Categories
Imigração

Morar na Califórnia: saiba como ficar por mais tempo no estado

Quer morar na Califórnia mas não sabe como é a vida no estado ou como fazer a imigração? Então não precisa se preocupar, pois todas as suas dúvidas serão respondidas neste post, basta ler até o final. O estado da Califórnia é um dos melhores dos Estados Unidos para se viver, com vários benefícios e atrações para você. Pensando nisso, elaboramos um post completo sobre como é morar no estado.

Abaixo, confira como Morar na Califórnia:

Como é morar na Califórnia?

Essa é a pergunta que todas as pessoas que nunca esteve no estado de Califórnia, se fazem constantemente, pois além de ser um nome que já faz parte da sua imaginação desde sempre, por conta dos filmes, séries e notícias, o estado tem diversas qualidades que nem todo mundo costuma observar.

Confira de forma rápida e objetiva, o que o estado da Califórnia tem de melhor para oferecer à você:

Clima

Com um clima ensolarado e que pode variar entre 21 e 26ºC, o clima da Califórnia é perfeito para quem ama uma praia ou simplesmente aprecia o calor ameno que o sol do estado da Califórnia pode oferecer todos os dias. Com invernos que raramente podem esfriar as coisas, o estado tem um clima bem agradável, que mesmo sendo ensolarado na maior parte do tempo, não se equipara ao que podemos sentir aqui no Brasil.

O mercado de trabalho

Para morar na Califórnia, você precisa se manter economicamente, certo? Então por que não aprender sobre o mercado de trabalho local?

O mercado de trabalho da Califórnia é um dos que melhor se desenvolvem dentro dos Estados Unidos, principalmente depois de um ano complicado como 2020. Em dezembro de 2019, a taxa de desemprego estava em 4,10%. Em abril de 2020, o desemprego na Califórnia estava em 16%. Em 31 de agosto, com a recuperação da economia estadunidense, a taxa foi reduzida para 7,5%.

No estado da Califórnia existem 100 ocupações que terão uma alta taxa de crescimento até o ano de 2028, sendo algumas delas:

  • Estatísticos
  • Assistentes médicos
  • Analistas de segurança da informação
  • Enfermeira anestesista
  • Fonoaudiólogos
  • Profissionais de enfermagem
  • Professores de ensino superior, com especialidade em saúde
  • Fisioterapeutas
  • Físicos
  • Bioquímicos e biofísicos
  • Intérpretes e tradutores
  • Desenvolvedores web

Além disso, a Califórnia também é casa para o Vale do Silício, o maior campus tecnológico do mundo, e lar das maiores empresas de tecnologia do mundo. Então, se você deseja trabalhar com tecnologia, o estado da Califórnia é a melhor escolha para você.

Morar na Califórnia: Golden Gate Bridge

Entretenimento

Os californianos, os estadunidenses e até mesmo pessoas de diversos países, costumam dizer que o estado da Califórnia é o estado do entretenimento, principalmente pelo fato de que Hollywood é uma das suas maiores atrações turísticas e industriais. Porém, mesmo fora do mundo cinematográfico, o estado da Califórnia se destaca pela sua grande variedade de programas para os finais de semana.

Pensando em como não precisamos seguir um tipo de programa específico para o final de semana, saiba o que você pode fazer para se divertir no país:

Surfar em Santa Maria Beach, fazer um tour por Hollywood, conhecer a Disneyland, caminhar no calçadão de Venice Beach, curtir o Death Valley National Park, visitar Old Sacramento, surfar em Malibu, visitar o zoológico de San Diego, fazer um tour completo pela Ilha de Alcatraz, observar os vulcões no Lassen Volcanic National Park ou se aventurar em meio ao Sequoia National Park.

E não se engane achando que isso acaba por aí, pois na Califórnia você pode se divertir com tudo isso e muito mais.

Quer morar na Califórnia? Conheça as cidades primeiro

A Califórnia pode ser, de fato, um estado sensacional, mas este estado só tem esse tamanho e autoridade, por conta das cidades que fazem dele um dos estados mais incríveis dos Estados Unidos, sendo cada uma especial à sua maneira, com lugares e características que podem fazer uma delas ser o local perfeito para você.

Abaixo, conheça um pouco sobre as cidades da Califórnia e o que cada uma tem a oferecer de melhor:

Los Angeles

Quando dissemos que a Califórnia é um dos melhores estados para se divertir, nós estavamos, basicamente, falando sobre o quanto Los Angeles é incrível, pois esta cidade, que atualmente conta com pouco mais de 3,9 milhões de habitantes, é sem dúvidas um dos maiores pontos de diversão dos Estados Unidos.

Letreiro de Hollywood

Conhecida por abrigar a poderosa indústria de Hollywood e por ter uma diversidade de etnias, Los Angeles é uma das cidades mais requisitadas por quem deseja morar na Califórnia a curto ou a longo prazo. Além da indústria cinematográfica, a cidade também abriga gigantes da música como a Warner Music Group e Capitol Records. 

Em Los Angeles, você não pode deixar de visitar o Pier e a praia de Santa Mônica, que além de ser uma inspiração para jogos de sucesso como Grand Theft Auto: San Andreas, é um point incrível para fotos marcantes. Assim como a calçada da fama de Hollywood, em frente ao TCL Chinese Theatre.

San Francisco

A cidade conhecida por uma ponte que faz parte do imaginário de milhões de pessoas, tem os seus bondinhos e ladeiras em constante funcionamento, sendo além de ruas e transportes públicos, verdadeiros itens de cartões postais ao longo de todo o mundo.

A cidade de San Francisco ilustra filmes e séries, assim como é amplamente conhecida pela sua valorização de construções que valorizam o ar puro, contando com 220 parques abertos por toda a cidade, assim como a paisagem da Golden Gate Bridge, que desde 1933 ilustra cartões postais ao longo do mundo todo, assim como inspirou até mesmo a criação de um time de basquete, os Golden State Warriors.

San Francisco

A cidade de São Francisco conta com uma população de aproximadamente, pouco mais de 875 mil habitantes, e nela, você pode visitar a histórica Ilha de Alcatraz ou a Chinatown de San Francisco, que além de ser uma das maiores e mais velhas da América do Norte, é sem dúvidas, um destino que você precisa visitar enquanto estiver morando na cidade.

San Diego

Sendo a segunda maior cidade da Califórnia e a oitava maior dos Estados Unidos, San Diego é conhecida por um clima ameno, com 112 km de praias que servem de entretenimento puro para os pouco mais de 1,3 milhões de habitantes da cidade. A cidade também tem em seu leque de variedades, o San Diego Zoo, a LEGOLAND California, SeaWorld San Diego.

Morar na Califórnia: San Diego

À noite, você pode desfrutar da culinária da cidade, que na região, tem 6,4 mil restaurantes premiados. Assim como as artes, já que no Balboa Park, o maior parque cultural urbano dos Estados Unidos, existem 15 museus e várias galerias de arte, com jardins.

Em San Diego, você pode desfrutar de esportes radicais tropicais, como vela, caiaque, jet-ski, mergulho, pesca esportiva, e claro, o surf.

Como passar mais tempo na Califórnia?

Agora, como prêmio para você que leu até o final do post, é hora de falar sobre como você pode morar na Califórnia de forma legal, por mais tempo, sem ter problema algum com o governo estadunidense.

Morar na Califórnia

Os países de primeiro mundo enxergam a educação como algo essencial, uma base que serve de apoio para o país continuar evoluindo constantemente, sem retrocessos. Por isso, o caminho mais possível de imigração para estudantes estrangeiros, é por meio da educação, sendo ele por meio do CPT ou OPT.

“Mas, o que são CPT e OPT?”

O CPT, ou Curricular Practical Training, é um programa estadunidense que concede de forma temporária aos alunos que estão cursando uma universidade a permissão de trabalho. Sendo o estágio remunerado ou não, o CPT precisa ser concluído antes do término do seu curso.

Com o CPT, você poderá trabalhar 20 horas ou menos por semana, ou em período integral. Porém, trabalhando em período integral, você perderá a elegibilidade ao OPT.

O OPT, ou Optional Practical Training, é um programa estadunidense que concede aos estudantes com um visto F-1, a permissão de trabalho no país por até 1 ano, dentro da área de estudo do aluno, podendo ser exercido antes ou depois de concluir os seus estudos. 

“E como eu posso imigrar dessa forma?”

Durante o CPT ou OPT, você pode conseguir um sponsor, um patrocinador do seu visto em solo norte-americano. Enquanto estiver trabalhando em uma determinada empresa, o seu gerente, chefe ou dono da empresa, pode solicitar o seu visto de trabalho, criando uma ponte para a sua imigração no país.

