de vida, precisamos falar sobre o primeiro item que um intercambista analisa antes de arrumar as malas, e isso, sem dúvida, é uma das coisas mais importantes quando pensamos em viagem para o exterior. O nível da qualidade de vida de um país é determinado por fatores básicos para a sociedade, como: custo de vida, transporte público, clima, segurança, saúde, poder de compra e outros itens essenciais para a vida comum da sociedade.

A qualidade de vida na Alemanha é incrível

E se a Dreams disse que a Alemanha tem tudo isso acima da média, temos que provar, certo? Pois vamos lá! Utilizando plataformas especializadas em contabilizar o nível da qualidade de vida dos países, como o Numbeo, temos números 

Índice do poder de compra –  94.10  – Moderado

Índice de segurança –  64.40  – Alto

Índice de assistência médica –  73.77  – Alto

índice climático –   82.97  – Muito Alto

Índice do custo de vida –  68.51  –  Moderado

Relação entre o preço da propriedade e a renda –  8.97  – Moderado

Índice de tempo de deslocamento diário –  31.35  – Baixo

Índice de poluição –  27.74  – Baixo 

índice de Qualidade de Vida: 177.02 – Muito Alto

Todos estes itens são atualizados e datados de abril de 2021. Usando os números acima, podemos afirmar que estudar na Alemanha é uma experiência além da educacional, pois a sua vivência em relação a outros fatores da sociedade não serão diminuídas, mas com certeza melhorada e inesquecível. Ter segurança ao caminhar pelas ruas, esperar pouco por um ônibus, não sofrer com poluição e ainda poder comprar os seus itens mais desejados, isso tudo é possível na Alemanha.

4 – Vivencie uma história incrível 

Como sabemos, a Europa foi o continente que mais influenciou na história de todas as eras da humanidade, e a Alemanha não foi nenhum país coadjuvante, pois como sabemos, no período histórico da segunda guerra, o acontecimento mais marcante do século XX, a Alemanha foi um dos países protagonistas e que ainda têm partes desse período conservadas, como forma de memorial.

Muro de Berlim

Sendo assim, existem diferentes locais que você poderá visitar enquanto estiver fazendo o seu intercâmbio na Alemanha, dentre eles está o muro de Berlin, um dos grandes marcos do século XX na Alemanha e que representa não apenas o fim da guerra fria na Alemanha, mas também a liberdade de Berlim ocidental.

E lembre-se: a Alemanha é um país enorme, não se limite ao que você já conhece. Explore cada canto do país e tenha mais histórias para contar. Faça do seu intercâmbio um verdadeiro guia para outras pessoas!

5 – Ultrapasse as barreiras da Alemanha

Pode parecer um ponto muito simples, mas as pessoas costumam viajar para a Alemanha com o pensamento de apenas viverem a experiência Alemã, e acabam esquecendo que o país faz parte da União Europeia, assim, consequentemente também esquecem que podem desfrutar de toda a Europa partindo da Alemanha. Quer conhecer a França? Ou melhor, París? Basta partir de Amsterdã, cruzar a Bélgica e rapidamente você estará na frente da Torre Eiffel!

Portão de estrutura alemã

São dezenas de opções de caminhos cruzando outras cidades, de outros países e culturas, um prato cheio para você que ama não apenas viajar, mas aproveitar o seu intercâmbio no mais alto nível.

E tem mais: quer uma dica de ouro? Viaje com companhias low-cost (companhias aéreas de baixo custo), pois através delas você poderá conhecer toda a Europa e ainda economizar uma grana para outros itens importantes do seu planejamento econômico, ou até mesmo o seu entretenimento nos outros países do continente, o que a gente sabe que é o mais divertido de se fazer quando visitamos outras nacionalidades, né? 

Chegando até aqui eu aposto que você se interessou por fazer o seu intercâmbio na Alemanha, melhor ainda se quiser estudar no país para seguir o caminho dos seus sonhos. Se você ainda não sabe como seguir este caminho ou tem alguma dúvida, clica neste link e nós vamos retornar o mais rápido possível com as respostas que você precisa!

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!

Categories
Dicas

Quer morar em Dublin? Leia este guia primeiro!

Morar em Dublin não é nenhum sonho distante, principalmente se você anda fazendo as suas economias e estudando sobre como a Irlanda é um país incrível. Porém, é comum que as pessoas não saibam sobre como é a cidade de verdade, com as suas peculiaridades que fazem dela uma ótima escolha para quem deseja mudar de vida. Então, neste post, trazemos para você um resumo sobre tudo que você precisa saber sobre Dublin antes de viajar para lá, confira abaixo:

Como é morar em Dublin?

