Categories
Alemanha Estude e trabalhe no exterior Europa Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio

Como estudar na Alemanha: guia completo pra sua graduação

Fala, galera! A Alemanha é repleta de universidades de primeira linha e suas cidades são vibrantes e cheias de história. Assim, não é de surpreender quantas pessoas buscam estudar na Alemanha todos os anos.

Pensando nisso, preparamos esse guia completo pra tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Como estudar na Alemanha

Apesar da língua oficial na Alemanha ser o alemão, ainda é possível estudar nas universidades do país em inglês.

Segundo o DAAD, o serviço de intercâmbio acadêmico alemão, estudar na Alemanha é simples e você só precisar seguir 8 passos pra chegar lá.

No primeiro momento, é importante encontrar uma instituição que faça sentido com seus desejos e necessidades. Através do site da plataforma você pode conferir algumas das melhores opções de curso e universidade no país.

Após selecionar os cursos que te interessam, você deverá conferir os requisitos de cada instituição e se inscrever. Depois de receber a carta de aceitação da universidade, é só dar entrada no seu visto de estudante!

As melhores universidades alemãs

Para te ajudar no processo de escolha da universidade ideal, trouxemos o ranking QS de 2021, dá uma olhada:

  1. Universidade Técnica de Munique
  2. Universidade Ludwig-Maximilians München
  3. Universidade de Ruprecht-Karls-Heidelberg
  4. Humboldt-Universität zu Berlin
  5. Freie Universitaet Berlin
  6. KIT, Instituto de Tecnologia Karlsruhe
  7. Universidade RWTH Aachen
  8. Universidade Técnica de Berlim (TU Berlin)
  9. Universidade Técnica de Dresden
  10. Eberhard Karls Universität Tübingen

O que você precisa para estudar na Alemanha

Apesar de não existir vestibular na Alemanha, você precisa estar atento ao caminho de ingresso que melhor se encaixa a você.

Algumas universidades e cursos colocam um certo padrão de Ensino Médio para os estudantes que desejam ingressar. Isso acontece, em partes, porque o ensino na Alemanha tem um formato diferente do encontrado em outros países.

Normalmente o estudante estrangeiro precisa fazer o Studienkolleg, uma formação complementar ao ensino médio que te prepara para o ensino superior na Alemanha. Aqui explicamos tudo sobre o curso.

Caso você deseje fazer uma pós-graduação na Alemanha, precisará validar seu diploma. Para isso, precisará contratar uma tradução juramentada do documento.

[Post] Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Visto de estudante de alemão: é necessário?

Sim! A permanência sem visto na Alemanha só é possível por até 90 dias. Porém, enquanto um estudante de graduação você precisará ficar pelo menos 6 meses no país.

Existem dois tipos de visto de estudante na Alemanha: o Studienbewerbervisum, em tradução literal “visto de candidato ao estudo”, e o Studentenvisumque é o “visto de estudante”.

Para tirar o Studentenvisum/Visto de estudante você precisará comprovar inscrição em uma faculdade. A outra modalidade é a indicada para o Studienkolleg, que irá te preparar para o ensino superior. De qualquer forma, você precisará confirmar seu vínculo com a instituição para pedir seu visto.

Documentos para tirar o visto de estudante alemão

  1. Passaporte válido;
  2. Comprovante de matrícula no curso que irá fazer;
  3. Comprovante de seguro saúde;
  4. Comprovação de renda

No caso do último item, ele servirá para assegurar que você conseguirá se manter durante o tempo no país. O valor mínimo aceito na Alemanha é de 861€ por mês.

Depois que tiver essas documentações em mãos é só entrar em contato com o Consulado Alemão mais próximo de você. Aqui você pode conferir mais sobre.

Estudar e trabalhar na Alemanha em 2022

A partir do momento em que você ingressa na Alemanha com seu visto de estudante, receberá a autorização para trabalhar até 20 horas/semanais no país. Os trabalhos mais comuns para estudantes nessa situação são os de garçons, babás e atendentes.

