Categories
Higher Education

Brasileiro pode fazer faculdade nos Estados Unidos?

Você quer estudar em uma faculdade nos Estados Unidos mas não sabe se pode estudar em uma, ou como ela funciona? Bom, você veio ao lugar certo, pois nós temos a resposta certa para você, basta ler este post completo e chegar até o final, pois só assim você terá a resposta que precisa. Abaixo, confira como funciona uma faculdade nos Estados Unidos e se você pode estudar por lá. Espero por você no final!

Entendendo o ensino superior nos Estados Unidos

Se você está aqui, provavelmente já sonhou em viver o sonho americano, de estudar em uma boa faculdade, ter um diploma e desfrutar da ótima qualidade de vida que os Estados Unidos tem a oferecer como um país que tem evoluído cada vez mais ao longo dos anos.

E essa evolução se deve ao grande investimento que o país coloca em seu setor educacional, e não à toa, as suas universidades figuram entre as posições mais altas dos rankings mundiais.

Porém, o ensino superior estadunidense não é feito apenas de universidades, as suas faculdades também são uma grande referência, tendo diferenciais e ótimas qualidades para quem deseja conquistar um diploma nos EUA.

Para saber como funciona uma faculdade nos Estados Unidos, você precisa saber que o ensino superior se divide entre 2 tipos distintos de instituições, os Community Colleges e as Universidades.

A diferença entre faculdade e universidade nos Estados Unidos

Saiba agora, de maneira rápida e definitiva, quais são as diferenças entre uma faculdade (Community College) e uma universidade nos Estados Unidos, entendendo o tempo de duração e os seus benefícios.

Community College

Procurada geralmente por quem deseja entrar no mercado de trabalho, a faculdade estadunidense, ou Community College, é responsável pela educação superior de fácil acesso nos Estados Unidos, oferecendo cursos de até 2 anos, o que acelera o processo da acessibilidade ao mercado de trabalho dos EUA.

Dentre a vantagens de se fazer um Community College, estão:

Economia – Um Community College pode ser até 60% mais barato do que uma universidade estadunidense.

Fácil acesso – O processo de admissão é muito mais acessível, o que facilita o ingresso dos alunos.

Multiculturalidade – Diversos imigrantes costumam priorizar o Community College, o que resulta em uma diversidade muito maior de culturas e possibilidades sociais.

Faculdade nos Estados Unidos

Universidade

As universidades são, não apenas o complemento do ótimo ensino básico que os EUA busca promover, mas também uma grande fonte de investimento, sejam elas particulares ou públicas. Nas universidades americanas, você pode conseguir um diploma de graduação, mestrado, doutorado ou aquele tão sonhado PhD. 

As universidades nos Estados Unidos se dividem entre as privadas e públicas. Nas privadas, temos as famosas: Universidade de Princeton, Universidade Georgetown, Universidade de Notre Dame, assim como as gigantes já conhecidas: Harvard, MIT, Yale e muitas outras. 

Nas públicas, temos a Universidade da Califórnia – Berkeley, Universidade de Michigan – Ann Arbor, Universidade da Flórida – Gainesville e também muitas outras, que melhor se adequam ao que o aluno deseja alcançar academicamente.

Dentre os benefícios de se fazer uma universidade estão:

Maior aceitação do mercado – Como já dito, as universidades dos Estados Unidos são muito respeitadas, por isso, ter uma delas no seu currículo, costuma pesar na decisão das empresas.

Maior variedade de graduações – Ao contrário de um Community College, as universidades permitem que você vá além de uma graduação comum, podendo chegar até um PhD.

Incentivo a pesquisa – As universidades recebem investimentos constantemente, o que reflete nos programas de pesquisa, que costumam ser bem mais robustos.

Faculdade nos Estados Unidos

Brasileiro pode fazer faculdade nos Estados Unidos?

Sim, o cidadão brasileiro pode fazer faculdade nos Estados Unidos e isso é algo bem comum para quem sai do Brasil em direção aos EUA, com o sonho de conquistar um diploma estadunidense de graduação.

Popularmente, os alunos estrangeiros, sendo eles brasileiros ou não, costumam ingressar nos Community Colleges, por uma série de fatores que contribuem muito mais para a sua estadia, economia e qualidade de vida.

Além disso, como já foi dito acima, um Community College é muito mais barato do que uma universidade americana, o que resulta em cada vez mais alunos que ingressam nesse tipo de instituição com o objetivo de ter economia ao mesmo tempo que conseguem prosseguir com os seus estudos no ensino superior do Estados Unidos.

Mas, como isso funciona na prática?

Essa pergunta é bem fácil de se responder e agora você vai entender o porquê:

Em uma universidade, você tem a duração de 4 anos para conseguir o seu diploma, devido aos 2 primeiros anos de ensino, que se baseiam nos requisitos gerais de educação, como: matemática, história, inglês e outras matérias básicas, independente da sua área de atuação.

Assim, entram os Community Colleges, cumprindo essa carga de 2 anos de educação geral, com mensalidades muito mais acessíveis e que permitem ao estudante a criação de um atalho. Após o término do Community College, o aluno pode se transferir para uma universidade e concluir os 2 últimos anos específicos da sua área de atuação, economizando com os 2 anos iniciais.