Para conhecer melhor a cidade de Dublin, você precisa conhecer o país em que ela está, pois antes de ser uma ótima cidade para morar, ela é primeiramente a cidade mais populosa da Irlanda, um país que ocupa a maior parte de uma ilha que fica localizada bem à Oeste da Europa, dividindo um pedacinho de terra com a Irlanda do Norte, a sua irmã que na verdade faz parte do Reino Unido.

Morar em Dublin é uma experiência incrível

Agora que você e a Irlanda já foram apresentados, vamos para Dublin. Dublin é a cidade mais popular e também mais populosa da Irlanda, sendo também a sua capital e responsável em grande parte pelo desenvolvimento econômico do país, pois a cidade é o maior centro econômico da Irlanda.

Com os seus pubs e estruturas que até parecem gritar o nome do país, a cultura de Dublin é um reflexo de tudo que a Irlanda tem a oferecer para você, principalmente se as suas prioridades forem uma boa qualidade de vida e a prosperidade no país através da sua evolução educacional.

Intercâmbio em Dublin é coisa de primeiro mundo

E por falar em estudo, todos sabemos que o seu intercâmbio merece o melhor, certo? E você definitivamente não precisa se preocupar em relação à Irlanda, pois em um ranking educacional, divulgado em 2019 pela OECD, a Irlanda figurou no quarto lugar em um ranking mundial, sendo considerado o melhor país da Europa em um ranking educacional.

E se você ainda tem alguma dúvida sobre a educação, você já sabe onde vai estudar em Dublin? São muitas instituições de ensino que podem variar de acordo com o seu objetivo de evolução educacional. Quer estudar e evoluir algum idioma? Dublin tem ótimas escolas. Quer uma educação de nível superior? Não se preocupe, pois as faculdades e colleges são referências mundiais.

O clima de Dublin

Morar em Dublin é viver um clima incrível

Quando falamos sobre o Clima da Irlanda, é ideal que você prepare o seu casaco e cachecol preferidos, pois o clima costuma ser em sua maior parte, frio. O inverno castiga com um frio de em média -2 à -7 graus, o que já é esperado de um país que costuma ter um clima marítimo e cheio de chuvas em determinadas áreas. Nos verões você não vai sofrer tanto, já que a média fica entre 18 e 20 graus.

O transporte público é incrível

O transporte público do país é elogiado não apenas pelos nativos de Dublin, mas também por todos os estrangeiros que têm a chance de conferir um pouco sobre como é a vida urbana dentro da cidade. Você pode utilizar o Dublin Bus, um ônibus de dois andares que nunca atrasa, com pontos de espera que avisam sobre o tempo restante de espera, ou aproveitar os trens e metrôs, que podem te levar para as praias em questão de minutos.

O DublinBus é uma referência no país

Mas, caso você não seja um fã da vida corrida de uma metrópole, as bicicletas ainda são a melhor resposta, pois além de promoverem a sustentabilidade ambiental, ainda fazem você economizar uma boa grana com transporte. “Mas, e se der muito trabalho?”. Não se preocupe, as bicicletas são praticamente uma paixão nacional para os irlandeses, pois as bicicletas se misturam em meio aos ônibus e carros como um transporte comum em Dublin.

Morar em Dublin é ter uma boa renda

“Tudo bem, Dublin é legal, mas queria ter uma renda”. Fazer um intercâmbio em Dublin é isso tudo que você sempre sonhou e muito mais, pois a Irlanda permite que o estudante possa trabalhar 20 horas semanais, podendo dobrar esse horário no período de férias, o que pode resultar em uma renda extra no final do mês. Sendo assim, estudar em Dublin é a melhor escolha para você que deseja não apenas economizar, mas também fazer uma renda extra para construir a sua vida no país.

O comércio de Dublin favorece os estudantes

Se você quer mesmo morar em Dublin, conheça estes locais incríveis

Mas independente do seu clima, Dublin tem muitas outras possibilidades . Os castelos são as grandes estrelas dessa cidade incrível, mas não são as únicas opções para quem ama passear no intercâmbio. Abaixo, conheça alguns dos pontos turísticos mais famosos do país:

Castelo de Dublin

O castelo de Dublin é um grande ponto turístico

Como você já pode imaginar, é um castelo que fica em Dublin, mas não só isso. O castelo que serviu de sede para o governo da Irlanda até 1922, tem muito mais história do que você pode imaginar, pois ele foi construído em 1204! O castelo é aberto à visitação e basta você conferir os horários abertos ao público. A entrada fica por volta de 12 euros.

