Categories
Alemanha Estude e trabalhe no exterior Europa Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio

Como estudar na Alemanha: guia completo pra sua graduação

Fala, galera! A Alemanha é repleta de universidades de primeira linha e suas cidades são vibrantes e cheias de história. Assim, não é de surpreender quantas pessoas buscam estudar na Alemanha todos os anos.

Pensando nisso, preparamos esse guia completo pra tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Como estudar na Alemanha

Apesar da língua oficial na Alemanha ser o alemão, ainda é possível estudar nas universidades do país em inglês.

Segundo o DAAD, o serviço de intercâmbio acadêmico alemão, estudar na Alemanha é simples e você só precisar seguir 8 passos pra chegar lá.

No primeiro momento, é importante encontrar uma instituição que faça sentido com seus desejos e necessidades. Através do site da plataforma você pode conferir algumas das melhores opções de curso e universidade no país.

Após selecionar os cursos que te interessam, você deverá conferir os requisitos de cada instituição e se inscrever. Depois de receber a carta de aceitação da universidade, é só dar entrada no seu visto de estudante!

As melhores universidades alemãs

Para te ajudar no processo de escolha da universidade ideal, trouxemos o ranking QS de 2021, dá uma olhada:

  1. Universidade Técnica de Munique
  2. Universidade Ludwig-Maximilians München
  3. Universidade de Ruprecht-Karls-Heidelberg
  4. Humboldt-Universität zu Berlin
  5. Freie Universitaet Berlin
  6. KIT, Instituto de Tecnologia Karlsruhe
  7. Universidade RWTH Aachen
  8. Universidade Técnica de Berlim (TU Berlin)
  9. Universidade Técnica de Dresden
  10. Eberhard Karls Universität Tübingen

O que você precisa para estudar na Alemanha

Apesar de não existir vestibular na Alemanha, você precisa estar atento ao caminho de ingresso que melhor se encaixa a você.

Algumas universidades e cursos colocam um certo padrão de Ensino Médio para os estudantes que desejam ingressar. Isso acontece, em partes, porque o ensino na Alemanha tem um formato diferente do encontrado em outros países.

Normalmente o estudante estrangeiro precisa fazer o Studienkolleg, uma formação complementar ao ensino médio que te prepara para o ensino superior na Alemanha. Aqui explicamos tudo sobre o curso.

Caso você deseje fazer uma pós-graduação na Alemanha, precisará validar seu diploma. Para isso, precisará contratar uma tradução juramentada do documento.

[Post] Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Visto de estudante de alemão: é necessário?

Sim! A permanência sem visto na Alemanha só é possível por até 90 dias. Porém, enquanto um estudante de graduação você precisará ficar pelo menos 6 meses no país.

Existem dois tipos de visto de estudante na Alemanha: o Studienbewerbervisum, em tradução literal “visto de candidato ao estudo”, e o Studentenvisumque é o “visto de estudante”.

Para tirar o Studentenvisum/Visto de estudante você precisará comprovar inscrição em uma faculdade. A outra modalidade é a indicada para o Studienkolleg, que irá te preparar para o ensino superior. De qualquer forma, você precisará confirmar seu vínculo com a instituição para pedir seu visto.

Documentos para tirar o visto de estudante alemão

  1. Passaporte válido;
  2. Comprovante de matrícula no curso que irá fazer;
  3. Comprovante de seguro saúde;
  4. Comprovação de renda

No caso do último item, ele servirá para assegurar que você conseguirá se manter durante o tempo no país. O valor mínimo aceito na Alemanha é de 861€ por mês.

Depois que tiver essas documentações em mãos é só entrar em contato com o Consulado Alemão mais próximo de você. Aqui você pode conferir mais sobre.

Estudar e trabalhar na Alemanha em 2022

A partir do momento em que você ingressa na Alemanha com seu visto de estudante, receberá a autorização para trabalhar até 20 horas/semanais no país. Os trabalhos mais comuns para estudantes nessa situação são os de garçons, babás e atendentes.

Confira: Melhores países da Europa pra fazer intercâmbio em 2022

Se você quer saber mais sobre seu futuro na Alemanha, como se planejar financeiramente ou qualquer outra dúvida, nossos consultores estão disposto a te auxiliar nesse processo.

No link abaixo você pode deixar suas informações que entraremos em contato com você o quanto antes!

Você também pode gostar de conferir:

Como viver viajando: 10 ideias para trabalhar enquanto viaja

Como planejar seu intercâmbio: 5 passos pra tirar seu sonho do papel

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Austrália Canadá Dicas de viagem Estados Unidos Estude um idioma fora do Brasil Inglaterra Itália Malta

Intercâmbio de 1 mês: dicas pra aproveitar as férias no exterior

Fala, galera! Estão chegando suas férias e você está pensando em fazer um intercâmbio de 1 mês, né? Não se preocupe! A gente te conta tudo que você precisa saber: custos, prós e contras e o mais importante: quais os melhores destinos pra um intercâmbio de curta duração. Continua lendo!

Você verá nesta postagem:

  • Melhores destinos para um intercâmbio de 1 mês
  • Intercâmbio de 1 mês vale a pena: vantagens e desvantagens

Melhores destinos para um intercâmbio de 1 mês

Fazer um intercâmbio de 1 mês é a saída pra quem não tem muito tempo e quer aproveitar as férias em outro país, conhecendo uma nova cultura e colocando um novo idioma em prática.

Você sabia? Durante seu intercâmbio de curta duração você também pode aproveitar para se especializar em sua área de atuação, com cursos profissionalizantes e qualificantes em instituições renomadas ao redor do mundo.

