Categories
Estude e trabalhe no exterior Estude um idioma fora do Brasil Graduação e Pós no Exterior Tudo sobre intercâmbio

Melhores países da Europa pra fazer intercâmbio em 2022

Fala, galera! Fizemos uma lista dos melhores países da europa para fazer um intercâmbio em 2022, com base em cultura, custo de vida e instituições de ensino de alta qualidade para brasileiros.

Você verá neste post:

  1. Melhores países da Europa
  2. Custo de vida na Europa
  3. Estudar e trabalhar na Europa

Melhores países da Europa

Viajar pela Europa é um sonho comum entre brasileiros. A história, cultura, cozinha e beleza natural do continente atrai pessoas do mundo todo, mas não só isso.

Para muitos brasileiros, conhecer a Europa é reviver a história de sua família – até porque o Brasil foi colonizado e até hoje é povoado por diferentes nacionalidades europeias.

Curiosidade: Cerca de 68.1% da população possui ascendência europeia, segundo pesquisa.

Pensando nisso, separamos os países da Europa que se destacam em valor histórico, cultura, receptividade com estrangeiros, poder de compra e, claro, melhores instituições de ensino para quem busca crescer profissionalmente.

Países que não precisam de visto para brasileiros

Intercâmbio na Espanha

A Espanha é um país belíssimo, com uma arquitetura e história muito ricas. Os idiomas mais falados no país são Espanhol, castelhano (uma variação local do espanhol europeu), catalão e galego.

Um intercâmbio para a Espanha é o momento ideal para aprender espanhol, a quarta língua mais falada do mundo atualmente.

Como já citado antes, a história e cultura espanhola é encantadora, porém, as cidades não se resumem a museus e restaurantes! Se você busca curtição, a vida noturna nas grandes cidades não deixa a desejar, principalmente nos períodos de férias das universidades.

Além disso, as universidades espanholas possuem boas avaliações de seus alunos e reconhecimento internacional.

Custo de vida na Espanha em 2022: economize enquanto estuda no país

Inglaterra: intercâmbio no país da rainha

Um grande número de estudantes internacionais escolhe a Inglaterra como destino, isso porque as universidades inglesas estão entre as melhores do mundo – sem falar no inglês britânico, que é considerado por muitos o mais charmoso e mais fácil de estudar.

Outro razão para a Inglaterra ser tão buscada por estudantes estrangeiros é por conta dos cursos de graduação (undergraduate courses) terem uma duração mais curta do que nos Estados Unidos.

A grande maioria dura em média 3 anos, havendo a possibilidade de acelerar esse processo para dois anos de duração. Além disso, a “tuition” no Reino Unido é consideravelmente mais barata.

Estudar na Europa: conheça as 5 melhores universidades da Inglaterra

O mercado de trabalho na Inglaterra também tem estado com demanda para estrangeiros.

Profissionais da área de saúde e gestores com experiência possuem facilidade maior em encontrar emprego no país.

Porém a maior demanda é por profissões mais operacionais e com baixo nível de especialização, como garçons e esteticistas.

Intercâmbio na Alemanha

A Alemanha é um país seguro e estável, com custo de vida mais acessível que grande parte dos países europeus.

Com universidades famosas pela excelência na formação de profissionais, muitas oferecem cursos por um valor mais baixo de “tuition”, buscando incluir mais alunos no ensino superior.

Além disso, o país possibilitada que estudantes cursem suas graduações ou pós em inglês, com a opção de aprender a língua alemã (para estudantes internacionais).

Também é possível trabalhar até 20h/semanais durante seu intercâmbio no país. E pesquisas indicam que cerca de 60% dos estudantes internacionais trabalham meio-período enquanto estudam.

Por que estudar na Alemanha: 5 motivos que fazem o país tão incrível

França: como é morar no país

A França possui mais de 3.000 instituições de ensino superior espalhadas por todo o país.

Com paisagens inesquecíveis e comidas deliciosas, a cultura francesa é conhecida e amada ao redor do mundo.