Porém, lembre-se, este não é um caminho definitivo e não existe chance garantida de imigração por este meio. Mesmo assim, com o OPT, você consegue passar por mais tempo na Califórnia, desfrutando de tudo o que o estado tem a oferecer para você.


Ainda tem alguma dúvida de que morar na Califórnia é uma das melhores escolhas que você pode fazer na vida? Não perca tempo e viva o seu sonho!

Vejo você no próximo post!

Categories
Imigração

Vale do Silício: o que é, as empresas e a imigração

O Vale do Silício é um local incrível e com vantagens incríveis para quem deseja trabalhar com tecnologia, conquistando aquele emprego dos sonhos em uma empresa de alto nível internacional. Porém, nem todo mundo sabe disso, e se sabe, não entende muito bem sobre os detalhes que fazem desse lugar uma verdadeira máquina de evolução tecnológica.

Abaixo, saiba tudo sobre o Vale do Silício e se você pode trabalhar neste lugar incrível:

O que é o Vale do Silício?

 Muitas pessoas costumam se perguntar: “O que é o Vale do Silício e por que tantas pessoas falam nele?”. Bom, a primeira coisa que podemos deixar bem clara para você, é que essa dúvida é bem comum e as pessoas até costumam pensar que o local é um ponto turístico, com campos verdejantes e tudo mais.

E ele pode até ser um local turístico, pois sem dúvida, milhares de pessoas vão até o Vale do Silício para entender o quão grandioso é o berço de milhares startups norte-americanas. Porém, esse não é nem de perto o foco deste polo tecnológico incrível.

Vale do Silício

O Vale do Silício nasceu em 1950, na Califórnia, Estados Unidos, com o objetivo de ser um local incentivador do avanço científico e tecnológico, já que o governo estadunidense, nesta época, precisava lidar com o fim da segunda guerra mundial e o início da guerra fria, tendo que investir muito mais em tecnologia.

Assim, o Vale do Silício se tornou um grande fornecedor de tecnologia para o avanço tecnológico das forças norte americanas, com os seus chips e placas de última geração, que por sinal, deram origem ao nome do local.

O elemento químico “Sí” é a base da criação dos chips e circuitos eletrônicos, que se tornaram a grande marca de criação no lugar, tendo empresas renomadas do ramo dentro do vale, como a AMD, responsável por processadores potentes para quem ama o mundo dos jogos ou até mesmo a HP, que fornece vários componentes de hardware para computadores mais básicos.

A geografia do Vale do Silício

Ao contrário do que algumas pessoas podem pensar, o vale não é um grande lugar de co-working ou um campus com empresas aglomeradas, mas sim uma grande região que abrange uma grande parte da Califórnia, ocupando uma área que se estende da cidade de São Francisco até a cidade de San José.

Mapa do Vale do Silício

Dentre São Francisco e San José o Vale do Silício abrange as cidades de Palo Alto, Santa Clara, Campbell, Cupertino, Fremont, Los Altos, Los Gatos, Saratoga, Mountain View, Milpitas, Newark, Redwood City, Union City e Menlo Park.

Quais são as empresas do Vale?

Acima nós falamos sobre a AMD e a HP, que já são conhecidas no meio da informática básica. Porém, existem muitas outras empresas incríveis que estão dentro do Vale do Silício. Abaixo, saiba sobre algumas delas, sem uma ordem de ranking que diferencie qual é a melhor, mas sim para que você saiba o quão diversificada pode ser a região:

1 – Apple

Criada por Steve Jobs e Steve Wozniak, a gigante dos eletrônicos e também responsável por softwares que auxiliam o público em escala mundial, foi fundada em 1976 e atualmente tem o seu valor de mercado estimado em US$ 611.9 bilhões.

2 – Facebook

A gigante comandada por Mark Zuckerberg e que começou como uma rede social, hoje já atinge o mundo inteiro e abrange outras plataformas como o Instagram e o Whatsapp. Atualmente, a empresa vale US$ 1,01 trilhão.

3 – Google

A maior ferramenta de busca online do mundo, dispensa apresentações, até porque, você provavelmente chegou a este post por meio dos mecanismos de pesquisa dessa gigante da tecnologia, que interliga pessoas a conteúdos multimídia em qualquer lugar do mundo.

4 – Nvidia

Seja para games ou para mineração de moedas virtuais, você com certeza já deve ter ouvido falar no termo “placa de vídeo”. E a NVidia é referência neste assunto, pois além de ser a maior desenvolvedora de placas de vídeo do mundo, a Nvidia é referência no mercado quando o assunto é tecnologia gráfica.

5 – Eletronic Arts

E falando no mundo dos jogos, precisamos falar sobre a responsável por desenvolver jogos de sucesso como: The Sims, FIFA, Battlefield, Titanfall e o mais recente, Apex Legends. A Eletronic Arts é o sonho de todo desenvolvedor de games que deseje ganhar o mundo.

Brasileiros podem trabalhar no Vale do Silício?

Todo mundo pode trabalhar no Vale do Silício, basta que se mantenha capacitado da melhor forma possível, com um currículo alinhado com os propósitos atuais da empresa e, claro, com as melhores experiências educacionais.

E para reforçar isso, você sabia que atualmente existem 39 empresas fundadas por brasileiros no Vale do Silício? Pois é. O lugar não cresceu do nada, crescendo apenas com empresas de dentro dos EUA. A diversidade é o que faz do Silicon Valley o que ele é hoje, com empresas de diferentes países formando um campus tecnológico gigante.

Startups como a Brex, que foi criada pelos brasileiros Henrique Dubugras e Pedro Franceschi em 2017, é um dos exemplos dessa grande transformação que o Vale do Silício promove aos seus participantes.

Para reforçar, podemos utilizar um estudo recente, feito pela National Foundation for American Policy, indicando que mais da metade (55%) das empresas unicórnio no Vale do Silício foram fundadas por um imigrante, então não precisa se preocupar se você pode trabalhar no Vale do Silício, mas sim como você pode se capacitar da melhor forma possível para estar lá.

Categories
Imigração

Você sabe como imigrar para o Canadá?

Você quer imigrar para o Canadá, mas só encontra conteúdos sobre os pontos turísticos do país? Sem resolver aquela dúvida real sobre imigração? Não precisa mais se preocupar com isso, pois além de saber tudo sobre os setores importantes do Canadá, você saberá tudo sobre como imigrar para o Canadá ao final deste post.

Agora, chega de papo e vamos direto ao que interessa. Confira abaixo por que e como imigrar para o Canadá:

Por que imigrar para o Canadá?

Você já deve ter ouvido falar sobre o Canadá, pelo menos uma vez na vida, e se você está aqui, com certeza tem consciência de que deseja imigrar para o Canadá. Mas, você sabe o real motivo de estar imigrando para o maior país das américas? Nem sempre o país se resume àquilo que pensamos sobre ele.

Abaixo, saiba o porquê de ser incrível imigrar para o Canadá e por que cada vez mais pessoas estão se tornando adeptas dessa mudança de vida:

Os benefícios de imigrar para o Canadá

Existem alguns itens importantes para a sua tomada de decisão sobre imigrar para o Canadá e isso realmente é muito importante para quem deseja ir morar de vez em um outro país.  Conhecer os seus pontos turísticos e saber que a cultura é diferente, com certeza é bem legal, mas sem dúvida é mais importante saber como ele funciona no dia a dia. 

Alto nível educacional

O Canadá é um dos países mais importantes do mundo quando o assunto é educação internacional. Em rankings especializados como o PISA, que avalia diversos países de todos os continentes do mundo, o Canadá aparece na 6ª posição geral, para leitura, matemática e ciência, sendo um reflexo de todo o investimento que o Canadá tem feito ao longo de todos esses anos.

Estudantes de vários países do mundo costumam viajar todos os anos para o país, com o objetivo de fazer um intercâmbio de alto nível educacional e com chances reais de imigração. 

Em 2020, da porcentagem total de alunos estrangeiros registrados no Canadá, temos a seguinte divisão por porcentagem:

  • India 34%
  • China 22%
  • Vietnam 4%
  • Coreia do Sul 3%
  • França 3%
  • Irã 3%
  • Brasil 2%
  • Nigéria 2%
  • Estados Unidos 2%
  • Japão 1%
  • Bangladesh 1%
  • Argélia 1%
  • Marrocos 1%
  • México 1%
  • Colômbia 1%
  • Filipinas 1%

Sendo assim, não precisa se preocupar em ser um estudante estrangeiro em um país gigante. A multiculturalidade educacional não só está presente, como é muito respeitada no Canadá.