Confira: Melhores países da Europa pra fazer intercâmbio em 2022

Se você quer saber mais sobre seu futuro na Alemanha, como se planejar financeiramente ou qualquer outra dúvida, nossos consultores estão disposto a te auxiliar nesse processo.

No link abaixo você pode deixar suas informações que entraremos em contato com você o quanto antes!

Você também pode gostar de conferir:

Como viver viajando: 10 ideias para trabalhar enquanto viaja

Como planejar seu intercâmbio: 5 passos pra tirar seu sonho do papel

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Curiosidades Estude e trabalhe no exterior Europa Graduação e Pós no Exterior Inglaterra

Russell Group: conheça as melhores universidades do Reino Unido

Fala, galera! Você sonha em estudar nas melhores universidades do mundo mas, ao mesmo tempo, quer estudar na Europa?

Conheça o Russell Group, a famosa Ivy League Britânica, que conta com as 24 melhores instituições de ensino da Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales.

O que é o Russell Group?

O Russell Group é um grupo de universidades focadas em pesquisa e excelência acadêmica, localizadas no Reino Unido.

Fundado em 1994, o grupo começou com encontros entre os 17 membros originais no Hotel Russell em Londres, de onde veio o nome.

Os encontros tinham como objetivo a troca de informações e assegurar que seus interesses estavam sendo bem representados pelo governo.

Apenas em 2007 o grupo de tornou uma organização privada oficial, acrescentando mais instituições ao seu corpo.

Russell Group: curiosidades

Dentro do Russell Group, composto de 24 universidades britânicas, estão as “Red Bricks Universities“, termo utilizado desde a Era Vitoriana para nomear aquelas instituições que possuiam um padrão estético similar, com tijolos vermelhos na estrutura.

Estas instituições eram universidades de grande peso, com independência, graças ao Royal Charter. As seis originais eram:

  • University of Birmingham 
  • University of Bristol 
  • University of Leeds
  • University of Liverpool
  • University of Manchester
  • University of Sheffield

Estas instituições possuem um peso e fama por sua excelência que precede a primeira guerra mundial, mas não são as únicas a carregar peso dentro do grupo.

Hoje, as 24 universidades do Russell Group possuem sua própria importância e história e não é atoa que são consideradas as melhores. Dá uma olhada nessas informações:

  • Cerca de 2/3 das pesquisas produzidas no Reino Unido vem do grupo, grande parte delas de importância global;
  • O Russell Group contribui com cerca de £87 bilhões pra economia nacional anualmente;
  • As instituições recebem mais de 500 mil estudantes todos os anos;
  • Dentre os estudantes, 32% são internacionais;
  • E os estudantes não são qualquer um não, 200 vencedores do prêmio Nobel estudaram nas melhores universidades do Reino Unido (Isaac Newton e Stephen Hawking são alguns dos nomes!);
  • As universidades estão entre as 250 melhores do mundo, de acordo com o QS World University Rankings.

Confira: Como planejar seu intercâmbio: 5 passos pra tirar seu sonho do papel

Quais instituições fazem parte do Russell Group

Chegou o momento de matar a curiosidade! Existem atualmente 24 universidades que fazem parte do Russel Group, sendo elas:

InsituiçõesQS Ranking 2022Localização
University of Birmingham90Birmingham,Inglaterra
University of Bristol62Bristol, Inglaterra
University of Cambridge3Cambridge, Inglaterra
Cardiff University=151Cardiff, País de Gales
Durham University82Durham. Inglaterra
University of Edinburgh16Edimburgo, Escócia
University of Exeter149Exeter, Inglaterra
University of Glasgow73Glasgow, Escócia
Imperial College London7Londres, Inglaterra
King’s College LondonLondres, Inglaterra
University of Leeds92Leeds, Inglaterra
University of Liverpool189Liverpool, Inglaterra
London School of Economics & Political Science49Londres, Inglaterra
University of Manchester27Manchester, Inglaterra
Newcastle University134Newcastle, Inglaterra
University of Nottingham103Nottingham, Inglaterra
University of Oxford2Oxford, Inglaterra
Queen Mary, University of London117Londres, Inglaterra
Queen’s University Belfast216Belfast, Irlanda do Norte
University of Sheffield95South Yorkshire, Inglaterra
University of Southampton77Southampton, Inglaterra
University College London8Londres, Inglaterra
University of Warwick61Coventry, Inglaterra
University of York=151York, Inglaterra

[Post] Estudar fora do Brasil: passo a passo pra graduação no exterior

Como estudar nas melhores universidades do Reino Unido

Os pré-requisitos de entrada são bem altos, por pedirem do aluno matérias e notas excelentes.

Ainda assim, os requisitos variam entre cada universidade e curso, e por isso, a melhor saída é conversar com um especialista para entender como se preparar para estudar nas melhores universidades do Reino Unido.

Além da aplicação, existe também a possibilidade de fazer um curso Foundation, que prepara estudantes estrangeiros para as instituições do Reino Unido.

Para saber mais detalhes, ente em contato com nossos consultores no link abaixo. A conversa não custa nada e estamos dispostos a te ajudar nesse caminho rumo aos seus sonhos!

Você também pode gostar de conferir:

Guia para intercâmbio na Inglaterra em 2022 – YouTube

Custo de vida na Inglaterra em 2022: descubra como economizar durante a viagem

Tudo sobre visto na Irlanda: quais os tipos, custos e como solicitar

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Europa Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio

Como estudar na Alemanha: conheça o ABITUR

O Abitur é uma das graduações que todo estudante internacional que deseja estudar na Alemanha precisa saber como funciona, principalmente pelas suas peculiaridades e importância para o ensino da Europa como um todo.

Por isso, elaboramos um post completo sobre tudo o que você precisa saber sobre essa graduação tão importante. Abaixo, saiba tudo sobre o Abitur:

O que é o Abitur Alemão?

O Abitur da Alemanha é um exame que atesta a conclusão do ensino médio do aluno, que pode ter concluído a sua trajetória no 13º ou 12º ano do ensino médio.

Criado em 23 de dezembro de 1788, a partir do “Abiturreglement”, ou Regulamento do Abitur, uma lei posta em prática pelo ministro Karl Abraham Von Zedlids, que buscava tornar o acesso às universidades alemãs mais restrito, já que antigamente, não existiam restrições de ingresso nas instituições de ensino superior da Alemanha.

Uma das vantagens de se ter o Abitur é de que ele é aceito internacionalmente, sendo uma ótima porta de entrada em universidades ao longo de todo o mundo.

Por isso, na Alemanha se torna muito importante que os alunos tenham um Abitur em mãos, sejam eles nativos ou estrangeiros.

Para brasileiros que desejam cursar o ensino superior na Alemanha, o Abitur é essencial, já que na Alemanha os diplomas internacionais de conclusão de ensino médio não costumam ser aceitos, sendo necessária a aplicação em um Studienkolleg.

Melhores países da Europa pra fazer intercâmbio em 2022

Como fazer o Abitur no Brasil?

Ao contrário do que você possa pensar imediatamente, o Abitur não é um diploma adquirido exclusivamente dentro da Alemanha. No Brasil, o Abitur pode ser adquirido em escolas bilíngues alemãs, sendo elas:

  • Colégio Benjamin Constant São Paulo
  • Colégio Cruzeiro Centro Rio de Janeiro
  • Colégio Cruzeiro Jacarepaguá Rio de Janeiro
  • Colégio Erasto Gaertner  Curitiba
  • Colégio Humboldt São Paulo
  • Colégio Imperatriz Leopoldina São Paulo
  • Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I São Paulo
  • Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade II Valinhos – SP
  • Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade III São Paulo
  • Escola Alemã Corcovado Rio de Janeiro
  • Pastor Dohms Schule Porto Alegre
  • Escola Waldorf Rudolf Steiner São Paulo
  • Deutsche Berufsschule São Paulo (IFPA) São Paulo

Todas as escolas acima são reconhecidas pelas Representações da República Federal da Alemanha no Brasil, que consequentemente, também são reconhecidas pelo governo da própria Alemanha.