A língua oficial no país é o francês, tornando a experiência do intercâmbio ainda mais enriquecedora: você estará em contato com pessoas do mundo inteiro e terá a chance de desenvolver a fluência em um dos idiomas mais românticos!

Mas não se preocupe, se você ainda não fala francês, existe a opção de estudar o idioma enquanto se prepara para estudar nas instituições de ensino superior do país, o Programa Pathway.

Se quiser saber mais sobre o Pathway e como você pode tirar seu visto de estudante para a França, fale com nossos consultores aqui.

Como funciona o ensino superior na França

Intercâmbio em Malta: como é morar na ilha europeia

Apesar de não ser tão conhecido como os outros países da Europa citados aqui, Malta é o destino ideal pra quem busca conhecer o continente e estudar inglês sem gastar muito.

Com uma boa qualidade de vida e possibilidade de trabalhar em intercâmbios de média duração (a partir de 90 dias), Malta é um país inesquecível.

Saiba mais sobre Malta aqui

Custo de vida na Europa

O custo de vida na Europa pode ser um pouco elevado para quem recebe em reais.

Porém, a partir do momento que você está inserido no mercado de trabalho dos países da Europa citados abaixo, seu estilo de vida ficará bem mais confortável do que no Brasil, por exemplo.

Abaixo, trouxemos uma tabela com o custo de vida nos melhores países da Europa para seu intercâmbio, confira:

País da EuropaCusto de vida (sem aluguel)Salário mínimo mensal
Espanha619.89€1000€
Inglaterra658.01£1520£
Alemanha801.80€1621€
França849.47€1603€
Malta732.24€792.3€
Todas as moedas acima são o Euro, com exceção da Inglaterra, que utiliza a Libra.

Se a gente comparar a Malta com o estilo de vida em São Paulo, podemos ter uma noção melhor do poder de compra na Europa (sendo a Malta o país com custo de vida mais alto quando comparado com salário mínimo):

Europa (média dos países)São Paulo, Brasil
Salário Mínimo (40h/semanal)792.3€R$1212
Custo de vida (sem aluguel)732.24€R$2,929.37
valores retirados da plataforma Numbeo, em Maio de 2022

Como planejar seu intercâmbio: 5 passos pra tirar seu sonho do papel

Estudar e trabalhar na Europa

Como você deve ter percebido, a Europa é um continente cheio de possibilidades pra quem busca estudar fora do Brasil.

Além disso, o mercado de trabalho está cada vez com mais demanda por profissionais qualificados nas áreas de saúde, tecnologia, comunicação e engenharias.

Por isso, é importante estar preparado para as vagas ofertadas nos países: seja estudando um novo idioma (francês, inglês ou espanhol), seja fazendo cursos superiores ou profissionalizantes no país – colocando seu currículo nos padrões europeus.

Se você deseja morar na Europa, comece agora a planejar seu intercâmbio nos melhores países do continente. Entre em contato com nossos especialistas e descubra qual o melhor destino pra você.

Postagens que você também pode gostar de ver:

Intercâmbio e mochilão pela Europa: como conciliar?

Intercâmbio de 1 mês: dicas pra aproveitar as férias no exterior

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Canadá Dicas de viagem Irlanda Tudo sobre intercâmbio

9 melhores países para imigrar em 2022

Fala, galera! Tudo certinho? Aqui vai mais um post pra te ajudar a escolher seu próximo destino. Separamos os 9 melhores países para imigrar – e no final vamos te contar qual a melhor forma de entrar nestes destinos! Bora lá?

Você verá neste post:

  • Melhores países para imigrar em 2022
  • Qual o caminho mais fácil para imigrar

Melhores países para imigrar em 2022

Cada vez mais brasileiros tem saído do Brasil em busca de uma melhor qualidade de vida.

Segundo um artigo da CNN o número de brasileiros no exterior ultrapassou 4 milhões – ou seja, temos mais pessoas no exterior do que no Espírito Santo, dá pra acreditar?