Deu pra entender o quanto você pode economizar e o quão acessível pode ser fazer uma faculdade nos Estados Unidos?

Qual é o melhor caminho?

O seu sonho não precisa se limitar apenas ao que você pensa enquanto dorme. Se você já sabe em qual cidade quer estudar, o curso, os seus objetivos e quanto tempo deseja passar estudando naquela instituição, você já tem as respostas básicas para começar o seu planejamento.

Se você já tem as respostas, mas ainda não sabe qual caminho seguir, fala com a gente neste link, vai ser um prazer, realizar o seu grande sonho de conquistar um diploma internacional!

Esperamos por você, até a próxima!

Categories
Dicas Intercâmbio Cultural Intercâmbio Estudo e Trabalho

Montreal Canadá: conheça a maior cidade de Quebec

Montreal é uma das cidades mais interessantes do Canadá, principalmente para quem busca um intercâmbio para imigrar através da educação. Além de ser a segunda cidade mais populosa da província de Quebec, Montreal tem diversos institutos e pontos turísticos que podem ser perfeitos para o estudante estrangeiro que deseja viver a experiência canadense. Abaixo, confira a história e os encantos de Montreal.

Montreal e a cultura do Quebec

 Frente de uma loja em Montreal
Frente de uma loja em Montreal

Como já dito em um post anterior sobre a província de Quebec, o lado Oeste do Canadá teve uma forte colonização da França, que acabou se estabelecendo na área da província do Quebec e desenvolvendo raízes ao longo do tempo, fazendo da Cidade do Quebec a sua capital e centro mercadológico.

Mas, onde Montreal entraria nessa história? Bom, enquanto os franceses estavam desenvolvendo uma economia na região do Quebec, Montreal tinha o nome de Ville-Marie (Cidade de Maria), e sobrevivia pelo comércio de peles de animais, tendo o seu nome modificado mais uma vez por conta da importância geográfica do Monte Royal naquela época, fazendo com que finalmente chegássemos ao nome de MONTREAL.

Dia nevado em Montreal
Dia nevado em Montreal

Por causa da alta receptividade com os estrangeiros que buscam oportunidades em Montreal,o centro da cidade tem como língua comum o inglês, que geralmente é mais utilizado com estrangeiros que se encontram estudando e /ou trabalhando no país.

Na periferia e em locais mais afastados do centro da cidade o francês predomina, já que essas áreas são ocupadas por nativos mais antigos e que prolongam a cultura francesa.

Mesmo sendo uma antiga colônia francesa, Quebec tem toda a carga cultural do resto do Canadá, que na maioria das suas províncias carrega a cultura inglesa ao longo de todos esses anos, o que diminui a impressão de que você está em uma província não tão inglesa.

Sabendo de tudo que você viu até agora, fica combinado que é totalmente possível viver duas culturas totalmente distintas em uma única cidade. Montreal reúne povos e culturas diferentes, incluindo os estrangeiros, o que valoriza a experiência daqueles que buscam imigrar para o Canadá. 

Montreal é perfeita para quem busca imigrar pela educação

Placa indicando o caminho de uma universidade
A educação é uma ponte para a imigração

Como já dito lá no começo deste post, Montreal tem institutos de ensino que acolhem os seus alunos estrangeiros e promovem uma experiência cultural diferenciada no país, o que facilita o ingresso do aluno na cultura do país como um todo. Imigrar através da educação é comum em Montreal, pois o College é a porta de entrada para o mercado de trabalho na cidade. Conheça dois institutos importantes e que podem oferecer uma experiência única:

Trebas Institute

Foto da faixada do Instituto Trebas
Campus do Instituto Trebas

Sendo uma referência como instituição de ensino canadense, localizado no centro de Montreal e totalmente receptivo aos alunos estrangeiros, o Instituto Trebas é uma instituição de ensino privada com cursos voltados para artes e tecnologia, onde o aluno vive a experiência canadense enquanto evolui as suas habilidades e ingressa no mercado de trabalho do país.

Collège LaSalle

LaSalle College em Montreal
Frente do LaSalle College

O LaSalle College ou Collège LaSalle também está localizado no centro de Montreal e é uma ótima instituição privada para quem deseja evoluir as suas habilidades em cursos de artes, negócios, turismo e até mesmo design de jogos, sendo também uma ótima opção para quem deseja imigrar através da educação.

Por que Montreal é perfeita para quem deseja estudar e trabalhar?

É possível estudar e trabalhar em Montreal tendo o visto de estudante e ingressando em um College privado ou público registrado oficialmente nos órgãos federais. Após isso, é possível trabalhar meio-período no horário contrário ao seu horário de estudos enquanto consegue gerar uma renda própria.

Além de permitir estudo e trabalho, o governo de Quebec também permite que os estudantes possam trabalhar após o término do curso através do Programa de Experiência Quebequense, o PEQ, que tem um processo bem fácil, basta se encaixar nos requisitos do programa e somar pontos com o governo de Quebec.