Por isso, escolher o destino ideal pra você é tão importante! Separamos os 10 melhores destinos para brasileiros ao redor do mundo que vão te permitir aproveitar essas 4 semanas ao máximo.

Na lista abaixo, você pode conferir os idiomas falados no local e a melhor época do ano para visitar.

Melhores DestinosIdiomasMelhor época para conhecer
Vancouver, CanadáinglêsMarço à Maio
San Francisco, EUAinglêsMarço à Junho / Setembro à Dezembro
Montreal, Canadáfrancês e inglêsMaio, Junho e Setembro
Munique, Alemanhainglês e alemãoAbril e Outubro
Liverpool, InglaterrainglêsJunho à Agosto
Valência, EspanhaespanholMaio e Junho / Setembro à Novembro
Valletta, Maltainglês e italianoAbril à Julho
Gold Coast, AustráliainglêsSetembro à Fevereiro
Auckland, Nova ZelândiainglêsOutubro à Abril
Capetown, África do SulinglêsDezembro à Março

[Post] Países que não precisam de visto para brasileiro

Intercâmbio de 1 mês vale a pena: vantagens e desvantagens

O número de brasileiros buscando intercâmbios de curta duração aumenta a cada ano.

Por conta da vida corrida no trabalho e a necessidade de aprender e praticar outros idiomas, como o inglês, muitos profissionais e estudantes se aventuram por outros países nos meses de férias.

[Post] Intercâmbio ou curso de inglês: como atingir a fluência mais rápido

Se seu plano é morar de vez fora do país, um intercâmbio de curta duração é interessante por te permitir conhecer seu destino dos sonhos e a cultura local.

Outra grande vantagem é pra quem quer melhorar o currículo e se destacar no mercado internacional: como dissemos antes, é possível estudar o idioma enquanto faz um curso de especialização na sua área. Além das experiências inesquecíveis no país, você ainda cresce profissionalmente!

Para famílias, Winter e Summer Camps são grandes divisores de águas: é um momento para se reconectar e criar memórias com quem você mais ama, em destinos inesquecíveis.

A grande desvantagem do intercâmbio de 1 mês é que ele passa rápido… e você vai se apaixonar pelo seu destino, pode ter certeza!

Intercâmbio de curta duração: dicas pra aproveitar ao máximo

Por ser um tempo relativamente curto, é interessante se organizar para sua viagem.

Se você for para Malta ou Espanha, por exemplo, uma Eurotrip é quase que obrigatória!

Na Europa os preços das passagens de avião entre os países do continente são muito baratas – chegando a custar 60 ou 70 reais! dá pra imaginar!? – por isso, é interessante aproveitar a oportunidade e viajar mesmo!

Procurar locais para alugar em Airbnbs e hostels também pode te ajudar a economizar e fazer amigos. Conhecer outros intercambistas e nativos vai multiplicar suas chances de diversão – então não tenha medo de fazer amizades!

[Vídeo] Como fazer uma Eurotrip | Principais dicas e dúvidas!

Já está pensando em fazer sua viagem? Não perde tempo e comece a planejar suas próximas férias com a gente. No link abaixo você pode deixar seu contato para que nossos consultores entrem em contato com você pelo WhatsApp ou Email.

Tudo de graça e sem cobranças, nossos consultores especialistas vão te ajudar com suas dúvidas e a realizar esse sonho.

Você também pode gostar de ver:

Viajar sozinha: 5 melhores destinos ao redor do mundo

7 lugares para conhecer no Canadá em 2022: como viajar para o país da Maple Leaf

Como planejar seu intercâmbio: 5 passos pra tirar seu sonho do papel

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Europa Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio

Como estudar na Alemanha: conheça o ABITUR

O Abitur é uma das graduações que todo estudante internacional que deseja estudar na Alemanha precisa saber como funciona, principalmente pelas suas peculiaridades e importância para o ensino da Europa como um todo.

Por isso, elaboramos um post completo sobre tudo o que você precisa saber sobre essa graduação tão importante. Abaixo, saiba tudo sobre o Abitur:

O que é o Abitur Alemão?

O Abitur da Alemanha é um exame que atesta a conclusão do ensino médio do aluno, que pode ter concluído a sua trajetória no 13º ou 12º ano do ensino médio.

Criado em 23 de dezembro de 1788, a partir do “Abiturreglement”, ou Regulamento do Abitur, uma lei posta em prática pelo ministro Karl Abraham Von Zedlids, que buscava tornar o acesso às universidades alemãs mais restrito, já que antigamente, não existiam restrições de ingresso nas instituições de ensino superior da Alemanha.

Uma das vantagens de se ter o Abitur é de que ele é aceito internacionalmente, sendo uma ótima porta de entrada em universidades ao longo de todo o mundo.

Por isso, na Alemanha se torna muito importante que os alunos tenham um Abitur em mãos, sejam eles nativos ou estrangeiros.

Para brasileiros que desejam cursar o ensino superior na Alemanha, o Abitur é essencial, já que na Alemanha os diplomas internacionais de conclusão de ensino médio não costumam ser aceitos, sendo necessária a aplicação em um Studienkolleg.

Melhores países da Europa pra fazer intercâmbio em 2022

Como fazer o Abitur no Brasil?