Pensando nisso, hoje trouxemos os melhores países imigrar – principalmente para quem deseja estudar e trabalhar – assim você já pode ir se preparando para o intercâmbio!

Usamos como parâmetro de comparação os seguintes critérios:

  • Empregabilidade
  • Qualidade de vida
  • Salário mínimo (em relação ao custo de vida)
  • Facilidade de entrada no país

Preparado para conhecer o país dos seus sonhos?

1. Canadá

O Canadá é um país acima da média quando o assunto é bem-estar e segurança da população.

Com paisagens naturais bem preservadas, educação inovadora e de alta qualidade, – principalmente nas áreas de tecnologia – o Canadá conta com cinco universidades entre as 100 melhores do mundo de acordo com a Times Higher Education de 2019. Não é atoa que o Canadá é um dos destinos favoritos de pessoas do mundo inteiro, né?

Desde dezembro de 2021 foi estabelecido um novo salário mínimo no Canadá de CAD$15,00 por hora. Para um estudante que trabalha meio período, o valor acima resulta numa receita média de 300,00 dólares canadenses por semana – que bate perfeitamente com o custo de vida atual no país.

2. Nova Zelândia

Para quem busca qualidade de vida e paisagens deslumbrantes, a Nova Zelândia é um paraíso em terra firme.

As duas ilhas no oceano Pacífico abrigam belíssimas praias e montanhas, cenários ideias para quem curte esportes radicais, trilhas e trabalhos de campo!

Morar na Nova Zelândia é como viajar o mundo.

A Nova Zelândia tem uma das taxas de criminalidade mais baixas do mundo, universidades de alto nível e uma população amigável e receptiva, servindo de destino principal para estrangeiros do mundo inteiro, em especial da Ásia.

Se você fala inglês ou quer aprimorar seus conhecimentos na língua inglesa sem abrir mão de uma prainha, a Nova Zelândia é o seu destino!

Veja também:

Montreal Canadá: conheça a maior cidade de Quebec

Morar na Austrália é viver em um dos melhores países do mundo

3. Austrália

Com vinte Patrimônios Mundiais da UNESCO, a Austrália tem muito a ser explorado.

O país de dimensões continentais ocupa o quinto lugar no ranking da Numbeo, competindo pelo primeiro lugar em qualidade de vida, poder de compra, segurança, saúde e custo de vida com países como Dinamarca e Finlândia.

É referência nas áreas de Meio Ambiente e Conservação, e frequentemente a Austrália abre vagas para a entrada de mão de obra qualificada em cidades que estão com grande demanda. E pode ir sem medo, viu? Apesar de a Austrália ser conhecida pelos seus animais exóticos, quem vai morar lá não se arrepende.

4. Alemanha

A Alemanha oferece estabilidade e estrutura para seus moradores, pontos importantíssimos na hora de escolher entre tantos países para imigrar!

Com oito universidades entre as 150 melhores do mundo, a Alemanha é um paraíso para estudantes do mundo inteiro.

A Alemanha oferta cursos de graduação e pós-graduação em suas instituições públicas.

5. Irlanda

A Irlanda é de longe um dos países para imigrar mais buscados por brasileiros que buscam mudar de vida.

Com um mercado de trabalho com grande demanda, a Irlanda está de portas abertas para estrangeiros.

Para estudar e trabalhar no país basta se organizar direitinho. E se você ainda não domina o inglês, nem precisa se estressar! Dá pra estudar o idioma e ainda trabalhar meio período no país.

Gostou da ideia? Comece a planejar seu intercâmbio com a gente clicando aqui. Já consegue se imaginar recebendo em euro e viajando pela Europa, né?

More em Berlim: tudo sobre uma das cidades mais divertidas do mundo

Vantagens e desvantagens de fazer o intercâmbio em Dublin

6. Holanda

Morar na Holanda é uma experiência única. De todos os países para imigrar que foram citados aqui a Holanda é encantadora pela belíssima paisagem urbana e suas noites inesquecíveis.