Montreal é a cidade metropolitana da província do Quebec, o que faz com que ela seja uma cidade totalmente adequada para quem busca estudar e trabalhar no Canadá, já que a movimentação entre os locais da cidade é muito mais acessível e pensada inteiramente com a proposta de locomoção inteligente, o que facilita o acesso aos pontos turísticos da cidade.

O turismo é uma rotina acessível em Montreal

Quando estamos vivendo a cultura de um outro país, é mais do que comum que a nossa vontade seja a de conhecer os pontos turísticos que aquela região tem a oferecer, e Montreal tem pontos turísticos muito importantes não apenas para a cultura da cidade, mas também para o Canadá, além de estarem localizados em locais de fácil acesso. Confira alguns dos pontos turísticos mais interessantes de Montreal:

Marché Jean-Talon

Marché Jean-Talon em Montreal Canadá
Mercado público Marché Jean-Talon em Montreal / Foto: Divino Guia

Qual lugar mais popular e cultural do que um mercado público localizado no centro da cidade? Esse é o Marché Jean-Talon, que além de carregar o nome do primeiro Intendente da Nova França, promove a cultura popular canadense por meio das refeições típicas e do livre trânsito de pessoas, além do preço baixo, que não pode faltar, né?

Basílica de Notre-Dame

Interior da Basílica de Notre-Dame em Montreal
Interior da Basílica de Notre-Dame em Montreal

Calma, você não está em um post errado e não estamos tentando te mandar para Paris. A Basílica de Notre-Dame de Montreal é datada de 1824 e fica localizada no distrito de Ville-Marie, às margens do Rio St. Lawrence. A basílica conta com lindos vitrais e permissão para fotografias em alguns locais, além de sediar concertos musicais.

Chinatown

Chinatown na cidade de Montreal
Chinatown em Montreal / Foto: mariacecita

Sim, já falamos sobre Paris e agora estamos colocando a própria China no seu roteiro turístico. Já pensou em aprender sobre Montreal enquanto visita a cultura francesa e ainda se envolve com a chinesa? Isso é totalmente possível, pois assim como a Basílica, Chinatown também está no distrito de VIlle-marie e abriga diversos restaurantes e lojas que respiram a cultura chinesa, sendo um point perfeito para quem ama a cultura oriental.

Ainda tem alguma dúvida de que é possível estudar, trabalhar e ainda aproveitar o turismo de Montreal? Todos esses destinos estão próximos uns dos outros e prontos para serem visitados por você!

Já pensou em estudar no centro de Montreal e ainda aproveitar todos os benefícios que a qualidade de vida do Canadá tem a oferecer? Não precisa ficar apenas no pensamento, fala com a gente clicando neste link e nós estaremos prontos para tirar as suas dúvidas sobre o seu sonho, combinado? 

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!

Categories
Imigração Intercâmbio Cultural Intercâmbio Estudo e Trabalho

Trabalhar no Canadá em 2021: saiba como imigrar da maneira adequada

Trabalhar no Canadá não é uma coisa tão difícil como você imagina, existem várias maneiras de ingresso no país, o que pode facilitar a sua experiência de transição para o maior país das Américas, principalmente se você busca imigrar através do estudo, já que o Canadá é um dos melhores países no índice de educação mundial. Neste post, vamos falar um pouco sobre o Canadá e como imigrar através da maneira mais adequada. Confira:

Por que trabalhar no Canadá?

Sendo o maior país das Américas, o Canadá conta com 10 províncias totalmente distintas e com culturas peculiares, tendo até mesmo a língua francesa como idioma além do inglês tradicional. Caso queira viver a cultura francesa, você pode optar por uma vida em Quebec, por exemplo. Mas a Columbia Britânica pode ser a escolha perfeita para você que prefere falar inglês e aproveitar o lado britânico do Canadá.

Vista de horizonte na cidade de Toronto
Horizonte em Toronto

Como já dito acima, o Canadá é um dos países com maior índice de educação, ficando até mesmo na frente de países como Reino Unido e França, que já foram responsáveis pela colonização do país. Assim, fica muito mais fácil entender o porquê do Canadá ser um dos melhores países para se imigrar através da educação, um item muito valioso para a população canadense.

O custo de vida no Canadá é baixo quando falamos sobre o dólar canadense e o poder de compra nas cidades e províncias. É possível manter um bom nível da qualidade de vida dependendo da província em que você decidir se estabelecer, e não esqueça: você estará recebendo em dólar canadense, vivendo em um país com altos índices de segurança, saúde e educação, precisa de mais alguma coisa?

Como trabalhar no Canadá por meio da educação

Trabalhar no Canadá é possível graças a educação
Trabalhar no Canadá é uma realidade possível

Trabalhar no Canadá é possível através de alguns meios específicos e totalmente legalizados, sendo o mais famoso deles o Express Entry, onde você pode se qualificar por meio de uma pontuação e se encaixando em uma das profissões exigidas pelo National Occupational Classification (NOC), porém, este método depende de fatores como a sua pontuação e a sua profissão se encaixarem nos requisitos exigidos pelo Canadá naquele período.