Ao contrário do que você possa pensar imediatamente, o Abitur não é um diploma adquirido exclusivamente dentro da Alemanha. No Brasil, o Abitur pode ser adquirido em escolas bilíngues alemãs, sendo elas:

  • Colégio Benjamin Constant São Paulo
  • Colégio Cruzeiro Centro Rio de Janeiro
  • Colégio Cruzeiro Jacarepaguá Rio de Janeiro
  • Colégio Erasto Gaertner  Curitiba
  • Colégio Humboldt São Paulo
  • Colégio Imperatriz Leopoldina São Paulo
  • Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I São Paulo
  • Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade II Valinhos – SP
  • Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade III São Paulo
  • Escola Alemã Corcovado Rio de Janeiro
  • Pastor Dohms Schule Porto Alegre
  • Escola Waldorf Rudolf Steiner São Paulo
  • Deutsche Berufsschule São Paulo (IFPA) São Paulo

Todas as escolas acima são reconhecidas pelas Representações da República Federal da Alemanha no Brasil, que consequentemente, também são reconhecidas pelo governo da própria Alemanha.

Concluindo a sua jornada em uma escola bilíngue alemã, você terá em mãos o Deutsche Internationale Abiturprüfung (DIAP) ou Diploma Internacional Abitur Alemão, que é totalmente equivalente ao Abitur alemão ou ao International Baccalaureate (IB).

Confira: 9 melhores países para imigrar em 2022

O que é o International Baccalaureate? 

O International Baccalaureate é uma qualificação educacional reconhecida internacionalmente. Ou seja, por meio dela, você consegue ingressar em universidades de outros países de forma mais fácil e direta, servindo como um facilitador para estudantes estrangeiros. 

O IB é oferecido em 49 instituições de ensino brasileiras, desde 1980.

Assim, você pode ingressar no ensino superior da Alemanha por diferentes certificações, que podem ser acessíveis, assim como o Fachabitur.

Quer saber melhor sobre o Fachabitur? Leia até o final!

Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

O que é o Fachabitur

Como dissemos acima, o Abitur Alemão é um diploma de conclusão do ensino médio, que serve como uma certificação para que as pessoas consigam ingressar no ensino superior alemão, sendo aberto para qualquer graduação.

O Fachabitur é uma qualificação técnica, onde ao contrário do Abitur, não serve de forma tão ampla, mas sim como um certificado de que você está apto para estudar uma determinada área de conhecimento, fazendo com que o Fachabitur seja muito mais direto em relação a graduação que o aluno deseja.

Além disso, esta modalidade também pode servir como uma qualificação técnica avançada para o ingresso em uma faculdade técnica. Ou seja, o Fachabitur é realmente uma qualificação para um curso de universidade específico, mas também funciona como um facilitador do direcionamento para quem deseja ingressar em uma faculdade técnica.

Na qualificação técnica para o ingresso numa faculdade, a faculdade se divide entre a parte teórica e a prática, onde após aprovado, o aluno poderá aplicar para os estudos em uma universidade de ciências aplicadas. Nesta modalidade, não é necessária a comprovação de uma segunda língua estrangeira.

Você também pode gostar de conferir:

SISU 2022: use sua nota do ENEM para estudar fora do Brasil

Como planejar seu intercâmbio: 5 passos pra tirar seu sonho do papel

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Europa Graduação e Pós no Exterior Vistos e documentações

Graduação na Alemanha: conheça o Studienkolleg, curso obrigatório para estrangeiros

O Studienkolleg é um dos itens mais importantes para quem deseja estudar na Alemanha, principalmente se você deseja conseguir um diploma internacional em um dos maiores países da Europa.

Pensando nisso, nós criamos um conteúdo exclusivo para você que deseja chegar na Alemanha sabendo tudo sobre esses cursos.

O que é Studienkolleg?

Todo ano, milhares de estudantes estrangeiros viajam para a Alemanha com o objetivo de conseguirem uma graduação internacional em uma das maiores potências da Europa. Porém, alguns acabam tendo dificuldades com a matrícula em determinadas instituições de ensino.

E isso se deve ao fato de que algumas instituições de ensino, não aceitam qualquer tipo de certificado de conclusão do ensino médio, por exemplo. fazendo com que esses alunos tenham que recorrer a instituições especializadas para a resolução deste problema 

Para o governo alemão, é importante que o aluno estrangeiro tenha uma preparação para conseguir ingressar no ensino superior do país. Assim, os alunos são preparados em instituições chamadas Studienkollegs, que funcionam como um curso preparatório para o ensino superior alemão.

Como aplicar para um Studienkolleg

1 – Verifique se o seu certificado de conclusão é válido para estudos na Alemanha. No site da Anabin, você conseguirá saber como é a avaliação do seu certificado escolar na Alemanha.

2 – Caso o seu certificado não seja aceito na Alemanha, você terá que fazer um curso de 1 ano em um Studienkolleg. 

3 – Informe-se sobre o Studienkolleg em que você irá estudar e os seus requisitos de ingresso, pois cada instituição tem os seus requisitos básicos.

4 – Verifique se você pode se matricular imediatamente, ou via o site https://www.uni-assist.de/.

5 – Pesquise sobre o exame de admissão do Studienkolleg que você escolheu. Geralmente, os próprios Studienkollegs disponibilizam esses testes online, para que você possa fazer uma simulação. Estando já na Alemanha, faça o exame de admissão e ingresse em um Studienkolleg.

Studienkolleg

Os tipos de curso no Studienkolleg

O Studienkolleg é uma instituição que, no geral, tem o objetivo de servir como uma ponte para o aluno internacional que precisa se adequar ao ensino superior da Alemanha. Porém, nem todos os cursos oferecidos pelo Studienkollegs são iguais, tendo especificações para quem deseja um determinado tipo de curso ou área de estudo. Abaixo, entenda os tipos de Studienkolleg, utilizando o Studienkolleg Dusseldorf como referência:

M-Course

O M deste curso vem de Medizin, ou medicina, e ele funciona com o intuito de preparar o aluno que deseja ingressar nos estudos da área de saúde, abrangendo diversos cursos dessa área

Na grade curricular do M-Course, o aluno encontrará um curso preparatório completo, com uma grade curricular preenchida pelas disciplinas de: alemão, biologia, física e química.