Se você busca um lugar seguro, com boas condições de trabalho e qualidade de vida, sem deixar de lado a badalação das cidades grandes, a Holanda pode ser o destino perfeito para você.

Suas cidades são conhecidas por ruas cheias de bicicletas e flores, e também pela postura progressista em relação a comunidade LGBTQI+ e pautas como legalização do aborto e maconha, tornando-o dos melhores países para imigrar.

As universidades holandesas são referência mundial com sua didática que utilizada o método “problem-based-learning” em que o aluno é estimulado a resolver problemas com o objetivo de aprender.

E apesar de o idioma principal do país ser o holandês, é possível estudar inglês em cursos excelentes como British Language Training Center e o UVA Center.

7. Espanha

O espanhol é a quarta língua mais falada no mundo, e é considerada a segunda língua internacional mais importante, atrás somente do inglês.

Para quem deseja aprimorar o espanhol ou morar em um país europeu ensolarado e com excelentes faculdades, a Espanha é um excelente país para imigrar!

Os espanhóis são pessoas simpáticas e acolhedoras, e contam com um excelente sistema de saúde e educação no país.

Localizada na Europa, a Espanha ainda permite fácil acesso a outros países do continente, e com um bônus: brasileiros que residem no país podem adquirir a Cidadania Espanhola após 2 anos de moradia contínua na Espanha. É isso mesmo: você com cidadania europeia com apenas dois anos!

8. Uruguai

Sim, é possível viver bem na América Latina em 2022! E o Uruguai é o melhor país em qualidade de vida, segurança e economia do nosso continente.

A moeda principal do Uruguai é o dólar americano – além do peso uruguaio.

Além da alta qualidade de vida, um grande ponto forte do país é a facilidade de entrada de brasileiros, que não precisam de visto para residir no Uruguai – graças ao acordo entre as Repúblicas.

O ensino também não deixa a desejar, sendo o sistema público e universal. A Universidade ORT do Uruguai está entre as melhores do mundo segundo o ranking da THE.

E como consequência, a taxa de desemprego no país está bem equilibrada: cerca de 10% – no Brasil essa mesma taxa ultrapassa 13% – e o mercado de trabalho promete para 2022!

9. Malta

Malta é um paraíso na Europa localizado entre o sul da Sicília, na Itália, e o nordeste da Tunísia.

O arquipélago situado no Mar Mediterrâneo tem o maltês e o inglês como línguas principais e é um destino interessante para quem deseja imigrar ou fazer um intercâmbio.

O país ainda permite que estudantes estrangeiros trabalhem no país em cursos de mais de 3 meses de duração. Você pode conferir mais benefícios sobre morar em Malta aqui.

Qual o caminho mais fácil para imigrar

Existem diversas formas de imigrar para os países acima, porém a maneira mais efetiva de conseguir um visto para residir é através de um intercâmbio de estudo e trabalho.

Se você pensa em fazer uma graduação, pós ou até mesmo cursos profissionalizantes ou de idiomas, o intercâmbio é o melhor momento para isso.

Além de facilitar o processo de entrada no país, o visto de estudante facilita o ingresso no mercado de trabalho desses países – seja em estágios ou trabalhos de meio-período.

Por que você deveria estar fazendo um intercâmbio na Holanda

Como é morar em Barcelona: Descubra a Espanha 

Malta: Conheça a história e vida noturna [VÍDEO]

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.

Categories
Curiosidades

5 curiosidades imperdíveis sobre a Espanha

Quer saber as curiosidades sobre a Espanha para chegar arrasando no país? Você veio ao lugar certo, pois nós temos as melhores curiosidades para você. A Espanha é um país incrível para fazer intercâmbio, o país tem segredos que fazem qualquer um ficar curioso sobre o que o país tem a oferecer como um dos melhores destinos da Europa. Mas, vamos deixar de papo e partir para o que interessa.