Outra possibilidade é o Labour Market Impact Assessment (LMIA), que acontece quando uma empresa realiza a contratação de um trabalhador estrangeiro por conta da falta de profissionais qualificados no mercado para uma determinada função. Porém, mesmo estando no Canadá por meio deste método, o seu visto fica totalmente vinculado à empresa que lhe contratou, sendo finalizado assim que você for demitido por ela, o que não se torna uma opção muito estável para quem deseja imigrar.

E por último, mas com certeza não menos importante, é o ingresso no país por meio do visto de estudo para a realização de um College Privado (Quebec) ou Público, que além de disponibilizar o study permit, permite que você trabalhe 20h semanais no horário contrário ao seu turno de estudo, gerando uma renda importante para você. Após terminar o College, você terá acesso ao PGWP – Post-Graduation Work Permit.

Como funciona e quais os requerimentos para o PGWP?

O PGWP é um programa disponibilizado pelo Canadá para estrangeiros formados em algum curso de graduação que tenha vínculo com o programa, permitindo que você trabalhe o tempo equivalente aos seus estudos no país. Por exemplo: Se o seu curso teve 2 anos de duração, você poderá trabalhar por 2 anos após o término dele.

Abaixo, confira os requerimentos para elegibilidade do PGWP:

  • Concluir um programa de treinamento acadêmico, vocacional ou profissional em uma instituição qualificada no Canadá com pelo menos 8 meses de duração, levando a um grau, diploma ou certificado;
  • O status de estudante em tempo integral no Canadá durante cada sessão acadêmica do programa;
  • Ter uma transcrição e uma carta oficial do DLI (Designated Learning Institution) elegível, confirmando que cumpriram os requisitos para completar seu programa de estudos.

O estudante tem até 180 dias para entrar com o pedido de PGWP após o término do seu curso. Caso você perca o tempo limite, você pode adquirir um visto de visitante para que a sua estadia seja prolongada. Ou em caso de não conseguir a prolongação, é possível dar entrada no PGWP estando fora do Canadá.

Por que a educação é a melhor maneira de ingressar no Canadá

É preciso ter em mente que o Canadá é um país que se desenvolve educacionalmente em um ritmo acelerado, sendo um dos países que mais investem em educação no mundo, onde até mesmo os seus professores ganham um salário acima da média mundial.

Grupo de alunos reunidos em sala de aula
Um College é a melhor escolha para quem busca trabalhar no Canadá

Então, lembre-se que o país valoriza a educação e as pessoas que aprendem com ele, o que facilita a evolução do estudante estrangeiro, principalmente no mercado de trabalho, que precisa de cada vez mais profissionais qualificados.

E falando do assunto de profissionais qualificados, um college é uma das melhores portas de entrada para o mercado de trabalho canadense, pois ele equivale a um curso técnico totalmente voltado para o mercado de trabalho.

Por que um college é ideal para quem busca trabalhar no Canadá?

1 – O College é mais barato do que uma universidade.

2 – Promove uma aproximação maior entre os alunos, sendo perfeito para quem busca um intercâmbio cultural..

3 – Tem uma maior acessibilidade aos professores e resolução de dúvidas, o que facilita a vida acadêmica.

4 – Estimula os alunos a pensarem em soluções para os problemas das suas áreas de atuação, evoluindo as suas habilidades ao longo do tempo.

5 – Valoriza o currículo do aluno tanto dentro do Canadá, quanto no exterior.

5 – Permite o requerimento de um PGWP após a conclusão do curso.

E então? Ainda tem alguma dúvida sobre como um college pode impactar a sua entrada no mercado de trabalho canadense? Basta escolher a sua área de preferência e começar a sua evolução dentro do país!

Quer trabalhar no Canadá iniciando por um College Público ou Privado? Basta falar com a gente através deste link e nós retornaremos o contato. A Dreams acredita no seu sonho e que ele pode se realizar através de uma parceria duradoura e livre de obstáculos. Não perca tempo e entre em contato!

Categories
Intercâmbio Cultural

Quais os tipos de Intercâmbio mais comuns

Professora dando aula para alunos do intercâmbio
Professora dando aula para alunos do intercâmbio

Passar um tempo fora, aprender uma segunda língua, descobrir novas culturas… Muitos são os motivos para viajar para o exterior, mas você conhece os tipos de intercâmbio mais comuns? É possível se programar e passar quanto tempo você achar necessário, existem intercâmbios de apenas 1 mês, mas também de 1 ou 2 anos.

Apesar de ser bastante comum entre jovens, o intercâmbio tem sido cada vez mais procurado por profissionais que querem dar um upgrade no seu currículo. Por isso, as possibilidades de se aventurar no exterior são muitas, e as categorias variam de acordo com seus objetivos e expectativas. Afinal, viajar é para todos!

Então, vem conferir nossa lista de modalidades e as informações que você precisa para dar um “match” com as suas expectativas. Continue com a gente a leitura!

Curso de Idiomas no Exterior

Alunos em ambiente de estudo
Alunos em curso de idiomas no exterior

pelos viajantes por fazer uma imersão na cultura local. Essa modalidade pode ser vivenciada em diferentes países e tem duração mínima de 2 semanas. Apesar disso, é possível permanecer por mais tempo, que varia de acordo com o nível esperado que você deseja alcançar. 