Parque Phoenix 

Phoenix Park em Dublin
Foto: Canal Cine Travel

Sendo o maior parque urbano da Europa, o Phoenix Park é muito mais do que uma paisagem verde. É possível encontrar animais repousando em seus longos campos verdejantes, assim como dentro do zoológico de Dublin, que além de estar dentro do Phoenix Park, é um dos zoológicos mais antigos do mundo e conta com pouco mais de 400 animais. E tem mais: você sabia que a casa do presidente da Irlanda também fica no parque? Bom, se eu fosse você, não perderia tudo que este parque tem a oferecer. 

Museu Irlandês de Arte Moderna de Dublin

Museu Irlandês de Arte Moderna de Dublin
Foto: Divulgação / Museu Irlandês de Arte Moderna de Dublin

A gente sabe que o intercambista adora um museu para conhecer a cultura do país em que ele está, principalmente se a instituição oferecer uma experiência completa. O Museu Irlandês de Arte Moderna de Dublin não fica para trás quando o quesito é arte, pois sendo a principal instituição nacional em artes, o museu reúne obras de arte moderna e também contemporânea, sendo um prato cheio para quem gosta de passeios mais culturais.

Chegando até aqui eu aposto que você se interessou por fazer o seu intercâmbio em Dublin, melhor ainda se quiser estudar no país para seguir o caminho dos seus sonhos. Se você ainda não sabe como seguir este caminho ou tem alguma dúvida, clica neste link e nós vamos retornar o mais rápido possível com as respostas que você precisa! 

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!

Categories
Notícias

Canadá agora tem maior facilidade para residência permanente

Se você busca fazer o intercâmbio dos seus sonhos no maior país das américas, a sua hora chegou, pois em recente atualização por meio do site oficial do governo canadense, o grande público foi informado que uma nova política pública temporária será implantada em todas as províncias do Canadá.

Nova política pública de residência para estrangeiros

Nesta quarta (14), uma nova publicação no site oficial do governo canadense trazia em seu título a seguinte afirmação:

“Política pública temporária para facilitar a concessão de residência permanente para estrangeiros francófonos no Canadá, fora de Quebec, com uma credencial recente de uma instituição pós-secundária canadense”

Entenda melhor abaixo:

O Canadá é um país que abriga vários imigrantes e que ainda tem procurado por mais mão de obra qualificada estrangeira para o país, principalmente se os estrangeiros tiverem interesse na educação que o país tem a oferecer, pois é a partir dela que as portas se abrem para os imigrantes no Canadá.

Sendo assim, o governo criou uma nova política pública temporária que consiste na facilitação da residência permanente para estrangeiros francófonos no Canadá, mesmo fora do Quebec. Então, se você já tem o domínio da língua francesa, basta cursar algum curso superior no país, terminá-lo e usar a sua credencial para conseguir a residência permanente em qualquer província do Canadá.

O governo canadense introduz a publicação sendo bem claro em sua página oficial que os estrangeiros francófonos são grandes contribuintes para a cultura canadense, não apenas por serem ótimos cidadãos como um todo, mas por promoverem uma vida canadense mais adequada.

Além disso, o governo também ressalta que tem imenso carinho por todos os estudantes estrangeiros que compõem a população canadense, pois eles são “talentos-chave para ajudar a apoiar o crescimento econômico e combater o envelhecimento demográfico do país.”

Canadá, Quebec e os estrangeiros

Quebec é uma província que possui direitos quase que soberanos dentro do Canadá, tendo até mesmo o seu próprio modelo de admissão para residência permanente no país, como o PEQ, que  facilita o caminho dos estrangeiros que procuram uma vida melhor no Canadá, o que faz da província uma grande importadora de brasileiros que desejam estudar no país e conquistar a sua tão sonhada residência permanente dentro do Canadá.

Castelo de Quebec

O que você precisa saber, é que agora o Canadá terá uma abertura maior para todos os estudantes francófonos com diploma de conclusão do curso. E isso não se limitará apenas aos processo do Quebec, sendo totalmente possível que o estudante francófono possa conquistar a sua residência permanente em qualquer província do Canadá.

Requisitos para aplicação do pedido de residência permanente

Na mesma publicação, foram colocadas algumas exigências básicas para que o estrangeiro interessado na residência permanente tenha elegibilidade ao processo, confira abaixo os itens já traduzidos:

Segundo o governo canadense o estudante estrangeiro deve seguir os seguintes requisitos:

1 – Ter concluído, antes da data em que o pedido de residência permanente é recebido e não antes de janeiro de 2017, um programa de estudo em uma das seguintes “Instituições de Aprendizagem Designadas” no Canadá, conforme definido na seção 211.1 dos Regulamentos.