Concluindo a sua jornada em uma escola bilíngue alemã, você terá em mãos o Deutsche Internationale Abiturprüfung (DIAP) ou Diploma Internacional Abitur Alemão, que é totalmente equivalente ao Abitur alemão ou ao International Baccalaureate (IB).

Confira: 9 melhores países para imigrar em 2022

O que é o International Baccalaureate? 

O International Baccalaureate é uma qualificação educacional reconhecida internacionalmente. Ou seja, por meio dela, você consegue ingressar em universidades de outros países de forma mais fácil e direta, servindo como um facilitador para estudantes estrangeiros. 

O IB é oferecido em 49 instituições de ensino brasileiras, desde 1980.

Assim, você pode ingressar no ensino superior da Alemanha por diferentes certificações, que podem ser acessíveis, assim como o Fachabitur.

Quer saber melhor sobre o Fachabitur? Leia até o final!

Estudar Fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

O que é o Fachabitur

Como dissemos acima, o Abitur Alemão é um diploma de conclusão do ensino médio, que serve como uma certificação para que as pessoas consigam ingressar no ensino superior alemão, sendo aberto para qualquer graduação.

O Fachabitur é uma qualificação técnica, onde ao contrário do Abitur, não serve de forma tão ampla, mas sim como um certificado de que você está apto para estudar uma determinada área de conhecimento, fazendo com que o Fachabitur seja muito mais direto em relação a graduação que o aluno deseja.

Além disso, esta modalidade também pode servir como uma qualificação técnica avançada para o ingresso em uma faculdade técnica. Ou seja, o Fachabitur é realmente uma qualificação para um curso de universidade específico, mas também funciona como um facilitador do direcionamento para quem deseja ingressar em uma faculdade técnica.

Na qualificação técnica para o ingresso numa faculdade, a faculdade se divide entre a parte teórica e a prática, onde após aprovado, o aluno poderá aplicar para os estudos em uma universidade de ciências aplicadas. Nesta modalidade, não é necessária a comprovação de uma segunda língua estrangeira.

Você também pode gostar de conferir:

SISU 2022: use sua nota do ENEM para estudar fora do Brasil

Como planejar seu intercâmbio: 5 passos pra tirar seu sonho do papel

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Alemanha Europa Graduação e Pós no Exterior Vistos e documentações

Graduação na Alemanha: conheça o Studienkolleg, curso obrigatório para estrangeiros

O Studienkolleg é um dos itens mais importantes para quem deseja estudar na Alemanha, principalmente se você deseja conseguir um diploma internacional em um dos maiores países da Europa.

Pensando nisso, nós criamos um conteúdo exclusivo para você que deseja chegar na Alemanha sabendo tudo sobre esses cursos.

O que é Studienkolleg?

Todo ano, milhares de estudantes estrangeiros viajam para a Alemanha com o objetivo de conseguirem uma graduação internacional em uma das maiores potências da Europa. Porém, alguns acabam tendo dificuldades com a matrícula em determinadas instituições de ensino.

E isso se deve ao fato de que algumas instituições de ensino, não aceitam qualquer tipo de certificado de conclusão do ensino médio, por exemplo. fazendo com que esses alunos tenham que recorrer a instituições especializadas para a resolução deste problema 

Para o governo alemão, é importante que o aluno estrangeiro tenha uma preparação para conseguir ingressar no ensino superior do país. Assim, os alunos são preparados em instituições chamadas Studienkollegs, que funcionam como um curso preparatório para o ensino superior alemão.