Alta qualidade de vida

Você já parou pra pensar, nem que seja por um minuto sobre a qualidade de vida que tem no Brasil? Sobre como as coisas funcionam atualmente em relação à segurança, saúde e educação? Pois é, isso tudo influi sobre a qualidade de vida de um país.

O Canadá, segundo a OECD, é um dos melhores países do mundo para se morar, pois em diferentes rankings, que medem diferentes setores como: moradia, saúde, educação, satisfação pessoal, segurança, meio ambiente. 

Abaixo, confira as posições do Canadá nestes rankings, segundo a OECD:

Saúde: 1

Renda: 6

Meio Ambiente: 8

Educação: 5

Segurança: 9

Moradia: 4

Então, se você sente uma certa insatisfação sobre o país em que você vive, e a qualidade de vida é um fator muito importante para você, o Canadá é o país que mudará tudo na sua vida, sendo um dos países que servem de referência mundial para qualidade de vida. 

Facilidade de imigração para estudantes

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o melhor caminho para se imigrar para outro país, não é por meio de uma proposta de trabalho, se utilizando de uma empresa internacional. Os países desenvolvidos valorizam a educação como nenhum outro setor, pois acreditam que é daquele lugar, que vem a base construtora de todo o resto.

No Canadá, existe um sistema de pontos chamado Express Entry, onde você soma pontos e pode conseguir a sua imigração para o país. Um dos requisitos que contam mais pontos neste sistema, é a formação de um College, que também pode ser feito por brasileiros que desejarem se formar no país.

Como imigrar para o Canadá

Como imigrar para o Canadá

Agora que você já sabe um pouco sobre o que lhe espera no Canadá, chegou a hora de saber o que você precisa fazer para imigrar para o Canadá da maneira correta, sem depender de meios incertos que podem não resultar no que você realmente deseja: morar no Canadá de forma permanente.

Agora, antes de tudo, você precisa saber que existem diversos tipos de programa de imigração para quem deseja viver como um autêntico cidadão canadense, sendo eles: federais e provinciais.

Os programas provinciais

Os programas provinciais, ou PNPs, são eventuais e funcionam de acordo com a demanda de uma determinada província. Sendo assim, são programas que facilitam muito a entrada de novos imigrantes para o país, mas que variam as suas demandas de acordo com o mercado daquele local. 

Em British Columbia, por exemplo, existe a demanda por estudantes de mestrado ou doutorado, profissionais da área de saúde e algumas outras profissões que podem ser encontradas clicando aqui. Além disso, a província de B.C também tem a demanda por profissionais de T.I, no qual o seu programa se chama PNP Tech.

Para outros exemplos, nós temos os seguintes programas provinciais:

  • Alberta Immigrant Nominee Program (AINP)
  • Manitoba Provincial Nominee Program (MPNP)
  • Ontario Immigrant Nominee Program (OIN)
  • Saskatchewan Immigrant Nominee Program (SINP)

Os programas federais

Os programas federais são criados pelo governo federal do Canadá, tendo objetivos mais abrangentes e que podem te fazer trabalhar em uma rede mais ampla de províncias, sem se manter totalmente comprometido a uma única província.

Como já citamos acima, o Express Entry é um sistema de pontos que funciona como uma grande prova, onde a cada requisito que você atende, a sua pontuação será aumentada. Dentro do Express Entry, estão os seguintes programas:

Federal Skilled Work – Destinado para estrangeiros qualificados mesmo que não tenham formação educacional ou experiência no Canadá.

Federal Skilled Trade – Destinado para profissionais estrangeiros com aptidões técnicas, sem a necessidade de uma graduação

Canadian Experience Class – Ideal para profissionais estrangeiros capacitados, com grau de escolaridade e experiência anteriores no Canadá.

Todos eles têm um mesmo objetivo: a contratação e imigração de profissionais qualificados para que se tornem mão de obra qualificada a longo prazo

Além disso, como já dito acima, o governo canadense valoriza a educação como um dos pilares mais importantes do país, assim, se torna cada vez mais necessário que os candidatos sejam cada vez mais qualificados, sendo uma formação em colleges público, um diferencial de pontuação para imigração no Canadá.

Legal, né? Chances e programas são o que não faltam. Só depende de você e do seu empenho com a educação!

Até a próxima!

Categories
Imigração

Por que morar em Berlim? Saiba tudo sobre a cidade

Querer morar em Berlim é um ótimo sonho, que pode ser realizado se você percorrer o caminho correto. Porém, acredito que se você está aqui, lendo este post, é porque não sabe muito bem sobre como a cidade funciona ou simplesmente quer saber mais sobre ela. 

De qualquer forma, você vai sair deste post conhecendo Berlim e também sabendo várias coisas sobre o que essa cidade tem de tão incrível para as pessoas que buscam passar um tempo por lá ou até mesmo construir um futuro na cidade.

Abaixo, entenda o porquê de Berlim ser uma ótima cidade para começar o seu plano de educação internacional:

Por que morar em Berlim?

Toda cidade, por mais simples que seja, tem os seus pontos fortes, que podem fazer dela única, ou simplesmente incrível para se constituir uma vida ao longo dos anos.

Para morar em Berlim, é importante que você saiba o que a cidade pode oferecer, então, abaixo, confira coisas incríveis que Berlim tem a oferecer como uma ótima cidade:

O custo de vida é baixo

Para construir a sua história na cidade que você sempre sonhou, é necessário saber quais são as necessidades econômicas que você terá naquele local e período de tempo, por isso o custo de vida é tão importante.

E em Berlim, isso é um ótimo item, pois a cidade tem a fama de ser mais barata do que as suas vizinhas, até mesmo mais do que as cidades de outros países da Europa.

Quer saber mais sobre o custo de vida na Alemanha? Clique aqui e saiba como economizar.

A vida é bem agitada e multicultural

Quem ama música eletrônica, ama Berlim. As baladas da cidade têm a fama de ser além de uma simples noite agradável com música de qualidade, mas uma verdadeira experiência. Além disso, Berlim é uma cidade que tem sido cada vez mais aberta ao público internacional, que tem sido um público cada vez mais frequente dentro da cidade, seja a luz do dia ou à noite.

Por isso, Berlim é uma cidade incrível para quem deseja viver uma experiência além do comum, conhecendo pessoas de outras nacionalidades ao mesmo tempo que se diverte, reunindo memórias que vão ficar para sempre.

Uma cidade verde

O verde das florestas de Berlim é uma grande e bonita faixa da cidade, mas isso se deve a três fatores incríveis: reciclagem, cultivo do verde e o uso contínuo de bicicletas.  São diversas florestas e campos para se aproveitar, não apenas para uma boa trilha, mas também para piqueniques e atividades ao ar livre, o que só melhora a experiência de quem deseja morar em uma cidade que promove uma vida sustentável.

Acima, falamos das bicicletas, que são ótimas para a sua locomoção dentro de Berlim, mas, tem um item importante, que a cidade sabe executar muito bem, e ele se chama:

O transporte público de Berlim

Para estudar, trabalhar ou fazer qualquer atividade enquanto mora em Berlim, você precisa do melhor transporte público. 

O transporte de Berlim é conhecido por ser um dos mais efetivos não apenas da Europa, mas também do mundo. Tendo uma grande variedade de rotas e meios de transporte. Dentre os meios de transporte em Berlim, estão:

  • S-Bahn (Trem)
  • U-Bahn (Metrô)
  • Ônibus
  • Tram (Bondes)

S-Bahn

S-Bahn - Morar em Berlim
S-Bahn

Os trens da cidade de Berlim fazem parte do hall das melhores coisas da cidade de Berlim. Sendo projetados com o intuito da cidade abandonar os trens a vapor, os S-Bahn são muito rápidos e constituídos por 15 linhas, com 330 km e 170 estações.

Nos dias de semana, os trens começam a funcionar a partir das 4h30 da manhã, parando apenas às 1h30 da manhã do dia seguinte, com intervalos de cinco, dez ou vinte minutos. nos finais de semana, funcionam por 24hrs, com intervalos de meia hora entre cada viagem.

U-Bahn

Contando com cinco linhas a menos do que o seu irmão que percorre as superfícies, o U-Bahn, ou metrô de Berlim, tem pouco mais de 146 km de trajeto e 173 estações. O metrô conta com o diferencial de que algumas de suas linhas funcionam de forma híbrida, ou seja, podem percorrer trajetos debaixo e também acima do solo.