Confira abaixo 5 curiosidades sobre a Espanha para aprender rápido e chegar sabendo tudo no seu intercâmbio:

A espanha tem praias de sobra

Para começar falando sobre as curiosidades sobre a Espanha, precisamos falar sobre como como no Brasil é estar acostumado com o tanto de praias que temos para um final de semana, sendo um pouco mais complicado se você morar em um estado mais centralizado, que não tenha tanto acesso ao litoral. Aí a história muda um pouco, sendo necessário que você viaje por algumas horas até que possa ver o mar.

Na Espanha, isso não é um problema, já que além de ser um país bastante ensolarado e com um clima incrível, as praias são responsáveis por pouco mais de 8000 km ao longo do país, sendo grandes points de encontro para os espanhóis e também para os estrangeiros que estão estudando no país ou apenas visitando por um tempo.

Curiosidades sobre a Espanha: Praia de Maiorca

Você já deve ter ouvido falar em Ibiza, né? Então provavelmente nem precisamos falar sobre o quanto essas praias são incríveis. Mesmo sendo um país da Europa, um continente conhecido pelas suas paisagens mais frias, a Espanha tem ótimos locais com praias incríveis como: Ibiza, Maiorca e Tenerife.

O maior número de bares da Europa

Essa pode ser uma das melhores curiosidades sobre a Espanha, pois quando se fala em intercâmbio, a primeira coisa que vem à nossa mente é: “estudar fora”. Mas aqui na Dreams, nós sempre apoiamos que as pessoas tenham a melhor experiência possível com os seus países escolhidos para a vida acadêmica.

E na Espanha as coisas são bem voltadas para a diversão de quem deseja curtir o que o país tem de melhor, principalmente por uma característica que é conhecida por toda a Europa e também pelo mundo afora.

Bares na Espanha

Tendo quase 300.000 mil bares, a Espanha é o país que mais tem bares na Europa, sendo que apenas na região sul da comunidade de Andaluzia, tenha mais bares do que na Dinamarca e Noruega juntas. Dá pra imaginar como esses estabelecimentos precisam se reinventar para que possam ser diferentes uns dos outros? Visite e descubra!

A Espanha tem um costume bem peculiar

Sabe quando você acaba de comer tranquilamente, e vem aquele soninho que você não consegue controlar? Bom, na Espanha este sono não seria considerado como algo ruim, pois na Espanha, dormir à tarde é praticamente uma cultura que os espanhóis criaram ao longo do tempo e não conseguem deixar de lado.

As siestas são um verdadeiro movimento histórico, pois desde os tempos mais remotos, as sonecas são importantes para o equilíbrio do ser humano. Sendo uma das práticas mais importantes para países da Península Ibérica, as siestas são uma parte muito importante da cultura espanhola.

Mulher dormindo na praia

Então, não se assuste se estiver fazendo o seu intercâmbio na Espanha e observar pessoas dormindo em locais públicos, já que após o almoço, os espanhóis têm como foco a saúde por meio do sossego pleno. A classe trabalhadora adulta tem sido cada vez mais resistente á essa prática, mas de forma alguma ela está perto de ser extinta, sendo bem comum que você encontre até mesmo estas pessoas dormindo.

O Sobrino de Botin

Sem história, um país não teria curiosidades suficientes para contar ao mundo, sendo assim, qualquer coisa que dure por muito tempo, acaba se tornando um monumento não apenas para o país, mas para o mundo. E na Espanha, isso tem um valor um pouco mais especial, pois nem só de bares vive um dos maiores países da Europa.

Sabendo que a Espanha tem tantos bares, podemos imaginar que deve existir algum bar muito antigo e importante para a população espanhola, mas dessa vez, quem ganha os holofotes é um restaurante. 