Existem diferentes escolas e cada uma delas tem seus programas e horários distintos. Algumas, inclusive, organizam atividades sociais realizadas fora das salas de aula, como excursões e visitas a pontos turísticos. Um ponto em comum é que todas elas fazem um nivelamento prévio de proficiência, assim todos da turma estarão no mesmo patamar de aprendizagem.

Quer conhecer nossa lista de escolas no exterior? Então, clique neste link e fale com a gente.

Intercâmbio de férias escolares

Grupo de alunos sorrindo
Alunos em intercâmbio de férias

Voltado para jovens de 14 a 17 anos, os intercâmbios de férias têm duas grandes vantagens: menor duração e não interferem nos estudos do jovem aqui no Brasil. E essas são apenas as vantagens iniciais, afinal a programação desse tipo de intercâmbio é pré-definida e cheia de atrativos. Normalmente, acontecem nos meses de janeiro e de julho, com duração de 2 a 6 semanas. Pela curta duração, é uma ótima oportunidade para testar a experiência em outro país.

A programação combina o aprendizado do idioma e experiências socioculturais e de lazer, como a prática de esportes, passeios e excursões. Nesta modalidade, os alunos desenvolvem suas habilidades de comunicação, trabalho em equipe e de liderança. Um exemplo de intercâmbio de férias é o Winter Camp, um intercâmbio de um mês para aprender inglês no Canadá. 

Graduação, pós-graduação e especializações

Alunos trocando conhecimentos
Alunos de graduação em sala de aula

Se você já tem um bom nível de proficiência na língua do país onde deseja se graduar, esta é a modalidade mais indicada. Em alguns casos, a instituição poderá oferecer um curso intensivo no idioma para melhor acompanhamento do estudante. O intercâmbio de Ensino Superior para graduação requer no mínimo 1 ano no país. A desvantagem é o custo mais elevado que as outras modalidades, devido ao custo das matrículas e mensalidades da faculdade escolhida.

Após a graduação, você pode optar por cursos de especialização e vivenciar essa experiência fora do seu país de origem podem somar pontos no seu currículo. Caso você esteja procurando um MBA, pós-graduação ou mestrado, esta é a modalidade e cada uma possui particularidades que vamos adorar te explicar. Uma boa opção também são os Colleges, pois, caso você queira morar no Canadá, somam pontos na imigração.

Quer saber mais sobre Ensino Superior no exterior? Clica aqui e fala com a gente!

Intercâmbio de estudo e trabalho

Estudantes de intercâmbio utilizando  o laboratório de informática
Estudo e trabalho no intercâmbio

Dá pra estudar uma nova língua no exterior e conciliar com um trabalho formal? Sim! Este é um dos tipos de intercâmbio mais comuns e garante a vantagem de receber um salário na moeda local. Já falamos muito sobre trabalho e estudo durante o intercâmbio, então conteúdo não vai faltar. Basta clicar aqui e conferir nossas matérias.

Existem vários países onde é permitido trabalhar meio período enquanto se aprende uma nova língua. Nos meses de férias, é possível, ainda, trabalhar full time, garantindo uma maior imersão na cultura do país e um retorno financeiro maior para os gastos na viagem.  

Quer saber mais sobre trabalho e estudo no intercâmbio? Envie para nosso whatsapp o país que deseja conhecer que encontraremos a melhor escola de idiomas para você.

Intercâmbio é com a Dreams

Aluno sinalizando positivamente
Intercâmbio é com a Dreams

Já sabe quanto tempo quer passar fora? Quais tipos de intercâmbio você quer experimentar? Ainda não? Não tem problema. Basta entrar em contato com a gente e nos passar as informações necessárias que encontraremos as melhores opções para você. Basta clicar aqui e nós retornaremos o mais rápido possível.

Não perca os próximos posts do blog da Dreams Intercâmbios. Sempre às terças e quintas conteúdos exclusivos para quem quer estudar no exterior. Até lá!

Categories
Dicas

Motivos para conhecer e morar no Canadá

Mãos balançando bandeiras do Canadá
O Canadá é o maior país das Américas

A gente pode listar facilmente para você vários motivos para conhecer e morar no Canadá. Só de ser o país mais diverso do mundo, mas já dá pra saber que os estrangeiros são super bem-vindos por lá. Em pesquisa recente, descobriu-se que um quinto da população total do Canadá nasceu em outro país. Isso que é diversidade!

Desde 2015, segundo a pesquisa anual do Reputation Institute, o Canadá é considerado o país com a melhor reputação do mundo, seguido por Noruega e Suécia. Além de paisagens exuberantes, cidades com climas agradáveis, ele é o 2º melhor lugar para se viver.

Então, se você quer encontrar seu lugarzinho no país dos sonhos, a Dreams te ajuda a realizá-lo. Vem conferir neste texto um pouquinho de lá.

Estudo e trabalho como um autêntico canadense

Amigos tirando selfie
Amigos tirando selfie durante intercâmbio

O Canadá é um dos países que permitem que você estude e trabalhe durante o intercâmbio, inclusive falamos mais sobre isto neste post, que vale super a pena conferir! Então, se é pra viver como um autêntico canadense, é bom saber o que faz o coração dos nativos vibrar.