U-Bahn em Berlim
Metrô / U-Bahn

Nos dias de semana você pode encontrar o U-Bahn funcionando a partir das 4 horas da manhã, até 1 hora da manhã do dia seguinte. Entre o intervalo de funcionamento do metrô, as linhas noturnas de ônibus assumem o transporte público para quem precisa se movimentar mas não tem possibilidade por falta de metrô. 

De dia, o U-Bahn tem intervalos de 5 minutos, enquanto à noite, costuma ter intervalos de 10. Assim com o S-Bahn, o U-Bahn também funciona 24 horas nos finais de semana.

Ônibus

Ônibus em Berlim

Sendo uma rede constituída por várias linhas de ônibus públicos, fornecida pela BVG – Berliner Verkehrsbetriebe, ou melhor, a Companhia de Transportes Berlinense, a rede urbana de ônibus da cidade é o braço direito que sustenta todas as localidades que os outros meios de transporte não podem atender.

As linhas se dividem entre:

Linhas do dia – As linhas 100 à 399, conectam os subúrbios ao centro da cidade e também às estações de qualquer S-Bahn ou U-Bahn.

Metro Buses – Estes ônibus integrados dos metrôs M11 ao M85 operam 24 horas por dia, todos os dias da semana, com intervalo de 10 minutos.

Ônibus noturnos – Lembra quando falamos dos ônibus que cobrem o horário vago do U-Bahn durante o período da madrugada? Chegamos neles. Os ônibus noturnos carregam um N e como já dissemos, substituem as linhas do U-Bahn quando estas não estão funcionando.

Como eu posso morar em Berlim?

Parar morar no exterior, existem diferentes tipos de situação que você pode buscar para ingressar no país e se estabilizar, e a mais interessante e mais fácil, é pela educação.

Quando você aplica para um visto de estudante e demonstra interesse em conseguir uma graduação dentro da Alemanha, o governo entende que você é uma pessoa que se importa com o seu futuro acadêmico e profissional, sendo uma pessoa que pode investir no seu futuro e também na economia do país.

Assim, você consegue não apenas ingressar na Alemanha, mas também se tornar um ótimo candidato para conseguir a cidadania alemã, consequentemente, conseguindo morar no país, especificamente em Berlim.

Se você ainda não sabe como dar os primeiros passos, não se preocupe, nós temos o caminho certo para você, basta falar com a gente neste link. Vai ser um prazer colocar a sua vida em outro nível de experiência!

Categories
Imigração

British Columbia: tudo sobre salário, imigração e as cidades

British Columbia é uma província incrível e se você está pensando em morar por lá, já fez a escolha correta, pois B.C tem cidades com ótima qualidade de vida e benefícios incríveis, mas poucas pessoas sabem disso. 

Quer morar em British Columbia mas não sabe por que essa província é tão comentada? Então não se preocupe, porque nós trouxemos um conteúdo incrível para que você saiba tudo sobre ela.

As cidades da província de British Columbia

Para que um estado ou província tenha um bom status, é necessário que as suas cidades também tenham. Uma cidade com bom custo de vida, segurança, saúde e bom índice climático, já é uma ótima aquisição para uma região, mas várias cidades assim, elevam o status do estado ou província. 

Abaixo, conheça 3 cidades para morar e ter uma ótima qualidade de vida na província de British Columbia.

Vancouver

Vancouver é uma das cidades mais importantes, não apenas para o Canadá, mas para todo o mundo, pois além de ser uma cidade que prioriza o custo de vida, Vancouver tem o que se chama de “vancouverismo”, um projeto que visa a arborização da cidade e aumento da sustentabilidade a longo prazo.

Além disso, Vancouver é responsável pela grande vida metropolitana dentro da província, com uma vida bem corrida, que resulta numa economia cada vez mais aquecida. Além disso, a cidade tem uma culinária que costuma atrair não apenas os nativos, mas também os estrangeiros para a vida noturna na cidade.

E como dissemos acima, Vancouver é importante dentro e fora do Canadá, pelo simples e incrível fato dela ser uma das melhores cidades do mundo para construir uma vida com qualidade, sendo responsável por ocupar ótimas posições nos rankings mundiais das melhores cidades do mundo, disputando com outras cidades incríveis, como: Osaka, Auckland, Tóquio, Zurique e Genebra.

Surrey

Sendo uma cidade menos conhecida do que a movimentada Vancouver, Surrey não fica de forma alguma para trás quando o assunto é qualidade de vida e razões para estudar e/ou morar na cidade. 

Surrey - British Columbia
Foto: Prepare for Canada

Com uma população um pouco menor do que a de Vancouver, Surrey é uma daquelas cidades que estão incluídas dentro de um grande plano metropolitano, mas que costumam ter uma vida mais pacata, com reservas agrícolas, planícies e colinas.

Além disso, a cidade tem sete bairros, que também contam como centros urbanos, sendo eles: Cloverdale, Fleetwood, Guildford, Newton, South Surrey, City Centre e Whalley, o povoado mais centralizado de todos os sete.

Vitória

Sendo a 7ª cidade mais povoada do Canadá, Vitória leva a sua história bem a sério, começando pelo seu nome, que é uma referência à rainha Vitória do Reino Unido.

Vitória - British Columbia
Foto: GetYourGuide

E não é a toa que a cidade de Vitória leve a sua história como uma coisa séria, pois além de ser uma das cidades mais antigas da região,  também é responsável por manter diversas estruturas antigas de pé, como a sua Chinatown, que é considerada a segunda mais antiga da América do Norte, ficando atrás apenas da Chinatown da Califórnia.

Como imigrar para British Columbia?

Quando falamos sobre o Canadá e as suas províncias, precisamos ter em mente de que cada província funciona de forma individual, sendo interligadas apenas por algumas leis específicas do governo federal do Canadá.

Assim, é bem normal que você veja diferentes projetos e programas econômicos para cada província, onde cada governo acaba tendo um melhor entendimento sobre as necessidades dos diferentes tipos de trabalhador. 

Por isso, pode ser que você veja uma província facilitando a entrada de profissionais da engenharia civil, enquanto outra preza por profissionais da área industrial.

Quando falamos sobre uma província, precisamos ter em mente de que ela funciona como um estado, mas que acaba tendo algumas diferenças em relação às suas leis e como elas funcionam no geral.

Em British Columbia, existe o PNP Tech Pilot, um projeto criado com a intenção de trazer cada vez mais profissionais capacitados da área de tecnologia, com o intuito de ser um atalho para a residência permanente no Canadá.

Caso queira saber por completo como imigrar para o Canadá por meio deste projeto, acesse o post T.I no Canadá: o melhor curso para imigrar.

O salário mínimo de British Columbia x São Paulo

Para imigrar, você precisa saber como funciona a economia daquele local, com as suas diferenças e geração de renda, por isso, é importante que você saiba qual é o salário mínimo de British Columbia antes de começar a arrumar as suas malas.

O salário mínimo em British Columbia é o maior de todas as províncias do Canadá, tendo segundo o Retail Council of Canada, em 1º de Junho de 2021, o valor de $15.20 por hora.

Utilizando a soma de 4 semanas trabalhadas em British Columbia, temos o valor de C$2403,20.

Agora, utilizando o estado de São Paulo como objeto de comparação, que tem a fama de ter um custo de vida mais alto aqui no Brasil, nós temos o salário mínimo mensal médio de R$ 1.215,00, que é um número bem alto se comparado com o salário de B.C.

Porém…as coisas mudam quando utilizamos a conversão atual do dólar canadense para o real brasileiro. Atualmente, o salário mensal da província de British Columbia equivale a R$ 9881,11.

E sabe o melhor de tudo isso? Este é o valor mais baixo de um salário na província, que pode aumentar muito mais em relação a sua profissão no Canadá. 

Quer ganhar o salário em uma moeda valorizada? A província de British Columbia é o lugar certo, e nós sabemos entregar o melhor intercâmbio para você alcançar este sonho, basta clicar aqui e falar com a gente!

Se você quiser saber melhor como aplicar este salário, utilizando o custo de vida em Vancouver como exemplo, basta acessar este post sobre o custo de vida em Vancouver.

Saiba como economizar em British Columbia com os conteúdos incríveis do nosso canal do youtube.

Categories
Imigração

Províncias do Atlântico: saiba uma das melhores maneiras de imigrar

As províncias do Atlântico deveriam estar no seu radar se você deseja imigrar para o Canadá, pois existem alguns fatores muito importantes, que facilitam as suas possibilidades de imigração para o maior país das Américas.

Por isso, criamos um post completo, falando sobre as províncias e as suas facilidades de imigração para o Canadá.