Como aplicar para um Studienkolleg

1 – Verifique se o seu certificado de conclusão é válido para estudos na Alemanha. No site da Anabin, você conseguirá saber como é a avaliação do seu certificado escolar na Alemanha.

2 – Caso o seu certificado não seja aceito na Alemanha, você terá que fazer um curso de 1 ano em um Studienkolleg. 

3 – Informe-se sobre o Studienkolleg em que você irá estudar e os seus requisitos de ingresso, pois cada instituição tem os seus requisitos básicos.

4 – Verifique se você pode se matricular imediatamente, ou via o site https://www.uni-assist.de/.

5 – Pesquise sobre o exame de admissão do Studienkolleg que você escolheu. Geralmente, os próprios Studienkollegs disponibilizam esses testes online, para que você possa fazer uma simulação. Estando já na Alemanha, faça o exame de admissão e ingresse em um Studienkolleg.

Studienkolleg

Os tipos de curso no Studienkolleg

O Studienkolleg é uma instituição que, no geral, tem o objetivo de servir como uma ponte para o aluno internacional que precisa se adequar ao ensino superior da Alemanha. Porém, nem todos os cursos oferecidos pelo Studienkollegs são iguais, tendo especificações para quem deseja um determinado tipo de curso ou área de estudo. Abaixo, entenda os tipos de Studienkolleg, utilizando o Studienkolleg Dusseldorf como referência:

M-Course

O M deste curso vem de Medizin, ou medicina, e ele funciona com o intuito de preparar o aluno que deseja ingressar nos estudos da área de saúde, abrangendo diversos cursos dessa área

Na grade curricular do M-Course, o aluno encontrará um curso preparatório completo, com uma grade curricular preenchida pelas disciplinas de: alemão, biologia, física e química.

Após a conclusão, o aluno poderá ingressar nos cursos de:

  • Medicina (Medizin)
  • Odontologia (Zahnmedizin)
  • Farmácia (Pharmazie)
  • Biologia (Biologie) 
  • Bioquímica (Biochemie)
  • Microbiologia (Mikrobiologie)

Dentre outros cursos, que podem variar de acordo com a instituição de ensino que você escolher.

T-Course

Assim como o M do M-Course, o T deste curso vem da palavra Tecnologia. Este curso tem como foco a preparação de estudantes que desejam ingressar em cursos da área de tecnologia. Na grade curricular, você encontrará as disciplinas de: alemão, matemática, física e química.

Sendo aprovado, o aluno poderá ingressar nos seguintes cursos:

  • Engenharia mecânica (Maschinenbau)
  • Engenharia Civíl (Bauingenieurwesen)
  • Engenharia automotiva (Automobiltechnik)
  • Física (Physik)
  • Tecnologia da informação comercial (Wirtschaftsinformatik)
  • Engenharia e gestão industrial (Wirtschaftsingenieurwesen)
  • Engenharia de processos e materiais (Verfahrens- & Werkstofftechnik) 
  • Matemática (Mathematik)
  • Engenharia elétrica (Elektrotechnik)

Além, claro, de outros cursos da área de tecnologia que não foram citados acima e que podem estar presentes nas diferentes instituições da Alemanha, como as Hochschule, escolas superiores especializadas, ou as Fachhochschule, que também são especializadas, mas estaduais.

Studienkolleg

W-Course

O W-Course, Wirtschaft-Course, ou Curso da área de Ciências Econômicas, é popularmente procurado por alunos que buscam o diploma de graduação em economia ou administração de empresas. Na grades curricular deste curso, você encontrará: alemão, matemática, economia e inglês.