Após a conclusão, o aluno poderá ingressar nos cursos de:

  • Medicina (Medizin)
  • Odontologia (Zahnmedizin)
  • Farmácia (Pharmazie)
  • Biologia (Biologie) 
  • Bioquímica (Biochemie)
  • Microbiologia (Mikrobiologie)

Dentre outros cursos, que podem variar de acordo com a instituição de ensino que você escolher.

T-Course

Assim como o M do M-Course, o T deste curso vem da palavra Tecnologia. Este curso tem como foco a preparação de estudantes que desejam ingressar em cursos da área de tecnologia. Na grade curricular, você encontrará as disciplinas de: alemão, matemática, física e química.

Sendo aprovado, o aluno poderá ingressar nos seguintes cursos:

  • Engenharia mecânica (Maschinenbau)
  • Engenharia Civíl (Bauingenieurwesen)
  • Engenharia automotiva (Automobiltechnik)
  • Física (Physik)
  • Tecnologia da informação comercial (Wirtschaftsinformatik)
  • Engenharia e gestão industrial (Wirtschaftsingenieurwesen)
  • Engenharia de processos e materiais (Verfahrens- & Werkstofftechnik) 
  • Matemática (Mathematik)
  • Engenharia elétrica (Elektrotechnik)

Além, claro, de outros cursos da área de tecnologia que não foram citados acima e que podem estar presentes nas diferentes instituições da Alemanha, como as Hochschule, escolas superiores especializadas, ou as Fachhochschule, que também são especializadas, mas estaduais.

Studienkolleg

W-Course

O W-Course, Wirtschaft-Course, ou Curso da área de Ciências Econômicas, é popularmente procurado por alunos que buscam o diploma de graduação em economia ou administração de empresas. Na grades curricular deste curso, você encontrará: alemão, matemática, economia e inglês.

  • Ciências Econômicas (Wirtschaftswissenschaften)
  • Tecnologia da Informação Comercial (Wirtschaftsinformatik)
  • Economia (Volkswirtschaftslehre)
  • Ciências Sociais (Sozialwissenschaften)
  • Sociologia (Soziologie)
  • Turismo (Tourismus)
  • Ciência política (Politikwissenschaften)

G-Course

O G representa a área de ciências humanas, que em alemão, corresponde ao nome de Geisteswissenschaft. Então, assim como o nome já explica, esse curso é indicado para quem está determinado a ingressar nas graduações de cursos da área de humanas. As disciplinas do G-Course são: alemão, literatura alemã, história e ciências sociais.

Sendo aprovado no G-Course, você poderá ingressar nos seguintes cursos:

  • Estudos de língua e literatura alemã (Germanistik)
  • Teologia (Theologie)
  • Filosofia (Philosophie)
  • História (Geschichte)
  • Jornalismo (Journalismus)
  • Literatura alemã (Literaturwissenschaften)
  • Direito (Rechtswissenschaften)

No geral, todos os cursos têm a duração de 38 semanas, com 5 a 6 aulas por semana, com as tuition fees (mensalidade) em €5.500 por ano. Os cursos são divididos entre 2 semestres, sendo eles os de verão e o de inverno.

Dentre todos esses cursos, também existe o S-Course, que se dedica ao ensino d

“Mas afinal, para o que estarei me preparando?”

Todos os Courses têm o objetivo de fazer com que o aluno passe no FSP – Feststellungsprüfung (exame de qualificação universitária), que serve como um exame final para o Studienkolleg.

Passando neste exame, você poderá se inscrever em uma universidade de ensino superior da Alemanha.

Para saber mais obre o ensino superior alemão e como você pode ingressar, confira este post.

Você também pode gostar de conferir:

Como estudar na Alemanha: conheça o ABITUR

Custo de vida na Alemanha em 2022: economize durante seu intercâmbio

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Curiosidades Tudo sobre intercâmbio

Estudar na Alemanha: Por que você deveria morar em Berlim?

Fala, galera! Pensando em estudar na Alemanha e ainda está em dúvida entre qual cidade morar? Fica por aqui e descubra porque Berlim é o destino ideal para Brasileiros!

Por que morar em Berlim?

Toda cidade, por mais simples que seja, tem os seus pontos fortes, que podem fazer dela única, ou simplesmente incrível para se constituir uma vida ao longo dos anos.

Para morar em Berlim, é importante que você saiba o que a cidade pode oferecer, então, abaixo, confira coisas incríveis que Berlim tem a oferecer como uma ótima cidade:

O custo de vida é baixo

Para construir a sua história na cidade que você sempre sonhou, é necessário saber quais são as necessidades econômicas que você terá naquele local e período de tempo, por isso o custo de vida é tão importante.

E em Berlim, isso é um ótimo item, pois a cidade tem a fama de ser mais barata do que as suas vizinhas, até mesmo mais do que as cidades de outros países da Europa.

Quer saber mais sobre o custo de vida na Alemanha? Clique aqui e saiba como economizar.

A vida é bem agitada e multicultural

Quem ama música eletrônica, ama Berlim. As baladas da cidade têm a fama de ser além de uma simples noite agradável com música de qualidade, mas uma verdadeira experiência. Além disso, Berlim é uma cidade que tem sido cada vez mais aberta ao público internacional, que tem sido um público cada vez mais frequente dentro da cidade, seja a luz do dia ou à noite.

Por isso, Berlim é uma cidade incrível para quem deseja viver uma experiência além do comum, conhecendo pessoas de outras nacionalidades ao mesmo tempo que se diverte, reunindo memórias que vão ficar para sempre.