Um grande motivo para estudar no país é seu custo de vida local, que é uma opção muito mais acessível para quem quer aprender inglês, se compararmos com EUA ou Reino Unido. E vale salientar que o Canadá é referência mundial quando o assunto é estudos, além de ter também o francês como segunda língua oficial.

A média mensal dos custos, sem gastos com estudos incluídos, é de 1.200 CAD em cidades maiores, como Toronto e Vancouver. Mas em cidades menores e menos badaladas esse custo pode ainda ser reduzido em 20%. Bons motivos para conhecer e morar no Canadá!

E, por falar em estudos, sabia que existem diferentes tipos de visto para entrar no país? Então, confere só esse vídeo que a gente preparou com o que você precisa saber: 

Morar no Canadá é conviver com uma natureza exuberante

Barco vermelho próximo de uma montanha
Paisagem das montanhas canadenses

O segundo maior país do mundo tem território de sobra para abrigar diversas belezas naturais que vão de uma costa a outra. As Montanhas Rochosas, por exemplo, é uma cordilheira com quase 5 mil Km de extensão que corta parte da América do Norte. Elas ficam na porção oeste do país e reservam parques nacionais com entrada gratuita. Imagina só um passeio desses ao ar livre!

Viver no Canadá é poder contar com a praticidade e grandiosidade das metrópoles. Mas terá também de conviver com lagos de azul intenso e montanhas acinzentadas, quase sempre nevadas no topo. Que chato, hein? Mais motivos para conhecer e morar no Canadá!

Fazendo seu intercâmbio com a Dreams, você não pode deixar de visitar dois parques nacionais da região: Banff e Jasper. Eles são belíssimos, mas o caminho até lá também. A estrada que os conecta, chamada de Icefields Parkway, é simplesmente considerada uma das estradas mais linda do mundo.

E por falar em natureza no Canadá…

Linda árvore de bordo vermelho
Árvore de bordo à luz do sol

Talvez você nunca tenha ouvido falar no Mapple Syrup. Mas esta é uma das iguarias mais deliciosas que você vai comer no Canadá. Se trata de um xarope de bordo, produzido a partir da seiva das árvores e que começa a derreter na primavera, liberando a substância. E você pode comê-lo com tudo que tiver direito: waffle, bacon, carne, ovos, saladas, etc.

A preservação ambiental no país é bem controlada, por isso as árvores são devidamente selecionadas e equipadas com tubos para coleta da seiva, que é então colhida e cozida. Para um litro do Mapple Syrup são necessárias cerca de 40 litros de seiva, fazendo com que o produto não seja vendido em larga escala e ainda mais mais amado pelos canadenses. 

Hockey, mais que uma paixão

Dividida em jogo de hockey
Jogo oficial de hockey

Parece estranho que uma população tão gentil e aberta à pluralidade cultural seja aficcionada por um esporte tão agressivo. Cada um canaliza a raiva da sua forma, né? (kkk) Mas, para os canadenses, o hockey é uma paixão nacional. Desde cedo, as crianças aprendem a andar de patins e, claro, sempre com um taco em mãos.

O amor é tanto que na nota de cinco dólares canadenses está estampada uma cena de hockey. É isso mesmo! E foi lá que nasceu a liga mais famosa do esporte, a NHL (National Hockey League), que envolve também os EUA. Previsivelmente, os canadenses estão no topo do campeonato com times lendários em conquistas. Só o time olímpico masculino já levou 9 medalhas e o feminino, conquistou ouro nas 4 últimas olimpíadas.

Confere aí e já escolhe por quem torcer, porque com certeza você precisa ir a uma partida. Os times são: Winnipeg Jets, Calgary Flames, Edmonton Oilers, Vancouver Canucks, Montreal Canadiens, Ottawa Senators e Toronto Maple Leafs.

Canadá: um país aberto à imigração

Mulher de pé com bagagem vermelha
Imigrar para o Canadá não tem nenhum problema

O Canadá, além de receptivo com imigrantes no país, tem uma real necessidade de convidar pessoas estrangeiras devido à escassez de mão de obra. Ou seja, existe um mercado de trabalho à sua espera. 

As cidades canadenses cada vez mais estão crescendo, o que gera uma maior presença econômica no mundo. Mas a população nativa não cresce num ritmo acelerado, por essa razão, a melhor estratégia é atrair profissionais de todo o mundo para fortalecer a economia.

Para isso, o país conta com vários atrativos e programas para receber quem vem de fora. Neles, estão inclusos vários serviços gratuitos voltados para imigrantes. E com a Dreams fica mais fácil ter proficiência no idioma e abrir portas na busca por empregos.

Quero ir para o Canadá com a Dreams

Avião em cima da bandeira do Canadá
Com a Dreams a sua experiência se torna muito melhor

As opções de lazer e entretenimento, além da qualidade de vida já fazem do Canadá um ótimo destino. Mas, somado ao custo-benefício em relação a outros países, só prova que está na hora de começar a se planejar. Mas como?

Na Dreams, tem um time super qualificado pra tirar todas as suas dúvidas e encontrar o melhor intercâmbio da sua vida. Entra em contato com nossos consultores clicando aqui.