  • Ciências Econômicas (Wirtschaftswissenschaften)
  • Tecnologia da Informação Comercial (Wirtschaftsinformatik)
  • Economia (Volkswirtschaftslehre)
  • Ciências Sociais (Sozialwissenschaften)
  • Sociologia (Soziologie)
  • Turismo (Tourismus)
  • Ciência política (Politikwissenschaften)

G-Course

O G representa a área de ciências humanas, que em alemão, corresponde ao nome de Geisteswissenschaft. Então, assim como o nome já explica, esse curso é indicado para quem está determinado a ingressar nas graduações de cursos da área de humanas. As disciplinas do G-Course são: alemão, literatura alemã, história e ciências sociais.

Sendo aprovado no G-Course, você poderá ingressar nos seguintes cursos:

  • Estudos de língua e literatura alemã (Germanistik)
  • Teologia (Theologie)
  • Filosofia (Philosophie)
  • História (Geschichte)
  • Jornalismo (Journalismus)
  • Literatura alemã (Literaturwissenschaften)
  • Direito (Rechtswissenschaften)

No geral, todos os cursos têm a duração de 38 semanas, com 5 a 6 aulas por semana, com as tuition fees (mensalidade) em €5.500 por ano. Os cursos são divididos entre 2 semestres, sendo eles os de verão e o de inverno.

Dentre todos esses cursos, também existe o S-Course, que se dedica ao ensino d

“Mas afinal, para o que estarei me preparando?”

Todos os Courses têm o objetivo de fazer com que o aluno passe no FSP – Feststellungsprüfung (exame de qualificação universitária), que serve como um exame final para o Studienkolleg.

Passando neste exame, você poderá se inscrever em uma universidade de ensino superior da Alemanha.

Para saber mais obre o ensino superior alemão e como você pode ingressar, confira este post.

Você também pode gostar de conferir:

Como estudar na Alemanha: conheça o ABITUR

Custo de vida na Alemanha em 2022: economize durante seu intercâmbio

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Curiosidades Estude e trabalhe no exterior França Graduação e Pós no Exterior

Como funciona o ensino superior na França

Quer fazer ensino superior na França mas não sabe como ele funciona? Não se preocupe, pois isso é bem comum, principalmente porque muitas pessoas costumam não saber como as coisas funcionam na prática em terras francesas. Sabendo disso, nós preparamos um conteúdo completo sobre como funciona o ensino superior na França e quais são as suas divisões, confira abaixo:

O ensino superior na França

Estudar na França é a vontade de muitas pessoas ao longo de todo o planeta, pois além de ser um país muito tradicional culturalmente, ter um currículo de graduação francesa significa colocar o seu currículo em evidência, no topo do mercado de trabalho mundial, por isso tantas pessoas têm se interessado por este tipo de intercâmbio.

O ensino superior na França se divide entre partes fundamentais para que o aluno consiga alcançar os seus objetivos acadêmicos e também profissionais. Então, agora nós vamos ilustrar os níveis do ensino superior na França, para que você não tenha nenhuma dúvida sobre como ele funciona, já que em relação a outros países, a França pode ter um sistema considerado mais complexo.

Licence

A Licence, ou o bacharelado francês, é um diploma francês emitido em âmbito nacional, mas que também tem validade internacional, onde a sua duração alcança até 3 anos e representa a primeira etapa educacional do aluno francês no ensino superior, com cursos de graduação básica. 

Mestrado

O mestrado, ou Maîtrise, tem duração de 5 anos e foi adaptado ao sistema BMD, uma reforma criada para que todos os sistemas dos países europeus sigam um único sistema de ensino superior. O mestrado francês é o segundo ciclo de ensino superior na França.