Uma cidade verde

O verde das florestas de Berlim é uma grande e bonita faixa da cidade, mas isso se deve a três fatores incríveis: reciclagem, cultivo do verde e o uso contínuo de bicicletas.  São diversas florestas e campos para se aproveitar, não apenas para uma boa trilha, mas também para piqueniques e atividades ao ar livre, o que só melhora a experiência de quem deseja morar em uma cidade que promove uma vida sustentável.

Acima, falamos das bicicletas, que são ótimas para a sua locomoção dentro de Berlim, mas, tem um item importante, que a cidade sabe executar muito bem, e ele se chama:

O transporte público de Berlim

Para estudar, trabalhar ou fazer qualquer atividade enquanto mora em Berlim, você precisa do melhor transporte público. 

O transporte de Berlim é conhecido por ser um dos mais efetivos não apenas da Europa, mas também do mundo. Tendo uma grande variedade de rotas e meios de transporte. Dentre os meios de transporte em Berlim, estão:

  • S-Bahn (Trem)
  • U-Bahn (Metrô)
  • Ônibus
  • Tram (Bondes)

S-Bahn

S-Bahn - Morar em Berlim
S-Bahn

Os trens da cidade de Berlim fazem parte do hall das melhores coisas da cidade de Berlim. Sendo projetados com o intuito da cidade abandonar os trens a vapor, os S-Bahn são muito rápidos e constituídos por 15 linhas, com 330 km e 170 estações.

Nos dias de semana, os trens começam a funcionar a partir das 4h30 da manhã, parando apenas às 1h30 da manhã do dia seguinte, com intervalos de cinco, dez ou vinte minutos. nos finais de semana, funcionam por 24hrs, com intervalos de meia hora entre cada viagem.

U-Bahn

Contando com cinco linhas a menos do que o seu irmão que percorre as superfícies, o U-Bahn, ou metrô de Berlim, tem pouco mais de 146 km de trajeto e 173 estações. O metrô conta com o diferencial de que algumas de suas linhas funcionam de forma híbrida, ou seja, podem percorrer trajetos debaixo e também acima do solo.

U-Bahn em Berlim
Metrô / U-Bahn

Nos dias de semana você pode encontrar o U-Bahn funcionando a partir das 4 horas da manhã, até 1 hora da manhã do dia seguinte. Entre o intervalo de funcionamento do metrô, as linhas noturnas de ônibus assumem o transporte público para quem precisa se movimentar mas não tem possibilidade por falta de metrô. 

De dia, o U-Bahn tem intervalos de 5 minutos, enquanto à noite, costuma ter intervalos de 10. Assim com o S-Bahn, o U-Bahn também funciona 24 horas nos finais de semana.

Ônibus

Ônibus em Berlim

Sendo uma rede constituída por várias linhas de ônibus públicos, fornecida pela BVG – Berliner Verkehrsbetriebe, ou melhor, a Companhia de Transportes Berlinense, a rede urbana de ônibus da cidade é o braço direito que sustenta todas as localidades que os outros meios de transporte não podem atender.

As linhas se dividem entre:

Linhas do dia – As linhas 100 à 399, conectam os subúrbios ao centro da cidade e também às estações de qualquer S-Bahn ou U-Bahn.

Metro Buses – Estes ônibus integrados dos metrôs M11 ao M85 operam 24 horas por dia, todos os dias da semana, com intervalo de 10 minutos.

Ônibus noturnos – Lembra quando falamos dos ônibus que cobrem o horário vago do U-Bahn durante o período da madrugada? Chegamos neles. Os ônibus noturnos carregam um N e como já dissemos, substituem as linhas do U-Bahn quando estas não estão funcionando.

Você também pode gostar:

SISU 2022: use sua nota do ENEM para estudar fora do Brasil
Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Curtiu o conteúdo? Fica mais um pouco e não deixe de conferir nossas redes sociais para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Austrália Canadá Curiosidades Estude e trabalhe no exterior Irlanda Tudo sobre intercâmbio

As melhores cidades do mundo para trabalhar e estudar no exterior

Trabalhar e estudar no exterior é o sonho de muita gente que deseja avançar cada vez mais nos seus objetivos pessoais e também profissionais.

Por isso, países mais desenvolvidos acabam sendo mais visados não apenas por nós, brasileiros, mas também por todas as pessoas que buscam atingir uma qualidade de vida melhor.

Nós sabemos que você deseja saber quais são as melhores cidades para poder começar a trilhar o caminho dos seus sonhos, por isso, elaboramos este conteúdo completo sobre as 5 melhores cidades do mundo para estudar e trabalhar, confira abaixo:

Este post não está em formato de ranking, então não se preocupe se vir aquela cidade dos sonhos em último lugar aqui na lista, pois ela continua sendo incrível, só está ocupando um número diferente do primeiro, certo? Agora, vamos direto ao assunto:

1 – Dublin

Dublin costuma ser a cidade mais conhecida da Irlanda, sendo a capital da ilha esmeralda e se não uma das, a própria cidade responsável por manter a economia do país aquecida, recebendo cada vez mais investimentos e também sendo muito receptiva com estrangeiros que acabam investindo na economia da cidade.

Em Dublin, você pode trabalhar por 20 horas semanais, podendo chegar até 40 horas semanais no período de férias. Agora, já pensou em morar em uma cidade famosa pelos seus incríveis pubs, clima e qualidade de vida, enquanto faz uma renda extra recebendo em euros?

Temple Bar, Dublin

Em Dublin existem diferentes tipos de instituições para atender às suas demandas, como: escola de idiomas, cursos técnicos e até mesmo universidades. Além disso, a cidade é ótima no quesito transporte, com um sistema totalmente funcional, rápido e com avisos prévios sobre o tempo de espera, o que facilita a vida do estudante.