Conheça as Províncias do Atlântico do Canadá

Se você quer imigrar para o Canadá, é importante que saiba que essas províncias que vamos trazer para você, são responsáveis pelo grande número de pessoas que têm imigrado para o Canadá ao longo dos anos. 

Quer saber em qual delas você se encaixa melhor? Então confira abaixo a geografia, o clima e qual é o setor que essas províncias mais valorizam:

New Brunswick

Se você gosta de lugares mais arborizados e com um clima mais ameno, com tendências de ser um local até um pouco mais frio, a província de New Brunswick é o local perfeito para você.

provincias do atlantico canada: New Brunswick

A província trabalha em larga escala com linhas de produção de bens, setor que é o grande responsável pela grande parcela de empregos no mercado da província, que atende a fabricação de certos produtos e também no setor de construção. 

No setor da produção de serviços, os trabalhadores costumam ocupar as profissões nas áreas de assistência social, comércio e saúde.

Nova Scotia

Sendo a segunda menor província do Canadá em extensão territorial e quase totalmente cercada pelo mar, a província costuma ter um clima mais temperado, com invernos bem mais frios que o normal e verões bem frescos, livre daquele calor complicado que acaba esquentando além do aceitável.

provincias do atlantico canada: Nova Scotia

A Nova Scotia trabalha com recursos naturais, sendo a pesca um dos setores que mais trouxeram lucro para a província, porém, como todo recurso natural, a pesca acabou sofrendo com o seu excesso no século 20, dando lugar a outros setores, com mais chance de lucro.

Atualmente, a província de Nova Scotia se destaca pela agricultura, pesca, extração de gás natural e a silvicultura, responsável pela extração de madeira das florestas ao mesmo tempo que gerencia o cultivo de plantação na região, para continuar a preservação do local.

Newfoundland and Labrador

Ficando ao extremo leste do Canadá e sendo dividida pelo Estreito de Belle Isle, a província acaba ficando marcada por duas partes distintas, mas que fazem parte de um todo. A maior área da província, que faz parte do continente canadense, leva o nome de Labrador, enquanto a ilha mais abaixo leva o nome de Newfoundland (Terra Nova).

Assim como a sua irmã do Atlântico, Nova Scotia, Newfoundland and Labrador também é muito rica em recursos naturais, o que também fez com que a pesca fosse um grande recurso econômico da indústria local, mas que também sofreu com o excesso, fazendo com que uma nova variedade fosse criada.

Nessa variação dos setores da economia, temos a mineração, extração de óleo e desenvolvimentos de hidroelétricas.

Prince Edward Island

A menor província do Canadá está ao norte da Nova Scotia e ao leste de New Brunswick, sendo um lugar bem mais tranquilo, com grandes campos verdejantes, colinas e bosque e enseadas. São lindas paisagens que retratam a calma do lugar, sendo até mesmo inspiração para algumas obras literárias.

Prince Edward Island

Um dos maiores setores da Ilha do Príncipe Edward, é a agricultura, junto com o turismo, construção e a manufatura de recursos primários. 

Como imigrar para as Províncias do Atlântico do Canadá

Como vimos acima, as províncias têm qualidade únicas e que fazem delas diferentes pilares para a economia local. Por isso, existem diferentes demandas e necessidades para cada uma delas.

Porém, estas províncias sofrem com a falta de mão de obra qualificada para trabalhar em determinados setores, o que resulta em uma procura cada vez maior de trabalhadores estrangeiros qualificados.

Para imigrar, você precisa saber, primeiramente, quais são os programas responsáveis pela imigração de estrangeiros para o Canadá, para que você consiga entender qual é o processo e quais são as maneiras de se conseguir chegar ao final que você deseja.

O Programa de Imigração Atlântica tem a intenção de ser um caminho ou até mesmo atalho, para profissionais qualificados e internacionalmente graduados, que queiram trabalhar e viver em uma das 4 províncias do Atlântico do Canadá. 

O programa foi criado com o objetivo de que as empresas do Canadá Atlântico possam contratar pessoas qualificadas para funções que eles não conseguem preencher com pessoas de dentro da província.

Requisitos de imigração para as províncias do Atlântico

Para imigrar por meio deste programa, você precisa primeiramente receber uma oferta de trabalho por um empregador designado no Canadá Atlântico para participar do programa.

Após receber a oferta de emprego, você precisa  ter em mãos uma cópia da confirmação de designação, que a empresa precisa ter para comprovar a sua elegibilidade para o programa.

Em caso da empresa não ser designada para o programa, você precisa pedir a ela que vá em busca da Confirmação de Designação.

Após esta etapa, você precisa atender aos seguintes requerimentos dos 3 programas que estão dentro do projeto de imigração. 

Você pode se qualificar para mais de um programa, mas você poderá aplicar para apenas um.

Atlantic International Graduate Program

Os requisitos para se aplicar:

  • Ter uma graduação, diploma ou outra credencial de uma instituição pública ou em uma província do Atlântico.
  • Ter vivido em uma província do Atlântico por pelo menos 16 meses em até 2 anos antes de obter seu diploma ou credencial.
  • Certificação em um teste de idioma para comprovar o seu nível.
  • Demonstrar que você pode sustentar a si mesmo e a sua família quando vier para o Canadá.

Atlantic High-Skilled Program

Neste programa você deve ter:

  • Trabalhado em um cargo de gestão, profissional ou técnico por pelo menos um ano
  • Diploma canadense de ensino médio ou educação equivalente
  • Teste de idioma para atestar o seu nível de inglês ou francês
  • Comprovação financeira em mãos, para comprovar que pode sustentar a si mesmo e também a sua família.

Atlantic Intermediate-Skilled Program

A aplicação deve seguir o seguinte:

  • Ter trabalhado em alguma função que requer ensino médio ou treinamento específico por pelo menos um ano
  • Diploma canadense de ensino médio ou educação equivalente
  • Teste de idioma para atestar o seu nível de inglês ou francês
  • Comprovação financeira para demonstrar que você pode sustentar a si mesmo e também a sua família no Canadá 

Como podemos observar, para que você tenha uma facilidade maior com os programas, é preciso que você tenha um diploma canadense de educação. 

Por isso, é importante que você comece desde já o seu planejamento de imigração para o Canadá por meio da educação.

Quer saber como você pode acelerar esse processo e conseguir um diploma no Canadá? Clique aqui! Nós temos a resposta perfeita para você.

Se quer aprender mais sobre o Canadá e como é a vida por lá, visite o nosso canal do youtube, são diversos tipos de conteúdos para que você tenha uma experiência completa.

Categories
Imigração

Express Entry no Canadá: saiba tudo sobre o sistema

O Express Entry é uma das coisas mais importantes para quem deseja morar no Canadá, sendo uma maneira bem mais rápida de imigração.

Mesmo assim, existem alguns detalhes que nem todo mundo sabe sobre o sistema, por isso, a Dreams preparou esse conteúdo completo sobre tudo que você deveria saber sobre o Express Entry no Canadá.

Quer saber como imigrar para o Canadá da maneira mais rápida? Leia até o final!


O que é Express Entry?

O Express Entry é um sistema federal implementado pelo governo canadense, com a intenção de conceder a permissão de residência permanente para pessoas que o governo canadense possa julgar como um cidadão que pode agregar a sociedade canadense, fornecendo a permissão de imigração em até 6 meses ou menos.

Dentro do Express Entry, temos os seguintes programas econômicos federais:

Federal Skilled Worker Program (FSW)
Federal Skilled Trades Program (FST)
Canadian Experience Class (CEC)

Abaixo, vamos explicar de forma bem rápida e direta sobre cada um deles, principalmente porque para que você possa aplicar para o Express Entry, você precisa ao menos ser qualificado para ao menos um desses programas econômicos. Confira:


Federal Skilled Worker

Este programa, funciona basicamente para estrangeiros que têm uma experiência profissional em seus países de origem e que desejam imigrar para o Canadá permanentemente.

Os requerimentos mínimos para se tornar elegível para o programa são:

Experiência de Skilled Worker (Explicaremos melhor abaixo)
Habilidade de linguagem
Educação

É obrigatório que você cumpra todos os requisitos mínimos para se tornar elegível.