Ah! A gente ainda separou um vídeo extra pra te ajudar a ter mais chances de aprovar seu visto canadense. Quer conferir? Assista o vídeo abaixo!

No blog Dreams Intercâmbio, você encontra semanalmente um artigo sobre a vida no exterior. Curtiu? Conta pra gente qual destino quer ver por aqui.

Categories
Intercâmbio Estudo e Trabalho

Como estudar e trabalhar no Canadá

“Como estudar e trabalhar no Canadá?”. Esta é a pergunta que todo intercâmbista mentaliza sempre que quer tornar este sonho realidade, mas não é nada muito difícil, bem longe do bicho de sete cabeças que a maioria das pessoas costuma pensar. Neste post, vamos te mostrar como alcançar o objetivo que você tanto deseja, confira abaixo:

Como estudar e trabalhar no Canadá atualmente

Science World em Vancouver
Science World,  Vancouver, British Columbia, Canadá

O Canadá é um dos melhores lugares para se estudar e trabalhar no mundo, afinal, é um dos países com o 9º maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do mundo. Sendo assim, é natural que sua cultura e suas chances de crescimento despertem a atenção de diversos estudantes brasileiros.

Vancouver, capital da Colúmbia Britânica, é uma das cidades mais étnicas e linguisticamente diversas do Canadá, o que a faz ser a opção número 1 para os estrangeiros. Ainda há as cidades de Toronto e Calgary, que também ocupam o posto de melhores cidades do mundo para se viver. Desse modo, trabalhar e estudar no Canadá se torna mais interessante.

Quer saber mais sobre como fazer para estudar e trabalhar no Canadá? Neste artigo, compartilhamos quais os tipos de curso que permitem trabalho, as razões para escolher esse destino e, por fim, qual o valor para viver nesse país.

O que saber para estudar e trabalhar no Canadá?

Amigas com bandeiras do Canadá
Amigas se abraçando e segurando bandeiras do Canadá

Para trabalhar e estudar no Canadá, é crucial investir em um intercâmbio. É a maneira mais prática e simples. Sendo assim, você deverá tirar seu visto de estudo, que concederá a permissão necessária para a sua estadia em um dos países com maior excelência em qualidade de vida.

Você pode optar por fazer o College Privado ou o Público. O tempo mínimo de um curso no Canadá é de 6 meses, e o estudante internacional de College tem direito de receber uma autorização de trabalho de até 20 horas por semana. Já nas férias, caso o aluno deseje, é permitido trabalhar 40 horas semanais.

Para ingressar no College, você precisa comprovar que tem condições de estudar no  Canadá pelo tempo que deseja. Então, é necessário fazer exames de proficiência de inglês, como TOEFL e IELTS. Além disso, é preciso já ter concluído o Ensino Médio.

Tipos de curso que permitem trabalho

Parque Urbano em Toronto
Parque Urbano em Toronto, Canadá

É inegável que o Canadá atrai estudantes internacionais por sua qualidade de ensino, infraestrutura e, principalmente, por fornecer um dos melhores salários mínimos do mundo.

Segundo o Times Higher Education’s ranking, o Canadá possui 8 Universidades dentre as 100 melhores do mundo. Assim, caso você esteja ponderando se estudar e trabalhar no Canadá é uma boa opção, pode ter a certeza de que sim!

A Dreams oferece as opções de Cursos Técnicos, com duração de até dois anos, nas áreas de Costumer Sevices, Marketing, T.I, Sales e Hospitality. E, para quem busca se dedicar mais à vida acadêmica, ainda há os cursos de Bacharelado e Pós-graduação, todos voltados para o mercado de trabalho.

Motivos para escolher o Canadá

Paisagem canadense
Vista do mar no Canadá

O Canadá é considerado um dos melhores países do mundo e sua extensão territorial é maior do que a do Brasil. O país recebe muitos imigrantes e é bastante acolhedor. Mesmo sendo grande em território, é pouco populosouma grande vantagem para entrar no mercado de trabalho canadense. Além disso, a taxa de analfabetismo é quase zero, o que aumenta a quantidade de oportunidades de trabalho.

Também é uma nação moderna, com grandes centros cosmopolitas. As grandes cidades canadenses são reconhecidas pelo alto índice de qualidade de vida e pelas baixíssimas taxas de criminalidade. Elas sempre aparecem entre as melhores para se viver no mundo. Além disso, o custo de vida é bem mais barato se comparado a outros países de língua inglesa, como os Estados Unidos e a Inglaterra.

Você pode estudar e trabalhar no Canadá pela Dreams em Toronto, Vancouver, Montreal, Calgary, Victoria e Quebec City. Cada uma delas permite modalidades diferentes de estudo para ingresso no país. Todas elas oferecem o ensino de referência e a experiência multicultural pelos quais o Canadá é conhecido.

E tem também um vídeo especial sobre intercâmbio no Canadá, confere só:

Quanto custa estudar e trabalhar no Canadá?

Avenida em Toronto no Canadá
Toronto, Canadá

Os valores do seu intercâmbio podem variar de acordo com a cidade e o período de tempo que você vai ficar. Mas a gente já te adianta que estudar e trabalhar no Canadá é uma grande oportunidade de crescimento profissional. E você ainda terá um mês de férias para se aventurar ou trabalhar em período integral no país.