2 – Ter recebido uma das seguintes credenciais, após a conclusão do programa de estudos de uma instituição elegível, conforme definido no item 1.

3 – Ter sido autorizado, de acordo com a Lei e Regulamentos, a estudar durante toda a sua educação no Canadá;

4 – Estar empregado no Canadá com uma licença válida ou autorização para trabalhar de acordo com a Lei e Regulamentos no momento em que o pedido de residência permanente for recebido e não deve ser autônomo, a menos que trabalhe como médico em um acordo de pagamento por serviço com uma autoridade de saúde. Este emprego deve atender à definição de trabalho de acordo com a subseção 73 (2) dos Regulamentos;

5 – Ter atingido um nível de proficiência de pelo menos 5 em francês para cada uma das quatro áreas de habilidade do idioma, conforme estabelecido no Niveaux de compétence linguistique canadiens. Isso deve ser demonstrado pelos resultados de uma avaliação por uma organização ou instituição designada pelo Ministro com o propósito de avaliar a proficiência do idioma nos termos da subseção 74 (3) dos Regulamentos e a avaliação deve ter menos de dois (2) anos quando o o pedido de residência permanente é recebido;

6 – Residir no Canadá com status de residente temporário válido (ou ser elegível para restaurar seu status) e estar fisicamente presente no Canadá no momento em que o pedido de residência permanente for recebido e quando o pedido for aprovado;

7 – Pretende residir em uma província ou território diferente de Quebec;

8 – Ter apresentado um pedido de residência permanente utilizando os formulários fornecidos pelo Departamento para esta política pública e que devem incluir, no momento da aplicação, todas as provas necessárias para satisfazer um oficial de que o requerente cumpre as condições (requisitos de elegibilidade) desta política pública, exceto para evidências exigidas para demonstrar a presença física no Canadá no momento da aprovação do pedido;

9 – Ter apresentado o seu pedido de residência permanente ao abrigo desta política pública através de meios eletrónicos (candidatar-se online). Os estrangeiros que, devido a uma deficiência, não possam cumprir o requisito de fazer uma candidatura, apresentar qualquer documento ou fornecer uma assinatura ou informação por meio eletrônico, podem apresentar esta candidatura por qualquer outro meio disponibilizado ou especificado pelo Ministro para tal objetivo;

10 – O estrangeiro não é inadmissível ao abrigo da Lei e Regulamentos.

Todas as informações acima foram retiradas da recente publicação do site oficial do governo canadense.

Se você ainda tem alguma dúvida, consulte o site oficial do governo canadense. Porém, caso você tenha interesse em estudar no Canadá, entre em contato com a gente, vai ser um prazer falar com você!

Categories
Dicas

Saiba o custo de vida na Austrália e economize no país em qualquer ano

O custo de vida na Austrália é pesquisado todos os anos por diversos viajantes ao longo de todo o mundo, mas muitos ainda não sabem qual é o valor médio dos produtos e serviços da Austrália e que eles podem variar de acordo com a sua localização, o que pode interferir no seu planejamento econômico. Sabendo disso, nós aqui da Dreams sempre trazemos o custo de vida explicado de forma rápida e objetiva, para você que deseja viajar sabendo com o que quer ou não gastar. Agora chega de papo e vamos para o post:

Entenda o custo de vida na Austrália

Você já deve ter visitado mil sites com conteúdos sobre a Austrália e as suas peculiaridades, assim como provavelmente já deve ter pesquisado sobre o custo de vida. Mas sabe o que falta para você? Entender que ele pode variar de cidade para cidade, e isso com certeza interfere não apenas no seu planejamento econômico, mas também na sua experiência quando estiver dentro do país.

O custo de vida na Austrália é incrível

Então, o nosso conteúdo vai abordar não apenas o custo de vida médio da Austrália, mas também traremos um resumo do que poderia ser economizado por você enquanto estiver morando por lá, já que existem alguns benefícios que todo mundo acaba deixando despercebido por causa da euforia de querer viver em um país tão incrível.

Dessa vez utilizaremos a plataforma Expatistan, que além de trazer os dados mais atualizados dentro dos setores mais importantes como: alimentação, moradia, transporte e entretenimento, consegue também ilustrar as cidades que você mais poderia colocar em prática o seu plano de economia.