Federal Skilled Trades

Atender aos níveis de idioma exigidos para cada habilidade do idioma

Writing
Reading
Listening
Speaking

Assim como também:

Ter pelo menos 2 anos de experiência de trabalho em tempo integral (ou igual quantidade de experiência de trabalho em meio período ) em um comércio especializado nos 5 anos anteriores à sua inscrição

Sua experiência de trabalho deve ser para trabalho remunerado (salários pagos ou comissão ganha – trabalho voluntário ou estágios não remunerados não contam)

atender aos requisitos de trabalho para esse comércio qualificado, conforme estabelecido na Classificação Ocupacional Nacional (NOC), exceto para a necessidade de um certificado de qualificação

Ter um (a): Oferta válida de emprego em tempo integral por um período total de pelo menos 1 ano ou certificado de qualificação nesse comércio especializado emitido por uma autoridade provincial, territorial ou federal canadense.


Canadian Experience Class

Este programa atende aos profissionais qualificados que já tiveram uma experiência de trabalho canadense e querem imigrar permanentemente para o país.

Assim como o FST, você precisa atender aos níveis de idioma exigidos para o seu trabalho para cada habilidade no idioma em:

Writing
Reading
Listening
Speaking

Ter pelo menos 1 ano de experiência profissional qualificada no Canadá, nos últimos 3 anos antes de se inscrever – você pode atender a isso de algumas maneiras diferentes:

tempo integral em 1 trabalho: 30 horas / semana por 12 meses = 1 ano em tempo integral (1.560 horas)

igual montante em trabalho a tempo parcial: por exemplo 15 horas / semana durante 24 meses = 1 ano a tempo inteiro (1.560 horas)

trabalho em tempo integral em mais de 1 emprego: 30 horas / semana por 12 meses em mais de 1 emprego = 1 ano em tempo integral (1.560 horas)
Ganhou sua experiência de trabalho trabalhando no Canadá enquanto tinha o status de residente temporário com autorização para trabalhar

“E como eu posso ser um skilled worker?”

Levando para o lado literal da coisa, o skilled worker, ou trabalhador habilidoso (que podemos chamar de profissional qualificado), precisa se mostrar importante para o Canadá em alguma área específica. Quanto mais o Canadá precisar de você, mais rápida será a sua admissão.

Porém, o processo de avaliação vai muito além do que você mostra no seu currículo. Diversos dados da sua vida serão analisados para que você seja aprovado ou não, então é importante somar o máximo de pontos possível.

E quando falamos sobre “somar pontos”, não é atoa, pois o Express Entry funciona com base na pontuação, priorizando sempre quem conseguir a pontuação mais alta.

Express Entry Canadá


O processo do Express Entry

Agora que você já sabe quais são os programas econômicos importantes e os seus requerimentos, entenda como é o processo do Express Entry e como você irá avançar durante o processo.


1 – Criando o seu perfil

Após verificar se você se qualifica em algum dos programa econômicos citados acima, você pode criar o seu perfil, preenchendo dados importantes, como: suas habilidades, experiência de trabalho, nível de habilidade com o inglês, educação e algumas outras informações pessoais.

2 – Entrando na disputa

Após enviar o seu perfil, você entra numa “pool” com outras pessoas que também aplicaram para o Express Entry no Canadá, onde você será avaliado por meio do Comprehensive Ranking System, um sistema que avalia a sua experiência de trabalho, habilidades, fluência com a língua inglesa ou francesa, nível educacional e outros fatores que vamos explicar mais abaixo, quando falaremos sobre a pontuação do Express Entry.

3 – Recebendo o convite

Caso você some pontos suficientes no CRS e se encontre no topo do ranking entre as pessoas da pool, você receberá o convite para a imigração, o ITA (Invite To Apply).

Após isso, você tem 90 dias para aplicar de forma totalmente online, para um dos programas econômicos que já citamos acima. O processo pode durar até 6 meses, sendo mais rápido em caso da sua classificação no NOC ser mais alta.


Como funciona a pontuação do Comprehensive Ranking System?

Se você quer saber em média quantos pontos terá para o Express Entry no momento, ou como melhorar a sua pontuação se baseando na tabela, você veio ao lugar certo, pois este tópico é um dos mais importantes para quem deseja imigrar para o Canadá.

Abaixo, separamos de forma simples e direta, os itens analisados pelo CRS e como eles funcionam, confira a lista:

  • Qual idade; (Quanto mais novo, mais pontos)
  • Estado civil; (Solteiro mais pontos, quanto mais membro na família a pontuação diminui)
  • Nível de escolaridade; (Quanto mais formação, mais pontos)
  • Escolares no Canadá (Quanto maior o grau de formaçã,o maior a pontuação)
  • Idiomas e notas; (Quanto mais próximo da proficiência, maior a pontuação)
  • Experiência de trabalho no Canadá (Conforme o NOC a pontuação aumentará)
  • Experiência de trabalho no Exterior (Quanto mais anos de experiência, maior pontuação)
  • Certificado de qualificação de uma província. (Se tiver, pontuará conforme certificação)
  • LMIA aprovado para alguma oferta de trabalho. (Se tiver, pontuará conforme Job Offer)
  • Certificado de nomeação de uma província (Se tiver, pontuará conforme certificação)
  • Tem irmão de sangue morando no Canadá como residente ou nativo (a avaliar)

O segredo para sair na frente


Aposto que você chegou até aqui com o intuito de saber qual é o segredo que você precisa saber para passar na frente da pool, conseguindo o Express Entry da forma mais rápida possível.

E o segredo é bem simples: estudar no Canadá.

Não entendeu ainda o poder desse segredo? Eu te explico:

O Canadá valoriza a educação e é um país referência neste setor. Por isso, o país tem valorizado cada vez mais os profissionais qualificados dentro do país. Sendo assim, se você busca imigrar para o Canadá da forma mais rápida possível, comece a estudar no Canadá para somar pontos importantes com o governo do país.

Se você tem alguma dúvida sobre como pode estudar no país, fala com a gente neste link, vai ser um prazer falar com você!

Quer saber mais sobre o Canadá? Ou dicas para imigrar? Então fica ligado na nossa página do instagram, lá tem conteúdos completos para você aprender de forma rápida e divertida.

E se você é uma pessoa que prefere assistir vídeos, tem conteúdo pra você também! O nosso canal no youtube é cheio de informações, assim como dicas muito valiosas que você pode utilizar no Canadá.

E por último, mas não menos importante. Se quiser saber como é o custo de vida no Canadá, quanto é o valor do salário ou quais são os lugares mais legais para se visitar, o nosso blog é o lugar certo!

Categories
Imigração

Passo a passo definitivo para morar em Amsterdam

Quer morar em Amsterdam mas não sabe como? Não se preocupe, nós temos a resposta e também o caminho mais rápido para você chegar onde deseja. Os benefícios que a cidade pode oferecer são simplesmente incríveis e poucas pessoas sabem deles, por isso, nós trouxemos para você a melhor maneira para morar em Amsterdam e o quão incrível a cidade pode ser para você. Confira abaixo como morar em Amsterdam:

Como é morar em Amsterdam?

Você provavelmente já deve ter ouvido falar na Holanda, um país exemplo não apenas para os países vizinhos, mas para todo o mundo, que tem aprendido cada vez mais sobre como uma nação pode crescer forte econômica, educacional, e socialmente de maneiras cada vez mais sustentáveis e funcionais.

Mas o que muitas pessoas esquecem, é de que a Holanda é composta por várias províncias e cidades que fazem deste país o grande gigante que ele é.

E dentre estas cidades, está Amsterdam, que é nada mais, nada menos, que a capital da Holanda. A cidade é um verdadeiro patrimônio artístico, com casas de aspecto histórico, de telhados muito característicos e canais que cobrem toda a cidade. 

Morar em Amsterdam é incrível

Falando em casas de aspecto histórico, existe uma razão para isso, pois no século de ouro dos países baixos, a região da Holanda estava em plena ascensão econômica, onde existiu um grande crescimento do comércio, cultura e também da ciência neerlandesa, que hoje podem ser observadas pelo desenvolvimento da Holanda.

Mas, o que eu posso fazer em Amsterdam?

Bom, se começarmos com o fato curioso de que na Holanda existem mais bicicletas do que pessoas, você já pode começar a imaginar o que pode ser feito por lá, primeiramente pelos passeios de bicicleta, que podem ser feitos para qualquer atividade que você queira fazer na cidade.

Andar de bicicleta não é apenas algo muito comum em Amsterdam, mas sim um verdadeiro estilo de vida. São mais de 800.000 bicicletas registradas dentro da cidade, então não se assuste se não vir tantos carros e outros meios de transporte, pois tudo é feito a bordo de duas rodas.

Bicicletas na cidade de Amsterdam

Com uma bicicleta você consegue descobrir todas as preciosidades escondidas da cidade, assim como fazer um grande passeio pelas ruas comuns da cidade, que sem dúvidas podem valer como um grande museu a céu aberto, já que a sua arquitetura do século 17 vale como uma aula de história do país.