Se quiser saber mais sobre os valores, fale aqui com um de nossos consultores, eles com certeza vão encontrar o melhor intercâmbio pra você. Aproveite e tire todas as suas dúvidas, caso tenha sobrado alguma.

Gostou de saber mais sobre o Canadá? Continue acompanhando nosso blog para mais destinos!

Categories
Higher Education

College Público x College Privado no Canadá

Uma das dúvidas e perguntas que recebemos é sobre a diferença entre um College público e College privado. Por essa razão, trouxemos para vocês compreenderem melhor as peculiaridades de ambas.

Precisamos entender que o ensino no Canadá é pago, ou seja, independente de ser público ou privado você paga para estudar. No entanto, o ensino canadense possui uma qualidade espetacular, além disso, a visibilidade para quem estuda no país é muito maior e as chances de um emprego são altíssimas.

Preparado para entender de uma vez por todas essa diferença? Simboraa!!

College Privado

Acredito que não há diferenças quanto ao esforço na qualidade de ensino e na dedicação de tornar as pessoas mais capacitadas. O College Privado tem uma questão de peso (literalmente) e que acaba influenciando os momentos decisivos que é a questão do preço. Geralmente, os preços são atrativos (mais em conta). O ensino apesar de ser parecido com o privado, possui mais flexibilidade, ou seja, deixa um pouquinho a desejar, o que quer dizer que não é tão puxado. Por não receber incentivos do governo, acaba que o College Privado possui exigências menores e o nível de inglês exigido não é tão alto. A vantagem para quem escolhe College privado é saber que poderá iniciar os estudos em qualquer momento do ano e não precisa necessariamente esperar Setembro, Janeiro e Maio.

Então, se você pensa em ter uma qualificação internacional gastando menos, essa opção é muito atrativa.

College no Canadá

College Público

Essa é a maior e mais eficiente porta de entrada para quem pensa em tornar-se um cidadão canadense. O reconhecimento para o mercado de trabalho é a grande vantagem dessa opção, isso acontece porque as empresas possuem interesse maior em pessoas que estudam/estudaram em Colleges Privados. Além disso, há grandes chances e facilidades no recebimento do PGWP após a formação. A possibilidade de imigração faz com que muitas pessoas optem por estudar em Colleges Públicos.

O reconhecimento do mercado de trabalho também é superior devido às variedades de curso preparando a pessoa para melhor experiência com as empresas. As experiências adquiridas no Canadá enriquecem o currículo de quem procura um leque de oportunidades.  Outro ponto super importante e decisivo é que se os pais estão matriculados em Colleges Públicos as crianças podem ter acesso a educação como se fosse uma estudante canadense, ou seja, possui as mesmas possibilidades de ensino que as crianças que nascem no Canadá.

Considerações finais

Apesar de explicarmos a diferenças entre os Colleges é importante você observar qual modalidade se aplica ao seu perfil, a sua necessidade. Uma coisa é certa: qualquer um que seja vai agregar valor ao seu currículo e lado profissional e de quebra, te ajuda com o inglês.

Agora é com você, e aí, já decidiu?

Intercâmbio

Categories
Higher Education

College e seus requisitos no Canadá

Trouxemos um tema muito pertinente para quem quer estudar no Canadá e não sabe quais são os requisitos para ingressar em um College. A partir de agora, você vai ficar sabendo T-U-D-O sobre estudar e trabalhar no país.

College, o que é?

Essa dúvida sobre o College norteia o pensamento de quem quer estudar no Canadá, mas não sabe qual escola escolher. Apesar do ensino canadense ser espetacular (e falo em todos os sentidos), o College se destaca por ser voltado para o mercado de trabalho.

Os seus benefícios são imensos para quem deseja ter um curso e ainda ter reconhecimento e bagagem para ingressar em um emprego, por exemplo, não seria legal?! Além disso, os professores são capacitados para atender a sua necessidade e se caso deseje estudar + trabalhar, em um College é possível!

Horas de trabalho x College

Será que dá para trabalhar e estudar em um College? A resposta é SIM!

Como tínhamos citado anteriormente, essa possibilidade é altamente possível. Isso porque os Colleges são voltados justamente para o mercado de trabalho. No entanto, as horas trabalhadas são definidas por cada instituição e eles levam em consideração o tempo de estudo, férias, atividades e afins.

Tudo sobre o Canadá

Passo a passo para ingressar

Para que você possa solicitar o seu ingresso em um College é importante que você já tenha concluído o ensino médio, ou seja, tenha finalizado os seus estudos até o 3º ano letivo. Além disso, é necessário destacar o seu nível de inglês, por isso terá que fazer os exames de proficiência que são aqueles comuns: TOEFL, IELTS e alguns exames que as universidades disponibilizam para você fazer o tempo que for necessário para que consiga o nível desejado do idioma. Sendo assim, ingressando em um College é super necessário mostrar que você tem condições de estudar o tempo que desejas no País, sem essa comprovação é muito difícil ser aceito.

Preparados?

O Canadá possui inúmeras oportunidades, que tal aproveitá-las?