Doutorado

O último, mas com certeza não menos importante ciclo educacional da França é marcado pelo doutorado, ou doctorat para os franceses, onde temos a duração de 8 anos e o título de doutorado para o aluno formado, que também terá adquirido o diploma nacional de doutorado.

ensino superior na França

Os tipos de instituições de ensino superior na França

Na França, existem pouco mais de 80 universidades estaduais, cerca de 5 católicas e muitos institutos privados, que também podem ser considerados universidades, principalmente por serem universidades em sua essência, mas não carregam este nome. Abaixo explicamos o porquê, entenda:

Grandes Ecoles

As Grandes Ecoles são consideradas pela França como um diamante muito valioso educacionalmente, pois são nelas que se concentram os esforços da educação nacional. Sendo assim, é exigido um esforço muito maior para que os alunos consigam ingressar nessas instituições.

As salas costumam ser pequenas, para concentrar o ensino e melhorar o direcionamento acadêmico, o que resulta em alunos cada vez mais qualificados e profissionais requisitados para o mercado de trabalho.

A Polytechnique é uma Grande Ecole muito conhecida entre os franceses, sendo também chamada de “X”. Para que você entenda a relevância dessa instituição, podemos dizer que ela é como um MIT da França, estando até mesmo no mesmo nível de ensino do próprio MIT e Harvard. Na Polytechnique, os estudantes são inseridos em um sistema multidisciplinar de ensino para a sua graduação.

Universidades estaduais

As universidades estaduais carregam os nomes das suas cidades de origem, então, é bem comum que você veja universidades com nomes de cidades famosas da França. Paris, por exemplo, tem 13 instituições estaduais e que carregam o nome da capital, tendo o diferencial de que todas elas são enumeradas de I até XIII.

Desde 2007, as universidades estaduais têm como foco a diversificação dos seus cursos e especializações, para que os seus calendários acadêmicos atendessem cada vez mais as demandas do mercado, com cursos cada vez mais específicos.

Uma curiosidade sobre as universidades estaduais francesas: 

As universidades estaduais sofreram um pouco mais do que as outras instituições ao longo do tempo, pois além de serem totalmente fiscalizadas e regidas pelo estado, as universidades tiveram diversos problemas com financiamento, o que acabou atrasando um pouco o desenvolvimento. 

Porém, devido à uma lei criada em 2007, as universidades estaduais alcançaram a autonomia que sempre quiseram, tendo a permissão para evoluir da maneira que achassem melhor, academicamente falando.

Universidades privadas

Talvez você sinta uma certa confusão quando estiver se matriculando em uma instituição de ensino superior na França, pois as universidades privadas não podem utilizar o nome de “universidade” em seus nomes. Por isso, é bem comum que você veja nomes como “Instituto de Lyon” ou derivados, pois mesmo sendo uma universidade, segundo uma lei antigai, elas não podem se chamar assim.

Mas,na prática as coisas são um pouco diferentes, pois universidades católicas como a Université Catholique de Lyon, utilizam a palavra universidade livremente, sem nenhum problema com a lei francesa.

universidade da França

Mas, qual a diferença de uma universidade privada para uma universidade católica?

Todos conhecemos uma universidade que carregue “católica” no nome, principalmente no sistema privado. Este tipo de instituição está presente em vários continentes ao longo do mundo. Mas, na França, a universidade católica tem um funcionamento diferente, pois apesar de serem privadas, têm o mesmo número de cursos e graduações que as universidades estaduais, com o diferencial de que os alunos podem transitar entre os sistemas privado e estaduais enquanto estiverem matriculados em uma instituição católica.

No final, todas as instituições de ensino superior na França são ótimas escolhas para quem deseja turbinar o currículo em escala internacional, pois além de ser um país que busca cada vez mais se adequar ao nível europeu de ensino, a França tem diversos tipos de instituições e grades acadêmicas para graduação.

Chegando até aqui, eu aposto que você se interessou por fazer o seu intercâmbio na França, melhor ainda se quiser viver uma experiência incrível no país para seguir o caminho dos seus sonhos. Se você ainda não sabe como seguir este caminho ou tem alguma dúvida, clica no botão abaixo e nós vamos retornar o mais rápido possível com as respostas que você precisa!

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!