Mas, caso você não seja uma pessoa das artes e que não curte tanto um museu, também existem outras escolhas ideais, como os moinhos de vento que são dignos de papéis de parede do seu computador. Com 20 minutos de viagem de trem, você pode visitar outras cidades próximas de Amsterdam, como Haarlem, que além de ser muito aconchegante, tem diversas lojas, restaurantes e cafés.

O caminho para morar em Amsterdam

Você quer morar em Amsterdam e isso é incrível, principalmente pelo fato da cidade ser considerada uma das melhores do mundo. Você já deve ter visto algumas maneiras diferentes de conseguir morar por lá, mas poucas delas podem ser uma resposta significativa para você. Abaixo, entenda o melhor caminho para morar em Amsterdam.

O visto de estudante sempre foi, é e continuará sendo a melhor porta de entrada para qualquer país no mundo, pois além de demonstrar o seu interesse em crescer academicamente no país, você também mostra que pode se tornar um profissional qualificado para as demandas da Holanda.

Falando de forma bem ampla, a Holanda tem ótimas universidades, sendo um ótimo país para quem deseja fazer um curso de graduação superior. Além disso, Amsterdam conta com uma das 100 melhores universidades do mundo. A Universidade de Amsterdam é uma das 3 maiores da Europa e uma grande referência em pesquisa, sendo uma ótima escolha para enriquecer o currículo e também aumentar a suas chances de imigração.

Ponte na cidade de Amsterdam

Perto do fim do seu período acadêmico, é importante que você dê entrada no seu visto de longa permanência (MVV), com pelo menos 3 meses de antecedência, para que não haja problemas com os órgãos federais responsáveis pela imigração. Assim, você poderá permanecer por pelo menos 90 dias dentro do país, para construir a sua cidadania holandesa.

Para conseguir o certificado de cidadania holandesa, é preciso que você vá até a câmara municipal ou gemeente e dê entrada na sua aplicação para a cidadania holandesa. Para isso, basta pagar uma taxa de €855, que pode ter o valor de €1.091 em caso de querer registrar toda a família.

Após isso, é preciso que você faça um teste de integração cívica, ou Inburgeringsexamen, ao mesmo tempo que estará fornecendo informações básicas importantes para o processo, como: certidão de nascimento, passaporte, permissão de residência e outros documentos de mesmo nível de importância.

Mas, por que este teste existe?

O governo holandes acredita que as pessoas precisam estar totalmente integradas à sociedade do país para que consigam ter uma vida cotidiana com ótima qualidade. Por isso, para que você consiga a nacionalidade holandesa ou também uma residência permanente no país.

Em caso de conseguir a nacionalidade holandesa por meio do teste, você terá os seguintes benefícios:

  • Um passaporte holandês
  • Capacidade de votar em todas as eleições holandesas e candidatar-se às eleições
  • Seus filhos podem se tornar cidadãos holandeses
  • Cidadania da União Europeia – liberdade de viajar e viver na UE
  • Você pode votar para o Parlamento Europeu
  • Entre e viaje pela Holanda gratuitamente

Legal, né? Mas lembre-se que o processo para obter a nacionalidade holandesa passa por uma análise completa por parte do governo holandes, por isso é tão importante demonstrar interesse em ser mão de obra qualificada no país, sendo um estudante que avançou através de todas as etapas educacionais e também conseguiu entrar no mercado de trabalho holandes.

Chegando até aqui, eu aposto que você se interessou por fazer o seu intercâmbio na Holanda, melhor ainda se quiser viver uma experiência incrível no país para seguir o caminho dos seus sonhos. Se você ainda não sabe como seguir este caminho ou tem alguma dúvida, clica no botão abaixo e nós vamos retornar o mais rápido possível com as respostas que você precisa!

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!

Categories
Imigração

O caminho definitivo para ir morar no Canadá

Você quer saber como ir morar no Canadá mas sempre se depara com posts que enrolam até que você perca a vontade de ir? Não se preocupe, pois neste post você terá o passo a passo e também a melhor maneira de ir para o Canadá e conquistar não apenas o currículo dos seus sonhos, mas também a qualidade de vida que você merece.

Aprenda abaixo como ir morar no Canadá e mais algumas dicas importantes:

O método mais fácil para morar no Canadá

Para fazer as suas malas e colocar os seus pés no Canadá, existe o primeiro e mais importante passo para que você consiga direcionar as suas intenções com o Canadá: o processo de visto.

Escolher o seu tipo de visto e aplicar para o processo consiste em algumas diferenças. Confira abaixo os tipos de visto mais comuns:

O visto de trabalho

O visto de trabalho pode ser concedido em caso de uma empresa canadense se interessar pelos seus serviços e contratá-los internacionalmente. Com isso, você consegue a permissão de trabalho no país. Porém, a empresa ficará responsável pelo o seu visto, então, em caso de demissão, você terá que voltar imediatamente para o Brasil.

O visto de turismo

Sendo um visto simples e mais procurado pelos brasileiros, o visto de turismo facilita o caminho daqueles que desejam conhecer o Canadá, mas de forma rápida e sem pretensão de morar no país.

O visto de estudo

Vamos entender melhor como ele funciona abaixo, mas não existe muito mistério, porque basicamente, este visto permite o estudo do intercambista dentro do território do Canadá.

Como ir morar no Canadá

Agora vamos fazer um contrato de sinceridade entre redator e leitor, certo? Pois a resposta pode parecer uma grande conveniência para nós, que trabalhamos com intercâmbio, mas, vamos ser sinceros, não existe caminho mágico para morar no Canadá,  a não ser pela educação.

Fazer um intercâmbio ainda é a melhor porta de entrada para que você possa morar não apenas no Canadá, mas em qualquer país de qualquer continente.

Como ir morar no Canadá: cidade de Ottawa

Pergunte a qualquer pessoa que já foi para o Canadá por intercâmbio e ela provavelmente dirá que foi uma das melhores experiências da vida, pois além de desenvolver uma habilidade profissional, a pessoa conseguiu desfrutar de uma qualidade de vida acima da média mundial.

Agora chega de papo e vamos ao que interessa: o intercâmbio para morar no Canadá.

Para fazer um intercâmbio você precisará, primeiramente, de um visto de estudante, pois a partir dele você terá a permissão de estudo no país. Após isso, é importante que você defina quais são as suas prioridades educacionais, como escolher qual tipo de intercâmbio você fará.

Escolhendo o tipo de intercâmbio

Escolher o tipo de intercâmbio é uma das coisas mais importantes quando se trata de morar no Canadá, principalmente pelo fato de que caso escolha a opção do estudo de idiomas no Canadá, você poderá evoluir o seu inglês ou até o seu francês, dependendo da província, mas não terá a possibilidade de trabalhar, pois desde 1 de junho de 2014, não é mais permitido trabalhar enquanto se estuda idioma no Canadá.

Porém, para a sorte dos intercambistas que desejam mudar de vida, existem os colleges, que no Canadá, são equivalentes aos cursos técnicos aqui do Brasil. Os colleges são grandes responsáveis pela educação mais voltada ao mercado de trabalho, o que resulta em profissionais mais preparados e cada vez mais requisitados no Canadá.

Os colleges popularmente se dividem entre 2 tipos: privado e público.

Em relação ao ensino, os dois tipos são considerados de alto nível, principalmente por estarem inseridos no sistema de um país que é considerado uma referência no setor de educação internacional. O college privado tem o diferencial de ser apoiado financeiramente pelo governo canadense, o que faz dele uma ótima porta de entrada para quem deseja morar no país futuramente.

Trabalhando enquanto mora no Canadá

Enquanto estiver estudando em um college ou universidade, você terá a permissão de trabalhar enquanto estuda no país, o que se torna o começo da sua vida no Canadá e familiarização com a vida cotidiana no maior país das Américas..

Ao término do seu curso, você poderá aplicar para o programa de Post-Graduate Work Permit, ou mais conhecido como PGWP. Com o PGWP você poderá trabalhar no Canadá pelo período de tempo equivalente ao tempo do seu curso. Não entendeu muito bem? Confira um exemplo:

Parlamento de Ottawa

Em caso de um college privado de 2 anos, quando terminar o curso, você poderá trabalhar por mais 2 anos devido ao PGWP. 

Enquanto estiver trabalhando pelo PGWP, você pode aproveitar o tempo que está trabalhando para fazer a sua aplicação para a residência permanente no Canadá. O processo de aplicação leva tempo e é importante que você seja o mais rápido possível para não ter problemas com vistos e autorizações.