Quer saber mais sobre Dublin? Tem isso e muito mais neste post.

2- Auckland

Quer trabalhar e estudar no exterior em uma das melhores cidades do mundo? Então você precisa conhecer Auckland, uma cidade que já foi e ainda continua sendo eleita como uma das melhores do mundo para se viver.

Auckland tem um clima bastante tranquilo, além de ser conhecida por ter um ótimo nível educacional e um mercado de trabalho bastante aquecido. E vale lembrar que ela continua aparecendo nos rankings mundiais das melhores cidades do mundo, né?

Auckland

Na Nova Zelândia, assim como na Irlanda, é permitido que o aluno trabalhe 20 horas semanais, que podem se tornar 40 em períodos de férias. Sendo assim, é totalmente possível fazer uma renda extra enquanto estuda para alcançar os seus sonhos.

Já imaginou? Ganhar o salário em dólar neozelandês e ainda desfrutar de uma das melhores cidades do mundo? Esse sonho é possível, basta tomar o caminho certo.

3 – Montreal

Montreal é a maior cidade do Quebec, assim como a mais conhecida, pois além de ser o centro metropolitano da província mais francesa do Canadá, Montreal é responsável por abrigar ótimos colleges, universidades e escolas de idioma, sendo um grande point educacional para quem deseja mudar de vida.

Desde 1º de junho de 2014, é permitido pelo governo da província do Quebec, que estudantes internacionais consigam estágios por meio de conquista própria, sem a necessidade de uma permissão de trabalho. Em Montreal, você também pode trabalhar dentro da instituição em que estiver estudando, em demandas específicas da instituição.

Trabalhar e estudar no exterior: Montreal

Além disso, o transporte, que é algo super importante para os estudantes, é totalmente diversificado e funcional, contando com trens de longa distância, balsas, ônibus, que se interligam por toda a Montreal, facilitando a locomoção das pessoas no geral.

4 – Sydney

Sydney é uma cidade muito querida por quem deseja trabalhar e estudar no exterior, além de ser muito conhecida pela sua casa da ópera, mas poucas pessoas sabem do porquê de Sydney ser uma cidade tão citada por várias pessoas e veículos, tendo uma relevância até mesmo maior do que Canberra, a capital da Austrália.

Trabalhar e estudar no exterior: Sydney

Figurando entre as melhores posições nos rankings das melhores cidades do mundo para se viver, Sydney não conquistou este lugar do nada. São milhões de dólares australianos investidos na cidade, não apenas para que ela continue funcionando perfeitamente, mas também na sua educação, que é referência no mundo todo.

A Universidade de Sydney, por exemplo, é uma das melhores universidades do mundo, com altas taxas de empregabilidade, a instituição até se orgulha da sua taxa de admissão de alunos no mercado de trabalho, não apenas australiano, mas mundial.

Na Austrália, você pode estudar até 40 horas semanais a cada duas semanas, podendo trabalhar de forma ilimitada no período de férias.

5 – Berlim 

Achou que a Alemanha não teria uma representante? Berlim veio para mostrar o contrário, pois você precisa saber o quão incrível esta cidade pode ser para quem deseja ter um currículo sensacional. 

Pois além de promover uma ótima qualidade de vida, a Alemanha tem ótimas instituições de ensino, seja para idioma, ensino técnico ou às suas universidades, com programas de pesquisa a nível europeu.

Assim como as cidades já citadas acima, Berlim também permite o aluno não-europeu estudar enquanto trabalha, com a pequena diferença de que ele pode trabalhar 120 dias em período integral, ou 240 dias em meio-período por ano.

Uma dica: caso você consiga trabalhar como estudante assistente ou assistente de pesquisa, você pode trabalhar sem que estes dias tenham contagem no seu limite anual.

Metrô de Berlim

Berlin não fica devendo em nada quando o assunto é transporte público, principalmente quando o assunto é variedade, pois com o S-Bahn (Trem), U-Bahn (Metrô), ônibus e o sistema de compartilhamento de bicicletas, a cidade se torna muito mais fácil de cruzar, facilitando a vida dos estudantes que desejam se locomover de forma rápida, na mesma medida que conseguem conhecer melhor a cidade.

Quer saber como fazer intercâmbio nestas cidades incríveis? Fala com a gente!

Categories
Alemanha Estude e trabalhe no exterior Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio

Por que estudar na Alemanha: 5 motivos que fazem o país tão incrível

Estudar na Alemanha é o sonho de todo intercambista que deseja melhorar o seu currículo em vários níveis, seja dentro da Alemanha, no Brasil ou em qualquer lugar do mundo.

Mesmo assim, é comum que os viajantes se sintam um pouco acanhados em estudar na Alemanha, por não saberem qual é o seu potencial como um ótimo país para trilhar a sua história educacional. Sendo assim, confira apenas algumas da várias vantagens desse país:

Estudar na Alemanha é investir no seu futuro

Algumas pessoas costumam enxergar a Alemanha como um grande país, mas ainda não entendem todo o potencial que o país tem a oferecer em diversos setores.

Na educação, o país é um dos gigantes mundiais que mais recebem estrangeiros que desejam potencializar o seu currículo por meio da educação.

Estudar na Alemanha é apostar no futuro

No ranking da Top Universities, a Technical University of Munich ocupa a 50ª posição de um ranking mundial, enquanto a USP – Universidade de São Paulo ocupa a posição 115 no ranking. A USP é um orgulho nacional para o Brasil, mas nessa comparação nós conseguimos entender a diferença do nível educacional entre os países.

Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Portanto, se você deseja aumentar o seu nível educacional e triplicar as suas chances de ingressar no mercado de trabalho não apenas alemão, mas mundial, é recomendável que você comece a arrumar as suas malas, pois a Alemanha é um país incrível para se ter no currículo.

Faça intercâmbio na maior economia da Europa

Atualmente, o ranking das maiores economias do mundo tem os Estados Unidos como lider absoluto, seguido logo pela China.

Mas acabamos esquecendo que a Alemanha segue esses 2 países à passos largos, sendo a 4ª economia posicionada no ranking. “Mas, o que essa informação tem a ver comigo?”. Para você, intercambista? Tudo.

Gráfico em tela preto e branco

Uma economia estabilizada significa que o país tem plenas condições de oferecer o melhor ao seu povo.

Mas uma potência econômica vai muito além da distribuição de renda, pois além de promover uma qualidade de vida acima da média, a Alemanha consegue manter ótimos salários e mercado de trabalho aquecido, o que é uma ótima notícia para você, estudante que deseja crescer no país e ganhar o salário dos seus sonhos em euro.

Custo de vida na Alemanha em 2022: economize durante seu intercâmbio

Qualidade de vida na Alemanha em 2022

De acordo com a plataforma Numbeo, a Alemanha ocupa em 2022 o 6º lugar em qualidade de vida quando comparada com outros países europeus. Portugal, por exemplo, está em 15º posição no mesmo ranking.

O nível da qualidade de vida de um país é determinado por fatores básicos para a sociedade, como: custo de vida, transporte público, clima, segurança, saúde, poder de compra e outros itens essenciais para a vida comum da sociedade.

A qualidade de vida na Alemanha é incrível

E se a Dreams disse que a Alemanha tem tudo isso acima da média, temos que provar, certo? Pois vamos lá!

Utilizando plataformas especializadas em contabilizar o nível da qualidade de vida dos países, como o Numbeo, temos números:

índicesPontuação (máximo: 240)Grau de Qualidade
Poder de compra99.94alto
Segurança63.09alto
Saúde72.64alto
Clima82.92muito alto
Custo de vida61.63moderado
Relação entre o preço da propriedade e renda10.29moderado
Tempo de deslocamento diário31.07baixo
Poluição28.08baixo
Qualidade de vida na Alemanha177.51Muito alto
Todos estes itens são atualizados e datados de Maio de 2022

Ter segurança ao caminhar pelas ruas, esperar pouco por um ônibus, não sofrer com poluição e ainda poder comprar os seus itens mais desejados, isso tudo é possível na Alemanha.

Graduação na Alemanha: conheça o Studienkolleg, curso obrigatório para estrangeiros

Vivencie uma história incrível 

Como sabemos, a Europa foi um dos continentes que mais influenciou na história de todas as eras da humanidade, e a Alemanha não foi nenhum país coadjuvante.

Estudar na Alemanha: Por que você deveria morar em Berlim?

No período histórico da Segunda Guerra, o acontecimento mais marcante do século XX, a Alemanha foi um dos países protagonistas e que ainda têm partes desse período conservadas, como forma de memorial.

Muro de Berlim

Sendo assim, existem diferentes locais que você poderá visitar enquanto estiver fazendo o seu intercâmbio na Alemanha, dentre eles está o muro de Berlin, um dos grandes marcos do século XX na Alemanha e que representa não apenas o fim da guerra fria na Alemanha, mas também a liberdade de Berlim ocidental.

Lembre-se: a Alemanha é um país enorme, não se limite ao que você já conhece. Explore cada canto do país e tenha mais histórias para contar. Faça do seu intercâmbio um verdadeiro guia para outras pessoas!

Ultrapasse as barreiras da Alemanha

Pode parecer um ponto muito simples, mas as pessoas costumam viajar para a Alemanha com o pensamento de apenas viverem a experiência Alemã, e acabam esquecendo que o país faz parte da União Europeia, assim, consequentemente também esquecem que podem desfrutar de toda a Europa partindo da Alemanha.

Quer conhecer a França? Ou melhor, Paris? Basta partir de Amsterdã, cruzar a Bélgica e rapidamente você estará na frente da Torre Eiffel!

Portão de estrutura alemã

São dezenas de opções de caminhos cruzando outras cidades, de outros países e culturas, um prato cheio para você que ama não apenas viajar, mas aproveitar o seu intercâmbio no mais alto nível.

Intercâmbio e mochilão pela Europa: como conciliar?

Como fazer uma Eurotrip | Principais dicas e dúvidas! – YouTube

E tem mais: quer uma dica de ouro? Viaje com companhias low-cost (companhias aéreas de baixo custo), pois através delas você poderá conhecer toda a Europa e ainda economizar uma grana para outros itens importantes do seu planejamento econômico.

Chegando até aqui eu aposto que você se interessou por fazer o seu intercâmbio na Alemanha, melhor ainda se quiser estudar no país para seguir o caminho dos seus sonhos.

Se você ainda não sabe como seguir este caminho ou tem alguma dúvida, clica no link abaixo e deixe suas informações para contato que falaremos com você o quanto antes.

Quer saber mais sobre a vida fora do Brasil? Confira as postagens abaixo:

Como estudar na Alemanha: conheça o ABITUR

Estudar na Europa: conheça as 5 melhores universidades da Inglaterra

Viajar sozinha: 5 melhores destinos ao redor do mundo

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Dicas de viagem Estude e trabalhe no exterior Tudo sobre intercâmbio

Custo de vida na Alemanha em 2022: economize durante seu intercâmbio

Fala, galera! Morar na Alemanha é o sonho de muitos brasileiros, principalmente para quem busca fazer uma graduação ou pós no país.