Agora, vamos realmente ao que interessa e confira os preços médios do custo de vida na Austrália:

Alimentação

Almoço básico (incluindo bebida) no distrito empresarial – AU$18

Combo em um restaurante fast food (bic mac ou similar) – AU$12

500 gr. de peito de frango sem osso – AU$5.88

1 Litro de leite (garrafa larga) – AU$1.48

2 Litros de coca cola – AU$2.88

12 Ovos grandes – AU$5.58

1 Kg de tomates – AU$4.89

Pão para 2 pessoas por 1 dia – AU$2.49

1 Garrafa de vinho Red Label – AU$18

Moradia

Aluguel de 85 m2 em uma acomodação mobiliada em área mais cara – AU$3,152

Aluguel de 85 m2 em uma acomodação mobiliada em área normal – AU$ 2,142

1 mês de utilidades (aquecimento, eletricidade, gás e etc) em apt. de 85m2 – AU$ 245

Internet – 8 mbps (1 mês) – AU$58

Aluguel mensal de um kitnet mobiliado (45 m2) em área mais cara – AU$1,989

Aluguel mensal de um kitnet mobiliado (45 m2) em área normal – AU$1,481

Transporte

Golf Volkswagen 1.4 TSI 150 cv (ou equivalente), sem extras, novo – AU$28,149

1 Litro (¼ galão) de gasolina – AU$1.37

Ticket mensal de transporte público – AU$158

Entretenimento

Jantar básico para duas pessoas em um pub da vizinhança – AU$54

2 Ingressos para cinema – AU$36

2 Ingressos para o teatro (melhores lugares) – AU$218

1 mês de inscrição em academia no distrito comercial – AU$ 69

Resumindo o custo de vida na Austrália

Deixando de lado todos esses números, vamos ao resumo para que você tenha economia nas suas ações, já que o ideal é sempre otimizar a sua experiência no país, concorda? 

Quando falamos sobre a sua alimentação, a recomendação ideal sempre é a de que você tenha como base as mercearias e mercados para as suas compras do mês em relação às suas refeições, pois além de ser uma alimentação muito mais saudável, não pesa tanto no seu bolso. Como podemos ver, itens básicos e que costumam durar mais de uma semana, são muito mais em conta do que um almoço comum.

Praia na Austrália

E para se alimentar, você precisará de um teto, não é mesmo? Então não esqueça de pensar na moradia como um dos fatores principais para a sua estadia na Austrália. Se levarmos em consideração que você está querendo economizar, o kitnet é sempre a melhor escolha, e você ainda consegue melhorar o preço pesquisando em outras áreas, podendo até mesmo dividir o aluguel com outro estudante, o que corta pela metade as suas despesas, principalmente nas contas extras.

O transporte da Austrália é uma das pérolas do país, pois a sua variedade é imensa. Você pode percorrer o seu caminho em um carro, ônibus, metrô, balsa ou bonde, já que todas essas opções são realmente utilizadas no cotidiano australiano. Para você que estará  estudando no país, a melhor escolha sempre é o transporte público, que além de ser funcional, tem até mesmo ônibus grátis em algumas capitais.

E o nosso amado lazer? Bom, o entretenimento fica sempre por sua conta, afinal, nem todo mundo curte um cineminha ou um teatro no final de semana. De qualquer forma, os ingressos para o cinema são bem baratos, principalmente se você comparar com o preço aqui do Brasil, que pode ser bem maior do que o valor médio da Austrália.

O salário mínimo da Austrália

Essa parte não pode faltar em um conteúdo sobre o custo de vida de um país, pois é a partir do salário mínimo que o trabalhador consegue projetar as suas economias para o futuro e também para as suas despesas atuais. Por isso, é sempre importante que você saiba o salário mínimo do país em que você decidir estudar.

E temos boas notícias, pois caso você não saiba, o salário mínimo da Austrália não é apenas um dos maiores salários do mundo, ele é o maior. Atualmente, o salário mínimo da Austrália para maiores de 21 anos tem o valor de AU$20.00 por hora, resultando em AU$760,00 por semana. Agora, utilizando um mês inteiro de trabalho, temos o valor de AU$3040!

O custo de vida na Austrália é ótimo pelo salário

Com este valor você consegue alugar ou dividir uma kitnet mobiliada, fazer uma feira equilibrada no mercado e ainda se divertir na cidade em que você estiver estudando. Com um planejamento econômico a sua vida poderá ser ainda melhor, principalmente se considerarmos que este é apenas o salário mínimo.

Já imaginou receber AU$3040 enquanto desfruta de uma das melhores qualidades de vida do mundo? Pois é, a Austrália é um sonho totalmente possível para quem busca estudar e construir uma vida por lá. Lembre-se sempre de que você estará ganhando em dólar australiano, uma moeda que atualmente vale R$4,29. 

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!

Quer fazer um intercâmbio na Austrália mas ainda não sabe como? Tem alguma dúvida? Fala com a gente através deste link, a nossa equipe vai retornar o contato o mais rápido possível para tirar todas as suas dúvidas e ajudar na sua trajetória até estudar no país dos seus sonhos!