Restaurante Sobrino de Botin
Foto: TripAdvisor

O Sobrino de Botin foi fundado em 1725, sendo um dos restaurantes que até hoje disputam a atenção dos turistas. O estabelecimento foi criado pelo sobrinho de Jean Botin, um cozinheiro que se mudou para Madri em 1620. Botin tinha muita vontade de trabalhar para algum nobre na região, para que futuramente pudesse ser reconhecido. Mas foi em 1620 que o sobrenome Botin começou a criar uma história, quando o sobrinho de Jean Botin fundou a Casa Botin.

A Espanha se orgulha muito do seu primeiro restaurante, que para algumas pessoas, costuma criar polêmica sobre a autenticidade da sua antiguidade e se ele é mesmo tão antigo assim.  Mesmo com tantas discussões, o restaurante foi reconhecido pelo Guiness Book como o restaurante mais antigo do mundo. Então, não perca a oportunidade de colocar os seus pés e também o seu estômago no restaurante mais antigo do mundo.

A Espanha é pura arte

Gosta de arte? Não? Bom, não precisa se preocupar, pois nem todo mundo consegue curtir todo tipo de passeio ou programa para o final de semana. Mas em caso de curtir a história da arte e as suas criações ao longo do tempo, provavelmente você amará estudar na Espanha, pois existem verdadeiros gigantes por trás da arte do país.

Já ouviu falar em Pablo Picasso? Pois é, o pintor cubista é uma das maiores personalidades da Espanha, sendo responsável por grande influência artística do que se tem como arte moderna na Espanha nos dias de hoje.

Outro pintor muito renomado e que você deve lembrar bem dele, mas não pelas obras, é o próprio Salvador Dalí, que você com certeza pode associar às máscaras dos protagonistas da renomada série La Casa de Papel, um sucesso espanhol. Por esse exemplo de referência já podemos entender o quanto Dalí foi e ainda é influente.

Grafite de Salvador Dalí

Seja na cultura pop, na arte moderna, ou no começo de tudo, a Espanha tem arte para dar e vender, então não se acanhe e visite o Teatro-Museu de Salvador Dalí, na Catalunha, ou Museu Picasso, em Barcelona.

Chegando até aqui, eu aposto que você se interessou por fazer o seu intercâmbio na Espanha, melhor ainda se quiser viver uma experiência incrível no país para seguir o caminho dos seus sonhos. Se você ainda não sabe como seguir este caminho ou tem alguma dúvida, clica no botão abaixo e nós vamos retornar o mais rápido possível com as respostas que você precisa!

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!

Categories
Dicas de viagem Estude e trabalhe no exterior

Custo de vida na Espanha em 2022: economize enquanto estuda no país

O custo de vida na Espanha sempre é muito pesquisado ou procurado pelas pessoas, pois na Europa, a Espanha é um dos países que mais estão em plena evolução econômica. Mas o que muitas pessoas não sabem, é que a Espanha, atualmente, é uma das maiores economias da Europa. Então, se você se interessa por saber melhor sobre como é o custo de vida na Espanha, você veio ao lugar certo!


O custo de vida na Espanha

Utilizando o Brasil como exemplo, um país pode ser gigante e ainda assim não conseguir suprir as suas próprias necessidades, o que reflete diretamente em seus habitantes, que acabam pagando preços muitas vezes exorbitantes em cima dos produtos e serviços mais básicos.

Mas a Espanha, além de ser o 6º maior país da Europa em extensão territorial, também é uma das 10 maiores economias do continente, ficando na frente de países como Irlanda, França e Itália.

Mas, vamos deixar de falar um pouco sobre como a Espanha é um país grande na Europa, e vamos direto ao ponto deste post, que é exemplificar o custo de vida na Espanha e deixar bem claro sobre quais são os pontos em que ele se faz econômico.

Utilizaremos o mesmo formato que já utilizamos em outros posts, de forma rápida e simples. Desta vez, utilizamos a plataforma Numbeo, que além de reunir dados atualizados, consegue nos trazer dados sobre vários segmentos básicos e importantes, como: alimentação, transporte, moradia e lazer.