Porém, é sempre bom se organizar antes do intercâmbio, né? Separamos o custo de vida na Alemanha, levando em conta a alimentação, moradia, transporte e lazer nas cidades de Berlim, Munique e Hamburgo.

Você verá nesta postagem:
1.
Qual o salário mínimo na Alemanha?
2. Custo de vida na Alemanha em 2022
3. Compare o custo de vida nas principais cidades da Alemanha
4. Quanto custa estudar na Alemanha?

Qual o salário mínimo na Alemanha?

O salário mínimo na Alemanha atualmente é de 9.50€ a hora trabalhada. A previsão é que a partir de Julho de 2022 esse valor suba para 10.50€ a hora.

Dessa forma, um trabalhador full-time receberá em média 1680€ ao final do mês. Já um estudante internacional terá uma renda mínima de 840€.

Custo de vida na Alemanha em 2022

Vamos comparar os preços nas principais cidades do país ao longo do post, porém, nesta seção iremos focar nos valores gerais do país.

Os dados informados aqui foram retirados a plataforma Numbeo. Confira abaixo o custo de vida na Alemanha, levando em conta o estilo de vida de um estudante que trabalha em média 20 horas semanais, recebendo ao final do mês uma média de 760€, de acordo com o salário mínimo atual.

SetorCusto Médio
1Aluguel (apt. 1 quarto no subúrbio)€ 556.60
2Mercado (quinzenal/19 itens)€119.48
4Transporte público (mensal)€70.00
total: € 745,48
A moeda utilizada na Alemanha é o EURO ()

Como você pode ver, o custo de vida médio na Alemanha é bem condizente com o salário mínimo local. Mesmo um estudante consegue morar no país com certo nível de conforto.

O que mais pesa no orçamento é a moradia. Por isso, sempre aconselhamos nossos alunos a ficar em Casa de Família ou dividir apartamento com outros intercâmbistas. Em nosso canal do YouTube temos um vídeo super legal sobre como funcionam as casas de família e você pode conferir aqui.

Abaixo, confira alguns sites que permitem alugar apartamentos por temporada e/ou quartos em casas compartilhadas e repúblicas em cidades da Alemanha:

  • Airbnb: aluguel de apartamentos e casas (temporário);
  • WG-GESUCHT.DE: alugue quartos em apartamentos e casas compartilhadas;
  • Studenten-WG: encontre apartamentos mobiliados, apartamentos temporários e apartamentos e quartos para estudantes;
  • Studentenwohnungen: ofertas de apartamentos e quartos para estudantes, mobiliados ou não

Fica a dica: desconfie de ofertas muito abaixo do preço em que você não pode visitar o local. É comum que as visitas sejam feitas com todos os interessados nos apartamentos, como um “Open House”.

O custo de vida na Alemanha pode variar
A cidade de Hamburgo

Compare o custo de vida nas principais cidades da Alemanha

Escolher a melhor cidade para fazer um intercâmbio pode ser uma missão difícil. Custo de vida, atividades de lazer e pontos turísticos, além de escolas disponíveis, são apenas alguns dos principais tópicos a levar em conta na hora de fazer sua escolha.

Veja abaixo os custos de vida médios para quem mora em Berlim, Munique e Hamburgo:

Valores médios (1 pessoa, mensal)

MuniqueBerlimHamburgo
Restaurante (refeição simples)15 10 12.50
Mercado (20 itens) 75.58 63.92 64.65
Cinema (1 ingresso) 12 11 14
Academia (mensal) 33.11 26.95 39.34
Transporte público (mensal) 59 84 91.05
Total 194.69 195.87 221.54
valores estão em euro

Como você pode ver, o custo de vida em Berlim compete com Munique enquanto mais baixo. Na hora de escolher entre as duas cidades, estudar um pouco sobre a cultura e geografia pode ser o melhor caminho.

Por isso, separamos uma postagem super interessante sobre a cidade de Berlim, um dos destinos mais desejados por estudantes do mundo inteiro. Vale a pena conferir!

Quanto custa estudar na Alemanha?

O custo de vida na Alemanha é baseado nas necessidades básicas de um cidadão que esteja vivendo em uma determinada cidade. Porém, o custo de vida para o estudante tem algumas peculiaridades, pois existem alguns valores que são pagos para a manutenção da sua vida acadêmica no país. Confira os fatores que podem influenciar na sua vida de estudante na Alemanha:

Estudantes em ambiente acadêmico
A vida de estudante é um ótimo investimento na Alemanha

Tuition Fees (Mensalidades)

Assim como em qualquer instituição privada de ensino no Brasil, os seus estudos terão um preço a se pagar na Alemanha, o que pode interferir no seu planejamento econômico para se estabelecer no país.

Porém, para o alívio de alguns estudantes que se encaixam neste quadro, existe uma regra que impossibilita as instituições classificadas como ensino superior de cobrarem mensalidade de cursos nas modalidades Bacharelado e Mestrado.

Se você se encaixa nessas modalidades, perfeito. Porém, preste atenção na instituição de ensino em que você está sonhando, pois existe uma exceção no estado de Baden-Württemberg, por exemplo, que tem cobrado mensalidades de alunos não-europeu.

Contribuição semestral (Semester Contribution)

Infelizmente dessa taxa você não poderá escapar, mas não se preocupe, ela não tem o mesmo valor médio de uma mensalidade, por exemplo. Mesmo assim, a contribuição semestral deve ser levada em conta no seu planejamento econômico, já que todos os estudantes de ensino superior devem pagar esta taxa, que pode variar de acordo com a sua instituição de ensino, e fica em média € 250.

Curtiu o conteúdo? Fica mais um pouco e não deixe de conferir nossas redes sociais para estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.