Express Entry

E não só isso, pois em caso de estar estudando em um College Privado, você ganha mais pontos em um sistema chamado Express Entry, que já explicamos muito bem neste post.

Lembre-se que o tempo de estadia no país também é um dos benefícios que você também precisa aproveitar para investir no seu futuro no Canadá.

Mas como o nosso objetivo é fazer você entender qual é o melhor caminho do Canadá, vamos resumir o Express Entry abaixo:

Paisagem em Ottawa

O Express Entry é o sistema responsável pela residência permanente no Canadá, tendo o objetivo de contabilizar pontos sobre as  pessoas que desejam imigrar para o Canadá. Os pontos são somados com base no nível de proficiência em inglês e/ou francês, nível de escolaridade, idade e outros fatores.

Você precisa ter no mínimo 1200 pontos para se tornar elegível para o programa, sendo interessante que você não se acomode com este número e busque aumentar ainda mais a sua pontuação para uma chance maior de aplicação.

Chegando até aqui, eu aposto que você se interessou por fazer o seu intercâmbio no Canadá, melhor ainda se quiser viver uma experiência incrível no país para seguir o caminho dos seus sonhos. Se você ainda não sabe como seguir este caminho ou tem alguma dúvida, clica no botão abaixo e nós vamos retornar o mais rápido possível com as respostas que você precisa!

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!

Categories
Imigração

Transforme a sua vida morando em Sydney

A cidade de Sydney, na Austrália, é uma das cidades mais conhecidas do mundo e a gente até sabe o porquê. Sendo um dos destinos mais procurados por quem deseja viver uma experiência única, a cidade recebe todos os anos milhares de viajantes em busca de uma qualidade de vida melhor. Mas, e você? Conhece Sydney e os seus encantos? Bom, se a resposta for “não”, não se preocupe, nós temos o conteúdo certo para quem não sabe e também para quem já sabe alguma coisa. Confira abaixo como é morar em Sydney:

Como é morar em Sydney?

Sydney é uma das cidades mais conhecidas não apenas da Austrália, mas do mundo. A sua imagem é tão associada à Austrália, que as pessoas costumam até mesmo pensar que ela é a capital do país. Isso se deve ao grande valor cultural que Sydney agrega ao país ao longo de tantos anos por meio dos seus pontos turísticos, assim como a sua reputação de ser uma ótima cidade para se viver.

A cidade já foi eleita uma das 10 melhores do mundo no ranking de qualidade de vida e caiu apenas uma posição ao longo de 2 anos, segundo um ranking de 2019. A qualidade de vida de uma cidade é determinada por fatores essenciais para uma vida que não seja apenas comum, mas confortável e funcional para os seus cidadãos. São analisados dados sobre: custo de vida, transporte, poder de compra e até mesmo o clima. 

O clima na cidade de Sydney

Para começar, é preciso que você saiba que o clima de Sydney é simplesmente incrível, pois ele não é apenas ensolarado na maior parte do tempo, mas também equilibrado em sua temperatura, o que significa que você não ficará sofrendo pelo calor em um dia de sol ou usando cachecol e roupas pesadas em qualquer horário do dia.

O clima de Sydney permite um estilo de vida muito mais liberal aos nativos, eliminando aquela necessidade de escolher horários específicos para determinadas atividades ao longo do dia, fazendo com que a cidade e os seus centros de atividades recreativas sejam preenchidos em qualquer horário.

Bond Beach em Sydney Austrália

E falando em praia: gosta de tomar um sol? Aproveitar um banho de mar? Ficar na tranquilidade de uma boa sombra? Ou melhor, surfar? Bom, independente dos seus objetivos quando se visita uma praia, Sydney é o destino perfeito para você que adora uma praia. São mais de 100 praias, isso mesmo, 100! Algumas grandes, outras menores, e algumas outras até mesmo escondidas para quem curte uma boa aventura em trilhas.

O transporte público tem uma grande variedade

Falar sobre o transporte público da Austrália já é uma regra aqui nos posts da Dreams, mas em Sydney isso tem um valor até mesmo histórico, pois além dos ônibus, bondes e trens, as ferries (balsas) são as grandes estrelas do transporte público de Sydney, pois desde 1875, as balsas de Sydney têm transportado os seus nativos.

Ano novo em Sydney Austrália

Atualmente, as balsas transportam 14 milhões de pessoas todos os anos ao longo de Sydney, o que não é nenhuma surpresa, já que os seus portos são verdadeiros pontos turísticos que se repetem ao longo de todo a cidade.

Quer trabalhar ou fazer compras? Você escolhe.

Uma das coisas que funcionam muito bem em Sydney é o seu comércio local, não somente no quesito da facilidade de empregos para estrangeiros, mas também da sua variedade e acessibilidade de preços. É bem comum encontrar feiras culturais aos finais de semana, que entregam produtos variados e com preços abaixo da média para você que curte economizar com o seu vestuário e decoração.

Loja de roupas em Sydney Austrália

Enquanto estiver fazendo o seu intercâmbio, não tenha medo do mercado de trabalho de Sydney e vá em busca do que o comércio tem a oferecer para você. São milhares de lojas, cafés, lanchonetes e muitos outros tipos de comércio precisando de trabalhadores em meio-período. Em Sydney você conseguirá prosperar financeiramente na mesma medida em que estará melhorando o seu currículo.

O que eu posso fazer morando em Sydney?

Se morar em um país que é referência no mundo todo em qualidade de vida, assim como em outros setores, nós separamos para você algumas coisinhas interessantes para se fazer enquanto estiver fazendo o seu intercâmbio por lá. Confira abaixo os lugares que você pode visitar e o que você pode fazer em Sydney:

A Ópera de Sydney

Bom, nós definitivamente não queremos entregar um conteúdo óbvio para você, mas não podemos falar de Sydney sem falar da Ópera de Sydney, que além de ser: o símbolo australiano mais conhecido mundialmente, um dos pontos turísticos mais famosos do mundo e uma das óperas mais ocupadas nos rankings mundiais, é o destino de todo intercambista que deseja colocar os pés em Sydney.

Ópera de Sydney Austrália

A Ópera de Sydney não apareceu aqui apenas pelo seu visual, o lugar é realmente incrível em todos os sentidos. A casa recebe espetáculos premiados pela crítica, assim como os clássicos que todo mundo ama assistir em qualquer teatro, como: Cinderella, O Fantasma da Ópera e Otello. Hoje mesmo é possível comprar ingressos para estes e outros espetáculos que também estão em exibição.

O Jardim Botânico Real de Sydney

Não curte ópera, mas é um grande fã do contato com a natureza? Esse é o passeio perfeito para você, pois além de ser um lugar lindo, o Jardim Botânico de Sydney é um programa inteiramente gratuito. Fundado em 1816 e ficando bem ao lado da Ópera de Sydney, o Jardim Botânico Real tem 30 hectares de pura natureza nativa e também de outros países.

Royal Botanic Garden
Foto: Divulgação / Royal Botanic Garden

O jardim tem ainda mais qualidades se você ainda não achou que ele não supre as suas vontades. Dentro do parque existe o Calyx, um centro de atividades que possui uma das maiores paredes compostas por plantas do hemisfério sul, além de promover workshops e contar com lojas e cafés, sem contar com os eventos que acontecem no local periodicamente.

Galeria de Arte de New South Wales

Ok, já te demos uma ópera conhecida mundialmente, um jardim incrível e cheio de atividades, mas nada disso te interessa por você ser uma pessoa mais focada nas artes e história dos países? Tudo bem, entendemos. Por isso, a Galeria de Arte da Nova Gales do Sul é um dos passeios obrigatórios do seu intercâmbio em Sydney. 

Art Gallery of New South Wales
Foto: ABC

A galeria consegue unir o antigo com o contemporâneo, promovendo uma experiência completa para você que é fã das artes como um todo, então é bem comum que você encontre exibições de artes que criticam o uso de rede sociais enquanto em outra parede o foco seja uma grande pintura do século 18.

Gostou deste post? A Dreams sabe que você tem muita vontade de aprender sobre o destino dos seus sonhos, por isso temos um blog cheio de conteúdos sobre a cultura, custo de vida, curiosidades e notícias sobre diversos países. Acesse o nosso blog e fique a vontade para consumir mais conteúdos como esse!

Quer fazer um intercâmbio na Austrália mas ainda não sabe como? Tem alguma dúvida? Fala com a gente através deste link, a nossa equipe vai retornar o contato o mais rápido possível para tirar todas as suas dúvidas e ajudar na sua trajetória até estudar no país dos seus sonhos!