Categories
Imigração

Transforme a sua vida morando em Sydney

A cidade de Sydney, na Austrália, é uma das cidades mais conhecidas do mundo e a gente até sabe o porquê. Sendo um dos destinos mais procurados por quem deseja viver uma experiência única, a cidade recebe todos os anos milhares de viajantes em busca de uma qualidade de vida melhor. Mas, e você? Conhece Sydney e os seus encantos? Bom, se a resposta for “não”, não se preocupe, nós temos o conteúdo certo para quem não sabe e também para quem já sabe alguma coisa. Confira abaixo como é morar em Sydney:

Como é morar em Sydney?

Sydney é uma das cidades mais conhecidas não apenas da Austrália, mas do mundo. A sua imagem é tão associada à Austrália, que as pessoas costumam até mesmo pensar que ela é a capital do país. Isso se deve ao grande valor cultural que Sydney agrega ao país ao longo de tantos anos por meio dos seus pontos turísticos, assim como a sua reputação de ser uma ótima cidade para se viver.

A cidade já foi eleita uma das 10 melhores do mundo no ranking de qualidade de vida e caiu apenas uma posição ao longo de 2 anos, segundo um ranking de 2019. A qualidade de vida de uma cidade é determinada por fatores essenciais para uma vida que não seja apenas comum, mas confortável e funcional para os seus cidadãos. São analisados dados sobre: custo de vida, transporte, poder de compra e até mesmo o clima. 

O clima na cidade de Sydney

Para começar, é preciso que você saiba que o clima de Sydney é simplesmente incrível, pois ele não é apenas ensolarado na maior parte do tempo, mas também equilibrado em sua temperatura, o que significa que você não ficará sofrendo pelo calor em um dia de sol ou usando cachecol e roupas pesadas em qualquer horário do dia.

O clima de Sydney permite um estilo de vida muito mais liberal aos nativos, eliminando aquela necessidade de escolher horários específicos para determinadas atividades ao longo do dia, fazendo com que a cidade e os seus centros de atividades recreativas sejam preenchidos em qualquer horário.

Bond Beach em Sydney Austrália

E falando em praia: gosta de tomar um sol? Aproveitar um banho de mar? Ficar na tranquilidade de uma boa sombra? Ou melhor, surfar? Bom, independente dos seus objetivos quando se visita uma praia, Sydney é o destino perfeito para você que adora uma praia. São mais de 100 praias, isso mesmo, 100! Algumas grandes, outras menores, e algumas outras até mesmo escondidas para quem curte uma boa aventura em trilhas.

O transporte público tem uma grande variedade

Falar sobre o transporte público da Austrália já é uma regra aqui nos posts da Dreams, mas em Sydney isso tem um valor até mesmo histórico, pois além dos ônibus, bondes e trens, as ferries (balsas) são as grandes estrelas do transporte público de Sydney, pois desde 1875, as balsas de Sydney têm transportado os seus nativos.

Ano novo em Sydney Austrália

Atualmente, as balsas transportam 14 milhões de pessoas todos os anos ao longo de Sydney, o que não é nenhuma surpresa, já que os seus portos são verdadeiros pontos turísticos que se repetem ao longo de todo a cidade.

Quer trabalhar ou fazer compras? Você escolhe.

Uma das coisas que funcionam muito bem em Sydney é o seu comércio local, não somente no quesito da facilidade de empregos para estrangeiros, mas também da sua variedade e acessibilidade de preços. É bem comum encontrar feiras culturais aos finais de semana, que entregam produtos variados e com preços abaixo da média para você que curte economizar com o seu vestuário e decoração.

Loja de roupas em Sydney Austrália

Enquanto estiver fazendo o seu intercâmbio, não tenha medo do mercado de trabalho de Sydney e vá em busca do que o comércio tem a oferecer para você. São milhares de lojas, cafés, lanchonetes e muitos outros tipos de comércio precisando de trabalhadores em meio-período. Em Sydney você conseguirá prosperar financeiramente na mesma medida em que estará melhorando o seu currículo.

O que eu posso fazer morando em Sydney?

Se morar em um país que é referência no mundo todo em qualidade de vida, assim como em outros setores, nós separamos para você algumas coisinhas interessantes para se fazer enquanto estiver fazendo o seu intercâmbio por lá. Confira abaixo os lugares que você pode visitar e o que você pode fazer em Sydney:

A Ópera de Sydney

Bom, nós definitivamente não queremos entregar um conteúdo óbvio para você, mas não podemos falar de Sydney sem falar da Ópera de Sydney, que além de ser: o símbolo australiano mais conhecido mundialmente, um dos pontos turísticos mais famosos do mundo e uma das óperas mais ocupadas nos rankings mundiais, é o destino de todo intercambista que deseja colocar os pés em Sydney.