Custo de vida na Espanha em 2021


Alimentação

ItemPreço Médio
Refeição, restaurante barato€11
Refeição para 2 pessoas, restaurante médio, três pratos
McMeal no McDonalds (ou refeição combinada equivalente)
Leite (normal), (1 litro)


Transporte

ItemPreço Médio
Bilhete só de ida (transporte local)€1,40
Passe Mensal (Preço Regular)€40,00
Táxi Início (tarifa normal)€3,50
Gasolina (1 litro)€1,27


Moradia

LocalPreço Médio
Apartamento (1 quarto) no centro da cidade€649,11
Apartamento (1 quarto) Fora do Centro€496,83


Analisando o custo de vida na Espanha


Já temos os números e isso é ótimo, o que já serve, se você quiser saber os preços de forma mais rápida e direta. Mas é importante entender como esses preços funcionam e como você pode tirar o melhor resultado de cada um.

Alimentação

Quando o assunto é alimentação, nós economizamos, mas nunca na saúde, pois é a alimentação que nos mantém com ótimo humor e energia, certo? Então escolha com cuidado qual será a sua fonte de alimentação.

Almoçar em um restaurante barato não é tão caro na Espanha, principalmente se você tiver um bom planejamento econômico, porém, o mercado sempre será a melhor escolha para quem deseja aliar o preço ao seu estado de saúde. O pão fresco é muito mais barato do que em países como Alemanha e Irlanda, assim como o arroz, que consegue estar presente em diversos tipos de prato.

Transporte

A menos que você já more dentro do campus da instituição de ensino, o seu intercâmbio precisa do melhor transporte público. E a Espanha, além de ter ótimas estradas, tem um transporte público totalmente funcional, que por meio de um preço significativo, consegue proporcionar um ótimo serviço mensal. Além disso, você pode economizar ainda mais se adotar o sistema de bicicletas, que interliga quase toda a Espanha.

Utilidades e moradia

O intercâmbista precisa buscar sempre a maior economia possível para que possa investir em outras áreas de necessidade. Um apartamento no centro da cidade, não é tão caro como em outros países, mas você sempre pode “rachar” o quarto com outro estudante, o que diminui ainda mais o preço da sua moradia e contas em geral.


O salário mínimo e o custo de vida na Espanha


A gente sempre tenta trazer o melhor conteúdo para quem busca as melhores informações, por isso, não adianta falarmos sobre o custo de vida de uma forma tão direta, sem ao menos abordamos um assunto que é importante não apenas para o cálculo do custo de vida, mas também para a vida em geral na Espanha.

Atualmente, o salário mínimo da Espanha ou o Sueldo Mínimo, se encontra no valor de 950 €, que não é tão alto se comparado com a Alemanha, que tem um valor mais alto. Mas tudo depende da perspectiva de quem está gastando aquele salário, não é mesmo?

Nós falamos várias vezes sobre como a Espanha tem preços muito mais baixos do que outros países da Europa, e isso não é por acaso. Não adianta ter um salário mínimo alto, se os preços médios também são altos. O salário mínimo da Espanha reflete os baixos preços que o país oferece, principalmente no setor imobiliário, que geralmente costuma ser muito caro, mesmo em países que costumam baratear.

E claro, não poderíamos esquecer daquele lembrete que sempre deixamos para os estudantes que estão se planejando para estudar e trabalhar na Europa:

Você estará ganhando em EURO, uma moeda que atualmente, equivale a R$ 6,46. Por isso, independente do salário mais alto ou mais baixo dentro da Europa, lembre-se que estará tendo uma renda acima da média mundial.

Chegando até aqui, eu aposto que você se interessou por fazer o seu intercâmbio na Espanha, melhor ainda se quiser viver uma experiência incrível no país para seguir o caminho dos seus sonhos. Se você ainda não sabe como seguir este caminho ou tem alguma dúvida, clica no botão abaixo e nós vamos retornar o mais rápido possível com as respostas que você precisa!

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!