Ópera de Sydney Austrália

A Ópera de Sydney não apareceu aqui apenas pelo seu visual, o lugar é realmente incrível em todos os sentidos. A casa recebe espetáculos premiados pela crítica, assim como os clássicos que todo mundo ama assistir em qualquer teatro, como: Cinderella, O Fantasma da Ópera e Otello. Hoje mesmo é possível comprar ingressos para estes e outros espetáculos que também estão em exibição.

O Jardim Botânico Real de Sydney

Não curte ópera, mas é um grande fã do contato com a natureza? Esse é o passeio perfeito para você, pois além de ser um lugar lindo, o Jardim Botânico de Sydney é um programa inteiramente gratuito. Fundado em 1816 e ficando bem ao lado da Ópera de Sydney, o Jardim Botânico Real tem 30 hectares de pura natureza nativa e também de outros países.

Royal Botanic Garden
Foto: Divulgação / Royal Botanic Garden

O jardim tem ainda mais qualidades se você ainda não achou que ele não supre as suas vontades. Dentro do parque existe o Calyx, um centro de atividades que possui uma das maiores paredes compostas por plantas do hemisfério sul, além de promover workshops e contar com lojas e cafés, sem contar com os eventos que acontecem no local periodicamente.

Galeria de Arte de New South Wales

Ok, já te demos uma ópera conhecida mundialmente, um jardim incrível e cheio de atividades, mas nada disso te interessa por você ser uma pessoa mais focada nas artes e história dos países? Tudo bem, entendemos. Por isso, a Galeria de Arte da Nova Gales do Sul é um dos passeios obrigatórios do seu intercâmbio em Sydney. 

Art Gallery of New South Wales
Foto: ABC

A galeria consegue unir o antigo com o contemporâneo, promovendo uma experiência completa para você que é fã das artes como um todo, então é bem comum que você encontre exibições de artes que criticam o uso de rede sociais enquanto em outra parede o foco seja uma grande pintura do século 18.

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!

Quer fazer um intercâmbio na Austrália mas ainda não sabe como? Tem alguma dúvida? Fala com a gente através deste link, a nossa equipe vai retornar o contato o mais rápido possível para tirar todas as suas dúvidas e ajudar na sua trajetória até estudar no país dos seus sonhos!

Categories
Intercâmbio Estudo e Trabalho

Sonha em estudar inglês em Malta? Saiba tudo bem aqui!

Estudar inglês em Malta é o sonho de muitas pessoas que procuram não apenas aprender um novo idioma, mas também viver o sonho de visitar um país incrível como Malta. Porém, algumas pessoas costumam ter dúvidas sobre como será o seu futuro estudando uma determinada língua em outro país, por isso, decidimos tirar todas as suas dúvidas sobre como é estudar inglês em Malta, confira abaixo:

Estudar inglês em Malta é apostar no seu futuro

Estudar inglês em Malta é uma realidade próxima

Malta é um dos países mais procurados da Europa quando o assunto é aprender uma nova língua, principalmente o inglês. Sendo um arquipélago localizado logo abaixo da Itália, o país de Malta é referência educacional em todo o mundo, não apenas pela qualidade do ensino, mas pelas experiências que o país tem a oferecer.

Quando falamos sobre estudar em Malta, é importante que você tenha em mente o quanto é importante estudar inglês em um país que utilize a língua, para que você possa viver ainda mais a experiência do país, podendo socializar com os nativos e praticar ainda mais o que você aprendeu dentro da sala de aula.

Escolas de inglês como a EC, oferecem recursos que otimizam a experiência do aluno, como: Wi-Fi de ponta, quadros interativos, bibliotecas com áreas de estudo individuais e salas de estar para os estudantes, fazendo com que o aluno tenha uma experiência de aprendizado muito mais confortável e acessível.

E caso você tenha a preocupação de achar que a sua idade não combina tanto com uma escola de inglês, não precisa se preocupar, okay? Existem programas como o School 30+, que encaixa alunos acima dos 30 anos com outras pessoas maduras e que tenham pensamentos mais alinhados. Sabe qual é a mensagem? Não existe idade para começar a aprender inglês!

Moradia para estudantes em Malta

Além disso, independente da sua idade e motivações, também existem opções que se encaixam melhor com as suas opções de moradia, com variações de preço que podem caber melhor no seu bolso.

1 – Homestay

Se você quer viver a experiência de Malta em sua essência, basta optar pelo homestay. Você viverá com uma família maltesa enquanto estuda inglês, o que fará com que a sua experiência seja muito mais prática.

2 – Apartamento de estudantes

O apartamento compartilhado entre estudantes costuma ser a opção de alunos mais jovens e que não se importam tanto com a sua privacidade. Escolhendo o apartamento compartilhado, você terá contato com muitas outras culturas, já que Malta recebe todo ano, alunos de vários países.

3 – Apartamento com um quarto

Essa é a melhor opção para você que ama a sua privacidade e a paz do seu próprio silêncio. Sendo uma escolha um pouco mais cara, mas ainda assim, a mais indicada para você que não gosta de economizar com o próprio conforto.

Por que estudar em Malta é uma experiência incrível

Baía em Malta

As pessoas costumam ter as mesmas dúvidas frequentes sobre Malta: “Onde fica Malta?”, “Vale a pena estudar inglês por lá?”, “Esse país tem algo legal?”, entre muitas outras. Mas não se preocupe, neste post você já teve algumas respostas e agora você terá mais algumas, principalmente sobre o quão legal Malta pode ser.

O país de Malta pode parecer pequeno, mas ele é um verdadeiro gigante historicamente, pois a sua história carrega tantos povos e culturas, que fica difícil não falar sobre a sua importância para a história do mundo. O país teve influência dos gregos e também dos romanos, que até hoje mostram as suas pegadas por meio das estruturas da cidade.

E por ser um gigante histórico, Malta não fica atrás quando o assunto é ponto turístico e diversão, pois além de ter uma vida noturna incrível, o país tem paisagens estonteantes e dignas de serem uma pintura. Já pensou em se banhar nas águas cristalinas e ainda visitar templos antigos? Em Malta, isso é possível.

Uma pequena amostra das belezas de Malta

O país tem 3 patrimônios mundiais da UNESCO, isso mesmo, um arquipélago com pequenas ilhas tem não apenas 1, mas três patrimônios mundiais, sabendo disso você já consegue imaginar em quantos lugares incríveis Malta tem a oferecer, certo?

O primeiro patrimônio é o Hypogeum de Ħal Saflieni, uma estrutura subterrânea em Malta que é datada da pré-história e pode ter sido um santuário e necrópole.

Hypogeun de Malta

O segundo é um grande orgulho para Malta, pois é nada mais, nada menos, que a sua capital. A cidade de Valetta, que resistiu aos danos da segunda guerra mundial com as suas estruturas construídas pelos Cavaleiros de São João.

Valetta, capital de Malta

O terceiro são os Templos megalíticos de Malta, que são divididos em diversos locais do arquipélago, sendo umas das estruturas de pedra mais antigas do mundo.

Templo megalítico de Malta

E tudo bem se você não curtir um passeio com tanta história, pois as águas cristalinas de Malta ainda são uma das coisas que mais atraem turistas todos anos, principalmente A Lagoa Azul de Malta, na ilha de Comino, que tem atraído cada vez mais turistas ao longo dos anos.

Lagoa Azul em Malta

Agora, imagine estudar em um país tão rico e com tanta variedade de programas de entretenimento? Sem contar que não falamos sobre os restaurantes e outros estabelecimentos que iluminam a noite da ilha. Malta pode potencializar o seu currículo, evoluir o seu idioma e também proporcionar experiências que serão relembradas pela vida toda!

Visite outros países direto de Malta

Já pensou em estudar em Malta, mas ainda assim poder viajar para toda a Europa? Pois é, o nosso pequeno arquipélago não é apenas um ótimo país em diversos sentidos, mas também um grande trampolim para outros países incríveis, o que aumenta a qualidade da experiência do intercâmbio em diversos níveis.

Um dos maiores erros de quem pensa sobre estudar em Malta, é a sua percepção sobre a localização do país, pois muitas pessoas esquecem de que o arquipélago não só pertence à Europa, como também é um país participante e ativo da União Europeia, fazendo com que ele tenha conexões bem interessantes.

É totalmente possível visitar cidades históricas e importantes como a gigante Berlim, capital cheia de memoriais. E Atenas? Lembra dela? Bom, se não lembra, agora coloque em mente que ela é um destino totalmente possível partindo de Malta. Não perca tempo e aproveite uma das melhores experiências de aprendizado do mundo!

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!

Quer fazer um intercâmbio em Malta mas ainda não sabe como? Tem alguma dúvida? Fala com a gente através deste link, a nossa equipe vai retornar o contato o mais rápido possível para tirar todas as suas dúvidas e ajudar na sua trajetória até estudar no país dos seus sonhos!